Leninha do STTAR é destaque durante ato de filiação do PSB em Petrolina

Leninha do STTAR se filia ao PSB em Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A última sexta-feira (14) foi de visita do Governador Paulo Câmara em Petrolina (PE). Com sua comitiva, Câmara cumpriu uma intensa agenda de eventos durante todo o dia. Ao final da tarde, o gestor estadual assumiu seu papel de Vice-presidente nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e se fez presente em um ato de filiação na capital sertaneja.

LEIA TAMBÉM

Prefeitos do Sertão se filiam ao PSB com presença de Paulo Câmara e lideranças socialistas

O evento reuniu lideranças, autoridades políticas e prefeitos que se filiaram na ocasião. Além dos gestores municipais, lideranças de Petrolina e de cidades circunvizinhas aproveitaram o momento e assinaram sua carta de filiação ao PSB, com as bençãos de Paulo Câmara. Dentre elas, uma foi o destaque da noite, mais conhecida como “Leninha do Sindicato”, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina foi ovacionada por membros do sindicato e autoridades presidentes.

LEIA MAIS

STTAR realiza ação com mais de 500 procedimento no Novembro Azul

O Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR) abriu sua sede e o centro médico dos trabalhadores e trabalhadoras assalariados rurais, nessa sexta-feira (23), para uma ação especial em alusão ao Novembro Azul.

Ao todo, foram realizados mais de 500 procedimentos no Centro Médico da Instituição. Foram realizados 100 exames de ultrassom de próstata, 109 consultas, 102 testes rápidos de HIV, 102 testes rápidos de Sífilis, 70 solicitações de exames PSA,  81 testes de acuidade visual.

LEIA MAIS

STTAR realiza ação do Novembro Azul com associados

Ação lembra importância da prevenção (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Novembro é o mês de conscientização da saúde do homem, com as atenções voltadas ao câncer. E para incentivar os trabalhadores rurais de Petrolina sobre a importância da prevenção das doenças, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR) está realizando hoje (22) um dia especial a eles.

Até 15h os associados poderão receber orientações, passarão participar de palestras e também realizar exames médicos. A ação acontece na própria sede do STTAR. Para ser atendido basta comparecer ao Sindicato munido de dos seguintes documentos: carteirinha de sócio, contra cheque e Carteira de Trabalho.

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens brasileiros. A doença tem grande incidência nas pessoas acima de 50 anos. Quem tem histórica na família é mais propício a sofrer desse mal, por isso a prevenção é importante. O STTAR está localizado na Avenida das Nações, 280, bairro Vila Mocó.

Movimentos sociais encabeçam manifestação contra Reforma da Previdência e cortes na educação em Petrolina

Grupo se reuniu no Bambuzinho (Foto: Blog Waldiney Passos)

A manhã dessa sexta-feira (14) é marcada por atos em diversas cidades do país. Em Petrolina, como de costume, a Praça do Bambuzinho foi escolhida como ponto de encontro de sindicalistas e estudantes que encabeçam a mobilização contra a Reforma da Previdência e os cortes na educação anunciados pelo Governo Federal.

Entre as entidades presentes etão a Fetaepe, Fetape, Sindsemp, CTB, Frente Brasil Popular, STTAR, Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), CUT, SindFisco, Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Afrânio (Sintea), Sinpaf, Sintelag, além de movimentos de estudantes e professores da Univasf, UPE e IF-Sertão.

Bancários querem fim dos privilégios dos mais ricos

Representando o Sindicato dos Bancários de Petrolina e Região (Seeb), o diretor Augusto Ribeiro fez um discurso contrário à proposta do Governo de Jair Bolsonaro (PSL). “Qual foi o privilégio que foi tirado até agora nessa elaboração da Reforma da Previdência? É uma falácia. Tem que cobrar a grande dívida aos grandes devedores“, disse.

LEIA MAIS

Corpo de líder comunitário assassinado em Petrolina será sepultado em Casa Nova

A Redação do Blog recebeu informações no começo dessa terça-feira (4) de que o velório de Sirlael Lamarque, morto a tiros na segunda-feira (3) no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 08, em Petrolina acontecerá a partir das 10h30, na residência de Sirlael, na Vila Nova do N8.

Em seguida o corpo seguirá para Casa Nova (BA), onde será sepultado, no interior do município baiano. Sirlael foi morto a tiros na noite de ontem, após um homem armado chegar em uma moto e disparar contra ele. O suspeito fugiu e até o momento não foi localizado.

Líder comunitário do N8, ele também era assessor parlamentar do vereador Major Enfermeiro (MDB). Diversas entidades e políticos lamentaram a morte. O ex-deputado estadual e atual diretor-presidente do IPA, Odacy Amorim (PT) assinou uma nota conjunta com sua esposa, a deputada estadual Dulcicleide Amorim (PT).

