Prefeitura de Petrolina responde à reivindicação de moradores em relação a Lagoa do Bairro São Joaquim

Moradores do bairro São Joaquim, em Petrolina, enviaram mensagem, com foto, ao Blog Waldiney Passos denunciando que a Prefeitura do Município não atende às suas reivindicações. Segundo os denunciantes, já foram feitas diversas solicitações para que seja realizada a limpeza e drenagem de uma lagoa que fica na referida comunidade.

Procurada pela redação do Blog, a assessoria da prefeitura de Petrolina enviou nota através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh). Segundo o documento, o terreno localizado no bairro São Joaquim, encontra-se em uma área particular. Uma equipe de fiscalização será enviada ao local para identificar e notificar o proprietário, para que ele limpe e construa um muro nos limites do terreno, diz a note.

Ainda de acordo com a Sedurbh, após a notificação, o prazo é de 15 dias para a limpeza do imóvel e de 60 dias para cercar o espaço, sujeito à multa que pode variar de R$ 600 a R$ 2400. A Secretaria ainda orienta a população a formalizar a denúncia junto à Ouvidoria Municipal através do número de telefone 156, ou presencialmente na sede da Secretaria, de segunda à sexta-feira, pela manhã.

Moradores de invasões ou áreas de risco em Petrolina devem atualizar pré-cadastro do “Minha Casa, Minha Vida”

Em caso de alguma irregularidade, cadastro deve ser atualizado

Os petrolinenses que residam em ocupações irregulares ou áreas de risco e que estão pré-cadastrados no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida têm até esta quinta-feira (17) para regularizar as pendências junto à  Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh).

Segundo a Prefeitura, é necessário comparecer à secretaria portando documentos pessoais para verificar de há alguma inconsistência no cadastro e concluir a inscrição. Basta apresentar RG, CPF e o Número de Identificação Social (NIS).

Em caso de alguma irregularidade, a Prefeitura agendará um atendimento na Casa Bolsa para atualização do Cad Único e conclusão da inscrição. A Sedurbh funciona das 8h às 14h e está localizada na Avenida da Integração Geraldo Coelho, nº 498.

Falta de educação de moradores no Jardim São Paulo irrita leitor

O flagrante dessa quinta-feira (18) feito por um leitor do Blog vem do bairro Jardim São Paulo. Moradores da Rua Vitória Régia estão dando um péssimo exemplo: saem de suas residências para jogar lixo em terreno particulares.

Além do lixo, resto de móveis e obras também podem ser vistos no local. Segundo nosso leitor, o que mais incomoda é a falta de respeito da população. “Pessoas sem nenhum respeito ao seu próximo tiram o lixo da porta de sua casa e joga em terreno baldio. Total falta de respeito e cidadania com o seu próximo e cadê o poder público para fiscalizar?”, questionou.

Outro lado

Nossa produção entrou em contato com a Prefeitura de Petrolina. Através de nota a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh) informou que o terreno utilizado como depósito de lixo é particular. “Até a próxima semana, uma equipe de fiscalização será enviada ao local para identificar e notificar o proprietário, para que ele limpe e construa um muro nos limites do terreno“, informou a pasta.

Ainda segundo a Sedurbh, o proprietário terá um “prazo é de 15 dias para a limpeza do imóvel e de 60 dias para cercar o espaço, sujeito à multa que pode variar de R$ 600 a R$ 1300”.

Prefeitura de Petrolina afirma que os ambulantes da Abílio Dias devem ser realocados o mais rápido possível

(Foto: Ascom/Sedurbh)

Na noite da última terça-feira (28), a prefeitura de Petrolina fez a retirada de dez barracas que estavam instaladas na Travessa Abílio Dias, área central da cidade. De acordo com a gestão municipal, apesar do grande número de barracas, poucas estavam sendo usadas para o comércio, além disso as estruturas estavam impedindo a circulação de veículos pela via que dá acesso ao Viaduto dos Barranqueiros e ao bairro Atrás da Banca.

LEIA TAMBÉM:

Representante dos barraqueiros participará de sessão na câmara de Petrolina nessa quinta-feira 

A operação que faz parte das ações de reordenamento da cidade, causou indignação e preocupação aos barraqueiros que comercializavam no local. Sobre o novo espaço que será destinado aos comerciantes, o Blog Waldiney Passos procurou a prefeitura.

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh) esclareceu que os ambulantes não tinham autorização para ocuparem a Travessa Abílio Dias. Ainda de acordo com a pasta, a estrutura do novo local já está em processo de licitação e os comerciantes devem ser realocados o mais rápido possível.

“A Prefeitura de Petrolina reafirma que, apesar do grande número de barracas, poucas estavam sendo utilizadas para o desempenho da atividade comercial. Além disso, essa é uma solicitação antiga da comunidade, já que o espaço estava sendo usado por usuários de drogas e bandidos”, disse a Sedurbh em nota.

Estabelecimentos com licenças sanitárias vencidas são interditados em Petrolina

(Foto: Ascom PMP))

Dois restaurantes localizados na Vila Mocó, em Petrolina, foram interditados pela equipe de disciplinamento urbano, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Sedurbh) na última terça-feira (21). Os estabelecimentos apresentavam irregularidades nas documentações exigidas para funcionamento. Tanto o alvará municipal, quanto as licenças da vigilância sanitária e do Corpo de Bombeiros apresentados pelos proprietários da pizzaria e da pastelaria estavam vencidos. A ação ocorreu em conjunto com a Vigilância Sanitária do município e a Guarda Civil.

