Agora filiado ao PSDB, Armando Monteiro diz que PTB parecia uma “seita”

(Foto: Ricardo Labastier)

Armando Monteiro Neto não é mais do PTB. O ex-senador retornou ao PSDB, sigla na qual iniciou sua carreira política. Após mudar de partido, Monteiro disse que o PTB – onde esteve por 17 anos – mais parecia uma seita, graças ao atual presidente, Roberto Jefferson.

Monteiro havia deixado o PTB em novembro passado de forma pacífica. Porém, isso não impediu as críticas. “O partido se tornou tudo o que eu não acredito. Roberto Jefferson chegou a proibir o apoio a candidatos de esquerda em nossos estados“, disse ao Congresso em Foco.

Jefferson é famoso pelo escândalo do Mensalão e voltou aos holofotes depois de se aproximar de Jair Bolsonaro (sem partido). Ele inclusive defendeu o uso de armas para enfrentar o Supremo Tribunal Federal e é famoso por espalhar fake news contra os ministros.

Ontem (8), Monteiro se oficializou sua volta ao PSDB e reafirmou: seguirá como oposição ao PSB em Pernambuco. “Eu sempre fiz oposição ao PSB. E, por isso, quero fortalecer esses vínculos. Ajudar a criar uma oposição forte no estado, unida e articulada. Essa é a minha principal meta“, destacou.

PTB-PE nega destituição do diretório estadual por parte da executiva nacional do partido

Presidente nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson. (Foto: AP Photo/Eraldo Peres)

A notícia veiculada nesta segunda-feira (23), de que o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, tinha repassado o comando do partido em Pernambuco para o Coronel Meira, caiu como uma bomba no “colo” do diretório estadual.

As informações da imprensa pernambucana dão conta que, seis dias após o ex-senador Armando Monteiro, membro do partido, ter declarado apoio a candidata à prefeitura do Recife, Marília Arraes (PT), o Coronel Meira teria sido convidado para assumir provisoriamente o comando do PTB no estado no lugar do atual presidente José Humberto Cavalcanti.

LEIA MAIS

Juazeirense ganha espaço em novo diretório do PTB-BA

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) da Bahia tem um novo dirigente. Depois de uma decisão da Justiça, Benito Gama foi destituído do posto mais alto por “desobediência de decisões do Diretório Nacional no Estado da Bahia”.

E na nova composição há um juazeirense. Alberto Pereira de Queiroz passa a exercer a função de 1º Membro Dirigente. Assim como ele, há outros cinco colegas de partido com essa função, mas abaixo do juazeirense.

O novo presidente é Gean Paulo de Oliveira Prates. Sérgio Pessoa de Souza foi alçado a Secretário Geral e Marcelo Duarte Santos é o novo Tesoureiro. Confira a seguir a decisão:

Diretório Estadual PTB

PTB de Afrânio homologará chapa de Adalberto Cavalcanti nesta quarta-feira

Adalberto Cavalcanti buscará mais um mandato político. Nesta quarta-feira (16), ele será apresentado como candidato do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) a prefeito em Afrânio, no Sertão do São Francisco. A convenção está marcada para 19h, de forma virtual, no canal da sigla.

Além de Adalberto, o PTB também homologará a candidatura de Paulo de Passim, que foi escolhido vice na chapa. A convenção ainda servirá para oficializar os pleiteantes do partido a uma vaga na Câmara de Vereadores.

Adalberto já foi prefeito de Afrânio. Em seguida assumiu mandatos como deputado estadual e deputado federal. No ano de 2016 esteve no pleito de Petrolina, mas perdeu para o atual gestor, Miguel Coelho (MDB).

PTB emite nota de pesar após falecimento de ex-vereador

O ex-vereador Fernando Aragão, de 69 anos, ex-presidente da Câmara de Santa Cruz do Capibaribe, faleceu nesta quinta-feira (20) vítima do Covid-19. Ele era potencial candidato a prefeito do município pelo PP.

O PTB emitiu uma nota de pesar pela morte do político. “Lamentamos profundamente o falecimento do ex-vereador de Santa Cruz do Capibaribe Fernando Aragão, após uma forte batalha contra a covid-19”.

LEIA MAIS

Presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata tem morte confirmada por Covid-19

Vereador Cícero Pinheiro, presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, no Grande Recife — Foto: Assessoria de Cícero Pinheiro/Divulgação

O vereador Cícero Pinheiro (PTB), presidente da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, no Grande Recife, teve a morte confirmada pelo novo coronavírus no boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde neste domingo (12). Além de Pinheiro, outras 12 mortes foram confirmadas e Pernambuco chegou a 85 óbitos por Covid-19 e 960 casos confirmados.

O político morreu na sexta-feira (10), após três dias internado no Hospital da Polícia Militar. Na nota divulgada no sábado (11), a Polícia Militar já havia informado que ele tinha “quadro clínico compatível com Covid-19”, mas que ainda era aguardado o resultado do exame.

