OMS recua e diz que governos devem pensar em quem precisa garantir o pão de cada dia

Em entrevista coletiva da Organização Mundial de Saúde (OMS), o diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que os lockdowns (ou quarentenas) podem comprar tempo, mas devem levar em conta que cada país é diferente.

A fala de Ghebreyesus é encarada como um “recuo” da OMS em relação ao isolamento de pessoas saudáveis durante a pandemia do vírus chinês, que impacta diretamente na economia e no sustento de famílias.

“Se estamos fechando ou limitando o movimento, precisamos pensar nelas [as pessoas]. O impacto na economia tem a ver com vários fatores, mas precisamos saber o que isso significa para o indivíduo que precisa sair para sobreviver. Venho de uma família pobre e sei o que significa se preocupar com o que comer amanhã”.

LEIA MAIS

População continua se aglomerando em frente ao Makro, mesmo com estabelecimento interditado pela Prefeitura

A unidade do Makro em Petrolina deixará de funcionar em Petrolina e para queimar o estoque, a rede anunciou promoções. Isso levou muitos petrolinenses e juazeirenses à unidade durante a sexta-feira (27). A falta de organização por parte da diretoria resultou na aglomeração de pessoas, dentro e fora.

(Foto: Ascom/PMP)

Ainda na noite de ontem equipes da Prefeitura de Petrolina interditaram o local. De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, a rede foi notificada pela manhã, continuou descumprindo as orientações e uma medida mais rígida foi necessária.

Organização das filas

É de responsabilidade do estabelecimento fazer o controle no fluxo de entrada, para evitar aglomeração de pessoas, assim como ordenar a fila para que os clientes fiquem a no mínimo 1,5m de distância uns dos outros, conforme orienta a Organização Mundial de Saúde“, destacou a Prefeitura.

Clientes se aglomeram no local

Mesmo assim, no início da manhã de hoje (28), mais filas e mais pessoas se reunindo, muitos sem proteção e inclusive, idosos. Ainda ontem o Blog procurou o Makro para saber quando a unidade local encerrará sua atividades e se a Carrefour, compradora da rede, passará a atuar no prédio. Até o momento ninguém retornou ao nosso email.

Justiça suspende trecho de decreto de Bolsonaro que livra igrejas de quarentena

A Justiça Federal no Rio de Janeiro suspendeu os efeitos do decreto do presidente Jair Bolsonaro definindo como serviço público essencial atividades religiosas e o funcionamento de casas lotéricas. A decisão desta sexta-feira (27) é da 1ª Vara Federal de Duque de Caxias.

A determinação atende a pedido do Ministério Público Federal para que as atividades religiosas e o funcionamento de lotéricas fossem suspensos enquanto durar o período de isolamento social para conter a disseminação do novo coronavírus.

“O acesso a igrejas, templos religiosos e lotéricas estimula a aglomeração e circulação de pessoas”, escreveu o juiz federal substituto Márcio Santoro Rocha.

Na determinação, o magistrado também ordena que a União “se abstenha de editar novos decretos que tratem de atividades e serviços essenciais sem observar a Lei 7.783/1989 e as recomendações técnicas e científicas dispostas no art. 3º, § 1º da Lei 13.979/2020 sob pena de multa de R$ 100 mil”.

A decisão também se estende ao Município de Duque de Caxias, que deverá se abster de tomar qualquer medida que envolva atividades religiosas ou funcionamento de lotéricas. Caso descumpra a ordem, a prefeitura da cidade também será multada em R$ 100 mil.

Tanto o Município de Caxias quanto a União, como previsto na decisão, não podem tomar qualquer medida que contrarie a recomendação de isolamento social da Organização Mundial da Saúde. O magistrado também fixou multa de R$ 100 mil caso essa ordem seja descumprida.

Na quinta-feira (26), Bolsonaro editou um decreto tornando essas atividades essenciais em meio à pandemia. Ao encaixá-las nessa categoria, o presidente definiu que elas poderiam continuar em operação mesmo durante restrição ou quarentena em razão do vírus.