Além disso, mesas e cadeiras de um dos estabelecimentos estavam ocupando a calçada, o que não é permitido por lei, já que é um espaço público que serve para o trânsito de pedestres. A Sedurbh lembra que os estabelecimentos comerciais precisam deixar a calçada livre para o tráfego de pessoas.

Na ação, foram apreendidas 14 mesas e 28 cadeiras, que devem ser devolvidas quando a documentação for regularizada. O proprietário do estabelecimento foi notificado e deve regularizar os alvarás de imediato.

Leitor chama atenção para terreno que serve como depósito de lixo no Gercino Coelho

Não contentes com lixo depositado no local, moradores estão incendiando material acumulado

Uma cena é comum em Petrolina: terrenos utilizados como depósito de lixo, acumulando desde resto de podas até vasos sanitários. E não bastasse a comunidade dar esse mau exemplo, alguns moradores ainda incendeiam o lixo para tentar diminuir o acúmulo de lixo.

É isso que vem acontecendo no bairro Gercino Coelho, em um terreno particular localizado entre a Rua Raposo Tavares e Maurício de Nassau. Um morador entrou em contato através do nosso WhatsApp pedindo ajuda. “Tem um homem, sem compromisso com a vizinhança, ateia fogo e compromete o descanso e bem estar dos moradores. São inúmeras crianças e idosos com problemas respiratórios, a cada semana que isto ocorre”, disse.

Outro lado

Em nota, a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH) informou que o terreno em questão é particular. Uma equipe de fiscalização irá até o bairro tentar identificá-lo e notificá-lo, para que faça a limpeza e construa um muro no local.

LEIA MAIS

Prefeitura embarga obra que desabou e afirma que proprietário não tinha autorização para fazer construção

Obra desabou na tarde de ontem e deixou um comerciante ferido (Foto: Ascom/PMP)

Equipes da Prefeitura de Petrolina foram até a obra que desabou na tarde de sexta-feira (26), no Centro da cidade e embargou a construção. De acordo com a secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH), o proprietário não tinha “qualquer autorização a transformação em dois pontos comerciais”.

LEIA TAMBÉM:

Parte de uma construção desaba no Centro de Petrolina, ninguém ficou ferido

A obra, localizada na Rua Antônio Santana Filho transformaria dois pontos comerciais em um. A fachada caiu e deixou um vendedor de picolés ferido sem gravidade. Ainda segundo a Prefeitura, a Defesa Civil chegou ao local e não constatou risco aos prédios vizinhos.

Para evitar novos problemas foi recomendada a demolição da parte da fachada do imóvel. “Além de responder a um processo administrativo, que pode incorrer em multa, o responsável pela obra ainda será notificado sobre o embargo da construção e a impossibilidade de prosseguir com qualquer construção no local até que todas as licenças necessárias sejam obtidas junto ao poder público municipal”, disse a gestão em nota.

Programa ‘Calçada Livre’ vai cadastrar food trucks e carrinhos de comida em Petrolina

(Foto: Ilustração)

O mês de abril vai marcar o início de uma nova fase do programa ‘Calçada Livre’, da Prefeitura de Petrolina (PE). A partir da próxima terça-feira (02), será aberto o período de cadastramento dos interessados em trabalhar com food trucks e carrinhos de comida no município. O trabalho servirá de base para o ordenamento da atividade na cidade, a exemplo do que foi realizado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH) com a realocação de comerciantes informais de frutas e verduras que estavam espalhados nas ruas do centro da cidade para uma feirinha devidamente estruturada e organizada.

Para fazer o cadastro, os interessados devem comparecer na sede da SEDURBH, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h. É necessário entregar cópias de documentos que ajudem às equipes da secretaria a identificarem os responsáveis pelos food trucks ou carrinhos de comida, a exemplo de documentos pessoais e comprovante de residência, assim como licenças atuais e certificados de microempreendedor individual, se houver. Também será importante o envio de fotos impressas que mostrem a localização atual da estrutura utilizada por cada comerciante. O período de cadastramento será encerrado no dia 12 de abril.

Para o titular da SEDURBH, Giovanni Costa, o trabalho junto aos food trucks e carrinhos de comida é mais um passo importante para o ordenamento público de Petrolina. “Nosso trabalho é tornar Petrolina sempre melhor e isso passa pelo ordenamento da cidade. Por isso, aos poucos, estamos agindo junto à determinados segmentos para que possamos estabelecer regras de forma que todos saiam ganhando, desde o empreendedor, passando pelo município, até chegar à população que vai contar com um serviço melhor e com qualidade garantida em um ramo tão importante como o alimentício, já que vamos contar com a parceria da Agência Municipal de Vigilância Sanitária nesse trabalho junto aos food trucks e carrinhos de comida”, destaca Costa.

SEDURBH informa que uma equipe será enviada ao bairro Dom Avelar para notificar responsável por curral

(Foto: ASCOM)

Ontem (12), o Blog Waldiney Passos publicou uma matéria sobre um curral instalado na Rua do Cobre, bairro Dom Avelar, em Petrolina (PE). A denúncia partiu de uma moradora que se diz afetada pela instalação que abriga animais e consequentemente causa mau cheiro e poeira.

LEIA TAMBÉM

Curral instalado no bairro Dom Avelar tira o sossego dos moradores

Em nota, a Secretaria de Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDURBH) informou que “uma equipe da Gerência de Fiscalização de Obras e Posturas será enviada ao local a fim de identificar o proprietário e notificá-lo para que encerre a atividade de criação na zona urbana do município, o que contraria o Código de Posturas do Município estabelecido pela Lei 10/83.”