“[Ele] era conhecido por estar sempre reivindicando melhorias para a sua comunidade e para as regiões circunvizinhas. Apresentamos nossos sinceros sentimentos a toda família, amigos e líderes comunitários”, destacou o casal.

LEIA MAIS

Audiência pública em Petrolina reúne sindicatos e políticos de oposição para debater reforma da Previdência

Audiência reúne sindicatos e políticos da região (Foto: Blog Waldiney Passos)

A reforma da Previdência proposta pelo Governo Federal foi mais uma vez debatida em Petrolina nessa sexta-feira (12). Uma audiência pública acontece neste momento no Centro de Convenções, reunindo membros da Câmara de Vereadores, sindicalistas, trabalhadores rurais e políticos estaduais e federais da bancada de Oposição.

O debate foi proposto pela Bancada de Oposição da Casa Plínio Amorim que está em peso no encontro, em conjunto com as centrais sindicais. O senador Humberto Costa (PT), a deputada estadual Dulcicleide Amorim e o presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Odacy Amorim (PT) marcam presença.

Debate com trabalhador

Líder da Oposição da Câmara, o vereador Paulo Valgueiro (MDB) comentou a importância da audiência. “A gente quer discutir com os trabalhadores, ouvir os parlamentares que vão conduzir essa reforma. A gente entende que essa reforma só vem a cassar os direitos dos trabalhadores e não vem resolver a situação da Previdência. Isso só se resolve com combate à corrupção”, destacou o edil.

Mobilização continua

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariadas de Petrolina (STTAR), Lucilene Lima, a Leninha, ressaltou que a audiência é apenas um passo na mobilização da classe. “Essa audiência tem o intuito da gente discutir as medidas que vêm a ser colocada em votação. Nós vamos continuar nos mobilizando, é apenas o começo dessa batalha”, afirmou.

LEIA MAIS

STTAR inaugura Centro Médico para atender trabalhadores e trabalhadoras assalariados rurais de Petrolina

Na tarde do último sábado (9), o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina(STTAR) inaugurou o Centro Médico para atender trabalhadores e trabalhadoras associados. No local serão ofertados atendimentos nas seguintes especialidades: Ginecologia, Odontologia,Clínico Geral, Ortopedia e Dermatologia.

Saúde é um dos setores que recebe atenção especial da Diretoria do Sindicato. No ano passado foram aplicados 45,3% das receitas que dobraram os atendimentos em mais de 150%, somando mais de 3 mil atendimentos na saúde.

“Esta obra faz parte de um contexto daquilo que nos propusemos a mudar na vida dos trabalhadores e trabalhadoras Assalariados de Petrolina, com o objetivo de propiciar um melhor atendimento aos pacientes melhorando a qualidade de vida a toda a Classe”, enfatizou a Presidenta Lucilene Lima (Leninha).

LEIA MAIS

Trabalhadores rurais de Petrolina ameaçam paralisar atividades

(Foto: Arquivo ANPr)

Em negociação com o sindicato patronal desde o mês passado os trabalhadores rurais de Petrolina podem paralisar suas atividades, caso não haja avanço no diálogo entre as partes. O corte em 50% dos direitos garantidos na convenção trabalhista proposto pelos patrões é a principal queixa dos empregados.

Até o momento, segundo o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Petrolina (STTAR), já foram realizadas oito rodadas de negociação sobre a convenção que engloba também a Bahia. “Estamos na mesa, queremos negociar. Infelizmente a classe patronal nos deixem preocupados. A gente não tem notícias, isso nos deixa cada vez mais apreensivo”, disse Lucilene Lima, a Leninha, presidente do STTAR.

Avanço

A ameaça de paralisar as atividades, iniciada nessa semana, o sindicato patronal demonstrou interesse em negociar. Segundo o STTAR, os patrões sinalizaram aceitar as demandas da convenção trabalhista e está pendente um posicionamento a respeito do salário 2019.

Hoje (15) o patronal fez uma proposta de reajustar o salário em R$ 1.041, ainda abaixo do proposto pelos trabalhadores rurais que é de R$ 1.076. Até o momento não há informações se o STTAR aceitará a sugestão.

Chapéu de Palha: cadastramento em Petrolina termina nesta sexta-feira

Os trabalhadores rurais que ainda não fizeram o cadastramento no programa Chapéu de Palha em Petrolina têm até esta sexta-feira (15) para se inscrever. O atendimento iniciado na segunda-feira (11) no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 04 termina amanhã.

Podem fazer o cadastro quem trabalhou entre o segundo semestre de 2018 até fevereiro de 2019 por pelo menos 30 dias. É necessário apresentar CPF, carteira de trabalho, número do PIS ou do Número de Identificação Social (NIS) do Cartão do Bolsa Família ou Cartão Cidadão, rescisão do contrato de trabalho da última safra e comprovante de residência.

