PSDB terá especial online em homenagem aos 90 anos de Fernando Henrique Cardoso

Fernando Henrique Cardoso chega aos 90 anos no próximo dia 18. Para celebrar a data e a vida do ex-presidente, mesmo em tempos de pandemia, o PSDB preparou uma série de ações digitais que começam a ser veiculadas nas redes sociais do partido a partir deste domingo (13).

Fazem parte do especial #FHC90 curtas que vão lembrar a história de Fernando Henrique em três atos: a militância política, a estruturação e implantação do Plano Real e os oito anos de sua passagem pela Presidência da República. Outras peças com momentos marcantes do ex-presidente também serão veiculadas ao longo de toda a semana.

O grande encontro com o aniversariante será no próprio dia 18. O partido fará uma live com a participação de FHC, a partir do meio-dia. Chamada de “FHC: o estadista e seus 90 anos”, a homenagem online terá ainda a exibição de depoimentos de amigos do ex-presidente, líderes políticos, artistas e intelectuais.

LEIA MAIS

“Nós estamos economizando mais de R$ 2 milhões na folha de pagamento”, diz prefeita de Juazeiro

Suzana Ramos, prefeita de Juazeiro (BA). (Foto: Ascom)

Depois de publicações em redes sociais de que a atual gestão de Juazeiro, cidade da região norte da Bahia, já contratou mais de mil pessoas em cargos comissionados, enquanto a gestão anterior tinha pouco mais que 800 comissionados, a prefeita Suzana Ramos, recebeu o Blog Waldiney Passos para uma conversa e disse:

“Nós estamos economizando mais de R$ 2 milhões na folha de pagamento em relação a gestão anterior,” garantiu a prefeita da cidade baiana.

Suzana não entrou em detalhes e nem negou que tenha contratado tanta gente, mas disse que contra números não há argumentos. A prefeita disse ainda que a população pode esperar empenho total da sua parte para fazer uma Juazeiro melhor para todos.

“Esperem de mim o meu empenho, minha dedicação total em busca de obras para Juazeiro, para vermos o juazeirense com autoestima lá em cima. Ver nossa cidade mais bonita, com mais emprego… não é pelo fato de eu ser a primeira mulher prefeita dessa cidade, mas quero ver ela crescer e não tenho horário, não tenho dia de estar em busca de melhorias para essa cidade,” finalizou Suzana Ramos.

Suzana Ramos toma posse como membro da diretoria executiva da UPB

(Foto: Ascom)

De forma virtual, a prefeita Suzana Ramos tomou posse, nesta quarta-feira (10), como 2ª tesoureira da União dos Municípios da Bahia (UPB) para o biênio 2021-2022. A entidade, que a partir de agora passa a ser presidida pelo prefeito de Jequié, Zé Cocá, é responsável por articular ações coletivas das 417 cidades baianas junto aos Governos do Estado e Federal.

“É uma grande satisfação fazer parte da diretoria executiva dessa entidade tão importante para o nosso estado e prestigiar a posse do colega Zé Cocá, que com certeza fará um excelente trabalho na ampliação de melhorias no estado. O municipalismo baiano está bem representado”, destacou a prefeita de Juazeiro.

LEIA MAIS

Agora filiado ao PSDB, Armando Monteiro diz que PTB parecia uma “seita”

(Foto: Ricardo Labastier)

Armando Monteiro Neto não é mais do PTB. O ex-senador retornou ao PSDB, sigla na qual iniciou sua carreira política. Após mudar de partido, Monteiro disse que o PTB – onde esteve por 17 anos – mais parecia uma seita, graças ao atual presidente, Roberto Jefferson.

Monteiro havia deixado o PTB em novembro passado de forma pacífica. Porém, isso não impediu as críticas. “O partido se tornou tudo o que eu não acredito. Roberto Jefferson chegou a proibir o apoio a candidatos de esquerda em nossos estados“, disse ao Congresso em Foco.

Jefferson é famoso pelo escândalo do Mensalão e voltou aos holofotes depois de se aproximar de Jair Bolsonaro (sem partido). Ele inclusive defendeu o uso de armas para enfrentar o Supremo Tribunal Federal e é famoso por espalhar fake news contra os ministros.

Ontem (8), Monteiro se oficializou sua volta ao PSDB e reafirmou: seguirá como oposição ao PSB em Pernambuco. “Eu sempre fiz oposição ao PSB. E, por isso, quero fortalecer esses vínculos. Ajudar a criar uma oposição forte no estado, unida e articulada. Essa é a minha principal meta“, destacou.

