Óculos podem reduzir risco de contaminação pelo novo coronavírus, diz estudo

Um estudo apontou que o risco de infecção por Covid-19 em pessoas que usam óculos regularmente pode ser de duas a três vezes menor. A taxa de contaminação cai dos usuais 1,35 para a população no geral para 0,48 entre os usuários de óculos, diz a pesquisa.

Liderado pelo cientista indiano Amit Kumar Saxena, o estudo, ainda em fase preliminar, abrangeu mais de 300 pessoas na região norte da Índia entre aqueles que haviam contraído o novo coronavírus ou que não foram contaminados.

Entre os participantes da pesquisa realizada por Saxena, 58 disseram usar óculos de grau na maior parte do tempo ou óculos de sol sempre que estão ao ar livre. Segundo o pesquisador, a mudança nas taxas de transmissão desse grupo em relação ao total da população se mostrou “estatisticamente significante”.

Anteriormente, outro estudo havia sido realizado na China para medir a relação entre usuários de óculos e a baixa taxa de transmissão. A pesquisa apontou que apenas 16 pacientes de um total de 276 internados com Covid-19 no hospital Suizhou Zengdu, na província de Hubei, tinham miopia e usavam óculos com frequência.

LEIA MAIS

Número de mortos em Brumadinho sobe para 37; buscas são interrompidas em decorrência do risco de rompimento de outra barragem

(Foto: Internet)

Na manhã deste domingo (27), o Corpo de Bombeiros informou, que o número de pessoas que morreram em decorrência do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), subiu para 37. Outras 192 foram resgatadas. As buscas por novas vítimas foram interrompidas na madrugada de hoje por conta do risco iminente de rompimento de outra barragem pertencente à Vale na cidade.

O número de desaparecidos não foi atualizado nesta manhã. No último balanço, divulgado na noite de sábado (26), 296 pessoas foram consideradas desaparecidas pelos Bombeiros.

Risco de rompimento da barragem VI

Menos de 48 horas depois da tragédia na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), por volta das 5h30 da manhã de hoje (27) a companhia Vale voltou a acionar as sirenes de alerta. Os moradores que estavam na área foram retirados do local. Em comunicado, a Vale informou que foi detectado aumento dos níveis da água na região.

LEIA MAIS

Famílias do João de Deus prejudicadas com as chuvas recebem atendimento da prefeitura de Petrolina

Famílias se encontram em situação de risco após chuvas. (Foto: ASCOM)

Famílias que vivem em áreas de invasão no João de Deus, em Petrolina (PE), foram visitadas por equipes da prefeitura municipal na manhã dessa quarta-feira (17). A chuva que caiu nesses dias deixou algumas famílias em situação de risco.

Após o levantamento das necessidades e conversa com os líderes comunitários da área, medidas emergenciais para auxiliar as famílias que moram no local serão tomadas, a exemplo da doação de lonas e limpeza do canal que passa por trás da invasão.

O cadastramento dessas famílias no programa “Minha Casa, Minha Vida” também está sendo feito pela equipe de Habitação da Sedurbs e pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do João de Deus.

LEIA MAIS

Paulo Câmara alerta a Chesf sobre risco de desabastecimento em Petrolina

(Foto: Arquivo)

Preocupado com as elevadas oscilações no nível de captações de água para o consumo humano no Rio São Francisco, o governador Paulo Câmara enviou ofício ao presidente da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), Sinval Zaidan Gama, alertando para os riscos de desabastecimento de várias cidades do Vale do São Francisco. Em função da redução da vazão da Barragem de Sobradinho, sem aviso prévio, na última sexta-feira (2) a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi obrigada a desligar uma das captações do manancial, pertencente ao Sistema Vitória, provocando a falta de água em 35% da cidade de Petrolina, cerca de 80 mil pessoas.

Diante da gravidade da situação, o governador Paulo Câmara alertou a Chesf para a necessidade de manter a vazão liberada pela Barragem de Sobradinho no mesmo nível praticado na maior parte do ano passado, que foi 600 metros cúbicos de água por segundo.

Paulo Câmara ainda solicitou à Chesf que sejam feitas diligências, com o apoio da Agência Nacional de Águas (ANA) e de outros órgãos reguladores, para garantir que a vazão defluente da Barragem de Sobradinho seja mantida nesse patamar mínimo de 600 metros cúbicos de água, por segundo.

“Esse nível vai possibilitar a estabilidade no fornecimento de água  e prevenir uma situação que pode ser ameaçadora para a população e para a economia da região, com destaque para a cidade de Petrolina, cidade polo da região”, informou o presidente da Compesa, Roberto Tavares.

Tavares lembrou que, em decorrência da seca dos últimos anos, a vazão defluente da Barragem de Sobradinho vem sendo reduzida paulatinamente com impactos diretos sobre a captação de água. Na sexta-feira passada, a redução repentina e significativa do nível do rio, sobre a qual a Compesa não foi informada, impediu a companhia de comunicar à população antecipadamente sobre a interrupção do abastecimento. Antes mesmo de entender a mudança na vazão liberada por Sobradinho, a companhia decidiu executar uma obra para permitir a abertura do canal de aproximação da captação até o rio. Graças a essa ação, será possível normalizar a distribuição de água para as áreas afetadas até a noite de hoje (7).

