Pernambuco: 35 municípios do Sertão terão quarentena mais rígida na próxima semana

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Na coletiva de imprensa de quinta-feira (10), o Governo de Pernambuco anunciou mudanças no Plano de Convivência com a Covid-19. Regiões como Agreste, Zona da Mata e Metropolitana vão avançar de etapa e com isso, poderão ter o comércio funcionando aos finais de semana.

Já as 35 cidades da Macrorregião 3, no Sertão, onde houve aumento na solicitação de leitos de UTI, haverá uma quarentena mais rígida, a partir de segunda-feira (14). Estão contempladas as Gerências Regionais de Saúde (Geres) VI, X e XI, com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, respectivamente.

Desta forma, até 20 de junho, somente poderão funcionar as atividades permitidas no decreto. A Macrorregião 4, no Vale do São Francisco e Araripe, segue no esquema atual, sem novas restrições. “Vamos acompanhar o desenvolvimento desses números para reavaliar a situação”, justificou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

PE comunica Ministério da Saúde sobre suspeita de possível variante no Agreste

Durante a coletiva de imprensa de quinta-feira (27), o secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo, informou que o aumento de casos da Covid-19 no Agreste pode indicar a existência de uma nova variante no Estado.
A suspeita já foi informada ao Ministério da Saúde, segundo Longo.

LEIA TAMBÉM

Variante indiana da Covid-19 é registrada no Maranhão

“Os dados do Agreste nos faz pensar até em uma circulação de uma nova variante em Pernambuco“, disse. A SES-PE pediu que seja feito o sequenciamento genético pelo Ministério da Saúde, para confirmar ou não a existência dessa nova variante.

Caso haja confirmação, Longo informou que espera o mesmo tratamento dado pelo Governo Federal aos estados do Maranhão e a Manaus, com maior recebimento de vacinas e insumos para tratamento e identificação da doença.

Restrições das atividades econômicas seguirão até 6 de junho em Pernambuco

O Governo de Pernambuco prorrogou, até 6 de junho, as medidas restritivas em vigência. A decisão tem como base os números preocupantes nas UTIs do estado. A iniciativa contempla todas as regiões do Estado, exceto a 2ª Macrorregião, no Agreste, que segue com um decreto específico.

Durante a coletiva de imprensa, realizada na quinta-feira (20), o secretário estadual de Saúde, André Longo lembrou que regiões como o Agreste ainda possuem dados em alta. “No Agreste houve um aumento [dos casos de SRAG] de 10%”, disse.

Restrições

Portanto, por mais 15 dias segue valendo o funcionamento das atividades de maneira geral nos finais de semana até as 18h, para quem iniciar às 10h. Os estabelecimentos que abrirem às 9h só poderão funcionar até as 17h. Nos dias de semana, as atividades econômicas em geral continuam com permissão para funcionar das 10h às 20h. O comércio de praia, de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, mantendo a proibição nos finais de semana.

Secretário de Saúde entrega investimentos do Estado em Araripina e Ouricuri nesta segunda-feira

André Longo está cumprindo agenda no Sertão do Araripe nesta segunda-feira (17). O secretário estadual de Saúde visita Araripina e Ouricuri, para entregar mais investimentos nas unidades hospitalares. A primeira parada énesta manhã, em Araripina.

LEIA TAMBÉM

Secretário estadual de Saúde visitará Sertão de Pernambuco nesta segunda-feira

Lá, Longo estará no Hospital e Maternidade Santa Maria, para conferir a estrutura da UTI neonatal da unidade filantrópica conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Serão entregues 10 leitos, primeiros do tipo na região, voltados para recém-nascidos que necessitam de cuidados hospitalares intensivos.

Pela tarde, Longo estará em Ouricuri. O secretário vai inaugurar o serviço de hemodiálise do Hospital Regional de Ouricuri, voltado para pacientes internados em UTI. Os compromissos haviam sido anunciados pelo titular da Saúde, na última coletiva de imprensa realizada pela Saúde.

Vacinas da Pfizer serão aplicadas na capital, afirma secretário de Saúde de Pernambuco

Foto: Helia Scheppa

Além das doses de CoronaVac e AstraZeneca, Pernambuco contará com o reforço da Pfizer na luta contra a covid-19. Apesar da boa notícia, as 17 mil doses previstas ao estado serão destinadas a capital, conforme acordo prévio com o Ministério da Saúde.

LEIA TAMBÉM

Covid-19: Pernambuco inicia vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas

O secretário estadual de Saúde de Pernambuco, André Longo explicou que no estado, haverá uma ação especial. “Em Pernambuco fizemos uma pactuação, a gente faria uma divisão entre Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes“, disse na coletiva de quinta-feira (29). Por conta do abastecimento com a Pfizer, essas três cidades receberam um quantitativo menor na entrega de ontem das duas vacinas já utilizadas.

