Pernambuco: Determinação do Comando Geral da PM proíbe entrevistas “negativas”

Decisão é vista como censura às informações

O Comando Geral da Polícia Militar de Pernambuco restringiu as entrevistas de policias à imprensa de assuntos considerados “negativos” pela corporação. Uma portaria publicada na véspera de Natal determina que os PMs só repassem informações quando se tratarem de assuntos “positivos” ou “neutros”.

As “negativas” deverão ser repassadas ao Comando, que irá avaliar a possibilidade de entrevista. Outra mudança é o fim do repasse das imagens de presos aos jornalistas ou sua publicação nas redes sociais da PM.

As imagens a serem fornecidas devem mostrar, apenas, o material apreendido durante a ação policial militar, com respectivo banner institucional, e o local do fato a ser noticiado”, determina a norma. A Secretaria de Defesa Social (SDS) afirmou que não irá comentar a orientação do Comando. (Com informações do G1 PE).

2º BIEsp apreende celular com queixa de roubo

Além de celular, PM apreendeu dinheiro (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Na noite de sexta-feira (27) policiais do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp) apreenderam um celular com queixa de roubo no Alerta Celular. A PM fazia rondas no bairro José e Maria, em Petrolina, quando avistou um grupo de pessoas em atitude suspeita.

A polícia abordou o grupo e durante a revista foi encontrado com celular. Durante consulta ao sistema da Secretaria de Defesa Social (SDS), o aparelho apresentava queixa de roubo.

O celular foi apreendido, juntamente com R$ 340 em espécie. O proprietário do objeto, encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para tomada das medidas cabíveis.

Pernambuco: Bombeiros ganham novas ambulâncias, Sertão é contemplado

Araripina e Serra Talhada serão contempladas (Foto: Ascom/SDS)

O Governo de Pernambuco entregou cinco novos veículos ao Corpo de Bombeiros Militar do Estado. As Auto Bomba Tanque (ABT) reforçarão a frota em diversas localidades, inclusive no Sertão. Uma breve cerimônia realizada no Quartel do Comando Geral do CBMPE, no Centro do Recife marcou a entrega dos carros.

Foram investidos R$ 4,595 milhão, o CBMPE. Além dos ABT, cinco novos desencarceradores, equipamentos essenciais na retirada de vítimas presas entre ferragens reforçarão os bombeiros. Aqui na região Araripina e Serra Talhada são as contempladas.

Além dos dois municípios sertanejos, Garanhuns e Vitória de Santo Antão também receberão os veículos. “Com um investimento de mais de R$ 4,5 milhão, garantimos cinco viaturas de grande porte para combate a incêndio, oito novos botes salva-vidas, que também serão usados nos rios do interior, equipamentos de iluminação e desencarceradores. Há inclusive drone, que vai auxiliar não só o trabalho em locais de acidente, mas também de afogamento, levando os bombeiros a fazer um trabalho cada vez melhor para a população“, disse secretário Antonio de Pádua.

Pernambuco registra novo recorde na redução de roubos

(Foto Ilustrativa)

Pernambuco manteve em queda em relação ao número de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP). Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), o mês passado registrou 5.691 CVPs, enquanto houve 7.001 casos no mesmo período período, no ano passado.

Isto significa uma retração de 18,71%. Quando se leva em consideração os últimos 25 meses, o Estado têm o período mais longo de queda neste crime, desde a implantação do Pacto pela Vida, no ano de 2007. Para o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, os investimentos na ciência e tecnologia nas investigações têm ajudado nessa redução de crimes em Pernambuco.

“Estamos no 25º mês de redução no número de assaltos e roubos. Isso faz parte da política pública, do Pacto Pela Vida. Um conjunto de ações que ações que foi implantado em 2017 e 2018. Agora, em 2019, tivemos novas contrações e colocamos mais ações de inteligência nas atividades policiais. A Polícia Civil está investigando melhor. A gerência de Polícia Científica está investigando com mais celeridade e mais assertividade nos laudos policiais”, explica Antônio de Pádua.