Ex-senador Armando Monteiro Neto filia-se ao PSDB nesta segunda-feira durante posse da nova presidente estadual

(Foto: Ricardo Labastier)

A segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher, será marcada pela posse da prefeita de Caruaru (PE), Raquel Lyra, como presidente estadual do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), em Pernambuco. A tucana chega para substituir a atual presidente da sigla e também deputada estadual Alessandra Andrade (PSDB). Durante a posse de Lyra, o ex-senador Armando Monteiro Neto filia-se novamente ao partido.

Monteiro está sem partido desde o dia 23 de novembro do ano passado, quando desfiliou-se do PTB após problemas ao declarar seu apoio à Marília Arraes (PT) na candidatura do Recife em 2020. Com uma trajetória reconhecida na vida pública, Armando Monteiro foi ministro do Desenvolvimento, deputado federal e senador por Pernambuco.

LEIA MAIS

Suzana Ramos cumpre agenda política em Salvador

Candidata esteve na capital baiana (Foto: Ascom)

Candidata a prefeita de Juazeiro (BA), Suzana Ramos (PSDB) cumpriu agenda política na capital Salvador durante a quarta-feira (7). Lá, ela se encontrou com o presidente estadual dos tucanos, o deputado federal Adolfo Viana. Os compromissos seguem nessa quinta-feira (8).

Hoje, Suzana encontrará lideranças políticas do partido e também, com a assessoria jurídica da sigla. Pela manhã a candidata esteve na Secretaria de Saúde de Salvador, a convite do secretário Léo Prates. De acordo com a assessoria de campanha, ela volta a Juazeiro na noite dessa quinta-feira e retomará os compromissos locais.

Guilherme Coelho ratifica apoio à pré-candidatura de Miguel

Coelhos seguem juntos em 2020 (Foto: Ascom)

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Petrolina está pronto para caminhar ao lado do prefeito Miguel Coelho (MDB). Segundo o ex-deputado federal Guilherme Coelho, a sigla apoiará o atual gestor e pré-candidato no pleito de 2020.

Com isso, a base de Miguel pula de 15 para 16 legendas. Ou seja, é a maior aliança política da cidade. Guilherme estará representando os tucanos na convenção que oficializará o nome de Miguel, em 15 de setembro. “Miguel fez um trabalho marcante, transformou a cidade num canteiro de obras, alcançou grandes resultados na sede e no interior. Tanto eu quanto todo o PSDB estamos prontos para caminhar incansavelmente para defender esse momento especial que Petrolina tem vivenciado com apoio de todas as nossas lideranças políticas“, destaca.

O prefeito agradeceu pelo apoio e ressaltou que a confirmação de Guilherme ao seu lado tem um peso simbólico. “Nossa última campanha ganhou um novo patamar no momento que Guilherme, Fernando, Geraldo, todos os Coelho finalmente voltaram a estar no mesmo palanque. Trabalhamos juntos nesses quatro anos, governando a cidade e agora estamos mais uma vez lado a lado para andar pelas ruas“, comenta Miguel.

Vídeo comprova fala de Anísio Viana questionando Decreto de Situação de Emergência por conta da estiagem em Casa Nova

Nosso blog recebeu o vídeo atestando a fala do pré-candidato a prefeito de Casa Nova, Anísio Viana (PSDB),  afirmando que iria consultar seus advogados para entrar com uma ação questionando o Decreto de Situação de Emergência, publicado pelo prefeito Wilker Torres (PSB) e reconhecido pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), no dia 7 de maio, por conta da estiagem que afeta o município.

“A calamidade que o senhor decretou e conivente com o governo do Estado de seca é uma enganação Zé Eduardo, é para que possa fazer contratações sem fazer licitações, é para enganar o povo e enganar o Tribunal de Contas dos Municípios, nós não vamos aceitar, já consultei meus advogados e vou entrar Zé Eduardo, com uma ação para que o prefeito reveja este Decreto porque a população de Casa Nova está cansada de ser enganada por esta gestão desastrosa do nosso município”, ressaltou Anísio Viana.

Veja o vídeo;

 

Ex-ministro de Bolsonaro, Gustavo Bebianno morre aos 56 anos

Ele sofreu infarto após uma queda (Foto: Internet)

Gustavo Bebianno, ex-ministro no governo Jair Bolsonaro (sem partido) morreu na manhã desse sábado (14), aos 56 anos. Ele sofreu um infarto fulminante, chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Bebianno estava em seu sítio localizado em Teresópolis, região Serrana do Rio de Janeiro.

