Moto é encontrada queimada no Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho em Petrolina

Uma moto foi encontrada nesta segunda-feira (20) destruída pelo fogo, próximo ao canal do Núcleo 11 do Projeto Senador Nilo Coelho, em Petrolina.

Devido as condições em que o veículo se encontra não dar para identificar o modelo, marca ou ano de fabricação da motocicleta. Também não dar pra saber se há restrição de roubo, nem qual município a moto é registrada já que a placa ainda não foi localizada.

Agricultura: pera produzida no Vale é comercializada ao Rio Grande do Sul

Cerca de 1 tonelada foi comercializada com o Sul (Foto: Frederico Celente/Codevasf)

Conhecida por exportar uva e manga, o Vale do São Francisco agora é uma região produtora de pera. O fruto até então inimaginável na região já ganhou um mercado interno: a Serra Gaúcha. Na última terça-feira (21) cerca de uma tonelada foi despachada até o município de Farroupilha (RS).

O desenvolvimento da pera na região é resultado de uma parceria da Companhia de Desenvolvimento dos Vales São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), trabalho conjunto que já dura uma década.

“Ao longo dos anos de pesquisa nós colhemos importantes resultados que nos mostram que é possível produzir pera em grande escala no Vale do São Francisco. Alguns anos atrás nós já víamos que a produção poderia chegar a cerca de 60 toneladas por hectare no quarto ano de cultivo, com possibilidade de duas safras-ano”, disse o engenheiro agrônomo da Codevasf Osnan Ferreira.

Dados da Embrapa indicam que a pera é a terceira fruta do clima temperado mais consumida no Brasil. Até chegar a fase de colheita, as duas entidades desenvolveram longos trabalhos de pesquisa e análise de mercado, para saber qual a cultura mais viável.

Nesse meio tempo foram realizados experimentos com pereira, macieira, caquizeiro, cacaueiro e outras culturas típicas de clima temperado nos projetos públicos de irrigação Senador Nilo Coelho e Bebedouro.

Caminhos de Pernambuco: obras de recuperação contemplarão perímetros irrigados de Petrolina

O Governo de Pernambuco lançou em 20 de maio o programa Caminhos de Pernambuco, cujo objetivo é reestruturar as rodovias estaduais até 2022. Nessa segunda-feira (10) a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernanda Batista está em Petrolina para acompanhar as obras na cidade e municípios vizinhos.

Durante entrevista no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal, a secretária explicou como as ações estão sendo executadas no Sertão do São Francisco. “A gente já está com duas frentes, com a perspectiva de aumentar e colocar uma mobilização maior devido à demanda existente. A gente fez uma programação muito aprofundada, com base no planejamento que foi feito no primeiro trimestre do ano. A gente está na PE-647 e 626”, disse Batista.

Rodovias da região

Entre as PEs contempladas estão a 655, 635, 636, 639, 638 e 574, passando por Petrolina, Lagoa Grande e cidades como Bonito e Sertânia. “Em Petrolina entramos há 10 dias, estamos entrando em Sertânia nessa semana”, acrescentou. Ainda de acordo com a secretária, as obras imediatas também atendem o perímetro irrigado.

LEIA MAIS

Produtores do Projeto Senador Nilo Coelho cobram recuperação da PE-637

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Produtores do Projeto Irrigado Senador Nilo Coelho em Petrolina (PE), estão indignados coma atual situação da PE-637. Nos trechos da divisa da capital do Sertão do São Francisco com a Bahia a buraqueira já tomou conta do asfalto. Preocupados com o escoamento da produção, eles cobram do governo de Pernambuco, a recuperação asfáltica da rodovia.

“Infelizmente o governo do Estado não faz nada para consertar essa buraqueira que está terrível, acabando com a vida dos agricultores e produtores de fruta do Projeto Senador Nilo Coelho. Esse governo do Estado,o senhor Paulo Câmara tem sido terrível com os produtores, talvez ele não saiba as dificuldades que a gente enfrenta para ganhar nosso pão de cada dia, e ter que acabar o carro comprado financiado, e até mesmo muitas vidas”, disse um produtor em um vídeo publicado nas redes sociais.

O Blog Waldiney Passos tentou entrar em contato com o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco (DER-PE), mas não obteve êxito. Nossas ligações telefônicas não foram atendidas. Dessa forma, reiteramos que o espaço está aberto, caso o governo do Estado queira se pronunciar sobre a reivindicação dos produtores.

Final de semana é marcado por acidentes nas estradas do Sertão pernambucano

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

A noite de sábado (23) em Petrolina e Cabrobó, municípios do Sertão pernambucano foi marcada não apenas pela chuva, mas também por acidentes de trânsito. Aqui em Petrolina, pelo menos duas ocorrências foram registradas, a primeira delas na zona rural.