“Se houver elementos suficientes, poderá ser instaurado um Procedimento Administrativo Disciplinar”, diz Corregedoria Geral sobre denúncia de Lucinha Mota

(Foto: Internet)

Em nota enviada ao Blog Waldiney Passos, a Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco informou que recebeu a denúncia de Lucinha Mota, mãe de Beatriz. Uma investigação particular da família da garota, aponta que agentes da Polícia Civil teriam atrapalhado as investigações do caso.

LEIA TAMBÉM:

Lucinha Mota protocola denúncia e deve participar de reunião com o governo de Pernambuco na tarde desta quarta-feira

Ainda de acordo com a Corregedoria, uma Investigação Preliminar será instaurada para apurar os fatos relatados na denúncia, as partes serão ouvidas, e documentos serão analisados. Caso a investigação aponte elementos suficientes, o órgão pode instaurar um Procedimento Administrativo Disciplinar contra os acusados. Confira a íntegra da nota:

“A Corregedoria Geral da SDS informa que recebeu a denúncia, na manhã de hoje, e será instaurada uma Investigação Preliminar (IP) para apurar os fatos relatados. Serão ouvidas as partes envolvidas e testemunhas, além da análise de documentos e outros materiais que colaborem com esclarecimentos.  Se houver elementos suficientes, poderá ser instaurado um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD).”

Pernambuco registra 246 homicídios em julho e soma 2.002 assassinatos em 2019

Pernambuco registrou 246 homicídios em julho, 27,9% a menos que os 341 computados no mesmo mês de 2018. Dos 185 municípios do estado, 21 não registraram crimes violentos letais nos sete primeiros meses do ano. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Defesa Social nesta quinta-feira (15).

Ao todo, foram notificados 2.002 assassinatos no estado entre janeiro e julho, o que representa uma redução de 23,7% se comparado aos 2.625 do mesmo período de 2018.

Em números absolutos, segundo a SDS, foi o julho com menos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em seis anos. Em 2013, foram registrados no mês 214 mortes do tipo.

O balanço aponta que, somente no Recife, foram registrados 40 assassinatos no sétimo mês do ano, 11 a menos que o ano anterior. Ao todo, foram 308 crimes do tipo registrados de janeiro a julho de 2019, contra 359 do mesmo período de 2018, na capital pernambucana.

Redução no interior

A região do Agreste apresentou a maior redução percentual ao se comprar os sete primeiros meses de 2019 e 2018. Neste ano, foram 506 assassinatos, contra 689 crimes do tipo no ano anterior. Já no Sertão, foram 223 registros neste ano, contra 301 no ano passado.

A Região Metropolitana do Recife, excluindo os dados da capital, soma 582 CVLIs em 2019. No ano anterior, havia notificado 785. Na Zona da Mata, foram de 491, em 2018, para 384 assassinatos nos sete meses de 2019.

Violência contra a mulher

Em julho, seis mulheres foram vítimas de feminicídio no estado, totalizando 34 mortes violentas do tipo no ano. Em 2018, de janeiro a julho, eram 42 casos contabilizados pela SDS. Entre os casos registrados em julho, está o de Mayara Estefanny Araújo, de 19 anos, que teve o corpo atingido por ácido sulfúrico jogado pelo ex-marido e por um amigo dele na Zona Norte do Recife, e morreu.

A legislação prevê penalidades mais graves para homicídios que se encaixam na definição de feminicídio – ou seja, que envolvam “violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher”. Os casos mais comuns desses assassinatos ocorrem por motivos como a separação.

O mês de julho também apresentou uma variação de 1,3% nas denúncias de violência doméstica contra a mulher, de 3.159 para 3.117 vítimas. Já quanto aos estupros, a variação das notificações chegou a menos 29% na comparação com julho de 2018, ao cair de 231 para 164 casos.

Cidades sem homicídios

Nos sete primeiros meses do ano, 21 municípios e um distrito não registraram CVLIs: Alagoinha, Brejinho, Cabrobó, Calçado, Cedro, Cumaru, Dormentes, Fernando de Noronha, Granito, Ipubi, Itacuruba, Palmeirina, Salgadinho, Saloá, Santa Terezinha, São Benedito do Sul, Serrita, Terezinha, Triunfo, Tupanatinga, Vertente do Lério, Xexéu.

