Caso suspeito de coronavírus em Juazeiro “não se enquadraria” nos critérios de Pernambuco, destaca secretária-executiva de Petrolina

Secretária tranquila petrolinenses (Foto: Ascom/PMP)

A notícia de um caso suspeito de coronavírus registrado em Juazeiro (BA) ligou o sinal de alerta também em Petrolina, devido ao fato de a paciente em questão residir em solo pernambucano. Mas de acordo com a secretária-executiva de Vigilância em Saúde de Petrolina, Marlene Leandro, não há motivo para pânico.

LEIA TAMBÉM

Coronavírus: estoques de máscaras e álcool gel em farmácias de Juazeiro e Petrolina estão quase zerados

“Na unidade Hospitalar não possui nenhum paciente com suspeita  do vírus COVID-19”, diz Hospital Regional de Juazeiro

“Sobre esse caso notificado ontem na Bahia, como caso suspeito do novo coronavírus a Prefeitura vem informar que ficamos sabendo desse caso ontem no final do dia. Fomos buscar mais informações do caso. É uma mulher que viajou para a Europa e ela apresentou sintoma gripal, sem febre”, explicou a secretária-executiva.

LEIA MAIS

Centro de Parto deve ser entregue em março, segundo secretária de Petrolina

Secretária de Saúde deu prazo para entrega da obra (Foto: Ascom/PMP)

Durante sua passagem pela Câmara de Vereadores de Petrolina nessa quinta-feira (12), a secretária de Saúde do município afirmou que a casa de parto municipal será entregue no começo do próximo ano.”A expectativa é que a gente inaugure ainda em março”, disse Magnilde Albuquerque.

LEIA TAMBÉM:

“Anualmente a gente vem avançando”, destaca Magnilde Albuquerque

O Centro de Parto Normal terá capacidade de realizar 150 partos por mês e deve desafogar o Hospital Dom Malan/IMIP. A unidade funcionará em frente ao Hospital Universitário, no prédio que anteriormente deveria funcionar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

A ordem de serviço foi assinada pelo prefeito Miguel Coelho (MDB) na semana do aniversário de Petrolina e, de acordo com a secretária, houve uma demora na retomada das obras por causa de trâmites legais. “A obra já voltou a iniciar, ela tinha sérios problemas anteriores e sérios problemas legais, mas a obra já retornou”, concluiu.

Osório rebate crítica de Gabriel: “Não tem um projeto que venha trazer benefício à sociedade”

Osório rebateu fala de Gabriel sobre saúde na zona rural de Petrolina

O clima entre o presidente da Câmara de Vereadores de Petrolina, Osório Siqueira (PSB) e Gabriel Menezes (PSL) esquentou na sessão da última quinta-feira (17). Osório chamou o colega de “mau educado” e criticou a postura de Gabriel em ser agressivo nas sessões.

LEIA TAMBÉM:

Presidente do PSL em Pernambuco reafirma que Gabriel Menezes tem apoio do partido na candidatura a prefeito de Petrolina

O comentário de Osório veio após o vereador da Oposição criticar os serviços de saúde na zona rural e mencionar um reduto do presidente da Casa. “Quero convidar a secretária [de Saúde] e o prefeito, os vereadores que se dizem vereadores da Saúde para irmos juntos madrugar com idosos, gestantes e mães com crianças pequenas nas filas das Unidades de Saúde das áreas irrigadas, como exemplo fo N5 que é seu reduto, presidente Osório para vermos tanta gente arriscando por insuficientes fichas. Chega de incompetência, cadê os médicos que passaram no concurso?”, afirmou Gabriel.

LEIA MAIS

Audiência pública em Petrolina debate Rede PEBA

(Foto: Ascom/PMP)

A situação da Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Vale do Médio São Francisco, a famosa Rede PEBA foi debatida pelo Ministério Público Federal (MPF) e prefeituras de cidades vizinhas em Petrolina, na manhã de ontem (23).

“Rede PEBA- diagnóstico e viabilidade” foi o tema da audiência que contou com a participação de representantes do Ministério da Saúde; dos Ministérios Públicos dos dois estados, da Central Interestadual de Regulação de Leitos; Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco (COSEMS); das Secretarias Estaduais de Saúde de Pernambuco e da Bahia e das Secretaria Municipais de Saúde Petrolina e Juazeiro.

A Rede foi criada em 2009, a Rede PEBA reúne municípios pernambucanos e baianos, mas hoje vive uma situação de caos e superlotação nas unidades hospitalares. Representando Petrolina, a secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque comentou a importância do debate.

