Presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata tem morte confirmada por Covid-19

Vereador Cícero Pinheiro, presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, no Grande Recife — Foto: Assessoria de Cícero Pinheiro/Divulgação

O vereador Cícero Pinheiro (PTB), presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, no Grande Recife, teve a morte confirmada pelo novo coronavírus no boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde neste domingo (12). Além de Pinheiro, outras 12 mortes foram confirmadas e Pernambuco chegou a 85 óbitos por Covid-19 e 960 casos confirmados.

O político morreu na sexta-feira (10), após três dias internado no Hospital da Polícia Militar. Na nota divulgada no sábado (11), a Polícia Militar já havia informado que ele tinha “quadro clínico compatível com Covid-19”, mas que ainda era aguardado o resultado do exame.

O vereador foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na quinta-feira (9). Pinheiro, que era policial militar da reserva, tinha 42 anos e deixou esposa e três filhos. Segundo a assessoria do político, ele era diabético e hipertenso.

O prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira (PTB), decretou luto de sete dias na cidade, contando a partir do sábado (11)

Luto: vítima de câncer, vereador de Juazeiro vem a óbito

O Blog Waldiney Passos lamenta a morte do parlamentar e presta seus pêsames à família e amigos de Joseilson.

Faleceu na noite dessa quarta-feira (09), o vereador de Juazeiro (BA) Joseilson Marcelino (PTB), de 58 anos, vítima de câncer. A informação foi confirmada pela assessoria da Câmara de Vereadores do município.

O parlamentar estava internado há cerca de uma semana devido a complicações da doença. Joseilson foi eleito no último pleito com 1.533 votos, sendo o 16º mais votado. De acordo com a assessoria da Câmara, em seu lugar assume o Pastor Roberto (PSC).

LEIA MAIS

PTB anuncia apoio a Bolsonaro no segundo turno

(Foto: Internet)

Após reunião da executiva nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em Brasília, o presidente da legenda, Roberto Jefferson, anunciou nesta terça-feira (09) que apoiará a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República. Em nota, ele afirma que Bolsonaro é a opção para a pacificação e a união do Brasil.

“Acreditamos que Jair Bolsonaro trabalhará para que o nosso país volte aos trilhos do desenvolvimento social e econômico, e pela pacificação e união do povo brasileiro”, disse.

De acordo com Jefferson, a decisão foi tomada após consultas aos integrantes da Executiva Nacional do partido. “O PTB acredita que as propostas de Bolsonaro visam a um Brasil com mais empregos e melhoria de renda aos trabalhadores; com menos impostos e menos gastos públicos; e que respeite nossos municípios e nossas crianças, proporcionando a elas educação de verdade e com qualidade. Dentre outros, são projetos que objetivam um país eficiente e competitivo”, destacou em nota.

No Congresso Nacional, o PTB perdeu nomes tradicionais, que não conseguiram se reeleger como Cristiane Brasil (RJ), filha de Roberto Jefferson, Jovair Arantes (GO) e Nelson Marquezelli (SP). Todos eles tentaram a reeleição na Câmara sem sucesso. O partido conseguiu eleger nove deputados para a próxima legislatura.

Com informações da Agência Brasil

Na disputa eleitoral, Câmara e Armando estão empatados, segundo pesquisa divulgada pela TV Record

Paulo Câmara e Armando devem polarizar disputa para governador do estado.

Após o início da exibição do guia eleitoral o Instituto Real Time Big Data, registrado no TSE sob o número 2352/2018, realizou a primeira pesquisa, em Pernambuco, para identificar a intenção de votos dos eleitores aos candidatos ao governo do estado. A pesquisa foi divulgada pela TV Record.

A pesquisa apresenta o candidato Paulo Câmara (PSB) em empate técnico com Armando Monteiro (PTB), com 26% e 23% respectivamente. O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais.

Maurício Rands (PROS) aparece com 6%; Júlio Lóssio (REDE) 5%; Dani Portela (Psol) e Ana Patrícia Alves (PCO), cada uma com 2 pontos percentuais. Simone Fontana (PSTU) não pontuou.

Mais uma vez a quantidade de votos Brancos e Nulos chama atenção, nessa pesquisa chegaram a 25%, e o número de indecisos corresponde a 8%. A pesquisa ouviu 1.200 eleitores e foi a campo entre os dias 31 de agosto e 1º de setembro.

O empate se repete na simulação de segundo turno, com Paulo Câmara e Armando no mesmo patamar, 35% a 32%, respectivamente. (Com informações do Diário de Pernambuco)

Prefeito de Serra Talhada do PT anuncia apoio a Armando Monteiro e contraria aliança nacional

Apoio deve ser oficializado nesta segunda.

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), deve oficializar nesta segunda-feira (03), em Recife, seu apoio à candidatura do senador Armando Monteiro (PTB), que concorre ao governo estadual pela coligação “Pernambuco Vai Mudar”. A decisão vai de encontro com a aliança nacional firmada entre o PSB e o PT.