Crimes contra o patrimônio

Houve 6.716 assaltos em Pernambuco registrados em julho de 2019, contra os 7.981 de seu equivalente em 2018. A redução também foi constatada nos roubos de celulares: de 3.038 telefones subtraídos de seus donos em julho de 2018, o número caiu para 2.457.

No sétimo mês do ano, a SDS registrou dois roubos a banco e um a carro-forte. Ao se comparar os meses de janeiro a julho de 2018 e 2019, houve uma redução de 47 para 16 ocorrências dessa modalidade criminosa.

Quanto a roubos de veículos, de janeiro a julho, foram registradas 7.700 queixas, contra 9.810 do ano anterior.

Comunidades indígenas do Sertão são contempladas com serviços sociais do Governo de Pernambuco

(Foto: Ascom)

O Governo de Pernambuco trouxe para Jatobá, no Sertão do Estado uma palestra e serviços gratuitos aos povos indígenas e quilombolas da Aldeia Brejo dos Padres. A ação faz parte do Programa Estadual de Proteção a Defensores e Defensoras de Direitos Humanos.

A ação é realizada em pareceria com a Secretaria de Defesa Social (SDS) e beneficiará, além das lideranças indígenas e quilombolas, protegidos e protegidas pelo PEPDDH, as comunidades do Território em Pankararu, localizado na cidade de Petrolândia, Jatobá e Tacaratu.

Durante toda tarde serão ofertados serviços gratuitos como emissão de segundas vias de certidões de nascimento, casamento e óbito.

Homicídios em Pernambuco têm redução de 27,6% no primeiro trimestre de 2019

Houve uma redução de 27,6% no número de homicídios em Pernambuco no primeiro trimestre de 2019. O balanço foi apresentado pela secretaria de Defesa Social (SDS), nessa segunda-feira (15). O estado contabilizou 896 homicídios entre 1º de janeiro e 31 de março deste ano, contra 1.237 em 2018.

Ainda segundo a SDS, o mês de março teve 316 ocorrências, somando 16 meses consecutivos com queda nos índices de violência em todas as regiões. A Zona da Mata teve maior queda nas queixas, 31,73% a menos que o ano passado.

Violência contra a mulher

Também houve diminuição nos crimes contra a mulher. Foram 49 assassinatos de mulheres entre janeiro e março deste ano. Outras três foram vítimas de feminicídio em março de 2019, uma redução de 57,1% em comparação ao mesmo período de 2018.

Número de homicídios apresenta redução de 33% em fevereiro, afirma SDS

(Foto: Ilustração)

O número de homicídios em Pernambuco no mês de fevereiro teve uma redução de 33,99%, afirmou a secretaria de Desenvolvimento Social (SDS). No mês passado foram contabilizados 275 casos, contra 416 no mesmo período de 2018.

De acordo com a SDS, do número total, 10 ocorrências foram de crime contra a mulher, menor índice já registrado desde 2004 quando o Governo de Pernambuco iniciou a atual metodologia de contagem dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Comparando-se a 2018, a redução foi de 61,5%, já que em fevereiro de 2018 foram registrados 26 crimes desse tipo. Três dos 10 óbitos foram classificados como feminicídios, quando a mulher é morta pela condição de gênero, reduzindo os índices ao menor desde 2017.

Regiões

Por regiões, a Zona da Mata teve a queda mais acentuada, diminuindo de 46 para 24 o número de queixas prestadas contra a mulher em comparação ao mesmo período do ano passado, uma diminuição de -10,71% dos casos. No Recife a redução foi de -29,41%, na Região Metropolitana -23,81% e o no Sertão, -35,56%. Com informações da Folha de Pernambuco.

Casos de violência contra a mulher são maiores no interior de Pernambuco

(Foto: Ilustração)

O Dia Internacional da Mulher, celebrado nessa sexta-feira (8) remete às conquistas sócio-políticas delas, mas também é um momento de reflexão. Em Pernambuco a data representa para o Poder Público um grande desafio, já que em 2018 os dados da violência contra esse grupo foram preocupantes.

