Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Prefeitura de Petrolina alerta sobre imunização contra o sarampo

A indicação é utilizar a vacina tríplice viral, que evita, além do sarampo, a rubéola e a caxumba.

O Brasil perderá o certificado de erradicação do sarampo após a confirmação de mais um caso endêmico dentro do território brasileiro em 23 de fevereiro no Pará. As informações foram divulgadas pelo Ministério da Saúde na última terça-feira (19).

Por isso, a prefeitura de Petrolina destaca a importância da imunização de crianças e adultos no sentido de atualizar sua situação vacinal e ficarem protegidos. A falta de vacinação, principalmente em crianças, é um fator determinante para a reintrodução do vírus do sarampo no Brasil.

A vacina é disponibilizada pelo Ministério da Saúde a todos os municípios por meio das Regionais de Saúde. Em Petrolina, a vacina é dispensada pela VIII Geres e está disponível em todas as unidades de saúde do município.

A indicação é utilizar a vacina tríplice viral, que evita, além do sarampo, a rubéola e a caxumba. A vacina tríplice viral deve ser aplicada em crianças com 12 meses, além do reforço aos 15 meses com a tetra viral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela).

LEIA MAIS

Brasil perderá certificado de eliminação do sarampo

O que antes era apenas uma possibilidade agora é realidade. Ao registrar mais um caso de sarampo no dia 23 de fevereiro o Brasil perderá o certificado de eliminação da doença. Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), a perda do certificado será concretizada em até duas semanas.

LEIA TAMBÉM:

Brasil pode perder certificado de erradicação do sarampo

Em resposta às OPAS, o Ministério da Saúde informou que irá colocar em prática um plano para recuperar o título de país livre da doença, concedido em 2016. Entre as medidas analisadas estão a ampliação do turno de postos de saúde. A Organização Pan-Americana de Saúde avalia que a perda do certificado deverá ocorrer dentro de duas semanas.

LEIA MAIS

Brasil pode perder certificado de erradicação do sarampo

Uma conquista obtida pelo Brasil há três anos pode ser retirada por problemas na cobertura vacinal. Com surto de sarampo no Amazonas, Roraima e Pará, o país se encaminha para perder o certificado de erradicação da doença. A informação foi confirmada pelo próprio ministro da Saúde.

O certificado de erradicação é retirado quando se registra a transmissão da doença durante um ano. Segundo Luiz Henrique Mandetta em 2019 há riscos na Bahia, o que pode agravar ainda mais a situação. Dados preliminares do ministério indicam que metade das cidades não atingiu a meta de cobertura vacinal, igual ou superior a 95%.

A data-limite é a próxima segunda-feira, dia 18/02. No Pará, por exemplo, 83,3% dos municípios não atingiram a meta de vacinação, em Roraima o número é de 73,3% e no Amazonas, 50%. De acordo com Mendetta, a baixa cobertura vacinal não se resume ao sarampo, compreendendo também difteria e pólio. Com informações de O Estado de São Paulo.

Juazeiro bate meta de vacinação contra poliomielite e sarampo

Em Juazeiro, a SESAU lembra que as vacinas ficam disponíveis nas UBS tanto da sede como interior. (Foto: ASCOM)

Juazeiro contabilizou a aplicação de 14.146 doses de poliomielite fechando 95.94% e 14.012 doses aplicadas de sarampo totalizando 95.03%. O público alvo eram crianças de um ano a quatro anos, 11 meses e 29 dias.

A campanha nacional de vacinação teve início no dia 06 de agosto com objetivo imunizar as crianças na faixa etária descrita como maneira de proteção devido surto de sarampo que o país está vivendo no Amazonas e em Roraima.

As Unidades Básicas de Saúde da zona urbana estiveram abertas neste sábado das 08h às 12h e registraram grande movimentação. A UBS dos residenciais Juazeiro I, II e III teve movimentação contínua durante todo o dia.

Para o pedreiro Franksmaicon da Silva o sábado é uma oportunidade única para quem trabalha durante toda a semana. “Durante a semana é muito corrido, nem eu e nem a mãe dele temos tempo. Quando soube que o posto estaria aberto para vacinar vim logo proteger meu filho”, explicou.

