Nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje

Cerca de 3,4 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em julho poderão sacar a última parcela do benefício a partir desta sexta-feira (15). Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,4 bilhões para esse público nos ciclos 5 e 6 de pagamentos.

Desse total, cerca R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 200 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

LEIA MAIS

Caixa deposita FGTS emergencial para nascidos em outubro

Aplicativo Caixa Econômica Federal- FGTS.

A Caixa Econômica Federal vai depositar nesta terça-feira (8) o FGTS emergencial para os nascidos em outubro. O valor máximo disponível é de um salário mínimo (R$ 1.045).

O valor poderá ser utilizado para o pagamento de contas, boletos e realização de compras pelo aplicativo Caixa Tem.

Quem preferir sacar o dinheiro em espécie ou transferir para outra conta bancária precisa esperar até o dia 31 de outubro. A Caixa decidiu criar dois calendários diferentes para cada mês de aniversário para evitar aglomerações em agências.

O valor máximo do saque é de R$ 1.045, mas varia de acordo com o saldo total que a pessoa tem no fundo. A consulta ao benefício está disponível pelo app FGTS (Android e iOS), pelo internet banking da Caixa, pelo site oficial e pelo telefone 111. É possível checar o valor disponível e qual a data de disponibilização do FGTS.

Quem não quiser realizar o saque deve informar pelo aplicativo do FGTS com pelo menos 10 dias de antecedência da data prevista do crédito. Também é possível solicitar o desfazimento do crédito depois do depósito. Neste caso, o valor volta para a conta do FGTS do beneficiário.

Além disso, se a poupança social digital não sofrer movimentação até o dia 30 de novembro, os valores retornarão à conta FGTS do trabalhador, devidamente corrigidos.

Caixa credita, nesta segunda, saque emergencial do FGTS para nascidos em setembro

Aplicativo Caixa Econômica Federal- FGTS.

A Caixa credita nesta segunda-feira (31) o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para os trabalhadores nascidos em setembro.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

LEIA MAIS

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em agosto

Os trabalhadores nascidos em agosto começam a receber hoje (24) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

Anunciado como instrumento de ajuda aos trabalhadores afetados pela pandemia do novo coronavírus, o saque emergencial permite a retirada de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas no FGTS. O valor abrange tanto as contas ativas quanto as inativas.

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com cartão de débito virtual em sites e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras, com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

Liberação para saque

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 17 de outubro, para os trabalhadores nascidos em agosto. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador.

Até agora, a Caixa creditou o saque emergencial do FGTS para os trabalhadores nascidos de janeiro a julho. Os beneficiários nascidos em março tiveram o dinheiro liberado para saque no último sábado (22).

O pagamento está sendo realizado conforme calendário a seguir:

Orientações

A Caixa orienta os trabalhadores a verificar o valor do saque e a data do crédito nos canais de atendimento eletrônico do banco: aplicativo FGTS, site fgts.caixa.gov.br e telefone 111 (opção 2). Caso o trabalhador tenha direito ao saque emergencial, mas não teve a conta poupança digital aberta automaticamente, deverá acessar o aplicativo FGTS para complementar os dados e receber o dinheiro.

O banco alerta que não envia mensagens com pedido de senhas, dados ou informações pessoais. Também não envia links nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Cancelamento do crédito automático

O trabalhador poderá indicar que não deseja receber o saque emergencial do FGTS até 10 dias antes do início do seu calendário de crédito na conta poupança social digital, para que sua conta do FGTS não seja debitada.

Caso o crédito dos valores tenha sido feito na poupança social digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 30 de novembro de 2020, os valores corrigidos serão retornados à conta do FGTS.

Caixa abre agências neste sábado para saques de auxílio emergencial e de até R$ 1.045 do FGTS

Neste sábado (8), a Caixa Econômica Federal vai abrir 770 agências no país, das 8h ao meio-dia, para pagamentos de auxílio emergencial e saques de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia (FGTS).

Cerca de 3,8 milhões de pessoas nascidas em abril poderão sacar o auxílio emergencial em dinheiro a partir de agora. Neste caso, o dinheiro está depositado nas contas poupanças sociais digitais desde 31 de julho.

LEIA MAIS

Nascidos em junho podem sacar FGTS nesta segunda-feira; veja o que você tem que fazer

(Foto: Ascom)

Trabalhadores nascidos no mês de junho vão poder fazer o Saque Emergencial do FGTS a partir desta segunda-feira (3). Nessa nova etapa de pagamento, a Caixa Federal vai liberar um total de R$ 3,2 bilhões em recursos, de acordo com o banco. O objetivo é auxiliar financeiramente os profissionais afetados pela pandemia do novo coronavírus. A previsão é que essa liberação movimente, durante todo o calendário, mais de R$ 37,8 bilhões. Cerca de 60 milhões de brasileiros terão direito ao saque.

