Elias Jardim justifica retirada de projeto e se mantém firme na decisão de homenagear Bolsonaro

Vereador Elias Jardim. (Foto: Blog Waldiney Passos)

“O momento não estava bom para votar”. Foi assim que o vereador Elias Jardim (PHS) justificou sua decisão de retirar da pauta dessa quinta-feira (23) o projeto de Decreto Legislativo n° 026/2019, concedendo Título de Cidadão Petrolinense ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL).

LEIA TAMBÉM:

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

O vereador da Situação conversou com o Blog após seu recuo e admitiu ter errado na articulação com seus pares. “[O projeto] vai voltar à pauta, o momento não estava tão bom para votar. Vou articular melhor, acho que falhei na articulação para que seja aprovado. A gente não vai colocar para ser reprovado, em breve esse projeto vai voltar a pauta”, destacou.

LEIA MAIS

Repercussão negativa faz vereador Elias Jardim retirar Título de Cidadão a Bolsonaro da pauta

Grupo anti-Bolsonaro está na Câmara acompanhando sessão (Foto: Blog Waldiney Passos)

A repercussão negativa da proposta de conceder o Título de Cidadão Petrolinense ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez o autor do projeto de Decreto Legislativo n° 026/2019, Elias Jardim (PHS), recuar e pedir a retirada da matéria na sessão dessa quinta-feira (23).

O projeto chegou a ser lido e colocado em pauta, mas foi retirado ao som de tímidas vaias de manifestantes contrários ao título, os quais se fazem presentes na Casa Plínio Amorim, em maior número que os favoráveis e colocaram cartazes mostrando a indignação ao presidente da República.

Nos bastidores da Câmara ventila-se que a falta de apoio de colegas da própria bancada também pesou na decisão de Elias. Até o momento o edil não quis se pronunciar sobre a retirada do projeto, todavia, o item deve voltar à pauta na próxima semana.

Elias Jardim propõe Título de Cidadão Petrolinense a Jair Bolsonaro

(Foto: Arquivo)

O vereador Elias Jardim (PHS) utilizou seu tempo de justificativa para Indicações e Requerimentos para antecipar um projeto de Decreto de Legislativo que apresentará na Casa Plínio Amorim. O edil propôs conceder Título de Cidadão Petrolinense ao presidente da República.

“Estou apresentando um projeto de decreto Legislativo propondo um título de Cidadão Petrolinense ao presidente da República, o senhor Jair Messias Bolsonaro. Ele está vindo a Petrolina nessa semana, a primeira cidade do Sertão que ele visita”, destacou o edil.

No Plenário os colegas reagiram de forma distinta: alguns criticaram e outros apoiaram. O presidente Osório Siqueira (PSB) lembrou que a matéria não estava na pauta e apenas foi anunciada pelo autor do pedido. Elias aproveitou para classificar o projeto como importante. “É importante a gente incentivar o nosso presidente, é um projeto importante”.

Vereadores aprovam Medalha de Honra ao Mérito Legislativo à UPE Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Único Projeto de Lei colocado em pauta nessa quinta-feira (25), a matéria apresentada por Elismar Gonçalves (MDB) foi colocado em votação assim que as Indicações e Requerimentos foram aprovadas pelos edis presentes na Câmara de Vereadores de Petrolina.

LEIA TAMBÉM:

Requerimentos da oposição são aprovados por unanimidade na Casa Plínio Amorim

Sem discussão do Projeto de Decreto Legislativo nº 026/2018 que concede Medalha de Honra ao Mérito Legislativo Dom Malan à Universidade de Pernambuco (UPE) Petrolina, destinada ao curso de Licenciamento em Letras foi aprovada de forma unânime em uma rápida votação totalizando 16 votos a favor e nenhum contra.

Sem mais matérias para análise, os vereadores fazem uso da Tribuna Livre. Hoje estão inscritos nove edis, dos quais três já falaram. O principal tema abordado até o momento foi a função da Comissão de Direitos Humanos e as políticas públicas do município no combate às drogas.

Projeto que institui Diploma e Medalha do Mérito Cidadania e Direitos Humanos “Maria Maga” é aprovado na Câmara de Vereadores

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Único projeto de Lei colocado para votação na sessão dessa terça-feira (25), o Projeto de Decreto Legislativo de número 015/2018 foi aprovado por 14 votos a zero, após uma longa discussão entre os vereadores de Petrolina. Autor da proposta, Osinaldo Souza (PTB) usou a Tribuna Livre para justificar sua iniciativa.

Osinaldo afirmou que a homenagem é um “reconhecimento a uma mulher guerreira” que até hoje é “conhecida como a mãe dos pobres”. Maria Maga foi vereadora na Casa Plínio Amorim e uma forte liderança comunitária, teve sua vida interrompida ao ser assassinada na frente de sua casa em 2006.

“Uma batalhadora, eu conheci a vereadora e ex-vereadora Maria Maga quando muito pequeno no bairro na época conhecido como Cinzeiro. Ela sempre batalhou e lutou pelos menos favorecidos, por esse sentido. Quem tanto lutou pelos Direitos Humanos em Petrolina foi Maria Maga”, afirmou Osinaldo.

A matéria foi aprovada pouco antes do meio dia, depois de uma longa discussão entre os edis, em especial Gilmar Santos (PT) e o próprio Osinaldo, que trocaram farpas em relação ao projeto rejeitado na Câmara de Vereadores que também homenageava Marielle Franco, vereadora morta no Rio de Janeiro, figura atuante na busca pela preservação dos Direitos Humanos.

Apesar da rusga entre os colegas de Câmara, Gilmar não negou seu voto e reconheceu a contribuição de Maria Maga ao município, votando junto com Osinaldo pela aprovação da matéria, mas deixando claro seu posicionamento contrário a alguns comportamentos do autor da matéria dentro da Casa Plínio Amorim.

O Diploma e Medalha do Mérito Cidadania e Direitos Humanos Maria Maga será conferido a pessoas com serviços prestados na proteção dos direitos da mulher e dos direitos humanos. A matéria já havia sido colocada em votação em duas ocasiões, porém foi retirada de pauta devido à ausência do edil na sessão.