Zé Batista manda recado a Odacy Amorim: “É preciso que Petrolina conheça seu estilo”

Comentários de Odacy não foram ignorados pela Câmara de Vereadores (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os vereadores da bancada governista não pouparam críticas ao ex-deputado estadual e hoje diretor-presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim (PT). Os aliados do prefeito Miguel Coelho não ficaram satisfeitos com os comentários direcionados ao trabalho do gestor.

Mais enfático, José Batista da Gama cutucou Odacy e lembrou como foi a entrada do hoje petista no grupo de Fernando Bezerra Coelho. “Foi indicado por mim, Ruy Wanderley, Maria Elena e Osório [Siqueira] naquela década quando o prefeito estava compondo a sua chapa e escolhendo ser vice, quem lhe indicou fomos nós da bancada”, disse.

Caso de polícia

Zé Batista não parou por ai e acusou Odacy de ter cometido irregularidades enquanto prefeito de Petrolina. “Você é desatrevido porque pegou, na época o saneamento da Bacia do Dom Avelar, desfilou dezenas e dezenas de cheques, que foi revertido pelo prefeito Julio Lóssio. Você está na Polícia Federal indiciado para devolver R$ 4 milhões. É preciso que Petrolina conheça seu estilo”, destacou.

LEIA MAIS

LDO volta à Câmara de Petrolina nessa terça-feira

(Foto: Blog Waldiney Passos)

A Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) será analisada pelos vereadores de Petrolina na sessão que acaba de se iniciar na Casa Plínio Amorim. Hoje (10), além da matéria proposta pelo Executivo serão votadas 117 emendas aditivas e duas modificativas propostas pelos edis.

Para 2020 o município prevê receita total de R$ 925.172.999,42. O relator do presidente da Comissão de Finanças, Ronaldo Silva (PSDB) aprovou toda as 117 emendas aditivas apresentadas, “não encontrando nenhuma irregularidade que rejeitasse ou que fossem corrigidas”.

Quanto ao projeto de Lei da LDO, os membros da Comissão – José Batista da Gama e Osinaldo Souza seguem o parecer do colega e votam pela aprovação da matéria. Além desse PL ainda será votado o PL n° 015/2019, o qual altera dispositivos da Lei nº 2.461, de 09 de abril de 2012 que institui o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos dos Auditores Fiscais da Fazenda Municipal.

Ronaldo Silva elogia vereadores por emendas na LDO e cutuca Governo de Pernambuco

Vereador é presidente da Comissão de Finanças e falou sobre LDO (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os trabalhos na Câmara de Vereadores de Petrolina se intensificam no final de ano, com a chega de projetos como a Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA), principais matérias encaminhadas pelo Poder Executivo.

LEIA TAMBÉM:

Apesar de críticas da Oposição, secretária destaca importância da audiência sobre LDO

Aero afirma que Prefeitura seguiu protocolo na elaboração da LDO; Valgueiro cita descumprimento da legislação

Os PLs apontam como os recursos municipais devem ser investidos e até a semana passada os vereadores de Oposição e Situação trabalharam para elaborar suas emendas. Presidente da Comissão de Finanças, Ronaldo Silva (PSDB) elogiou os colegas de Casa Plínio Amorim por mais uma vez darem exemplo no Estado.

LEIA MAIS

Vereador Ronaldo Silva critica vinda de Paulo Câmara a Petrolina

Vereador Ronaldo Silva.

O vereador Ronaldo Silva criticou a vinda do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, a Petrolina nesta quarta-feira (21). O chefe do Executivo Estadual vem para a cidade para realização do Seminário 2019 “Todos por Pernambuco”.

“Veio fazer o quê mesmo? Ele não tem nada para mostrar para o povo daqui. Petrolina é uma cidade que gosta de prosperidade, de grandes obras, e o governo do Estado tem feito zero aqui na nossa região”, disse o parlamentar.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva se retrata e pede desculpas a Gilmar Santos após confusão

Ronaldo Silva em entrevista a Waldiney Passos.

Após a confusão na última sessão da Câmara Municipal de Petrolina, na terça-feira (18), o vereador Ronaldo Silva (PSDB), em entrevista ao programa ‘Super Manhã’ nessa quinta-feira (20), com Waldiney Passos, na rádio jornal, pediu desculpas ao seu colega de Casa, Gilmar Santos (PT), por ter dito que o petista era conhecido como “Gilmar Maconheiro”.

A afirmação foi feita após Ronaldo considerar que Gilmar havia se excedido quando disse que o ex-presidente do seu partido, o então senador Aécio Neves, era conhecido como “Aécio Cheira Pó”.