“Colocamos e debatemos sobre os problemas que temos, principalmente, como município sede. Saímos dessa audiência com a expectativa de que as indicações e encaminhamentos sejam executados, lembrando que será supervisionado pelo Ministério Público, porque sabemos da importância da Rede PEBA para a saúde da população“, disse.

Secretária de Saúde faz balanço das ações da pasta em audiência na Câmara de Petrolina

Secretária prestou informações sobre investimentos na Saúde (Foto: Blog Waldiney Passos)

A secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque esteve na Casa Plínio Amorim na sexta-feira (30) para apresentar dados sobre a pasta. A Audiência Pública durou mais de três horas e na ocasião, a titular da pasta destacou os investimentos na atenção básica e os resultados obtidos nos três anos de gestão.

“Estamos também abrindo as salas de vacina uma vez por mês aos sábados e combatendo o movimento contrário contra as vacinas. Falando em redes sociais, em palestras e pedimos uma ajuda aos senhores e senhoras vereadoras, apoio em orientação junto à população para falar da importância da vacinação “, destacou a secretária.

Os vereadores fizeram questionamentos à Magnilde. A população também teve um momento para sanar dúvidas sobre como o dinheiro público está sendo investido. Por fim, a vereadora informou que a Casa de Parto já está em processo de licitação para a sua construção no espaço onde seria a UPA24h em frente ao Hospital Universitário.

Leitor questiona critérios de seleção para motorista de ambulância, Prefeitura de Petrolina esclarece

Prefeitura afirma que edital é claro e que exigências estão sendo seguidas (Foto: ASCOM)

O Blog recebeu questionamentos de um leitor, que fez a seleção da Secretaria de Saúde de Petrolina, para o cargo de motorista de ambulância. Ele alega que o edital não é claro quantos aos critérios para exercer a função e que pessoas estariam burlando a documentação exigida.

“No edital no item 8-7 na letra D diz que a comprovação de 2 anos tem que ser do Ministério do Trabalho e a maioria dos convocados está querendo burlar esse requisito com declaração de transporte alternativo. Eu posso ter 10 anos na Categoria D da CNH e nunca ter trabalhado em ambulância pra exercer”, afirmou.

Outro lado

Contudo, segundo a Prefeitura de Petrolina, o edital da seleção é claro: a declaração mencionada pelo leitor não é exclusiva ao cargo mencionado – é uma determinação geral – e não necessariamente precisa ser emitida pelo Ministério do Trabalho.

Diante das argumentações, o Blog solicitou um posicionamento oficial da Secretaria de Saúde, em especial no que diz respeito às exigências do cargo: ter CNH D e curso de condutor de veículos de emergência. “Com relação a convocação e a documentação para o concurso público da Prefeitura de Petrolina na área da saúde, a Secretaria esclarece que todas as exigências do edital estão sendo cumpridas”, informou a nota.

Petrolina: ação da secretaria de Saúde descentraliza realização de exames de sangue

(Foto: Ascom)

A secretaria de Saúde de Petrolina está descentralizando a realização dos exames de sangue na cidade. Nessa semana os moradores do Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho – Núcleo 07 poderão fazer a coleta na unidade de saúde da comunidade.

De acordo com a Prefeitura, a atividade acontece de forma quinzenal e a marcação é feita dentro da própria unidade. Segundo a pasta, 41 Unidades Básicas de Saúde (UBS) já realizaram a coleta e ainda em julho Bebedouro e N-10 passarão a fazer o mesmo.

“Além de uma unidade novinha, a população agora pode fazer a coleta dos exames laboratoriais pertinho de casa. O paciente sai do consultório médico e marca lá mesmo a data que irá realizar o exame. Muita gente perdia os exames por não ter o dinheiro para ir ao laboratório. Com a descentralização, o usuário terá mais conforto para a realização do serviço”, explica a secretária executiva em Gestão do SUS, Cassia Guimarães.

Unidade Móvel Ondotológica levará atendimento a 20 comunidades rurais de Petrolina

(Foto: Ascom)

20 comunidades rurais de Petrolina receberão a Unidade Móvel Odontológica da Prefeitura. As equipes de saúde estarão visitando o interior, para melhor atender a população rural com os serviços gratuitos. Durante o mês de julho os pacientes poderão utilizar dos serviços sem agendamento prévio.