O decreto presidencial, porém, faz uma ressalva em relação aos cultos: segundo o texto publicado no “Diário Oficial da União”, o funcionamento da “atividade religiosa de qualquer natureza” deverá obedecer as “determinações do Ministério da Saúde”.

“O decreto coloca em risco a eficácia das medidas de isolamento e achatamento de curva de casos de coronavírus. É necessário conter essa extrapolação atual e assegurar que não sejam editadas medidas ainda mais ampliativas no futuro”, afirmou o procurador da República Julio José Araujo Junior, autor da ação.

Idosos do Cantinho do Aconchego pedem respeito à quarentena

Idosos pedem respeito à quarentena (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Ficar em casa ou trabalhar? Na véspera de um buzinaço em Petrolina, o Cantinho do Aconchego lançou uma campanha nas redes sociais. Os idosos atendidos na unidade pedem aos mais jovens que respeitem a quarentena e ao isolamento social.

“Fique em casa! Por mim e por vocês”, pedem os idosos. A coordenação do Cantinho do Aconchego aproveitou o momento para pedir doações. Com a pandemia do covid-19, as visitas de grupos foi suspensa, resultando no desabastecimento.

Mantimentos

“Estamos precisando de leite, biscoito, mucilon, maizena, cuscuz, macarrão e produtos de limpeza. As doações caíram muito. A gente sempre tinha os grupos de faculdade, por conta do cancelamento a gente ficou sem as doações que sempre traziam e a gente acaba sentindo o impacto”, contou Edivânia Santos, coordenadora da unidade.

Quem puder ajudar pode entregar os mantimentos das 6h às 18h, na própria unidade, localizada na Rua Padre Valeriano, n° 7, Palhinhas, Petrolina.

Miguel Coelho decide prolongar decretos de quarentena em Petrolina e quer estabelecer situação de calamidade pública

(Foto: Jonas Santos/PMP)

Durante entrevista coletiva realizada ao meio dia desta quinta-feira (26), via redes sociais, o prefeito Miguel Coelho anunciou que todos os decretos já publicados pela Prefeitura de Petrolina para suspender aglomerações com mais de 10 pessoas terão prazo estendido. Miguel ainda acrescentou que enviou à Assembleia Legislativa um decreto para instaurar situação de calamidade pública na cidade sertaneja.

Segundo o prefeito, todas as restrições impostas pelo município terão renovação oficial na próxima terça (31), pois este era o prazo limite de boa parte das medidas de suspensão dos serviços. A proposta é publicar o novo decreto renovando a quarentena em Petrolina por um novo período determinado.

“Não dá para subestimar esse vírus, temos que prezar pela vida. É um cenário muito dinâmico e os casos de doenças respiratórias graves, inclusive, Covid-19 estão crescendo em nossa cidade. Sei que isso é um remédio amargo, mas a preservação de vidas está em primeiro lugar”, reforçou o prefeito.

Petrolina tem dois casos confirmados de Coronavírus e quatro de outras síndromes respiratórias agudas graves como Influenza A e H1N1. Um dos pacientes com síndrome respiratória foi encaminhado à UTI montada pela Prefeitura de Petrolina e o Hospital Universitário para investigação e tratamento, não havendo, portanto, diagnóstico fechado sobre este caso.

Petrolina: Miguel Coelho anuncia novos casos de Síndrome Aguda e afirma que quarentena continua

O prefeito de Petrolina Miguel Coelho (MDB) fez uma coletiva de imprensa pelas redes sociais, no começo da tarde dessa quinta-feira (26), e atualizou os dados da saúde no município. De acordo com o gestor, não há novos registros do novo coronavírus. Por outro lado, as ocorrências de Síndrome Aguda Grave Respiratória aumentaram.