LEIA MAIS

Petrolina ultrapassa meta de vacinação contra pólio e sarampo

(Foto: ASCOM)

O município de Petrolina (PE) tem um excelente motivo para comemorar: antes mesmo do final da campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo, na última sexta-feira (31/08), o município já havia ultrapassado a meta de 95% estipulada pelo Ministério da Saúde.

Os números finais registraram 21.612 doses aplicadas para a pólio, um percentual de 97,13% e 21. 761 para o sarampo, o que representa 97,8% de crianças vacinadas para essas graves doenças que registraram novos casos em diversos estados do Brasil.

As estratégias desenvolvidas pela Prefeitura de Petrolina, em conjunto com a Vigilância em Saúde e Atenção Básica à Saúde foram decisivas para o sucesso da campanha. “Levar as vacinas para as creches e escolas municipais, onde havia o maior número de crianças do público- alvo foi essencial para conseguirmos imunizá-las e protegê-las contra esses agravos. Os pais e responsáveis também estão de parabéns por terem entendido a importância da vacinação”, afirmou a secretária-executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

As vacinas contra a poliomielite e o sarampo fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação, disponibilizadas gratuitamente pelo SUS em todas as salas de vacina do município. Manter o cartão de vacinação atualizado, seja criança ou adulto, é fundamental para a prevenção de graves doenças. Procure o posto de saúde mais próximo e se informe sobre quais vacinas estão disponíveis para cada faixa etária.

Pernambuco atinge 100% de imunização do público infantil na campanha contra sarampo e pólio

(Foto: ASCOM)

A campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e sarampo foi encerrada na sexta-feira (31) em todo país e Pernambuco conseguiu atingir 100% do público infantil, formado por crianças de 1 ano e menores de 5. Juntamente com o estado, apenas outros quatro tiveram esse número positivo.

Entretanto, mesmo com o índice positivo, 28 municípios pernambucano não atingiram a meta para pólio e 27 para sarampo. Para essas cidades, o Ministério da Saúde (MS) recomendou a realização de um novo Dia D de imunização nesse sábado (1).

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, São Bento do Una, Lagoa dos Gatos, Santa Cruz, Santa Filomena e Belém de Maria são algumas das localidades com percentuais mais baixos em relação à vacinação contra o sarampo e pólio com percentuais entre 80% e 70% de proteção infantil no mês de agosto.

Secretaria de Saúde de Juazeiro realiza novo Dia D da campanha de vacinação contra o Sarampo e Poliomielite

(Foto: Ilustração)

No próximo sábado, 1° de setembro, a Secretaria da Saúde do Município estará realizando mais um dia ‘D’ da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo e Poliomielite. A vacina é disponibilizada para crianças com idade de um ano e com quatro anos, 11 meses e 29 dias.

Todas as Unidades Básicas de Saúde da sede estarão abertas das 08h até às 12h, para receber novamente esse público. No município, a campanha teve início no dia 06 de agosto.

A ação segue a orientação do Ministério da Saúde, que recomenda um novo dia ‘D’ para os municípios que não conseguiram atingir a meta. Juazeiro hoje conta com 68% das crianças pertencentes ao grupo apto à vacinação, totalizando 10 mil crianças vacinadas, mas ainda faltam cerca de 4.700 para serem vacinadas.

LEIA MAIS

Somente 74 municípios de Pernambuco atingiram meta de imunização contra sarampo e pólio

(Foto: Divulgação)

Essa sexta-feira (31) é o último dia para as crianças se imunizarem contra o sarampo e a poliomielite. Desde 6 de agosto 544.178 meninos e meninas entre um ano e menores de cinco em Pernambuco já foram vacinados.

No entanto, apesar do bom número a  Secretaria Estadual de Saúde (SES) afirma que, somente 74 dos 185 municípios do Estado atingiram a meta mínima de vacinação, de 95%.

De acordo com a SES, 34.146 crianças ainda precisam receber as doses contra a pólio e 35.721 devem ser imunizadas contra o sarampo. O Ministério da Saúde organiza neste sábado (1º) um novo Dia D nos municípios de todo o Brasil que ainda não atingiram a meta.

Com baixa procura por vacina, prefeitura alerta para campanha contra pólio e sarampo

As vacinas estão disponíveis para crianças de 1 a menores de 5 anos em todas as unidades de saúde do município. (Foto: ASCOM)

Próximo do fim da campanha de vacinação contra pólio e sarampo, que termina nesta sexta-feira (31), a Prefeitura de Petrolina fez um alerta aos pais que ainda não vacinaram seus filhos e divulgou os números da cobertura vacinal.