De acordo com a secretaria de Saúde, os atendimentos começam sempre às 20h. Hoje a Unidade esteve em Pau Ferro. Nesta sexta-feira (5) será a vez de Volta dos Pascaço e na próxima semana serão visitadas as comunidades do Romão, Pixote entre outras.

Confira a seguir o cronograma completo:

LEIA MAIS

Vereadores aprovam requerimento sobre débitos de clínicas com Prefeitura de Petrolina

(Foto: Ascom)

No dia em que a Câmara de Municipal analisa um projeto de Lei do Poder Executivo sobre a saúde, o vereador Gilmar Santos (PT) apresentou um requerimento solicitando justamente à secretaria de Saúde de Petrolina o valor atualizado das clínicas e demais prestadores de serviços na cidade.

Além de Magnilde Albuquerque, o parlamentar direcionou seu pedido à Controladoria Geral do Município, na pessoa de Synara Amaro, e ao secretário de Planejamento, Orlando Tolentino. Segundo o Requerimento n° 219/2019, além das dívidas da clínicas devedores, o vereador quer acesso à lista dos débitos do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN).

“Acabamos de enviar um Requerimento solicitando informações sobre qual é a dívida real dessas empresas, a lista de beneficiários durante esse ano e a partir dai tomar uma posição, de que forma nossa população tem sido beneficiada”, destacou Gilmar.

O pedido foi aprovado por 19 votos a zero, assim como as demais indicações e requerimentos. A exceção foi o Requerimento n° 215/2019, de Ronaldo Cancão (PTB), no qual solicitava uma Moção de Aplauso a Prefeitura e à Associação de Moradores do Capim pela realização da Jecana do Capim, que teve a abstenção de Gabriel Menezes (PSL).

H1N1: secretária-executiva de Vigilância em Saúde de Petrolina afirma não haver motivo para pânico

(Foto: ASCOM)

“Não há motivo para pânico”. É o que afirma a secretária-executiva de Vigilância em Saúde de Petrolina, Marlene Leandro sobre o caso de uma morte suspeita de H1N1, na cidade. A paciente veio a óbito no Hospital Universitário na quinta-feira (6), após ter chegado de viagem.

Segundo Marlene, o quadro da paciente evoluiu para complicações, mas todas as providências foram tomadas, conforme determina o Ministério da Saúde. “Quero dizer a população que não há motivo para pânico. Esse caso foi de uma pessoa que havia viajado para a Paraíba e ao chegar apresentou os sintomas da doença, evolui para complicações”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Paciente com suspeita de H1N1 morre no Hospital Universitário, em Petrolina

A vítima deu entrada no HU no dia 28 de maio e por ser um casos suspeito, todos os parentes próximos foram imunizados. “Foi iniciado a profilaxia para os contatos íntimos, foi realizado no esposo e filhos dessa pessoa o antiviral, o procedimento preconizado”, continuou.

A secretária-executiva afirma que o caso ainda não foi confirmado como H1N1. “Ainda não temos a confirmação do caso. O material foi encaminhado e estamos aguardando esse resultado para confirmação ou não de H1N1″, finaliza.

Vereadora Maria Elena celebra conquista de pacientes com microcefalia em Petrolina

O SUS tem 180 dias para incorporar o medicamento. (Foto: Divulgação)

Além do projeto que ampliou o número de membros do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, que foi aprovado na sessão de quinta-feira (9), a vereadora Maria Elena de Alencar (PRTB) celebrou uma conquista encabeçada por ela e as mães de crianças microcefálicas de Petrolina.

A secretaria Municipal de Saúde firmou uma parceria com a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) o fornecimento de transporte da residência dos pacientes até a UPA. “Nós entramos com uma luta enorme no ano passado e recebi a grande notícia da secretária [de Saúde] Magnilde [Albuquerque], que ela em conversa com a UPA, pactuaram dois dias na semana e a van estará o dia todo para pegar e deixar as crianças para fazer seu tratamento e não perder as consultas”, comemorou a vereadora.

Avanço no tratamento

Segundo Elena, a disponibilização da van representa uma conquista às mães já que marcações de consultas na saúde pública são difíceis. “Essas consultas não são fáceis, são marcadas com antecedência e quando falta, é um atraso para a criança. Parabenizo as mães pela luta e agradeço ao prefeito e à secretária. A gente considera um avanço dentro do tratamento das crianças com microcefalia”, finalizou.