Uma mulher morreu após ser atropelada próximo ao C2, no Projeto Senador Nilo Coelho. Ela estava em um veículo quando o condutor parou o carro para que a vítima fosse urinar e ao atravessar a via, um segundo carro atropelou a mulher.

LEIA MAIS

Homem é encontrado morto na zona rural de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Na manhã desta terça-feira (11), o corpo de um homem, foi encontrado em uma estrada vicinal no Núcleo 9 do Projeto Senador Nilo Coelho, zona rural de Petrolina (PE).

A vítima foi identificada no local como Sandro Ramon G. Galvão. No corpo haviam marcas de disparos de arma de fogo. Ainda não se sabe a autoria, nem o que teria motivado o crime.

A equipe do Instituto de Criminalística (IC) foi até o local e após os procedimentos de praxe, liberaram o corpo para ser recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Presidente eleita da Associação de Moradores da Vila 12 fala sobre os resultados das eleições e as demandas da comunidade

Francineide Pereira e Marinalva Olindina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A eleição para a presidência da Associação de Moradores da Vila 12 do Projeto Senador Nilo Coelho em Petrolina (PE), aconteceu ontem (15). A “Chapa 2” foi a vencedora da eleição com 191 votos. Eleita presidente da Associação, Francineide Pereira, popularmente conhecida como “Neidinha”, participou do Programa Super Manhã da Rádio Jornal, com Waldiney Passos.

De acordo com a presidente eleita, a Vila 12 foi criada em 1994, e essa é a primeira eleição para associação de moradores, até então a comunidade não tinha associação. Durante a entrevista, “Neidinha” falou o que motivou a criação da associação e as principais demandas da comunidade. “Nós não temos assistência de quase nada. Nós não temos posto de saúde, não temos água boa, a nossa Vila não tem cobertura nenhuma. Nós montamos essa associação para buscar benefícios para nossa comunidade”, disse.

LEIA MAIS

Animais doentes no N4 preocupam moradores, Secretaria de Saúde dá prazo para resolver situação

(Foto: Reprodução/Internet)

Imagine conviver com animais doentes soltos próximos a sua residência. Essa é a realidade dos moradores do Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 04, que denunciaram uma situação grave de saúde pública.

Um comunitário afirma que muitos cachorros estão soltos pelas ruas do projeto, mas eles estão com calazar, também conhecida como Leishmaniose Visceral. Equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) foram acionadas, mas até agora nenhuma providência foi tomada, de acordo com os moradores.

O Blog Waldiney Passos procurou a Secretaria de Saúde de Petrolina e fomos informados que neste sábado (14) equipes do CCZ estarão na comunidade vacinando cães e gatos e também recolhendo os animais doentes. O calazar é causado por um protozoário e pode afetar tanto cachorros, como pessoas ou outros animais.

Vans de transporte para zona rural vão paralisar atividades nesta sexta-feira (25)

(Foto: Divulgação)

Assim como os mototaxistas, motoristas de aplicativos e taxistas cruzaram os braços nessa quinta-feira (24), os condutores das vans responsáveis pelo transporte alternativo para os Projetos Irrigados de Petrolina vão paralisar suas atividades amanhã (25).

Segundo a Associação dos Transportadores dos Projetos de Irrigação Senador Nilo Coelho (ATPI), a decisão foi tomada em consequência das manifestações contra o preço do combustível e a previsão é que os veículos voltem a circular somente com o fim dos protestos, já que em muitos postos de Petrolina não há mais combustível.

LEIA MAIS

Grupo invade propriedade no N-11, mas situação já está resolvida segundo Codevasf

A manhã desas quinta-feira (3) foi marcada pela invasão de dois terrenos no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 11. Segundo informações, um grupo ocupou um terreno pertencente a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e outro da Prefeitura de Petrolina.

Testemunhas relataram que durante a ocupação houve muita discussão e agentes da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) foram acionados para solicitar a retirada dos invasores. Segundo a Codevasf, o terreno ocupado pertencente a companhia está localizado na área de sequeiro e é um espaço dedicado à drenagem, não podendo ser utilizado para outro fim.

A Codevasf também informou, através de uma nota, que o grupo já deixou o local, após uma ação de equipes do Distrito de Irrigação Nilo Coelho (Dinc) e da Guarda Municipal. Confira a seguir a nota enviada pela companhia:

LEIA MAIS

Leitora cobra órgãos competentes sobre recuperação na BR-235, no N4

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os buracos nas estradas da Zona Rural de Petrolina já foram motivo de queixas de muitos leitores e dessa vez a reclamação vem do Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 4. Uma leitora entrou em contato com a nossa equipe através do WhatsApp, para mostrar como está a situação no local.