O pagamento do Saque Emergencial do FGTS é realizado por meio de crédito em Conta Poupança Social Digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores. O valor saque é de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas contas ativas ou inativas com saldo no FGTS.

Segurança

A Caixa alertou que não envia mensagens com solicitação de senhas, dados ou informações pessoais pelo celular. Também não envia links ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Calendário

O calendário foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador e contém a data que corresponde ao crédito dos valores na conta poupança social digital, quando os recursos poderão ser utilizados em transações eletrônicas, além da data a partir de quando os recursos estarão disponíveis para saque em espécie ou transferência para outras contas.

Nascidos em: 

Julho

  • Saque em 10/08

Agosto

  • Saque em 24/08

Setembro

  • Saque em 31/08

Outubro

  • Saque em 08/09

Novembro

  • Saque em 14/09

Dezembro

  • Saque em 21/09

Os trabalhadores nascidos de janeiro a maio e que possuem direito ao Saque Emergencial do FGTS tiveram seus valores creditados na Poupança Social Digital conforme o calendário. Os valores creditados podem ser consultados pelo aplicativo Caixa Tem.

Ainda não recebi, o que faço?

Para receber o Saque Emergencial do FGTS, é preciso estar com os dados cadastrais atualizados. Os trabalhadores nascidos entre os meses de janeiro e maio que ainda não receberam devem acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais e solicitar a abertura da Conta Poupança Social Digital. O valor e a data do crédito serão informados em seguida.

>> Saque imediato do FGTS deve ser declarado no Imposto de Renda

A movimentação do valor do saque emergencial poderá, inicialmente, ser realizada por meio digital com o uso do aplicativo Caixa Tem, sem custo, evitando o deslocamento das pessoas até as agências. Logo após o crédito dos valores, será possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code. O trabalhador também poderá realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral.

 Consulta

  • Site fgts.caixa.gov.br;
  • Central de Atendimento Caixa 111;
  • Internet Banking Caixa;
  • Caixa Tem;
  • APP FGTS.

Não quero receber

Se o trabalhador não quiser receber o saque emergencial, pode informar essa opção pelo App FGTS com pelo menos 10 dias antes da data prevista para o crédito na Conta Poupança social digital, conforme o calendário. A solicitação de desfazimento do crédito do saque emergencial não pode ser desfeita.

Caiu na conta, sou obrigado a receber?

Não. Caso não haja movimentação na conta poupança social digital até 30/11/20, o valor será devolvido à conta FGTS com a devida remuneração do período, sem nenhum prejuízo ao trabalhador. Se, após esse prazo, o trabalhador decidir fazer o saque emergencial, poderá solicitar pelo App FGTS até 31/12/2020.

Abono salarial do PIS/Pasep começa a ser pago nesta quinta-feira

(Foto: Internet)

O abono salarial 2020/2021 de até R$ 1.045 começa a ser pago nesta quinta-feira (16) a trabalhadores nascidos em julho (PIS) ou com benefício final 0 (Pasep), que não tenham conta nos bancos estatais. Os que têm conta na Caixa ou Banco do Brasil já tiverem o benefício depositado.

O calendário de pagamentos segue até o dia 31 de julho de 2021, para quem não tem conta nos bancos estatais, de acordo com o mês de nascimento para inscritos no PIS (Programa de Integração Social), ou número de inscrição dos beneficiários associados ao Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público).

Para ter direito ao abono de até um salário mínimo (R$ 1.045), é necessário ter trabalhado formalmente com remuneração média de até dois salários mínimos, estar cadastrado no PIS/Pasep sistema há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

A quantia que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2019. e vai variar de R$ 88 (para quem trabalhou por um mês) a R$ 1.045 (para quem trabalhou por todos os 12 meses), conforme a proporção do salário mínimo vigente na data do pagamento.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o PIS ainda neste ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021. Os servidores públicos com o final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também recebem este ano. Já as inscrições com o final entre 5 e 9, no próximo ano.

O calendário de pagamento para trabalhadores da iniciativa privada que recebem pela Caixa leva em consideração o mês de nascimento. A partir desta quinta, recebem os nascidos em julho.

Calendário do abono do PIS de 2020/2021 — Foto: Diário Oficial da União

Calendário do abono do PIS de 2020/2021 — Foto: Diário Oficial da União

Para servidores públicos que recebem pelo Banco do Brasil, o calendário de pagamento leva em consideração o número final da inscrição. A partir desta quinta, recebem os que têm final da inscrição 0.