Apoiador ferrenho da candidatura de Marília Arraes (PT) ao Palácio do Campo das Princesas, Duque ainda não havia anunciado em quem votaria para governador na eleição deste ano após ver a candidatura da vereadora do Recife ser rifada pelo diretório nacional do partido.

Comenta-se nos bastidores que outros nomes do PT podem anunciar seu apoio a Armando. Essas mudanças de postura dos petistas devem respingar no palanque de Paulo Câmara, que é apoiado pelo partido. Vale lembrar que Marília já afirmou que não votará pela reeleição do governador.

Bruno Araújo afirma que rusga na oposição é episódio superado

(Foto: Arquivo)

Depois de o pré-candidato a governador de Pernambuco pelo grupo da oposição, Armando Monteiro (PTB) reafirmar a importância do PSDB para o grupo, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) emitiu uma nota e disse ter superado a rusga política.

LEIA TAMBÉM:

Em nota, Armando afirma que PSDB tem palanque aberto dentro da oposição

Bruno é presidente estadual dos tucanos e retirou seu nome ao Senado Federal por descontentamento com Armando. Chegou-se a cogitar a saída do PSDB da oposição, depois de Armando elogiar Lula. Esse episódio provocou um desgaste, já que Geraldo Alckmin é pré-candidato pelos tucanos à Presidência da República.

Confira a nota assinada por Bruno Araújo:

LEIA MAIS

Em nota, Armando afirma que PSDB tem palanque aberto dentro da oposição

Armando (esq.) elogiou papel de Bruno na oposição de Pernambuco (Foto: Divulgação)

Os fatos dos últimos dias balançaram a parceria entre PSDB e PTB no grupo de oposição ao Governo de Pernambuco. Mas o pré-candidato a governador, Armando Monteiro Neto (PTB) voltou a destacar a importância dos tucanos no Pernambuco Quer Mudar.

Na sexta-feira (20) Bruno Araújo (PSDB) devolveu sua indicação ao Senado aos tucanos e o partido começou a desenhar uma saída da aliança. Hoje (24) Armando emitiu uma nota e destacou a importância do PSDB na formação do Pernambuco Quer Mudar.

LEIA TAMBÉM:

PSDB ameaça romper com PTB em Pernambuco

Citando Bruno e Geraldo Alckmin, Armando reiterou abertura do palanque aos tucanos em pernambuco e disse que o grupo não será afetado por “pontuais divergências”. A gota d’água para Alckmin foi o apoio de Armando ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já que o PTB foi o principal aliado do PSDB a nível nacional.

Leia a seguir a nota assinada por Armando Monteiro Neto:

LEIA MAIS

PSDB ameaça romper com PTB em Pernambuco

Depois de o deputado federal e presidente estadual do PSDB, Bruno Araújo anunciar sua retirada à disputa por uma vaga no Senado Federal, o partido ameaça romper com o PTB no estado.

Conforme apuração do jornal O Estado de São Paulo, o principal motivo é a aliança de Geraldo Alckmin com o chamado Centrão, que precisa de reajustes nos estados, entre eles Pernambuco.

LEIA TAMBÉM:

Bruno Araújo anuncia desistência a vaga no Senado Federal

A decisão de Armando Monteiro Neto (PTB) em apoiar o nome de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República não soou bem aos ouvidos tucanos, que agora querem lançar Bruno Araújo a governador, deixando o grupo Pernambuco Quer Mudar.

O impasse criado em Pernambuco coloca de um lado Araújo que foi ministro do governo de Michel Temer e do outro o então maior apoiador do PSDB a nível nacional, mas o PTB no estado tem se mostrado mais favorável a Lula do que a Alckmin.

Serra Talhada: Prefeitura decreta luto oficial de três dias após morte de ex-prefeito

(Foto: Reprodução)

Prefeito de Serra Talhada entre 2001 e 2005, Genivaldo Pereira Leite faleceu na manhã dessa quinta-feira (1º), no município de Arcoverde. O ex-prefeito realizava hemodiálise, para tratar um quadro crônico de insuficiência renal e morreu em decorrência da doença.

O atual prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, decretou luto oficial de três dias e lamentou a morte do ex-gestor. “Geni foi um apaixonado por Serra Talhada e um cidadão digno do nosso respeito e admiração, com quem mantive uma relação cordial e amistosa durante toda a nossa convivência. Aos familiares de Geni Pereira, desejamos forças para superar esse momento de grande dor e profunda tristeza. Que Deus conforte o coração de todos vocês”, comentou Duque.

LEIA MAIS

PTB pode desistir do nome de Cristiane Brasil para ocupar Ministério

(Foto: Internet)

Em meio às polêmicas envolvendo o nome da deputada-federal Cristine Brasil, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) já cogita indicar outro nome para ocupar o Ministério do Trabalho.

Segundo informações dos bastidores de Brasília, a cúpula do partido já teria conversado com o líder do grupo, Roberto Jefferson, que também é pai de Cristiane, para indicar outra pessoa ao ministério.

O presidente Michel Temer aceitou a indicação de Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho no dia 3 de janeiro. Na mesma semana, um juiz de primeira instância suspendeu a posse da deputada.

