Aero Cruz e Zenildo Nunes se filiam ao MDB

Líder seguiu passos de Miguel e foi para o MDB

Aero Cruz e Zenildo Nunes, o Zenildo do Alto do Cocar, deixaram o PSB e se filiaram ao MDB, mesmo partido do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho. Aero concretiza o que já havia antecipado ao Blog Waldiney Passos no começo do ano: seguiria os passos que o líder local lhe recomendasse.

LEIA TAMBÉM

Homem de grupo, Aero Cruz afirma que irá ao partido que Miguel Coelho sugerir

A dupla utilizou as redes sociais para confirmar a novidade. Aero é líder do Governo na Casa Plínio Amorim e já havia dito ao Blog, em fevereiro, que iria para onde Miguel solicitasse.

“Meu partido é o partido do grupo de Fernando Bezerra e o partido que Miguel Coelho disser. Estou no PSB, mas aonde o prefeito Miguel Coelho dizer ‘Aqui é onde nós vamos marchar e andar’, é para esse partido que eu vou“, afirmou.

Resolução do PT determina candidaturas próprias e favorece Marília Arraes

Marília Arraes ganha em Recife

O Partido dos Trabalhadores decidiu na noite de sexta-feira (13) lançar candidaturas próprias em 2020. O Diretório Nacional aprovou uma resolução determinando que haja representantes em todas as capitais do Nordeste. Isso significa uma vitória pessoal para a deputada federal Marília Arraes.

Ela vinha lutando há vários meses por uma candidatura à Prefeitura do Recife (PE) e com essa resolução, ganha força. Por outro lado, a decisão do PT pode afastar o PSB, seu principal aliado a nível de estado. Confira a seguir a resolução do partido:

RESOLUÇÃO
1. Determinar o lançamento de candidatura própria em TODAS as capitais dos Estados da região Nordeste.
2. Define as candidaturas de Márcio Macêdo, em Aracaju-SE; Marília Arraes, no Recife-PE e Fábio Novo, em Teresina-PI.
3. Acompanha o processo de definição das candidaturas em Salvador-BA, Maceió-AL, João Pessoa-PB, Natal-RN, Fortaleza-CE e São Luís-MA.
4. Essa estratégia de fortalecimento partidário deve ser compreendida no âmbito eleitoral, sem qualquer prejuízo à unidade nacional das forças populares nos esforços contra o projeto de destruição social do governo Bolsonaro.

Julio Lossio ressalta potencial de Lucas Ramos e minimiza suposto acordo entre PT e PSB em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Diante da polêmica sobre o suposto acordo entre o PSB e PT nas eleições de Petrolina (PE), para rifar a candidatura de Lucas Ramos (PSB) em apoio a Odacy Amorim (PT), o  ex-prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PSD), preferiu minimizar a eventual negociação, reduzindo a manobra a um tipo de especulação.

LEIA TAMBÉM

Ao contestar retirada de candidatura de Lucas Ramos em Petrolina, Gonzaga Patriota classifica acordo entre o PSB e PT como suicídio

“Ainda tem muita água para rolar em baixo da ponte. Até lá, teremos muitas especulações”, disse Lossio à reportagem do Blog do Jamildo.

LEIA MAIS

Ao contestar retirada de candidatura de Lucas Ramos em Petrolina, Gonzaga Patriota classifica acordo entre o PSB e PT como suicídio

Gonzaga Patriota (Foto: Internet)

O possível acordo entre o PSB e PT para rifar a candidatura do deputado estadual Lucas Ramos à prefeitura de Petrolina (PE), em troca do apoio do PT, representado pelo ex-deputado Odacy Amorim no pleito, ainda rende opiniões, mesmo depois do governador Paulo Câmara ter negado  a eventual negociação.

LEIA TAMBÉM

“Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirma Paulo Câmara

Em entrevista ao Blog do Jamildo, o deputado federal Gonga Patriota (PSB) classificou o suposto acordo como suicídio.  “Nem o presidente estadual do partido, Sileno Guedes, e nem o governador Paulo Câmara falaram comigo. Mas se quiserem juntar (PSB e PT), fazemos esse suicídio juntos”, disse o parlamentar.

LEIA MAIS

“Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirma Paulo Câmara

Governador de Pernambuco e vice-presidente nacional do PSB, Paulo Câmara negou que haja qualquer costura política com o PT em Petrolina. Nessa semana o Blog noticiou que há uma manobra entre socialistas e petistas para firmar uma aliança, o que rifaria, por exemplo, candidaturas solo de cada sigla.