De acordo com os dados, até o início da tarde desta segunda-feira (27), foram registradas 14.374 doses de vacinas da poliomielite, que corresponde a 64,6% do público-alvo. E das vacinas tríplice viral, que protegem contra sarampo, rubéola e caxumba, foram registradas 13.771 crianças vacinadas, correspondendo a 61,89% do público-alvo. No entanto, a estimativa do Ministério da Saúde é que pelo menos 95% das 22.550 crianças entre 1 e menores de 5 anos sejam vacinadas.

A Secretaria de Saúde tem percorrido as creches da cidade em busca das crianças que precisam se imunizar. “Desde o início da campanha, temos desenvolvido a estratégia de percorrer as creches municipais para atingirmos o público-alvo, já que a vacina é a maior garantia de prevenção de doenças sérias como a pólio e o sarampo”, explicou a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

Confira o cronograma de vacinação

  • 29/08 – CMEI Nova Petrolina
  • 30/08 – Creche Vó Engrácia
  • 30/08 – Creche Nossa Senhora Auxiliadora
  • 31/08 – CMEI Dr. Washington Barros

As vacinas estão disponíveis para crianças de 1 a menores de 5 anos em todas as unidades de saúde do município. Na zona urbana, o funcionamento é das 7h às 17h, e na zona rural, das 7h às 13h. É necessário levar o cartão de vacinação da criança e cartão SUS.

Vacinação contra sarampo e pólio já ultrapassa mais da metade da meta em Cabrobó

Vacinação em Cabrobó tem apresentado bons números. (Foto: ASCOM)

A campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite vem tendo um balanço positivo em Cabrobó (PE), conforme o coordenador do Programa Nacional de Vacinação no município, Renato Sales. São mais de 1330 crianças já imunizadas, entre 1 e menos de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

Essa é a faixa etária preconizada pelo Ministério da Saúde e a meta é imunizar 95% desse público alvo que em Cabrobó, ultrapassa as 2500 crianças. “Estamos indo bem e o reforço na vacinação chegará semana que vem às escolas da zona urbana. Na zona rural, nossas equipes já estão vacinando. Falta pouco mais de 980 crianças para superar a meta de 95% do ministério até 31 de agosto”, conta o coordenador do PNI em Cabrobó, alertando aos pais para não esquecerem a caderneta de vacinação quando forem vacinar as crianças.

Dia D

Renato também avaliou como muito positivo o balanço do dia D de vacinação realizado no sábado, 18, em Cabrobó. A Prefeitura Municipal, por meio da secretaria de Saúde, programou uma verdadeira festa para atrair os pais e as crianças às unidades básicas de saúde que estavam todas abertas para vacinar.

“Imunizamos 206 crianças no sábado, com todo o reforço e o envolvimento das equipes e dos profissionais de saúde de nossa cidade. Foram aplicadas as vacinas vop, de combate à pólio, e tríplice viral que imuniza contra o sarampo”, concluiu Renato  Sales.

Juazeiro chega a mais de sete mil doses aplicadas contra sarampo e poliomielite após Dia D de vacinação

A SESAU informou que as vacinas dentro da campanha estão disponíveis em todas as unidades de saúde até o dia 31 de agosto. (Foto: ASCOM)

Os pais compareceram às unidades básicas de saúde de Juazeiro no último sábado (18) levando seus filhos para receberem a vacinação contra a poliomielite e o sarampo. As 58 unidades de saúde de Juazeiro abriram as portas para a campanha de vacinação bem ornamentadas e atrativas para receber o público da campanha que são crianças na faixa etária de 1 ano a menores de 5 anos.

A estudante de jornalismo Jéssica Lima não perdeu tempo e levou seu filho de 3 anos até a unidade do Bairro Angari. “sabendo da importância que a vacinação tem para proteção do meu filho não pensei duas vezes em trazê-lo para vacinar. Mesmo com a caderneta em dia é sempre bom estarmos atentas para com as medidas preventivas” explicou.