Calendário do abono do Pasep de 2020/2021 — Foto: Diário Oficial da União

Calendário do abono do Pasep de 2020/2021 — Foto: Diário Oficial da União

Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro

(Foto: Internet)

A  Caixa inicia, nesta segunda-feira (29), o pagamento do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), para trabalhadores nascidos em fevereiro. O novo saque tem como objetivo enfrentar o estado de calamidade pública em razão da pandemia da covid-19. No total, serão liberados, de acordo com todo o calendário, mais de R$ 37,8 bilhões, para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores.

O pagamento do saque emergencial será realizado por meio de crédito na Conta Poupança Social Digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores. O valor do saque emergencial é de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas ativas ou inativas com saldo no FGTS.

LEIA MAIS

Auxílio Emergencial: Caixa libera 2ª parcela do auxílio a todos nesta segunda-feira

A Caixa Econômica Federal libera nesta segunda-feira (15) os saques do auxílio emergencial a todos os que já receberam o depósito na poupança social digital . Antes separadas por mês de nascimento dos beneficiários, as retiradas agora são para todos até, pelo menos, a oficialização do início da terceira parcela aos que não são inscritos no Bolsa Família – que podem sacar a partir de quarta (17) , seguindo o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

Depositada a todos os beneficiários do auxílio que não tiveram os R$ 600 (ou R$ 1.200, no caso de mães solteiras) aprovados com atraso até o último sábado (13), a segunda parcela tem agora o saque liberado a todos que já receberam o dinheiro na conta.

Originalmente, o auxílio emergencial previa o pagamento de três parcelas de R$ 600 a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados que não recebem seguro-desemprego , integrantes do Bolsa Família e pessoas de baixa renda, mas o governo já confirmou que vai ampliar o número de parcelas . Em vez de três, a tendência é que sejam cinco, mas que a quarta e a quinta parcelas sejam menores, de R$ 300 cada. O governo ainda não oficializou a ampliação com redução do valor.

A terceira parcela, ainda de R$ 600, é liberada primeiro para os integrantes do Bolsa Família , na quarta (17). Os primeiros a poderem sacar são os que têm NIS final 1.

Na prática, serão três calendários da terceira parcela, assim como ocorreu com a segunda: um destinado ao pagamento do auxílio para os beneficiários do Bolsa Família, outro com as datas do crédito em conta digital para os informais e o último, com a autorização do saque dos recursos em espécie ou transferência para outras contas na Caixa ou em outros bancos, de acordo com o mês de aniversário. Neste caso, o cronograma deve se estender até julho.

Veja calendário da 3ª parcela do auxílio para quem é do Bolsa Família:

  • 17 de junho: Nis final 1;
  • 18 de junho: Nis final 2;
  • 19 de junho: Nis final 3;
  • 22 de junho: Nis final 4;
  • 23 de junho: Nis final 5;
  • 24 de junho: Nis final 6;
  • 25 de junho: Nis final 7;
  • 26 de junho: Nis final 8;
  • 29 de junho: Nis final 9; e
  • 30 de junho: Nis final 0.

 

 

Auxílio emergencial: Caixa divulga calendário para novos aprovados

A Caixa Econômica Federal divulgou neste sábado (13/06) o calendário de pagamento da primeira parcela do auxílio emergencial para os novos aprovados para receber o benefício. Mais de 4,9 milhões pessoas foram incluídas recentemente no rol de brasileiros que terão acesso aos R$ 600.

O montante do repasse é de R$ 3,2 bilhões. Para receberem os recursos, os inscritos deverão seguir o calendário estipulado pelo banco referente ao mês de aniversário dos beneficiários.

Na última sexta-feira (12/06), o Ministério da Cidadania informou que os novos créditos serão feitos na próxima terça-feira (16/06), para os nascidos entre janeiro e junho.

Na quarta (17/06), o banco pagará o benefício para aqueles que fazem aniversário entre julho e dezembro. Quem entrou com o pedido do auxílio emergencial pode acompanhar sua solicitação aqui.

Veja se você tem direito ao saque da segunda parcela do auxílio emergencial nesta quarta

O saque em espécie e a transferência para outros bancos, que não seja a Caixa Econômica Federal, da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 fica disponível para as pessoas nascidas no mês de abril nesta quarta-feira (3). Ao todo, são 2,7 milhões, que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), não fazem parte do Bolsa Família.e receberam a primeira parcela do benefício até o dia 30 de abril. O pagamento para este grupo teve início no último sábado (30), para os nascidos em janeiro, e segue até o dia 13 de junho, para os nascidos em dezembro.