LEIA TAMBÉM

PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Questionada pela Folha de Pernambuco, Câmara foi direto. “Não existe qualquer negociação com o PT sobre candidatura em Petrolina”, afirmou. No dia 14 ele cumpriu uma extensa agenda na cidade e acompanhou a filiação de candidatos a prefeito no Sertão.

LEIA MAIS

PSB pode rifar nome de Lucas Ramos e apoiar candidatura de Odacy Amorim a prefeito de Petrolina

Duas pré-candidaturas podem ser rifadas nestas eleições municipais. Conforme havíamos antecipado, a definição do nome que irá disputar o pleito em Petrolina pelas oposições, passa necessariamente pela a definição das alianças no Recife.

Assim, o PT definindo apoio a um nome do PSB na capital, o socialista João Campos, refletiria com o apoio do PSB ao nome escolhido pelo PT em Petrolina, que pelo andar da carruagem deve ser mesmo o de Odacy Amorim. Com isso, o sonho do deputado Lucas Ramos disputar o pleito, cairia por terra.

Em conversa com o Blog do Jamildo, o socialista reagiu a esta possibilidade e disse que vai partir para o confronto.

“Nós estamos há seis meses das eleições e nós não temos uma palavra do governador afirmando que o PSB terá candidato em Petrolina. Sabe porque? Porque Geraldo Júlio não deixa… Só que eu vou para o confronto, não vou aceitar isto. Quem vai pedir votos para o PSB em 2022, na sucessão de Paulo Câmara? Vai ser o PT de Odacy Amorim ou o PSB de Lucas Ramos?”, questiona o socialista.

“Essa turma está esquecendo que existe vida mais a frente (2022) e depois do Recife. Tudo bem, é a capital, é a vitrine do PSB, mas eu acredito que um projeto não anda distante do outro. Eles se fortalecem”, afirma.

Apesar de dá sinais de desconforto Lucas Ramos afirmou não ter interesse em sair do PSB.

Outra que também seria rifada mais uma vez do processo, é a deputado federal Marília Arraes, que inclusive obteve do próprio presidente Lula em encontro no Rio de Janeiro, a garantia do apoio para consolidar sua pré-candidatura a prefeita do Recife.

Leninha do STTAR é destaque durante ato de filiação do PSB em Petrolina

Leninha do STTAR se filia ao PSB em Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A última sexta-feira (14) foi de visita do Governador Paulo Câmara em Petrolina (PE). Com sua comitiva, Câmara cumpriu uma intensa agenda de eventos durante todo o dia. Ao final da tarde, o gestor estadual assumiu seu papel de Vice-presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e se fez presente em um ato de filiação na capital sertaneja.

LEIA TAMBÉM

Prefeitos do Sertão se filiam ao PSB com presença de Paulo Câmara e lideranças socialistas

O evento reuniu lideranças, autoridades políticas e prefeitos que se filiaram na ocasião. Além dos gestores municipais, lideranças de Petrolina e de cidades circunvizinhas aproveitaram o momento e assinaram sua carta de filiação ao PSB, com as bençãos de Paulo Câmara. Dentre elas, uma foi o destaque da noite, mais conhecida como “Leninha do Sindicato”, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina foi ovacionada por membros do sindicato e autoridades presidentes.

LEIA MAIS

“A força política está aqui nesse palanque”, afirma Lucas Ramos em ato do PSB, em Petrolina

Lucas Ramos destacou força política da oposição

Aniversariante da sexta-feira (14), o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) fez um discurso firme contra o Governo Federal, destacou a atuação dos socialistas na oposição às matérias como reforma da Previdência e ironizou a chamada força política dos Coelho, cujo líder do Senado é Fernando Bezerra Coelho, pai do atual prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.

Pleiteando a Prefeitura local, Lucas foi firme. “Quando a gente liga o rádio, escuta o noticiário e lê o jornal ouve muito falar sobre a força política. A força política está aqui nesse palanque“, afirmou citando a presença dos prefeitos de Lagoa Grande, Afrânio, Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Santa Filomena e outros locais.

União da Oposição

Se o sertanejo é forte, ele precisa se unir e união é o que a gente vai pregar nessa cidade. As forças politicas de oposição de Petrolina, formadas por Odacy Amorim, Dulcicleide Amorim, Cristina Costa, Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Julio Lóssio, Paulo Valgueiro, Elismar e ainda com a nossa força política e é exatamente o que a gente vai defender: união“, disse.

Lucas já deixou clara sua intenção de concorrer à Prefeitura e é o provável candidato do PSB, tendo inclusive o apoio do deputado federal Gonzaga Patriota, seu colega de partido. Porém, a Oposição ainda não bateu o martelo se irá com uma única candidatura ou apresentará várias em Petrolina.