LEIA MAIS

Profissionais de saúde de Pernambuco começam a ser vacinados contra gripe nesta segunda-feira

(Foto: Miva Filho/SES/Divulgação)

Os profissionais de Saúde de Pernambuco começam a ser vacinados contra a gripe nesta segunda-feira (26). A Fase 1 da Campanha Nacional de Imunização contra Influenza começou no último dia 12 de abril e também engloba crianças, gestantes, puérperas e indígenas.

LEIA TAMBÉM

1ª Fase de vacinação contra gripe seguirá até maio em Petrolina

Os profissionais de saúde aguardaram até esse momento por conta da vacinação contra a covid-19. No balanço da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), até o último sábado (24), 156.996 doses já foram aplicadas no grupo prioritário, o que representa 19% do total enviado ao estado.

“A população também precisa fazer sua parte e, tomando todos os cuidados, deve procurar os serviços de Saúde do seu município para ser imunizada. A vacina é um direito que traz benefícios para toda a sociedade. Todos precisam se proteger“, diz a nota da SES-PE.

Novas doses de vacina contra covid já estão em Pernambuco

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

O novo lote com 255.150 doses de vacinas contra  covid-19 chegou a Pernambuco na madrugada desta sexta-feira (16). O avião que trazia os imunizantes da CoronaVac (102.400) e AstraZeneca (152.750) desembarcou no Aeroporto Internacional do Recife por volta de 1h04. Com esse novo carregamento a expectativa é imunizar também o grupo de 60 a 64 anos.

LEIA TAMBÉM

Pernambuco iniciará imunização de idosos com mais de 60 anos

De acordo com o Governo do Estado, uma parte também será utilizada para a segunda dose de trabalhadores de saúde e idosos a partir dos 65 anos de idade. “A vacinação dos idosos no Estado já mostrou resultados positivos, com a redução de atendimentos hospitalares dessa faixa etária. Essas vacinas chegam para reforçar esse trabalho e garantir mais segurança à essa população, e também para ampliarmos a imunização de trabalhadores de saúde e da segurança“, afirmou Paulo Câmara.

As doses serão enviadas aos municípios. “Verifiquem na sua cidade quais estratégias estão sendo utilizadas para a vacinação e fiquem atentos para completar o esquema vacinal com as duas doses e no tempo preconizado para cada tipo de fabricante”, destacou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Novas doses de vacinas contra covid já estão em Pernambuco

(Foto: Reprodução/TV Globo)

O carregamento com 177 mil novas doses de vacina contra a covid-19 já estão em Pernambuco. O avião desembarcou no Recife no início desta manhã de sexta-feira (26). Tratam-se de vacinas da CoronaVac (Sinovac/Butantan) e de Oxford/AstraZeneca, que vão imunizar idosos com mais de 65 anos.

Quantitativo

São 133.200 doses da vacina CoronaVac e outras 44.720 doses da vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. Essa nova leva deveria ter chegado a Pernambuco na tarde de quinta-feira (25), porém  um atraso na logística do Ministério da Saúde retardou a entrega aos municípios.

Municípios

Ainda hoje as vacinas devem ser enviadas às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), local de onde partem para os municípios. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Petrolina foi contemplada com 3.690 novas doses.

Estado distribui mais de 1 milhão de seringas aos municípios pernambucanos

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Mais de 1,5 milhão de agulhas e seringas foram distribuídos aos municípios pernambucanos nessa semana. A distribuição começou na quarta-feira (24) e o Governo de Pernambuco espera abastecer os municípios para a continuidade da imunização contra o novo coronavírus.

Secretário estadual de Saúde, André Longo enfatizou que o Governo de Pernambuco tem feito sua parte e contribuído com insumos e leitos. “Desde o começo garantimos que iríamos encaminhar as seringas e agulhas para as ações em sua totalidade, e estamos cumprindo. Com o avanço das etapas, novas remessas serão enviadas, para que todos os pernambucanos dos grupos prioritários sejam imunizados”, afirmou.

A ocupação dos leitos também foi abordada pelo governador Paulo Câmara (PSB). O gestor lembrou que, apesar dos esforços, a população não tem contribuído para o enfrentamento da doença. “No último domingo, tivemos 55% de isolamento social, maior patamar registrado este ano. Precisamos aumentar os índices de isolamento para aliviar a pressão sobre o sistema de saúde. Evite sair de casa. Se for necessário sair, use máscara o tempo todo. Essas atitudes simples salvam vidas”, enfatizou.

Cirurgias eletivas estão suspensas até 12 de março nas 63 cidades com restrições em PE

(Foto: Ascom)

A partir desta sexta-feira (26), 63 municípios pernambucanos deverão respeitar o decreto estadual que proíbe a execução de atividades não essenciais das 20h às 5h. No Sertão, a região de cobertura da IX Gerência Regional de Saúde (Geres), com sede em Ouricuri, está englobada nas novas restrições.