LEIA TAMBÉM

“O senhor é conhecido como Gilmar Maconheiro”, diz Ronaldo Silva sobre vereador

“Quando o vereador (…) olhava para mim e dizia ‘vereador Ronaldo Silva, o presidente do seu partido é conhecido com Aécio cheira pó’. Se ele cheira pó, é problema dele, eu tenho que respeitar. Vossa Excelência é conhecido como ‘Gilmar Maconheiro’ e eu respeito”, disse Ronaldo na terça-feira.

LEIA MAIS

“O senhor é conhecido como Gilmar Maconheiro”, diz Ronaldo Silva sobre vereador

Ronaldo Silva durante discurso na tribuna. (Foto: Jean Brito/ASCOM)

Nessa terça-feira (18), na Câmara Municipal de Petrolina, durante a discussão sobre o Projeto de Decreto Legislativo 005/2018, que previa a concessão de Título de Cidadão Petrolinense ao ex-juiz e ministro Sérgio Moro, o vereador Ronaldo Silva, autor da proposta, atacou seu companheiro de Casa Gilmar Santos (PT), que se posicionou contra o projeto.

Ronaldo afirmou que o petista era conhecido entre os colegas da Casa Legislativa como “Gilmar Maconheiro”. “Quando o vereador (…) olhava para mim e dizia ‘vereador Ronaldo Silva, o presidente do seu partido é conhecido com Aécio cheira pó’. Se ele cheira pó, é problema dele, eu tenho que respeitar. Vossa Excelência é conhecido como ‘Gilmar Maconheiro’ e eu respeito”, disparou Ronaldo.

Em resposta, Gilmar Santos afirmou que não atacaria a vida pessoal de qualquer vereador e classificou o comportamento de Ronaldo como imoral. “Os senhores não vão ouvir um posicionamento meu de ataque direto à vida privada de vossas senhorias. (…) O comportamento do senhor é imoral, inclusive quebrando o decoro desta Casa e vou exigir do senhor o devido respeito”, disse.

Em nota, os vereadores da bancada da oposição se disseram indignados com a fala de Ronaldo e classificaram o comportamento do parlamentar como “apelativo, ofensivo e imoral”. “O vereador [Ronaldo] (…) quebrou o decoro e agrediu verbalmente o vereador de nossa bancada oposicionista, a quem oferecemos apoio e atestamos sua índole e carácter como educador, homem e ser humano”.

Na última sessão do semestre, vereadores aprovam 17 projetos em Petrolina

Matérias seguem para sanção do prefeito (Foto: Blog Waldiney Passos)

Além do Título de Cidadão Petrolinense a Sérgio Moro, a última sessão do primeiro semestre legislativo na Casa Plínio Amorim, realizada na manhã de terça-feira (18), teve em pauta 17 projetos de Lei, todas proposições do Poder Legislativo.

Entre os temas menos relevantes estavam um Título de Cidadão Petrolinense – proposto por Osinaldo Souza (PTB) – duas Medalhas de Honra ao Mérito, de autoria de Osinaldo e outro de Gilmar Santos (PT); Denominação de via pública cujos autores foram José Batista da Gama (PDT), Ronaldo Cancão (PTB) e Ronaldo Silva (PSDB), além de uma denominação de espaço público, cujo autor é Rodrigo Araújo (PSC).

Os outros 12 PLs tratavam de temas de relevância social e juntamente com os citados anteriormente, foram aprovados por 20 votos a zero.  Agora as matérias seguem para sanção do prefeito Miguel Coelho. Confira a seguir os projetos aprovados na sessão de ontem na Câmara de Petrolina:

LEIA MAIS

Ausência de vereadores da Situação pode adiar votação do Título de Cidadão Petrolinense a Moro

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Autor do Projeto de Decreto Legislativo n° 005/2019, Ronaldo Silva (PSDB) não tem certeza de conseguirá aprovar sua matéria na sessão de hoje (18). Segundo o edil, a ausência de aliados da Situação – Ruy Wanderley (PSC) e Cícero Freire (PR) podem atrapalhar seus planos.

“A expectativa é aquela, quando o projeto é de sua autoria você fica na expectativa muito grande. Estou contando os votos, nós precisamos de 16 votos. Estão faltando alguns vereadores da nossa base, vou ver se consigo alguém da Oposição”, afirmou.

Apesar de o clima nacional não ser tão favorável ao ministro da Justiça e ex-juiz federal da Operação Lava-Jato, Ronaldo acredita que a maior parte da população confia em Moro. “O juiz Sérgio Moro foi o juiz que teve a coragem de botar os corruptos ladrões na cadeia, tanto político, quanto empresário”, finalizou.