O vereador foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na quinta-feira (9). Pinheiro, que era policial militar da reserva, tinha 42 anos e deixou esposa e três filhos. Segundo a assessoria do político, ele era diabético e hipertenso.

O prefeito de São Lourenço da Mata, Bruno Pereira (PTB), decretou luto de sete dias na cidade, contando a partir do sábado (11)

Luto: vítima de câncer, vereador de Juazeiro vem a óbito

O Blog Waldiney Passos lamenta a morte do parlamentar e presta seus pêsames à família e amigos de Joseilson.

Faleceu na noite dessa quarta-feira (09), o vereador de Juazeiro (BA) Joseilson Marcelino (PTB), de 58 anos, vítima de câncer. A informação foi confirmada pela assessoria da Câmara de Vereadores do município.

O parlamentar estava internado há cerca de uma semana devido a complicações da doença. Joseilson foi eleito no último pleito com 1.533 votos, sendo o 16º mais votado. De acordo com a assessoria da Câmara, em seu lugar assume o Pastor Roberto (PSC).

LEIA MAIS

PTB anuncia apoio a Bolsonaro no segundo turno

(Foto: Internet)

Após reunião da executiva nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), em Brasília, o presidente da legenda, Roberto Jefferson, anunciou nesta terça-feira (09) que apoiará a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República. Em nota, ele afirma que Bolsonaro é a opção para a pacificação e a união do Brasil.

“Acreditamos que Jair Bolsonaro trabalhará para que o nosso país volte aos trilhos do desenvolvimento social e econômico, e pela pacificação e união do povo brasileiro”, disse.

De acordo com Jefferson, a decisão foi tomada após consultas aos integrantes da Executiva Nacional do partido. “O PTB acredita que as propostas de Bolsonaro visam a um Brasil com mais empregos e melhoria de renda aos trabalhadores; com menos impostos e menos gastos públicos; e que respeite nossos municípios e nossas crianças, proporcionando a elas educação de verdade e com qualidade. Dentre outros, são projetos que objetivam um país eficiente e competitivo”, destacou em nota.

No Congresso Nacional, o PTB perdeu nomes tradicionais, que não conseguiram se reeleger como Cristiane Brasil (RJ), filha de Roberto Jefferson, Jovair Arantes (GO) e Nelson Marquezelli (SP). Todos eles tentaram a reeleição na Câmara sem sucesso. O partido conseguiu eleger nove deputados para a próxima legislatura.

Com informações da Agência Brasil

Na disputa eleitoral, Câmara e Armando estão empatados, segundo pesquisa divulgada pela TV Record

Paulo Câmara e Armando devem polarizar disputa para governador do estado.

Após o início da exibição do guia eleitoral o Instituto Real Time Big Data, registrado no TSE sob o número 2352/2018, realizou a primeira pesquisa, em Pernambuco, para identificar a intenção de votos dos eleitores aos candidatos ao governo do estado. A pesquisa foi divulgada pela TV Record.

A pesquisa apresenta o candidato Paulo Câmara (PSB) em empate técnico com Armando Monteiro (PTB), com 26% e 23% respectivamente. O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais.

Maurício Rands (PROS) aparece com 6%; Júlio Lóssio (REDE) 5%; Dani Portela (Psol) e Ana Patrícia Alves (PCO), cada uma com 2 pontos percentuais. Simone Fontana (PSTU) não pontuou.

Mais uma vez a quantidade de votos Brancos e Nulos chama atenção, nessa pesquisa chegaram a 25%, e o número de indecisos corresponde a 8%. A pesquisa ouviu 1.200 eleitores e foi a campo entre os dias 31 de agosto e 1º de setembro.

O empate se repete na simulação de segundo turno, com Paulo Câmara e Armando no mesmo patamar, 35% a 32%, respectivamente. (Com informações do Diário de Pernambuco)

Prefeito de Serra Talhada do PT anuncia apoio a Armando Monteiro e contraria aliança nacional

Apoio deve ser oficializado nesta segunda.

O prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), deve oficializar nesta segunda-feira (03), em Recife, seu apoio à candidatura do senador Armando Monteiro (PTB), que concorre ao governo estadual pela coligação “Pernambuco Vai Mudar”. A decisão vai de encontro com a aliança nacional firmada entre o PSB e o PT.

Apoiador ferrenho da candidatura de Marília Arraes (PT) ao Palácio do Campo das Princesas, Duque ainda não havia anunciado em quem votaria para governador na eleição deste ano após ver a candidatura da vereadora do Recife ser rifada pelo diretório nacional do partido.

Comenta-se nos bastidores que outros nomes do PT podem anunciar seu apoio a Armando. Essas mudanças de postura dos petistas devem respingar no palanque de Paulo Câmara, que é apoiado pelo partido. Vale lembrar que Marília já afirmou que não votará pela reeleição do governador.