Bebianno era pré-candidato à prefeito do Rio pelo PSDB. O presidente nacional da sigla, Paulo Marinho, confirmou o óbito ao jornal UOL. Segundo Marinho, o ex-ministro estava com seu filho no sítio e teria passado mal após sofrer uma queda.

Bebianno foi líder do PSL e ocupou a Secretaria-Geral da Presidência durante um mês e 18 dias. Foi pivô da primeira crise política do governo Bolsonaro, gerada pela suspeita de que o PSL fez uso de candidatura “laranja” nas eleições de 2018. O ex-ministro sempre afirmou que sua demissão foi influenciada pelo filho do presidente da República, Carlos Bolsonaro.

Site do PSDB é hackeado e exibe foto de Dilma e Lula

O site do PSDB foi hackeado na noite deste domingo, 18, por um invasor que se identifica como “rflh4xo3”.

O hacker apagou todo o conteúdo da página inicial e o substituiu por uma foto dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. Logo abaixo da imagem, o invasor também escreveu uma frase: “o tempo passa, os dias ficam mais chatos e algumas pessoas mais ignorantes”.

Por meio do Twitter, o partido afirmou que o invasor se trata de um “militante da extrema esquerda desocupado”.

Nosso site acabou de ser hackeado.
Pra variar, militante de extrema esquerda desocupado atrapalhando a vida das pessoas que trabalham.

O PSDB retirou todo o conteúdo do site do ar. Essa não é a primeira vez que o partido sofre um ataque virtual. Em maio do ano passado, o site do PSDB Minas Gerais teve a homepage trocada por uma montagem de protesto contra o então presidente Michel Temer. Em outubro de 2015, o PSDB Minas também foi invadido.

PSDB lança novo Código de Ética, mas isenta Aécio de punição imediata

(Foto: Internet)

O PSDB quer recuperar a imagem, após ter o nome do partido envolto em denúncias de corrupção nos últimos anos. Para isso a cúpula tucana lançará na próxima semana o novo Código de Ética, o qual prevê punição a filiados os quais se envolvam em ilegalidades.

Essa é a primeira vez que o partido elabora um documento específico para punir corrupções. No novo Código é prevista a expulsão de filiados, mas um dos nomes mais conhecidos do PSDB deve ficar impune. Aécio Neves delatado por Joesley Batista, empresário da J&F não deve ser punido de imediato pela cúpula, de acordo com o jornal O Estado de Minas.

LEIA MAIS

PSDB flerta com Miguel Coelho após prefeito se desfiliar do PSB

Miguel e Bruno estiveram no mesmo lado na campanha de 2018

A notícia de que o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho se desfiliou do PSB já correu pelos bastidores da política e segundo a Folha de Pernambuco, o PSDB está de olho em Miguel. Presidente estadual dos tucanos, Bruno Araújo já teria conversado com o governador de São Paulo, João Dória que preside o partido a nível nacional.

Segundo a Folha, Araújo já teria formalizado um convite a Miguel com aval de Dória. “Para o projeto que está sendo construído de reapresentação do PSDB, a cara de Miguel tem tudo a ver com isso”, disse o candidato a senador no ano passado.

LEIA TAMBÉM:

Miguel coelho formaliza desfiliação do PSB; futuro partido do gestor ainda é desconhecido

O prazo legal para Miguel trocar de legenda e concorrer à reeleição é abril do ano que vem.  Os tucanos, no entanto, querem agilizar esse processo. “Se ele tiver de vir para o PSDB, a gente quer construir num período curto. Se alternativa for essa a gente quer que ele se integre o mais rápido para participar desse processo de construção”, informou Araújo à Folha.

A desfiliação de Miguel ao PSB foi oficializada ontem (17). A saída do prefeito de Petrolina encerra o ciclo da família Coelho no partido que já teve o senador Fernando Bezerra Coelho e o deputado Fernando Filho integrando o bloco. Hoje o clã é oposição ao projeto do Governo de Pernambuco.

Bruno Araújo é o favorito de Doria para assumir PSDB nacional

Candidato ao Senado Federal em 2018 pelo PSDB de Pernambuco, o deputado federal Bruno Araújo é o nome preferido de João Doria (PSDB-SP) para assumir a presidência nacional da sigla. Doria assumirá o Governo de São Paulo em 2019 e vê em Bruno uma postura conservadora para o partido.