Prefeitos do Sertão se filiam ao PSB com presença de Paulo Câmara e lideranças socialistas

Prefeitos do Sertão se filiam ao PSB (Foto: Blog Waldiney Passos)

Depois de vários compromissos em Petrolina, a passagem de Paulo Câmara (PSB) pela cidade na sexta-feira (14) foi encerrada com a filiação de prefeitos ao partido. O evento contou com a presença de deputados federais e estaduais, lideranças do PSB, além de pré-candidatos a Câmara de Vereadores.

LEIA TAMBÉM

Presente em ato de filiação do PSB, Julio Lóssio fala em “unir forças” pelo Brasil

Josimara Cavalcanti, prefeita de Dormentes; Humberto Mendes, prefeito de Santa Maria da Boa Vista; Cleomatson Vasconcelos de Santa Filomena; Rafael Cavalcanti de Afrânio e Vilmar Cappellaro de Lagoa Grande agora estão lado a lado com o Governo de Pernambuco, já que integram o PSB.

“Quero cumprimentar todos os novos filiados. É bonito você chegar numa sexta-feira de noite, numa semana que não deve ter sido fácil pra ninguém e é um evento político. O que é muito importante num ato como esse é a gente continuar acreditando, acreditando que as mudanças tão necessárias para melhorar a vida do nosso povo, nós vamos fazer juntos, fazendo a boa política”, afirmou.

Além dos gestores – que buscarão a reeleição – pleiteantes a vagas no Poder Legislativo também se filiaram. O nome mais celebrado da noite foi o de Leninha, do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina.

Presente em ato de filiação do PSB, Julio Lóssio fala em “unir forças” pelo Brasil

Ex-prefeito se aproximou dos socialistas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Julio Lóssio (PSD) marcou presença no ato de filiação de alguns prefeitos ao PSB, realizado na noite de sexta-feira (14), em Petrolina. O ato contou com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara. Lóssio disse ter prestigiado o colega Lucas Ramos, deputado estadual pelos socialistas, que fez o convite e também era o aniversariante do dia.

LEIA TAMBÉM

“O futuro tem como base uma educação pública de qualidade”, afirma Paulo Câmara

Durante visita de Paulo Câmara, Miguel Coelho discorda de discurso sobre Compesa e rebate críticas de Lucas Ramos

Ponte de Bodocó deve estar pronta em março, segundo Paulo Câmara

Em Petrolina, Paulo Câmara destaca investimentos do Governo do Estado na educação

Essa aproximação do ex-prefeito de Petrolina com o PSB esquenta ainda mais as conversas de bastidores: a oposição vai unida ou cada partido irá com candidaturas próprias? Segundo Lóssio uma aliança é o caminho, em especial para combater as ações do Governo Federal.

LEIA MAIS

PT de Pernambuco defende aliança com PSB, mas Marília Arraes busca viabilizar nome para 2020

Deputada federal vai respeitar decisão da Executiva Nacional (Foto: Internet)

Mesmo com a Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) ter recomendado a manutenção da aliança com o PSB, a deputada federal Marília Arraes voltou a defender seu nome em uma possível candidatura à Prefeitura do Recife, em outubro desse ano.

No pleito de 2018, quando buscava vaga a governadora de Pernambuco, ela foi preterida pelo PT, que apoiou o atual Paulo Câmara (PSB). Novamente os petistas se dividem, pois há quem apoie o rompimento da aliança com os socialistas, enquanto outros optam pela manutenção do poder.

Apesar de ter seus anseios políticos, Marília respeitará a decisão da Executiva Nacional, como fez em 2018. “É quase que unânime a ideia de ter candidatura própria no Recife e em outras capitais. A importância do Recife é muito grande e vai ser tratada com muito cuidado”, afirmou ao Blog do Jamildo.

Herdeira de Arraes, ela não desistirá da ideia. Mas caso o PT confirme aliança com o PSB, o provável nome a ser lançado para a eleição da capital é seu primo, João Campos (PSB), filho de Eduardo Campos e também deputado federal.

Jarbas mantém apoio a Câmara, mas optaria por votar em Henry na eleição da capital

Jarbas mantém apoio ao PSB (Foto: Hélia Scheppa/Divulgação)

Muita coisa ainda pode acontecer até outubro nos bastidores da política e em Pernambuco o senador Jarbas Vasconcelos (MDB) já sinalizou que se manterá aliado ao governador Paulo Câmara (PSB), mas caso seu companheiro de partido Raul Henry seja lançado a algum posto, votará nele.