“De ontem pra hoje não houve nenhuma mudança, continuamos com oito casos investigados do coronavírus, 11 descartados e dois confirmados. Da Síndrome Aguda Grave nós tivemos um aumento: tínhamos 17 casos notificados, hoje surgiram mais dois, temos 19. Ontem tínhamos 14 investigados e até o fim da noite saíram oito resultados: três confirmaram para Influenza A e cinco foram descartados”, disse.

Quarentena continua

Mais cedo ele divulgou um vídeo onde pediu respeito a quarentena e que não é hora de fazer guerra política. Destacando que a saúde vem em primeiro lugar, Miguel antecipou novos decretos e a manutenção da quarentena.

Na segunda-feira [30/03] nós vamos divulgar novos decretos. A gente tem conversado com toda a cadeia produtiva, eu entendo que muita gente pode estar com mensagem trocada por conta dos pronunciamentos e a gente pede muita calma, serenidade e tranquilidade. Essa é a primeira semana de quarentena com comércio fechado em Pernambuco. Todo dia nós estamos conversando com a cadeia produtiva e os sindicatos“, salientou.

O prefeito concluiu a live reforçando a recomendação de seguir a quarentena. “Mantenham as recomendações da Prefeitura, Estado e Ministério da Saúde para que em breve possamos vencer essa batalha“, finalizou.

 

Universidade oferece cursos gratuitos durante quarentena

Cursos acontecem neste mês.

A UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau de Petrolina, está disponibilizando mais de 20 cursos, online, de forma gratuita durante o período de quarentena para evitar a propagação do novo Coronavírus.

Entre as opções disponíveis estão: Marketing Digital, Análise Estatística de Dados, Língua Inglesa, Cozinha Francesa, Arquitetura de Software, Fundamentos em Inteligência Artificial, Direito Aplicado ao Empreendedorismo Digital, entre outros.

Eles ficarão disponíveis para os usuários durante 15 dias e poderão ser acessados no site da GoKursos. Ao final de cada capacitação, os participantes recebem um certificado de conclusão do curso.

Ação é resultado de uma parceria entre a Instituição de ensino e a GoKursos, com o objetivo de capacitar a população durante o período de quarentena.

Segundo Eduardo Cavalcanti, diretor de mídias do grupo Ser Educacional, mantenedor da UNINASSAU, a iniciativa oferece uma grande oportunidade de aprendizado para os profissionais que estão em quarentena. ”Neste momento difícil, de confinamento geral, é uma ocasião para se qualificar e aprender coisas novas. Os usuários poderão aprender técnicas de Marketing Digital, por exemplo, um curso fundamental nos dias atuais e que muita gente não tem tempo de fazer”, destaca.

Coronavírus: brasileiros que estavam na China já estão em Goiás

Grupo ficará em observação (Foto: Sílvio Túlio/G1)

Os brasileiros que estavam na cidade de Wuhan, epicentro do coronavírus na China já estão em Anápolis (GO). Eles desembarcaram no início da manhã desse domingo (9) na Base Aérea do município, em dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

O Ministério da Defesa informou que todos os passageiros estão bem de saúde e assintomáticos. Eles ficarão em quarentena por 18 dias. No grupo de 34 pessoas há brasileiros, cônjuges chineses e estrangeiros. Os passageiros desceram usando máscaras cirúrgicas e foram direto para um ônibus.

“Não há nenhum sintoma de nenhum tipo de dificuldade. Eles seguem agora para os seus apartamentos, onde a Secretaria de Saúde do Estado de Goiás irá fazer os exames. Depois, eles vão entrar na rotina diária de quarentena, quando três vezes ao dia farão uma consulta com os médicos“, disse ao G1 o general Manoel Pafiadache, secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa.

Quatro chineses casados com brasileiros, sete crianças com idades entre 2 e 12 anos, 23 brasileiros adultos, 14 médicos, oito tripulantes e dois jornalistas estão em observação. Os estrangeiros que pegaram carona na aeronave desembarcaram na Polônia.