LEIA TAMBÉM

Vejas quais atividades econômicas e sociais proibidas entre 20h e 5h em 63 municípios de Pernambuco

“Além da proibição de atividades econômicas e sociais em determinados horários, a partir da próxima segunda-feira até o dia 12 de março também estarão suspensas as cirurgias eletivas nas unidades públicas e privadas dessas regiões“, disse o secretário estadual de Saúde, André Longo.

LEIA MAIS

Boa notícia: Pernambuco recebe mais 48 mil doses de vacina contra a covid

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Mais 48 mil unidades da vacina SinoVac, produzida pelo Instituto Butantan, chegaram a Pernambuco na noite da última quarta-feira (24). O avião que trazia o imunizante desembarcou no Aeroporto Internacional dos Guararapes às 20h.

Ontem o Estado já havia garantido mais 82 mil unidades da AstraZeneca, a vacina de Oxford, desenvolvida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), destinadas a idosos entre 80 e 84 anos. “As doses da AstraZeneca seguiram para todas as Gerências Regionais de Saúde nesta quarta-feira. Já o quantitativo do Butantan será encaminhado a partir da manhã desta quinta-feira. Importante lembrar que o lote do Butantan é para ambas as doses, e os municípios receberão as duas já nessa entrega”, explicou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Paulo Câmara (PSB) destacou que o empenho é entregar os imunizantes a todas as regiões. “Seguimos trabalhando firmes na distribuição. Nosso sistema de logística é extremamente rápido, possibilitando que as remessas das doses cheguem a todas as regiões e todas as cidades do Estado. Isso vai permitir a vacinação dos grupos prioritários com agilidade e eficiência”, disse.

Secretário de Saúde de Pernambuco não garante carnaval em 2022: “Só o tempo poderá me dizer”

Carnaval depende da imunização da população, afirma secretário

Sem Carnaval em 2021, os pernambucanos já pensam na folia em 2022. Porém, o tradicional festejo não está garantido pelo Governo do Estado. O secretário estadual de Saúde, André Longo informou na coletiva de quarta-feira (17) que é necessário observar o cenário epidemiológico no futuro.

LEIA TAMBÉM

Pernambuco receberá na próxima semana mais 400 mil doses da vacina contra a Covid-19

“Isso vai depender muito dos próximos meses e do volume de entregas pro calendário do PNI possa disponibilizar para os Estados. Nós temos a expectativa de vacinar todos os públicos prioritários em quatro meses. E nós precisamos atingir aquele patamar de 70% de cobertura da população“, explicou.

LEIA MAIS

Covid: na véspera do Carnaval Pernambuco se aproxima da marca de 280 mil infectados

(Foto: Internet)

Na véspera do Carnaval, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou mais 1.805 casos de covid-19 e 23 novos óbitos. Com os dados do boletim deste sábado (13) o Estado se aproxima de 280 mil infectados: são 279.637 casos registrados.

Desse total, 247.901 são casos graves (de Síndrome Respiratória Aguda Grave, a SRAG) e outros 31.736 são pacientes leves. No boletim de hoje, 64 (8%) são de SRAG e 1.741 (92%) leves. Com as mortes contabilizadas hoje Pernambuco soma 10.644 óbitos. As vítimas confirmadas hoje vieram a óbito entre 19/01/2021 e 11/02/2021.

Pernambuco registra mais 1.487 casos de covid nessa sexta-feira

(Foto: Internet)

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou mais 1.487 casos positivos de covid-19 no boletim dessa sexta-feira (5). Também foram registrados mais 22 óbitos. Em números totais o estado soma 268.486 infectados e 10.452 mortes.

55 (3,7%) dos casos confirmados hoje são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e outros 1.432 (96,3%) são leves. Desde o início da pandemia são 31.321 pacientes graves e 237.165 leves.

Quanto aos óbitos computados hoje, eles aconteceram entre 31/07/2020 e 04/02/2021. O boletim completo será divulgado ao final do dia, trazendo também as curas clínicas.

SES-PE confirma mais 621 casos de covid no último dia de janeiro

(Foto: Internet)

Pernambuco encerrou o mês de janeiro com mais 621 casos de covid-19. Segundo o boletim divulgado na noite de domingo (31), o estado soma 261.300 infectados, dos quais 222.208 já estão recuperados. Há ainda 10.348 mortes.

Ontem a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou mais 16 óbitos, ocorridos entre 05/05/2020 e 30/01/2021. Por fim, dos casos confirmados no boletim de ontem, apenas 41 eram graves e os demais eram de pacientes com sintomas leves.

123