Na última sessão do semestre, Câmara de Petrolina analisa 17 projetos de lei; Título de Cidadão a Sergio Moro é um deles

Ultima sessão do primeiro semestre tem vários projetos em pauta (Foto: Jean Brito/CMP)

A última sessão do primeiro semestre de 2019 tem 17 projetos de Lei em pauta. As matérias são todas do Poder Legislativo e tratam de temas diversos como, Título de Cidadão Petrolinense, Medalha de Honra ao Mérito, denominação de ruas ou equipamentos públicos.

Os destaques são o PL n° 121/2017 de autoria de Cristina Costa (PT), matéria que dispõe sobre a isenção de inscrição em concursos públicos municipal as pessoas cadastradas no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (REDOME);  e o PL nº 079/2019 que trata da criação do Programa Horta Escolar.

Já Ronaldo Cancão (PTB) tem dois projetos em pauta: um cria o Programa Saúde na Escola e o outro institui o Programa Nosso Rio, em defesa e preservação do Velho Chico. Gaturiano Cigano (PRP) também tem dois projetos em pauta, voltados à prioridade de atendimento no serviço de assistência psicológica e social, para mulher vítima de agressão e para o combate ao racismo.

Líder da Oposição, Paulo Valgueiro quer uma lei para mais transparência do Executivo. Através do PL n° 68/2019 o edil anesia pela inclusão de dados sobre o Patrimônio Imobiliário Público do município de Petrolina em plataforma digital do Poder Executivo.

Por fim, o item mais polêmico do dia, o Título de Cidadão Petrolinense ao ex-juiz da Operação Lava-Jato e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, de autoria de Ronaldo Silva (PSDB). Com o recesso antecipado, os trabalhos na Casa Plínio Amorim serão retomados apenas em agosto.

Ronaldo Silva faz solicitação para construção de UBS e CMEI no Park São Gonçalo

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (13), na Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Ronaldo Silva solicitou, por meio de indicação, a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e um Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) no bairro Park São Gonçalo.

Segundo o parlamentar, a solicitação para implantação e funcionamento da UBS “é para atendimento da população residente na localidade e em suas proximidades, devido às dificuldades dos moradores em buscar atendimento médico na sede da cidade”.

Sobre o CMEI, Ronaldo afirmou que o bairro “necessita da implantação de uma creche, diante da situação econômica financeira, pois muitas mães precisam trabalhar para ajudar no orçamento familiar”.

Às vésperas da vinda do presidente, Câmara vota Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro

Sessão de quinta-feira (27) foi marcada por votação de matérias do Executivo (Foto: Blog Waldiney Passos)

Anunciado na sessão de terça-feira (21) o Título de Cidadão Petrolinense a Jair Bolsonaro (PSL) será votado pelos vereadores nessa manhã (23). O Projeto de Decreto Legislativo nº 026/2019 foi proposto por Elias Jardim (PHS) e vem dividindo opiniões dos edis e petrolinenses.

LEIA TAMBÉM:

Enquete: Você concorda com Título de Cidadão Petrolinense a Bolsonaro?

Na última sessão Elias havia afirmado que a matéria é um projeto importante e cabe à Câmara incentivar o presidente da República a fazer um bom trabalho. Bolsonaro virá a Petrolina nesta sexta-feira (24) para entregar casas populares no bairro Antônio Cassimiro.

Além desse projeto, há ainda uma matéria apresentada por Ronaldo Silva e o PL nº 049/2019, de Gaturiano Cigano (PRB) no qual fica proposto a inserção de placas de atendimento prioritário o Símbolo Mundial do Autismo.

Ronaldo Silva apresenta projeto de lei em combate ao bullying e à obesidade em Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nesta quinta-feira (23), o vereador Ronaldo Silva (PSDB) vai apresentar o Projeto de Lei nº. 037/2019, que prevê a instituição de política de combate ao bullying, obesidade e ao sobrepeso de adultos e crianças em Petrolina (PE).

Segundo o parlamentar, “a obesidade e o bullying já são considerados epidemia mundial independente de condições econômicas e sociais”. Além disso, ainda de acordo com Ronaldo, “o risco de mortalidade [devido à obesidade e à prática do bullying] vem aumentando consideravelmente”.

O Projeto de Lei prevê a criação da “Rede de Apoio pela Saúde”, que, dentre outras atribuições, disponibilizará informações relacionadas à obesidade, bem como ao combate ao bullying.

LEIA MAIS

Ronaldo Silva critica atuação da oposição na Câmara de Vereadores

Ronaldo Silva convidou vereadores da situação a votarem contra as solicitações da oposição. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (16), o vereador Ronaldo Silva (PSDB) fez duras críticas à atuação do grupo de oposição na Câmara Municipal. Segundo o parlamentar, sempre que a bancada de situação é contra algum requerimento, os opositores fazem “carnaval”. Durante seu discurso, Ronaldo convocou os vereadores governistas a votarem contra todas as solicitações – projetos, requerimentos e títulos de cidadão – da oposição.