De acordo com o monitoramento realizado pela secretaria de Defesa Social, no ano passado foram contabilizados 36.314 casos de violência doméstica e 2.522 ocorrências de estupro em todo Estado. O interior lidera negativamente e teve 18.074 ocorrências de violência doméstica e outros 1.371 de estupro.

Petrolina e municípios vizinhos

Petrolina terminou 2018 com 1.949 registros de violência doméstica – praticada por companheiro, cônjuge, filho ou parente da vítima. Araripina somou 315, Salgueiro 353, Lagoa Grande 61 e Ouricuri 186. Em relação aos casos de estupro, Petrolina teve 77, Araripina 19, Ouricuri somou 12 e Salgueiro 13.

SDS emite nota sobre a possível demissão do presidente do SINPOL

(Foto: TV Jornal/Reprodução)

Na última quarta-feira (6) o Blog Waldiney Passos publicou um matéria sobre a manifestação de Policiais Civis de todo o Brasil contra a demissão do presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL), Áureo Cisneiros. O protesto foi realizado na última quinta-feira (7), no Parque 13 de maio, em Recife (PE).

De acordo com o SINPOL, Áureo Cisneiros e demais diretores do sindicato, estão sendo vítimas de perseguições políticas por parte do Governo do Estado de Pernambuco, que teria ameaçado demitir o presidente do SINPOL.

LEIA TAMBÉM

Policiais Civis de todo o Brasil confirmam participação de ato contra a demissão de Áureo Cisneiros nesta quinta-feira

Áureo Cisneiros é eleito presidente da Federação Interestadual de Trabalhadores Policiais Civis do Nordeste

Para saber o posicionamento do Governo do Estado sobre as denúncias feitas pelo SINPOL, a equipe de Produção do Blog Waldiney Passos contactou a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, que por meio de nota não confirmou a demissão de Áureo Cisneiros, mas explicou a atual situação trabalhista do presidente do SIINPOL. Confira a nota na íntegra: 

Carnaval: SDS reforçará segurança no interior, Serra Talhada contará com Central Descentralizada

Carnaval 2018 em Petrolina foi custeado por empresa privada e segurança do município (Foto: Blog Waldiney Passos)

Os municípios do interior de Pernambuco terão a segurança reforçada no Carnaval 2019, afirmou o Governo do Estado. A secretaria de Defesa Social (SDS) informou na manhã dessa terça-feira (8) que será montado um sistema de operação descentralizado em Caruaru, no Agreste e outra em Serra Talhada, no Sertão.

As centrais serão subordinadas ao comando de Recife e terão o funcionamento similar ao esquema montado pela SDS no período de eleições. Segundo a pasta os municípios devem solicitar apoio para os festejos momescos até 31 desse mês, respeitando o prazo de 15 dias até a realização do carnaval.

“É para termos um controle. Não é viável do ponto de vista operacional tirar de um dia para o outro efetivos para atuar nessas ocasiões. Até para os organizadores, é bom saberem quantos policiais vão estar lá”, explica o secretário executivo da SDS, Humberto Freire.

Com informações da Folha de Pernambuco

Número de roubos tem queda de 11,55%, afirma SDS

Novembro registrou aproximadamente mil queixas de roubo a menos em Pernambuco quando comparado ao mesmo período de 2017. Os dados apresentados pela secretaria de Defesa Social (SDS) afirmam que no último mês foram contabilizados 7.415 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) contra 8.383 em 2017.

Isso representa uma redução de 11,55%, contabilizando assim o 15º mês consecutivo de queda. De acordo com a SDS, entre janeiro e novembro de 2018 houve uma queda de 24.957 nas queixas de roubos. O Sertão foi a região com a maior redução, totalizando 39,43% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Ocorrências

Nos dados apresentados pela SDS o roubo a celulares caiu 8%. Ações criminosas a carros e ônibus também caiu em 15,97% e 36%, respectivamente. Já os roubos contra agências bancárias, caixas eletrônicos e veículos de transporte de valores reduziram 24% de janeiro a novembro de 2018, registrando 65 roubos e furtos, 21 a menos se comparado ao mesmo período do ano passado.