Placas de ‘risco de afogamento’ são colocadas na prainha em Juazeiro

Corpo de Bombeiros estará presente no local para maior segurança dos banhistas. (Foto: ASCOM)

Na manhã desta quarta-feira (13), Vereadores de Juazeiro estiveram presentes na instalação de placas informativas na área de banho conhecida como “Prainha”. O objetivo é informar e conscientizar a população sobre os riscos de afogamento. O assunto já foi bastante discutido no plenário pelos parlamentares municipais.

Estiveram presentes os representantes da Secretaria de Turismo de Juazeiro, Corpo de Bombeiros e Marinha, os vereadores Domingão da Aliança (PRTB), Joseílson Marcelino (PTB), Anastácio (PCdoB), Gleidson Medrado (PSD), Bertinho da Carnaíba (PR), Agnaldo Meira (PCdoB) e Hélio (PCdoB).

Domingão da Aliança, que proferiu discurso na Sessão Ordinária da última terça-feira (12), ressaltou que “é de grande importância termos levantado, na Câmara de Vereadores, este assunto. Acredito que essas placas informativas colocadas aqui na prainha são um grande avanço para a conscientização. E agora vamos solicitar que o próprio Corpo de Bombeiro e a Secretaria de Turismo possam realizar trabalho de orientação durante os finais de semana, através de uma campanha educativa. A Câmara está sempre atenta e fiscalizando, este é o papel do vereador”, disse.

Salva-vidas

O vereador também confirmou a presença do Corpo de Bombeiros na Prainha. “A partir do próximo domingo está área contará com dois guarda vidas fazendo a segurança. A gente vai marcar uma reunião com o prefeito Paulo Bonfim, tenho certeza que ele vai ser sensível e contrate guardas civis capacitados para ficarem aos finais de semana e feriados nestas áreas de risco”, disse Domingão.

Presidente mexicano alerta que pode haver outro forte tremor em menos de 24h

(Foto: Internet)

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, advertiu à população, nesta sexta-feira, ser provável que nas próximas 24 horas aconteça uma forte réplica do terremoto de magnitude de 8,4 na escala de Richter, ainda que de “um grau menor”. Informação da EFE.

Em declarações à emissora “Televisa”, Peña Nieto disse que “será necessário ser mais do que atento”, já que a réplica pode superar a magnitude de 7, após lembrar que em 1985 ocorreu uma réplica muito potente de 7,5 graus, no dia seguinte ao primeiro terremoto de magnitude 8,1, no dia 19 de setembro.

Ele disse que até agora o alerta de tsunami no estado de Chiapas, onde foi registrado o epicentro do terremoto ontem à noite, “não representa um risco maior”, e considerou que 50 milhões de pessoas devem ter sentido em várias partes do país.

LEIA MAIS

Pernambuco: Risco de surto de arboviroses ainda é alto

(Foto: Arthur Mota/FolhaPE)

O número de municípios pernambucanos com risco de surto de arboviroses devido à infestação de Aedes aegypti caiu 26,8% em 2017 na comparação com 2016. O 1º Levantamento de Índice Rápido do Aedes (Liraa) deste ano, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), aponta que 60 cidades estão em risco contra 82 no mesmo período do ano passado. A diminuição não significa, no entanto, segurança para a população.

“Comparando com o mesmo período de 2016 temos menos municípios em situação de risco de epidemia. Mas aqueles em risco estão com índices bastante elevados. O risco de surto é quando se tem índice de infestação acima de 3,9. Tivemos casos de cidade com Liraa 23,3”, relatou a coordenadora de arboviroses da SES, Claudenice Pontes. Isso significa que, a cada 100 casas, 23,3 apresentaram focos do vetor de zika, dengue e chikungunya.

Chama a atenção infestação em João Alfredo (23,3), São José do Egito (22,6), Sertânia (15,5), Terezinha (15,5) e Altinho (13,5). No Grande Recife, as localidades com Liraa superior a 3,9 são Camaragibe, Chã de Alegria e Abreu e Lima. A Capital está em alerta com índice 1,2 e tem um bairro com risco alto de surto – Várzea, com 6,6.

LEIA MAIS

Após acidente, poste cai, fica preso na fiação e preocupa transeuntes do bairro Pedra Linda, em Petrolina

(Foto: WhatsApp)

(Foto: WhatsApp)

Um leitor enviou uma foto com um poste caído e preso na fiação no bairro Pedra Linda, em Petrolina (PE), após a colisão de um carro no local. Segundo o leitor, o poste está caído próximo ao posto Cacheado e preocupa quem passa no lugar pelo risco de causar acidentes.

A equipe do blog Waldiney Passos tentou entrar em contato com a Celpe mas não obteve sucesso.