Secretaria chama atenção para os casos de furto e vandalismo na iluminação pública de Juazeiro

A Secretaria disponibiliza à população o telefone 3612-5411, para quaisquer denúncias. (Foto: Divulgação)

Segundo informações divulgadas pela Secretaria de Serviços Públicos (SESP), o maior entrava para manter a iluminação pública são os casos de furto de energia e vandalismo, nos bairros e residenciais de Juazeiro.

A SESP informou que a maior parte das ocorrências são depredações aos postes com uso de estilingue que perfuram as luminárias de proteção às lâmpadas e chegam até a danificar os reatores. São registradas 150 ligações clandestinas por mês.

“Fazemos um apelo à população para que não realizem desvio na energia elétrica, como também nos ajude a monitorar e a denunciar os vândalos, pois isso é crime e cabe investigação policial. Todos precisam estar comprometidos a preservar o patrimônio público”, O gerente de iluminação da SESP, Antônio Tibúrcio Caffé.

A Secretaria disponibiliza à população o telefone 3612-5411, para quaisquer denúncias ou solicitação de serviços, informando o endereço, a demanda e um ponto de referência ou por meio de ofício no endereço Quadra H, nº 14, Distrito Industrial do São Francisco. A solicitação pode ser feita de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Governo estuda reduzir os salários iniciais do funcionalismo público

(Foto: Internet)

No funcionalismo público federal, há salários iniciais que chegam perto de R$ 30 mil. (Foto: Internet)

Sob pressão para reduzir os gastos com a folha de pessoal, o governo federal estuda rever o salário inicial das principais categorias de servidores. A ideia é reduzir valores dos salários de ingresso no serviço público, considerados altos, e ampliar a distância em relação à remuneração recebida pelo funcionário no final da carreira.

Hoje, os servidores recém-aprovados em concursos públicos recebem salários muito elevados – bem acima dos registrados na iniciativa privada – e, em alguns casos, bastante próximos daqueles que estão no topo da tabela do plano de carreira.

LEIA MAIS