Com informações da Folha de Pernambuco

Índices de homicídios em Pernambuco voltam a subir

No Sertão do estado a redução nos números desses crimes foi mínima.

Dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) nesta segunda-feira (15) mostram que os índices da taxa de homicídios voltaram a subir no estado nesse mês de setembro, saindo de 287 em agosto, para 320. Desde o início do ano, já foram registrados 3.232 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

Segundo balanço da secretaria, 72,5% dos crimes foram motivados por tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Em relação ao mesmo período do ano passado, o levantamento mostra uma diminuição de 22% desse tipo de crime, quando foram contabilizadas 4.143 ocorrências.

No Sertão do estado a redução nos números desses crimes foi mínima. Os municípios sertanejos somaram, em setembro de 2018, 51 ocorrências, apenas três a menos que no mesmo período de 2017.

Número de roubos diminui em Pernambuco, segundo levantamento da SDS

(Foto: SDS/Divulgação)

De acordo com um levantamento divulgado pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) na última quinta-feira (11), as estatísticas de roubos continuam caindo em todo o estado. Setembro de 2018 apresentou o menor patamar desse indicador dos últimos 41 meses. Na série histórica, somente abril de 2015 registrou número menor de investidas criminosas com o objetivo de subtrair bens e valores, o equivalente a 6.125 ocorrências. No mês passado, houveram  6.695 ocorrências, uma redução de 30,38% no comparativo com o mesmo período de 2017 – quando chegaram às polícias 9.617 queixas de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Com isso, já são 13 meses consecutivos de queda dos índices de assaltos, incluindo as investidas contra veículos, assalto a bancos, celulares e ônibus, no comparativo com os mesmos meses do ano anterior.

“Estamos, dia a dia, aperfeiçoando a prevenção e o combate a esse tipo de crime. Já colhemos resultados de programas e iniciativas inovadoras, a exemplo do projeto Koban, em Boa Viagem (PE), do programa Alerta Celular, das forças-tarefa Coletivas, Bancos e Cargas. E vamos ampliar e fortalecer essas atuações integradas, com uso de inteligência policial, parceria com a comunidade e estratégias que retirem criminosos de circulação e ataquem a raiz e a motivação dessas práticas. Somente em 2018, mais de 25 mil pessoas foram presas em flagrante pelas polícias”, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

No acumulado de janeiro a setembro deste ano, a retração alcançou -23,73% quando esse intervalo é comparado com seu equivalente em 2017. De 95.062 ocorrências, diminuiu para 72.500. Todas as regiões de Pernambuco contribuíram para esse cenário, com destaque para o Agreste, com -26,54% nesse período de nove meses (de 17.402 para 12.783 casos). Na Região Metropolitana (excetuando-se a capital), o decréscimo foi de 24,56%, saindo de 32.812 CVPs para 24.752. Os casos de roubo caíram 18,63% na Zona da Mata (11.309 para 9.202), enquanto no Sertão ocorreram -16,57%, passando de 5.008 para 4.178.

Ao considerar apenas o mês de setembro último, a região na qual os números mais recuaram em relação a setembro de 2017 foi o Agreste, -45,48%, ao cair de 1.904 para 1.038 ocorrências. Em seguida vem a Região Metropolitana (exceto o Recife), que teve 2.289 queixas de roubo no mês, contra 3.218 no mesmo mês do ano anterior (-28,82%). Os casos no Sertão diminuíram em 25,3% (de 502 para 375) e, na Zona da Mata, 14,56% (de 1.058 para 904).

Entre as Áreas Integradas de Segurança de Pernambuco que mais têm obtido resultados positivos no combate aos CVPs estão a AIS 14 (Caruaru), que apresentou o menor quantitativo de assaltos em 42 meses (com 539 ocorrências, mês teve menor criminalidade desde março de 2015), e a AIS 26 em Petrolina (PE), onde as polícias computaram 141 roubos, total mensal mais baixo em 45 meses (somente dezembro de 2014 teve menos CVPs nessa área).

Roubos de celulares

12345