Cristiane Brasil tem uma dívida trabalhista com dois ex-motoristas e foi condenada a pagar R$ 60 mil. Desde então a nomeação da petebista vive uma série de recursos negados pela Justiça

Neste mês, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou que cabe a entidade decidir sobre a questão. Para a ministra, o STF deve deliberar porque a nomeação envolve a moralidade administrativa, princípio da Constituição determinado sobre todos os atos do poder público. Michel Temer ainda não foi avisado sobre a escolha do PTB.

Desgastado com Cristiane Brasil, Governo quer outra indicação do PTB

(Foto: Reprodução/Internet)

As polêmicas envolvendo o nome de Cristiane Brasil para ocupar o posto de ministra do Trabalho não param e o desgaste com o governo de Michel Temer parece ter chegado ao limite. Em conversas internas, assessores do presidente Temer afirmam mesmo autorizada a tomar posse, Cristiane continuará desgastando a imagem do presidente.

A investigação por associação ao tráfico de drogas fez com que as críticas dos auxiliares de Temer crescer em relação à filha do ex-deputado Roberto Jefferson, porém o grupo de Temer crê que a decisão de indicar outro nome para o cargo cabe ao partido. “A indicação é do PTB. É o PTB que tem que, se for o caso, avaliar se quer ou não quer continuar”, disse o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Defendida pelo pai, Cristiane Brasil afirma estar sendo vítima de perseguição política. Até o momento Jefferson não sinalizou se indicará outro nome para o Ministério do Trabalho.

Em busca de recursos: Deputado Adalberto Cavalcanti se reúne com o presidente Temer e bancada do PTB

Deputado Federal Jovair Arantes, líder da bancada do Partido Trabalhista Brasileiro – PTB. deputado Adalberto Cavalcanti (PTB) e o presidente Michel Temer (PMDB)/ Foto: Alan Santos/PR

O deputado federal Adalberto Cavalcanti participou ontem (7), ao lado do líder do Partido Trabalhista Brasileiro-PTB, deputado Federal Jovair Arantes e toda a bancada do petebista, de uma audiência com o Presidente da República Michel Temer (PMDB), reivindicando a liberação dos recursos provenientes das emendas parlamentares do orçamento impositivo.

“Foi um encontro positivo, tivemos a oportunidade de apresentar nossas reivindicações pessoalmente ao presidente Temer, espero que ele nos atenda já que a ideia de “orçamento impositivo” é tornar obrigatória a execução de todo o orçamento nos termos em que ele foi aprovado pelo Congresso Nacional”, comentou Adalberto.

Armando Monteiro lembrado para presidente

O senador pernambucano Armando Monteiro Neto (PTB) teve seu nome também especulado, ontem (23), pela mídia nacional, como uma alternativa numa eleição indireta para presidente da República, caso ocorra a vacância no cargo numa eventual renúncia do presidente Temer.

Ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) por oito anos, ministro da Indústria Comércio (MDIC) no Governo Dilma Rousseff e hoje líder do PTB no Senado, Armando é um nome com ampla interlocução com o setor industrial e goza de respeitabilidade no Congresso, além de trânsito político no Congresso.

Segundo avaliação de colunistas nacionais, o maior impedimento de Armando seria o fato de ter sido ministro de Dilma.

Indicação de Adalberto Cavalcanti toma posse hoje no cargo de Diretora Regional dos Correios de Pernambuco

Deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB/PE)

O deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB), indicou a Sra. Deyse Viana Ferraz de Araújo Sobreira para exercer o cargo de Diretora Regional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos de Pernambuco, que será empossada nesta sexta feira (12).

De acordo com a assessoria do deputado, essa é mais um conquista de Adalberto visando o melhor tratamento no atendimento à população aos serviços prestados pelos Correios.

” A nova Diretora Regional de Pernambuco é uma pessoa de extrema competência e experiência nos Correios, com uma história de mais de 34 anos de serviços prestados a essa empresa”, comentou o parlamentar.

Depois de FBC na liderança do PSB, Armando Monteiro é o novo líder do PTB no Senado

Armando substitui o colega Elmano Ferrer (PI)

O senador Armando Monteiro assume, nesta quarta-feira (1º), a liderança do PTB no Senado.

A indicação do pernambucano para liderança do partido foi estimulada por companheiros de bancada e por integrantes do chamado Bloco Moderador.

Além dos petebistas, o colegiado é formado pelas legendas PR, PSC, PRB e PTC.

Armando assume a função no Senado para o biênio 2017-2018 e terá papel importante nas discussões e negociações da pauta de projetos da Casa para votações de propostas que impactam diretamente a vida dos brasileiros.

Além do líder pernambucano, os senadores Thieres Pinto (RR) e Zeze Perrella (MG) formam a bancada do PTB na Casa Alta.

“Fui estimulado pelos companheiros do PTB e também do bloco que compomos, o Bloco Moderador, a assumir a liderança do partido. Aceitei como uma convocação, sobretudo nessa fase em que vive o País, com uma agenda legislativa carregada de temas importantes, que exigem a dedicação de todos os senadores”, afirma Armando Monteiro.

Com informações do Blog do Jamildo.

123