Os tucanos realizam em maio uma convenção para definir a presidência. Ex-ministro no governo de Michel Temer (MDB), Araújo defende bandeiras como a garantia de posse de arma nas áreas rurais, sugere a adoção de cotas sociais em substituição às cotas raciais e quer “racionalidade na pauta ambiental”.

“O PSDB não pode ter o receio de fazer inflexões a pautas mais conservadoras, como, por exemplo, a redução da maioridade penal, que tem apoio da maioria da sociedade e que recebeu votos na Câmara da imensa maioria do partido”, disse o deputado.

Doria e Araújo também advogam que o partido vote favoravelmente projetos que Bolsonaro apresente no Congresso e não se opõem aos convites feitos a tucanos para integrar o governo. Eles entram em choque com dois nomes históricos do partido: Fernando Henrique Cardoso e José Serra.

FHC e Serra são contra a essa mudança de discurso e também contra o embarque na administração federal. Em entrevista à revista Veja, FHC declarou que, “se o PSDB virar uma sublegenda do governo, qualquer governo, estou fora”.

Com informações do Estado de São Paulo

Integrantes do PSDB enviam carta de “apoio e apreço” a Fernando Haddad

Haddad quer conversar com FHC e fechar acordo, apesar de tucanos ficarem neutros (Foto: Reprodução)

Mesmo com o PSDB se mantendo neutro no segundo turno das eleições 2018, membros do partido enviaram uma carta de “apoio e apreço” a Fernando Haddad, candidato do PT contra Jair Bolsonaro (PSL). O gesto dos tucanos aconteceu durante um almoço na quarta-feira (10), em São Paulo.

Haddad disse que não está autorizado a divulgar o nome de quem o apoiou, mas afirmou ter interesse em conversar com o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (FHC). “[Estamos] conversando com todas as forças que queiram conter a barbárie, essa escalada [de violência] no país. Vamos prosseguir no sentido de estabelecer protocolos de civilidade em proveito do futuro do Brasil”, disse o ex-ministro da Educação.

Hoje o petista cumpre agenda política em Brasília, onde se encontrará com representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o presidente nacional do PSB, João Carlos Siqueira. Na pesquisa do Datafolha divulgada ontem, Haddad está 16 pontos atrás de Bolsonaro e corre em busca de apoio para reverter a desvantagem.

“Lave a boca e respeite o nosso eleitorado”, diz Odacy em resposta a ataques de Ronaldo Silva ao PT

Odacy Amorim responde críticas de Ronaldo Silva ao PT.

O deputado estadual Odacy Amorim (PT), respondeu o vereador de Petrolina Ronaldo Silva (PSDB), que – ao anunciar seu apoio e do partido ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) – atacou o Partido dos Trabalhadores afirmando que era “partido de ladrão”.

A reposta veio durante entrevista ao programa “Super Manhã”, com Waldiney Passos, na Rádio Jornal. Na oportunidade, Odacy lamentou o fato de um parlamentar estimular esse tipo de prática e pediu para que o vereador respeitasse o eleitorado do PT.

“Eu ouvi o vereador falar e acho lamentável estimular este tipo de prática que disse que o esse era um partido de ladrão. Quer dizer que eu sou um ladrão? Quer dizer que o eleitor que vota em Lula, Dilma e que votaram em Haddad são ladrões. Lave a boca e respeite o nosso campo, respeite o nosso eleitorado”.

LEIA TAMBÉM

Ronaldo Silva declara apoio do PSDB de Petrolina a Jair Bolsonaro e classifica PT como “partido de ladrão”

Odacy afirmou ainda que Ronaldo deverá responder nas urnas, quando houver uma nova eleição para vereador na cidade. “Esse vereador ele vai responder daqui a dois anos nas urnas. Então ele se prepare porque o povo começa a olhar para ele como um inimigo do bem. Nessa história de em nome da família atacar as pessoas, nós já estamos no segundo caso de violência de eleitores do Bolsonaro que agridem e até mataram um cidadão em Salvador”.

O deputado afirmou que nenhum eleitor, independente do partido, pode ser chamado de bandido e afirmou que o PT trabalhou muito pelas famílias no país. “Está cheio de cidadão votando em Bolsonaro, eu não posso chegar aqui e dizer que o povo de Bolsonaro é tudo bandido. De jeito algum! Tem muita gente sincera defendendo a causa de Bolsonaro. Ele nos discursos agrada muita gente. Mas vamos parar com isso, porque quem mais fez pelas famílias brasileiras foi o PT”.

1234