Segundo ela, os buracos apareceram após as chuvas do começo do ano, um serviço foi feito na estrada, mas não contemplou toda BR-235, especialmente no trecho próximo a divisa entre Bahia e Pernambuco, após o N4.

“Risco de acidentes pois os carros precisam entrar na contra mão para desviar dos buracos. Todos os dias passo nessa estrada para levar filhos ao colégio”, relatou ao Blog. A leitora também enviou um vídeo, para mostrar a situação:

No começo do mês nós entramos em contato com a Codevasf e fomos informados que a responsabilidade pela manutenção das estradas da zona rural é do Distrito de Irrigação Nilo Coelho (Dinc), que não retornou nossas mensagens.

Por ser uma rodovia federal, nós também entramos em contato com o Departamento de Infraestrutura de Trânsito (DNIT) e aguardamos um retorno.

Agricultor é espancado no Projeto Senador Nilo Coelho N-9, em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nesta quarta-feira (11) a Polícia Militar de Petrolina (PE), foi informada que um homem estava sendo vítima de espancamento na vila do Projeto Senador Nilo Coelho, N-9. Quando os policiais chegaram ao local, a pessoa que sofreu a agressão já havia sido socorrida para o Hospital Universitário.

Após receber atendimento médico, o agricultor Wesley Santos Batista, de 20 anos de idade, informou a PM que estava em frente a sua residência quando chegaram quatro homens em um veículo Fiat/Estilo, cor prata e dois deles desceram e começaram a lhe espancar com socos e pontapés. Ainda segundo a vítima, após as agressões os homens o ameaçaram de morte e fugiram.

Os policiais intensificaram as diligências a procura dos suspeitos, mas não obtiveram êxito. A ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil para as devidas providências legais que o caso requer.

“O que precisa pra resolver a situação do Pontal está nas mãos da Codevasf”, afirma representante do MST em Petrolina

(Foto: Internet)

O cumprimento da ordem de reintegração de posse no Projeto Pontal ainda não foi concretizado, mas desde fevereiro a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) estava autorizada pela justiça a interromper o fornecimento de água e energia no local. O fato foi concretizado e gerou uma série de críticas das famílias dos Acampamentos Dom Tomás e Democracia.

Representante do Movimento Sem Terra (MST) em Petrolina, Florisvaldo Alves afirma que as famílias podem sim deixar o local, mas se a Codevasf agir para isso. As partes estão desde 2015 negociando a saída, mas não chegam a um consenso.

LEIA TAMBÉM:

Representante do MST chama atenção para situação de assentados no Projeto Pontal

“Nós, quando a juíza determinou a reintegração de posse, nós trabalhamos algumas propostas e nós deixamos bem claro que se houver uma área na região que possa assentar as famílias e que essa área tenha condições de produzir, a gente sai voluntariamente dessa área”, explica Florisvaldo em entrevista exclusiva ao Blog.

LEIA MAIS

Após matéria sobre buracos nas estradas do Projeto Nilo Coelho, Codevasf afirma que responsabilidade é do Dinc

(Foto: Reprodução)

Uma matéria publicada no Blog no domingo (1º), mostrou a situação das estradas da zona rural de Petrolina e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) informou, por meio de uma nota, que a recuperação das vias é de responsabilidade do Distrito de Irrigação Nilo Coelho (Dinc).

Na matéria veiculada no Blog, uma leitora mostrou a situação da estrada que faz ligação entre o Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 1 ao Núcleo 3. A Prefeitura de Petrolina nos informou que a competência era da Codevasf, mas a Companhia negou tal fato.

LEIA TAMBÉM:

Espaço do leitor:  moradora registra buracos em estrada da zona rural de Petrolina

Nós entramos em contato com o Dinc, para saber quais medidas serão feitas pelo Distrito no sentido de melhorar a pavimentação asfáltica nas estradas dos Projetos, mas desde o dia 27 de março estamos aguardando um posicionamento.

Confira a resposta da Codevasf sobre a matéria veiculada no Blog:

LEIA MAIS

Colisão entre motocicletas deixa três mortos em Petrolina

(Foto: Internet)

Três jovens morreram num acidente na zona rural de Petrolina, na madrugada desse domingo (18). Segundo informações enviadas ao Blog, duas motos colidiram de frente. Com o impacto, um homem e uma mulher morreram na hora.

A terceira vítima foi socorrida e veio a óbito no Hospital de Universitário. De acordo com testemunhas, o acidente foi registrado próximo das 3h, no trecho que liga o Projeto Senador Nilo Coelho Núcleo 6 ao Núcleo 7. Não há informações sobre a identidade e idade das vítimas.

12