Ou seja, um nome indicado por Câmara à Prefeitura seria preterido. Contudo, em entrevista à Rádio Jornal Recife nessa quinta-feira (9), Jarbas destacou que Henry, hoje deputado federal e ex-vice de Câmara não sinalizou se disputará o pleito na capital pernambucana. “Raul não me disse hora nenhuma que era ou não candidato”, disse o senador.

O posicionamento de Jarbas é diferente da outra liderança partidária do MDB, o também senador Fernando Bezerra Coelho que é opositor a Câmara. Mas Jarbas lembrou que a sigla “faz parte hoje da Frente Popular inclusive dando contribuição para a gestão do governador Paulo Câmara, é um apoio político e administrativo”.

Herdeiros de Arraes, João Campos e Marília monopolizam eleições no Recife

Ainda não é 2020, mas a eleição municipal no Recife já vem movimentando os bastidores da política na capital pernambucana. E curiosamente, os nomes mais cotados para substituir Geraldo Júlio (PSB) são dois herdeiros de Miguel Arraes.

Filho de Eduardo Campos e hoje deputado federal, João Campos (PSB) é apontado como nome do partido para o novo pleito. Já sua prima, Marília Arraes (PT), que também é deputada federal e ex-vereadora do Recife, é vista com bons olhos pela esquerda descontente com a gestão de Julio.

Tanto João Campos como Marília evitam tratar a disputa como um sinal de racha na família. “Política é uma coisa, família é outra”, disse João, hoje com 26 anos que surgiu na política após a morte do seu pai.

Já Marília, com 35 anos, começou a carreira política no movimento estudantil da Universidade Federal de Pernambuco. Em 2008, foi eleita vereadora da capital e hoje está na Câmara dos Deputados. Nesse cenário ainda deve pesar a decisão das siglas, já que PT e PSB foram aliados em 2018.

Apesar de reconhecer o trabalho de Miguel, Gonzaga Patriota vai de Lucas em 2020

Reavivando um pouco a memória sobre algumas eleições em Petrolina poderemos facilmente concluir que o deputado Gonzaga Patriota (PSB) é um bom samaritano, um político polido e de boa índole. Não seria bem o caso de ter compaixão dos outros, mas os gestos do parlamentar indicam que ele sabe conviver bem com as adversidades políticas e perdoar aqueles que o faltaram com o apoio no passado.

É do conhecimento da maioria dos petrolinenses que Gonzaga não conseguiu vencer três eleições consecutivas para prefeito em Petrolina: em 2000 ele concorreu pela primeira vez apenas para marcar território, em 2004 se fortaleceu e por pouco não tirou a reeleição do então prefeito Fernando Bezerra, em 2008 veio o grande desastre, a derrota para Julio Lossio, após ter vencido o então prefeito Odacy Amorim em um bate chapa do PSB.

Pois bem, em algumas dessas eleições Gonzaga não contou com o apoio de colegas políticos como: Odacy Amorim, Julio Lossio e Ranilson Ramos, pai do deputado Lucas Ramos. Nem por isso o deputado se nega a apoiá-los em um eventual segundo turno nas eleição do ano que vem em Petrolina. Apesar de reconhecer o trabalho que o prefeito Miguel Coelho vem realizando em Petrolina, Gonzaga afirmou em recente entrevista à Rádio Jornal que irá apoio o nome de Lucas Ramos em 2020 no primeiro turno das eleições e caso ele não chegue ao segundo turno apoiará Odacy ou Julio, se esta for a decisão do seu partido.

O deputado Lucas Ramos, que busca consolidar seu nome junto ao governado Paulo Câmara para disputar o pleito, tem comemorado esse apoio do Gonzaga. Nas redes sociais ele postou na terça-feira (30) ter disposição ao lado de Patriota ‘para fazer Petrolina avançar’.

Jogo do PSB é evitar racha

PSB tenta evitar racha.

Tão logo o presidente do MDB, Raul Henry, admitiu, à Rádio Folha, entrar na disputa pela Prefeitura do Recife, a cúpula do PSB foi ao encontro do senador Jarbas Vasconcelos. O governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, voltaram a provar do menu do cozinheiro e cacique Jarbas.

O ganho para o regabofe foi a discussão do plano nacional e a sucessão municipal. Mas esta segunda parte eles negam, como negam que o pequeno espaço do MDB no Governo e PCR tenha entrado no cardápio, reclamação ouvida com intensidade nos bastidores. Ternurando o MDB, o PSB quer evitar a entrada de Henry na disputa municipal para não atrapalhar a aliança em torno do deputado João Campos, já escolhido para tentar emplacar a sucessão de Geraldo.

LEIA MAIS
123