Bruno Araújo afirma que rusga na oposição é episódio superado

(Foto: Arquivo)

Depois de o pré-candidato a governador de Pernambuco pelo grupo da oposição, Armando Monteiro (PTB) reafirmar a importância do PSDB para o grupo, o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) emitiu uma nota e disse ter superado a rusga política.

LEIA TAMBÉM:

Em nota, Armando afirma que PSDB tem palanque aberto dentro da oposição

Bruno é presidente estadual dos tucanos e retirou seu nome ao Senado Federal por descontentamento com Armando. Chegou-se a cogitar a saída do PSDB da oposição, depois de Armando elogiar Lula. Esse episódio provocou um desgaste, já que Geraldo Alckmin é pré-candidato pelos tucanos à Presidência da República.

Confira a nota assinada por Bruno Araújo:

LEIA MAIS

Em nota, Armando afirma que PSDB tem palanque aberto dentro da oposição

Armando (esq.) elogiou papel de Bruno na oposição de Pernambuco (Foto: Divulgação)

Os fatos dos últimos dias balançaram a parceria entre PSDB e PTB no grupo de oposição ao Governo de Pernambuco. Mas o pré-candidato a governador, Armando Monteiro Neto (PTB) voltou a destacar a importância dos tucanos no Pernambuco Quer Mudar.

Na sexta-feira (20) Bruno Araújo (PSDB) devolveu sua indicação ao Senado aos tucanos e o partido começou a desenhar uma saída da aliança. Hoje (24) Armando emitiu uma nota e destacou a importância do PSDB na formação do Pernambuco Quer Mudar.

LEIA TAMBÉM:

PSDB ameaça romper com PTB em Pernambuco

Citando Bruno e Geraldo Alckmin, Armando reiterou abertura do palanque aos tucanos em pernambuco e disse que o grupo não será afetado por “pontuais divergências”. A gota d’água para Alckmin foi o apoio de Armando ao nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já que o PTB foi o principal aliado do PSDB a nível nacional.

Leia a seguir a nota assinada por Armando Monteiro Neto:

LEIA MAIS

PSDB ameaça romper com PTB em Pernambuco

Depois de o deputado federal e presidente estadual do PSDB, Bruno Araújo anunciar sua retirada à disputa por uma vaga no Senado Federal, o partido ameaça romper com o PTB no estado.

Conforme apuração do jornal O Estado de São Paulo, o principal motivo é a aliança de Geraldo Alckmin com o chamado Centrão, que precisa de reajustes nos estados, entre eles Pernambuco.

LEIA TAMBÉM:

Bruno Araújo anuncia desistência a vaga no Senado Federal

A decisão de Armando Monteiro Neto (PTB) em apoiar o nome de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República não soou bem aos ouvidos tucanos, que agora querem lançar Bruno Araújo a governador, deixando o grupo Pernambuco Quer Mudar.

O impasse criado em Pernambuco coloca de um lado Araújo que foi ministro do governo de Michel Temer e do outro o então maior apoiador do PSDB a nível nacional, mas o PTB no estado tem se mostrado mais favorável a Lula do que a Alckmin.

Serra Talhada: Prefeitura decreta luto oficial de três dias após morte de ex-prefeito

(Foto: Reprodução)

Prefeito de Serra Talhada entre 2001 e 2005, Genivaldo Pereira Leite faleceu na manhã dessa quinta-feira (1º), no município de Arcoverde. O ex-prefeito realizava hemodiálise, para tratar um quadro crônico de insuficiência renal e morreu em decorrência da doença.

O atual prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, decretou luto oficial de três dias e lamentou a morte do ex-gestor. “Geni foi um apaixonado por Serra Talhada e um cidadão digno do nosso respeito e admiração, com quem mantive uma relação cordial e amistosa durante toda a nossa convivência. Aos familiares de Geni Pereira, desejamos forças para superar esse momento de grande dor e profunda tristeza. Que Deus conforte o coração de todos vocês”, comentou Duque.

LEIA MAIS

PTB pode desistir do nome de Cristiane Brasil para ocupar Ministério

(Foto: Internet)

Em meio às polêmicas envolvendo o nome da deputada-federal Cristine Brasil, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) já cogita indicar outro nome para ocupar o Ministério do Trabalho.

Segundo informações dos bastidores de Brasília, a cúpula do partido já teria conversado com o líder do grupo, Roberto Jefferson, que também é pai de Cristiane, para indicar outra pessoa ao ministério.

O presidente Michel Temer aceitou a indicação de Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho no dia 3 de janeiro. Na mesma semana, um juiz de primeira instância suspendeu a posse da deputada.

Cristiane Brasil tem uma dívida trabalhista com dois ex-motoristas e foi condenada a pagar R$ 60 mil. Desde então a nomeação da petebista vive uma série de recursos negados pela Justiça

Neste mês, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou que cabe a entidade decidir sobre a questão. Para a ministra, o STF deve deliberar porque a nomeação envolve a moralidade administrativa, princípio da Constituição determinado sobre todos os atos do poder público. Michel Temer ainda não foi avisado sobre a escolha do PTB.

123