Pernambuco registra primeira morte por gripe em 2019, vítima é de Petrolina

(Foto: Miva Filho/SES/Divulgação)

A primeira morte por gripe em Pernambuco no ano foi confirmada nessa sexta-feira (3) pelo Governo do Estado. A vítima é um homem de Petrolina, na faixa etária de 50 anos, informou a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ele morreu em fevereiro.

Nossa produção buscou mais informações junto à secretaria Municipal de Saúde de Petrolina sobre o caso, mas até o momento não obtivemos retorno. É importante lembrar que neste sábado (4) acontece o Dia D de vacinação contra a Influenza e os postos de saúde estarão abertos até 17h.

Casos em análise

Além do óbito confirmado, a SES contabilizou um caso de adoecimento por H1N1, fato que aponta a circulação do vírus no Estado. De acordo com o Governo de Pernambuco, até o dia 13 de abril foram registrados 894 casos de síndrome respiratória aguda grave (Srga), das quais 790 em crianças menores de seis anos.

Do total, 9 tiveram resultado laboratorial positivo para a influenza B, 1 para influenza A(H1N1) e 1 para influenza A não subtipado. Outra morte está sendo investigada pela SES. Conforme o Blog mostrou ontem, trata-se de uma jovem de 17 anos, moradora do Recife. (Com informações do JC Online).

Postos de Saúde de Petrolina ficarão abertos no sábado para o Dia D de vacinação contra a gripe

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ficarão abertas neste sábado (4) para o Dia D da vacinação contra a gripo. De acordo com a secretaria de Saúde, os postos da sede abrirão das 8h às 17h e no interior, das 8h às 13h.

LEIA TAMBÉM:

Campanha de vacinação contra Influenza começa hoje em Petrolina; até dia 19 grupo prioritário é formado por crianças

A unidade do bairro Vila Mocó foi escolhida como referência para a abertura do Dia D. “Convidamos o público-alvo para aproveitar o Dia D e ficar imunizado contra as formas mais graves da gripe. Importante que estejam com um documento de identificação e, se possível, o cartão do SUS. A vacinação é o melhor meio para se prevenir contra a gripe”, destaca a coordenadora do Programa Municipal de Imunização de Petrolina, Marianna Araújo.

LEIA MAIS

Para atingir meta de imunização, secretaria de Saúde pede colaboração de petrolinenses

(Foto: ASCOM)

Até o dia 31 de maio os brasileiros devem se imunizar contra a Influenza na Campanha Nacional de vacinação. Desde o dia 10 as vacinas já está disponíveis nos postos de saúde da zona urbana e rural de Petrolina e o objetivo da secretaria de Saúde é atingir a meta de 90% para cada grupo prioritário.

Para tentar atingir a meta imposta pelo Ministério da Saúde a coordenadora do Programa Municipal de Imunização de Petrolina de  Araújo pede a conscientização dos petrolinenses, já que as vacinas são constantemente alvo de fake news.

LEIA TAMBÉM:

Campanha de vacinação contra Influenza começa hoje em Petrolina; até dia 19 grupo prioritário é formado por crianças

“A gente ressalta a importância da população desses grupos prioritários fazerem a vacinação, a vacina não gera doença. Temos que estar esclarecendo que a vacina não gera qualquer doença, não precisa se preocupar”, destaca.

Até o dia 19 de abril devem se vacinar crianças de seis meses e menores de seis anos, além das gestantes. A partir do dia 22 outros membros do grupo prioritário poderão se vacinar, a exemplo de idosos, trabalhadores da saúde, professores.

“A saúde vem evoluindo substancialmente desde 2017”, afirma secretária de Saúde de Petrolina

Secretária citou mutirões e resultados colhidos nesse ano (Foto: Blog Waldiney Passos)

A secretária de Saúde de Petrolina, Magnilde Albuquerque esteve na Câmara de Vereadores de Petrolina nessa terça-feira (6), participando de uma Audiência Pública para apresentar o 1º e 2º Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior (RDQA).

Antes de prestar contas à comunidade conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal e a Lei Complementar nº 141/2012, a secretária conversou com a imprensa presente na Casa Plínio Amorim. Entre os assuntos abordados, Magnilde destacou os avanços na rede municipal.

“A saúde vem evoluindo substancialmente desde 2017. Em 2017 os primeiros seis meses foram da gente conhecer a casa, os serviços. Os outros seis meses foram da gente fazer contratação de serviços, a gente pegou a Saúde com um débito muito grande. A maioria dos serviços, os contratos estavam desfeitos. 2017 foi o ano de reorganizar a administrativamente a saúde”, destacou.

LEIA MAIS
12