“Minha fala em momento nenhum se dirigiu aos servidores da saúde”, destaca Elena após SEEPE emitir nota de repúdio

A vereadora Maria Elena de Alencar (MDB) foi entrevistada no programa Super Manhã com Waldiney Passos, nesta sexta-feira (26), para comentar a nota de repúdio emitida pelo Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco (SEEPE), em relação à uma fala dita pela edil na última semana.

LEIA TAMBÉM

Vereadora Maria Elena responde nota do Seepe: “Em nenhum momento falei algo contra os profissionais que lá atuam”

Sindicato emite nota de repúdio à vereadora Mª Elena por críticas a profissionais da UBS do bairro Areia Branca

Na ocasião, Elena fez críticas ao atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Areia Branca. Mas segundo o SEEPE, ela “generalizou e tentou desmoralizar estes com o seu relato” na Tribuna Livre da Casa Plínio Amorim.

LEIA MAIS

Vereadora Maria Elena responde nota do Seepe: “Em nenhum momento falei algo contra os profissionais que lá atuam”

 

A vereadora Maria Elena (MDB encaminhou resposta sobre a nota emitida pelo Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (SEEPE) repudiando uma uma fala dela. A nota do Sindicato saiu em defesa dos servidores da saúde que, segundo o SEEPE, foram alvo das críticas da vereadora.

 

No entanto, ao Blog Tribuna do Nordeste, da Jornalista Sinara Marques, a vereadora Maria Elena disse que em nenhum momento de sua fala, quis atingir os servidores da Unidade Básica de Saúde Manoel Possídio, bairro Areia Branca, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

 

A vereadora explicou que a sua fala foi em defesa de usuários da UBS do bairro que constantemente fazem chegar ao seu conhecimento, alguns relatos do maus tratos no atendimento aos que procuram a unidade.

LEIA MAIS

Sindicato emite nota de repúdio à vereadora Mª Elena por críticas a profissionais da UBS do bairro Areia Branca

Na sessão do dia 16 de novembro a vereadora Maria Elena de Alencar (MDB) teceu críticas aos profissionais da saúde que atuam na Unidade Básica de Saúde Dr. Manoel Possídio, no bairro Areia Branca, em Petrolina. Mas a fala da edil não passou batida pela categoria, que emitiu uma nota de repúdio à edil.

Na terça-feira retrasada, a vereadora subiu até a Tribuna Livre e afirmou que “Quando você vai pra UBS de Areia Branca têm umas funcionárias que acham que são eternas, porque são concursadas, porque tratam as pessoas mal, com desdém. A pessoa fotografa e [a funcionária] fala que vai processar”.

Elena disse que visitou a UBS e presenciou “informações desencontradas, principalmente em relação às vacinas” e que, por exemplo, na Unidade da Vila Eduardo o “atendimento é uma maravilha”.

A fala não repercutiu positivamente. O Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco emitiu uma nota, alegando que a fala de Elena “atinge de forma acintosa, o trabalho dos servidores municipais”.

Confira a seguir a nota:

LEIA MAIS

Profissionais da enfermagem cobram mais valorização em dia marcado por paralisação das atividades

Categoria se mobiliza nacionalmente hoje (Foto: Instagram/SEEPE)

A quarta-feira (30) é marcada pela mobilização nacional dos enfermeiros, técnicos e e auxiliares de enfermagem. A categoria cobra a aprovação do PLS 2564/2020, que cria o piso salarial e regulamenta as profissões da classe. O ato de hoje resulta na paralisação de 24 horas das atividades prestadas, sendo mantido apenas o serviço emergencial e de urgência.

LEIA TAMBÉM

Profissionais da enfermagem fazem ato público nesta quarta-feira, em Petrolina

Hoje a gente não tem piso. Nada mais justo do que valorizar esses profissionais“, explica a presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco, Ludmila Outtes Alves. Durante a entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, Ludmila também detalhou como está sendo a luta da classe. Eles cobram o projeto, para que enfim possam ter o piso. Hoje no Estado, há profissionais que não recebem um salário mínimo pela atividade.