Outra mãe que esteve bem cedo na unidade foi Sara Ribeiro levando sua filha Melina de 3 anos e falou sobre a importância da vacina. “Uma coisa que sempre prezo é pela proteção da minha filha e essa é uma grande oportunidade de vacinar os filhos em um sábado, principalmente para nós que trabalhamos durante o dia no horário comercial e não podemos ir até a unidade para vacinar. Todos os pais precisam ver dessa forma”, concluiu.

LEIA MAIS

Pernambuco confirma dois primeiros casos de sarampo desde 2014

Os dois primeiros casos de sarampo em Pernambuco desde 2014 foram confirmados esta sexta-feira (17) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE).

Um homem de 27 anos com histórico de viagem para Manaus, capital do Amazonas, região onde circula o vírus, e uma sobrinha de 2 anos que mora com ele no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, são as ocorrências confirmadas.

Os dois pacientes, outros dois membros da mesma família e uma funcionária estão sob monitoramento da secretaria e outros órgãos responsáveis. Amostras de sangue foram coletadas e encaminhadas para exames laboratoriais na Fundação Oswaldo Cruz do Rio de Janeiro (Fiocruz-RJ), que confirmou a doença no tio e na sobrinha.

LEIA MAIS

Pernambuco confirma primeiros casos de sarampo desde 2014

(Foto: Internet)

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou os dois primeiros casos de sarampo no estado. Um homem de 27 anos que viajou a Manaus (AM) e sua sobrinha de dois anos são os pacientes que entraram na estatística de 2018.

Outros membros da família e uma funcionária estão sendo monitorados pela SES. Todos já tiveram amostras de sangue enviados para a Fundação Oswaldo Cruz, (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

De acordo com a secretaria, o tio e a sobrinha não comprovaram a vacinação contra o sarampo. Em 2018, Pernambuco notificou até esta sexta 102 casos suspeitos de sarampo, sendo 30 no Recife, de acordo com a SES-PE.

Desse total, 48 foram descartados e estes foram os dois primeiros confirmados. Os demais casos seguem em investigação.

Prefeitura divulga dados de vacinação de pólio e sarampo da primeira semana de campanha

No próximo sábado (18), será o dia D da campanha contra pólio e sarampo. (Foto: ASCOM)

Em Petrolina, a prefeitura tem intensificado as ações de conscientização sobre a importância da vacina contra pólio e sarampo. O esforço da Secretaria de Saúde é porque apenas 10% do público-alvo procurou a imunização na primeira semana da campanha que começou no último dia 6 de agosto. Até 31 de agosto, último dia da campanha, o município precisa imunizar 22.550 crianças entre 1 ano e menores de 5 anos.

O balanço feito pelo Programa Municipal de Imunização de Petrolina na tarde de sexta-feira (10) registrou 2.349 doses para a vacina contra pólio e 2.268 para a vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba.

Vale lembrar que a campanha é indiscriminada, ou seja: toda criança inserida no público-alvo deverá ser imunizada. É importante levar o cartão de vacinação para que seja analisada a situação vacinal de cada uma.

A campanha iniciada pelo Ministério da Saúde visa imunizar contra duas doenças que já estavam erradicadas do país, e, infelizmente, voltaram a apresentar registros de casos em alguns locais do Brasil.

LEIA MAIS

Secretaria de Saúde de Pernambuco alerta para risco de reintrodução do sarampo no estado

(Foto: Ilustração)

Através de uma nota, a secretaria de Saúde de Pernambuco alertou aos municípios e cidadãos sobre o risco da reintrodução do sarampo no estado. Somente nesse ano, 63 casos da doença já foram notificados, dos quais 45 foram descartados e os demais seguem em investigação.

O sarampo já havia sido erradicado do país, mas segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o perigo de reintrodução está comprovado no Brasil.

Hoje a região Norte é o principal foco, reflexo da crise humanitária na Venezuela. Os venezuelanos estão migrando para os estados e contribuindo para o aumento das ocorrências. Já foram notificados 5404 casos no Amazonas (742 confirmados) e 443 casos em Roraima (com 280 confirmados).

Diante do quadro de reintrodução, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, através do informe, recomenda às Gerências uma série de estratégias que envolvem vigilância, investigação laboratorial e imunização.

O documento está disponível na internet e orienta os funcionários da saúde a notificarem de imediato qualquer ocorrência, que será investigada através dos exames recomendados. A imunização é outro ponto destacado pelo Governo de Pernambuco, para evitar novos casos. Crianças e adultos precisam ser vacinados.

12