“Todas as vezes que a gente vota contra um requerimento da oposição, eles fazem aquele carnaval. Quero chamar a atenção dos amigos da situação que, a partir de hoje, vamos votar contra todos os requerimentos, projetos, títulos de cidadão da oposição, enquanto não tiver humildade, vamos pedir destaque e votar contra todos”, disse.

Paulo Valgueiro. (Foto: Jean Brito)

O líder da oposição, Paulo Valgueiro (MDB), criticou a fala de Ronaldo e disse que a bancada estava apenas cumprindo o seu papel. “Esse é o nosso papel, que vocês votem contra ou a favor, é da consciência de vocês. A gente não tem que pedir permissão para colocar requerimento nesta casa. Não seremos subservientes. Humildade não quer dizer subserviência”, disse.

Alguns vereadores da situação não seguiram o pedido de Ronaldo Silva, como José Batista da Gama (PDT) e Maria Elena (PSB). Em seus discursos, os parlamentares afirmaram que não poderiam deixar de votar a favor de requerimentos que sejam importantes, ainda que sejam da oposição.

Após toda a confusão, apenas o requerimento 177/2019, de autoria da oposição, que solicitava informações sobre o contrato de financiamento de R$ 60.000.00,00 para pavimentação, foi reprovado por 14 a 6. Os demais requerimentos do grupo de oposição e situação foram aprovados.

Gabriel Menezes critica falta de pavimentação na zona rural e Ronaldo Silva rebate

Vereadores divergiram sobre pavimentação na zona rural do município. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Durante a sessão ordinária dessa terça-feira (14), na Câmara Municipal de Petrolina, o vereador Gabriel Menezes (PSL) usou a tribuna para criticar a falta de pavimentação na zona rural de Petrolina (PE).

Em seu discurso, Gabriel afirmou que em setembro do ano passado algumas placas de obras de pavimentação foram instaladas, mas que até o momento nenhum serviço teria sido entregue às comunidades. “Cadê as pavimentações do Caruá, Bom Jardim, Simpatia, Baixo Alegre?”, questionou.

O vereador Ronaldo Silva (PSDB) respondeu e explicou que uma nova licitação está sendo feita para a execução da obra, já que a empresa vencedora da primeira licitação, no modelo RDC (Regime Diferenciado de Contratação) – no qual a construtora realiza o projeto e executa o serviço – teria solicitado um replanilhamento da obra, mesmo sem ter iniciado o serviço.

“Com muita responsabilidade, Miguel Coelho pagou pelo projeto que foi R$ 60 mil e está fazendo um destrato para licitar novamente, mas em um sistema que não é RDC, somente para execução da obra”, disse.

Inclusão de membro LGBT no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Petrolina é vetada em votação apertada

Por 8 votos a 5, emenda foi rejeitada. Projeto passou por unanimidade (Foto: Blog Waldiney Passos)

A emenda aditiva apresentada pelo vereador Gilmar Santos (PT) ao projeto de Lei nº 039/2019, de Maria Elena de Alencar (PRTB), na sessão de quinta-feira (9), na Casa Plínio Amorim foi rejeitada por 8 votos a 5, após um longo debate marcado por declarações polêmicas.

Votado em primeiro lugar, o projeto que amplia o número de integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher para 24 – sendo 12 titulares e 12 suplentes passou por 18 a zero. A emenda de Gilmar – que teve apoio da autora do projeto – acabou rejeitada no plenário em uma votação que durou horas.

“Vamos votar na emenda que garante da mulher lésbica, a presença LGBT no Conselho. Está provado que homens e mulheres, diante de suas opções sexuais não representam nenhum mal, assumir sua preferência sexual e em que isso pode atingir a criação dos nossos filhos e da nossa família? Não precisa ser de esquerda, é uma questão de natureza e nós temos esse compromisso de particularizar os problemas e as dificuldades das pessoas”, disse Elena.

Membros da Situação reforçaram importância da emenda

Autor da emenda, Gilmar lembrou que o voto contrário dos vereadores governistas mostra uma contradição de interesses já que o prefeito Miguel Coelho trabalha com políticas de inclusão dos LGBTs na gestão municipal. “O que a vereadora está propondo é que mais mulheres sejam representadas. A mulher não é igual, existe a mulher rica e a mulher pobre, tem a mulher branca e a negra, assim como tem a mulher hétero e a mulher que se relaciona com mulher. A emenda de minha autoria é para que as mulheres LGBT possam debater seus direitos”, disse.

LEIA MAIS
1234