LEIA MAIS

Sindicato dos Enfermeiros de Petrolina inicia negociação para reajuste salarial da classe

Os enfermeiros são alguns dos profissionais da saúde na linha de frente no combate à covid. O trabalho na pandemia completou um ano e agora o Sindicato dos Enfermeiros e Enfermeiras de Pernambuco (SEEPE) entrou em campanha salarial para beneficiar a classe.

Segundo o SEEPE, há mais de um mês o Sindicato tenta negociação com a Prefeitura de Petrolina. Enquanto o diálogo com o município está travado, o apoio vem da Câmara de Vereadores, através da Comissão de Saúde.

Nesse meio tempo os membros do Sindicato estão visitando as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e ouvindo demandas dos funcionários. “Já estamos elaborando um dossiê, em fase de conclusão, que em breve será disponibilizado aos órgãos competentes“, diz uma nota da categoria, enviada ao Blog.

Sindicato dos enfermeiros relata falta de EPI; Prefeitura afirma estar trabalhando para reforçar estoques

Seepe denuncia falta de materiais, Prefeitura explica situação (Foto: Ascom/PMP)

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Pernambuco (Seepe) notificou a Prefeitura de Petrolina para fornecer equipamentos de proteção individual (EPIs) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). O Seepe relatou ter recebido denúncias dos filiados sobre a falta de luvas, toucas e outros EPIs.

“Apesar de já ter recebido pacientes com sintomas de COVID-19, as UBS (unidades básicas de saúde) desse município encontram-se, no atual momento com uma grande escassez de EPI’s, dentre estes equipamentos de segurança citamos os seguintes: luvas, capotes, toucas e etc“, informa o Sindicato.

Em nota, a Prefeitura de Petrolina explicou o que houve. “Devido à grande demanda e a evolução da doença no mundo, estes materiais estão com valores elevados e com baixa oferta no mercado“, informou a Secretaria de Saúde. O município já abriu novas licitações e vai reforçar o estoque.

Confira a seguir a resposta da Secretaria de Saúde:

LEIA MAIS

Justiça de Pernambuco proíbe greve dos enfermeiros

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) proibiu a greve dos enfermeiros, que está programada para começar nesta segunda-feira (23). Na decisão proferida pelo desembargador Fábio Eugênio Dantas de Oliveira Lima no final do sábado (21) fica estipulada aplicação de multa no valor de R$ 100 mil por dia em caso de descumprimento.

LEIA TAMBÉM

Enfermeiros de PE aprovam estado de greve alegando escassez de material de proteção

O Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco (SEEPE) iniciou a mobilização da categoria na semana passada, por conta da pandemia do coronavírus. Eles alegam que falta material de proteção individual (EPI) e analisam parar as atividades.

O desembargador aponta que a paralisação da categoria trará prejuízos à população pernambucana, no combate ao surto do novo coronavírus. A presidente do SEEPE, Ludmila Outtes disse que ainda não foi notificada da decisão, vai recorrer e manteve para amanhã uma assembleia com toda a categoria. (Com informações do JC Online).

SEEPE aguarda resposta da secretária de saúde para definir os rumos da campanha salarial em Petrolina

(Foto: Divulgação/Ascom)

Durante assembleia realizada sexta (24) o Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco (SEEPE) e decidiram aguardar a resposta da secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, para definir os rumos da campanha salarial da categoria para 2017.

A assembleia contou com a participação de diversos profissionais da área de saúde, que atuam em todas as esperas, pública e particular. Durante o evento foi possível dar início convenção coletiva da categoria para este ano.

A categoria continua em greve e os rumos do movimento serão definidos conforme o posicionamento da secretária, segundo o diretor regional do SEEPE, Edson Freitas.

“A pauta foi encaminhada com uma proposta de reajuste de 15%, diante de perdas por não terem sido contemplados com aumentos nos últimos dois anos. O SEEPE vem intermediando a negociação. Nossa pauta foi entregue dia 22 e 11 de abril aguardamos o posicionamento da secretária que será avaliada em assembleia dia 12 de abril, conforme acertado nessa primeira assembleia ocorrida na sexta”, explicou Edson.

Quem tiver interesse em outras informações, em relação a campanha salarial da categoria, precisa ir até a Subsede do SEEPE na Rua Pio XII, 375, bairro Gercino Coelho, Petrolina, ou ligar para 087 98828-5944.