Quem pode sacar o auxílio nesta terça já havia recebido o valor anteriormente, e só poderia utilizá-lo para o pagamento de contas, boletos e compras através do cartão de débito virtual. Para quem recebeu a primeira parcela em outra conta, o dinheiro será transferido automaticamente na data de liberação para o saque e transferências. Todos os beneficiários do Bolsa Família já receberam a segunda parcela do auxílio e aguardam, agora, o calendário para o saque da terceira parcela. Para os novos aprovados, que receberam a primeira parte do dinheiro em maio, a Caixa Econômica Federal ainda não divulgou quando estará disponível a segunda parte do auxílio.

“A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 14h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente. O banco fechou parceria com cerca de 1.200 prefeituras em todo o país para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas”, informou a Caixa, em nota.

Calendário de saque da segunda parcela do auxílio emergencial:

– 3 de junho (quarta-feira) – para pessoas nascidas em abril;

– 4 de junho (quinta-feira) – para pessoas nascidas em maio;

– 5 de junho (sexta-feira) – para pessoas nascidas em junho;

– 6 de junho (sábado) – para pessoas nascidas em julho;

– 8 de junho (segunda-feira) – para pessoas nascidas em agosto;

– 9 de junho (terça-feira) – para pessoas nascidas em setembro;

– 10 de junho (quarta-feira) – para pessoas nascidas em outubro;

– 12 de junho (sexta-feira) – para pessoas nascidas em novembro;

– 13 de junho (sábado) – para pessoas nascidas em dezembro.

Caixa paga hoje (19) primeira e segunda parcelas de auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal paga hoje (19) a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 a beneficiários do programa Bolsa Família e a primeira parcela para cadastros recentemente aprovados de trabalhadores informais ou pessoas de baixa renda nascidos em janeiro. Ao todo, cerca de 50 milhões de pessoas estão inscritas para receber o auxílio emergencial. O benefício é pago a trabalhadores informais e pessoas de baixa renda, inscritos do cadastro social do governo e no Bolsa Família.

No caso do Bolsa Família, o calendário está dividido conforme as datas habituais de pagamento para quem integra o programa. Para as demais pessoas, o pagamento será de acordo com o mês de nascimento. Os primeiros a receber a segunda parcela foram os beneficiários do Programa Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) final 1, ontem. Hoje é a vez dos beneficiários com NIS final 2.

LEIA MAIS

Caixa começa a pagar hoje saque-aniversário do FGTS

(Foto: Arquivo)

Os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro que aderiram ao saque-aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) podem ter acesso ao dinheiro a partir de hoje (1º). Essa modalidade permite a retirada de parte do saldo de qualquer conta ativa ou inativa do fundo a cada ano, no mês de aniversário, em troca de não receber parte do que tem direito em caso de demissão sem justa causa.

O dinheiro poderá ser retirado até 30 de junho. O valor a ser liberado varia conforme o saldo de cada conta em nome do trabalhador. Além de um percentual, ele receberá um adicional fixo, conforme o total na conta. O valor a ser sacado varia de 50% do saldo sem parcela adicional, para contas de até R$ 500, a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil.

Ao retirar uma parcela do FGTS a cada ano, o trabalhador deixará de receber o valor depositado pela empresa caso seja demitido sem justa causa. O pagamento da multa de 40% nessas situações está mantido. As demais possibilidades de saque do FGTS – como compra de imóveis, aposentadoria e doenças graves – não são afetadas pelo saque-aniversário.

LEIA MAIS

Abono salarial do PIS/Pasep começa a ser pago hoje

(Foto: Ilustração)

Os últimos beneficiários do calendário 2019/2020 dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) recebem o abono salarial a partir de hoje (19). O prazo máximo para sacar os recursos é 30 de junho de 2020.

Quem é cliente da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil recebeu os recursos por meio de crédito automático no último 17.

O pagamento do PIS para trabalhadores da iniciativa privada é feito pela Caixa, e do Pasep, para servidores públicos, pelo Banco do Brasil.

LEIA MAIS

Prazo para saque de R$ 998 do FGTS encerra no dia 31 deste mês

Aplicativo Caixa Econômica Federal- FGTS.

Quem ainda não fez o saque imediato de até R$ 998 do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), precisa ficar de olho e se programar: o prazo para retirar o dinheiro é até o dia 31 deste mês. Pelo saque imediato, trabalhadores podem retirar até R$ 998 de cada conta do fundo de garantia, seja ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos antigos).

O valor do saque será determinado de acordo com quanto havia na conta do trabalhador no dia em que a medida provisória que liberou o dinheiro começou a valer. Ou seja, quem tinha até R$ 998 na conta em 24 de julho de 2019, pode sacar todo o dinheiro da conta. Já quem tinha mais de R$ 998 na conta de 24 de julho de 2019, pode sacar R$ 500 da conta.

LEIA MAIS
123