O comprovante pode ser emitido no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados de Petrolina (STTAR), que legitima o beneficiário. “O programa só deixa participar aquele que tiver o comprovante de residência em seu nome e o sindicato entra fazendo essa parte”, destaca Lucilene Lima, a Leninha, presidente do STTAR.

Sindicato patronal e de trabalhadores rurais de Petrolina voltam a discutir reajuste salarial

Sindicato não aceita valor proposto por patronal (Foto: Ascom/STTAR)

Teve início na quarta-feira (6) a segunda rodada de negociação entre o sindicato patronal e o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina. Em janeiro, depois de um adiamento feito pelo patronal, as duas partes se sentaram para discutir as propostas iniciais.

Elaborada a pauta dos trabalhadores ficou-se acordada uma nova rodada que, segundo o STTAR deve continuar até esta sexta-feira (8). Ontem o patronal apresentou uma proposta de R$ 1.020,00 para esse ano, rejeitado pelo STTAR.

Os delegados sindicais não concordaram com o valor e se mantiveram firmes na decisão de que o salário base deve ser de R$ 1.076. O valor do reajuste foi o principal impasse entre as partes ainda em janeiro, quando o STTAR denunciou o corte de direitos imposto pelo patronal.

Trabalhadores rurais de Petrolina devem fazer cadastramento no Chapéu de Palha até este mês

Após Centro de Convenções, cadastramento segue para N-4 (Foto: Divulgação/Ascom)

Iniciado no dia 21 de janeiro o cadastramento no programa Chapéu de Palha em Pernambuco segue até o próximo dia 15. A partir dessa segunda-feira (4) os trabalhadores e trabalhadoras rurais devem comparecer ao Centro de Convenções munidos de documentação pessoal.

O atendimento no Centro de Convenções segue até sexta-feira (8). Na próxima semana, a última para fazer o cadastro, as equipes estarão no Projeto Senador Nilo Coelho – Núcleo 04. Anteriormente o serviço foi realizado na Agrovila Massangano, Projeto Bebedouro, Tapera, Projeto Maria Tereza e N-10.

LEIA TAMBÉM:

Cadastramento do Chapéu de Palha começa na próxima semana em Petrolina

“Pode fazer o cadastro o trabalhador que trabalhou do segundo semestre de 2018 a fevereiro desse ano”, afirma a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados de Petrolina (STTAR), Lucilene Lima, a Leninha.

Além disso os trabalhadores devem apresentar CPF, carteira de trabalho, número do PIS ou do Número de Identificação Social (NIS) do Cartão do Bolsa Família ou Cartão Cidadão, rescisão do contrato de trabalho da última safra e comprovante de residência, que pode ser emitido no STTAR.

STTAR e sindicato patronal encerram primeira rodada de negociação salarial

As duas partes cederam em pontos importantes, mas martelo ainda não foi batido (Foto: Reprodução/Google Maps)

A primeira rodada de negociação entre o sindicato patronal e o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina foi encerrada na tarde de quinta-feira (24), após as duas partes concluírem a lista de propostas e apresentarem aos interessados.

O STTAR contou com exclusividade que a próxima rodada deve acontecer no dia 6 de fevereiro, quando o patronal vai apresentar a resposta dos empresários e o os trabalhadores rurais também. Na redação de propostas apresentada pelo STTAR há pedidos de manutenção de direitos, em especial das mulheres.

Negociação

Direito a creche, repouso em caso de aborto e volta ao trabalho depois da gestão são alguns dos itens mencionados na pauta entregue ao patronal. O STTAR também aceitou reduzir a proposta de reajuste salarial, assim como o patronal cedeu a algumas reivindicações dos agricultores.

“A gente queria R$ 1.096 e descemos para R$ 1.043. Eles ficaram de sentar com os empresários para nos dar uma resposta”, disse uma fonte ligada ao sindicato. A negociação teve início na terça-feira (22). Confira a seguir a redação das propostas, envidada pelo sindicatos dos agricultores: Redação STTAR.

Sindicato patronal e STTAR dão início a negociação salarial 2019

Manhã é dedicada a defesa da pauta do STTAR (Foto: Ascom/STTAR)

Prevista para acontecer na semana passada, a negociação salarial entre trabalhadores rurais assalariados e o sindicato patronal teve início na terça-feira (22) em Petrolina. Responsável por apresentar as reivindicações dos empregados, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) estima que a mesa de negociação chegue a um resultado em menos de uma semana.

Nessa quarta-feira (23) o STTAR apresenta a pauta dos trabalhadores, se posicionando contra alguns posicionamentos do patronal que inclui corte de direitos. “Esperamos que hoje mesmo possa terminar essa sessão”, informou o setor de Comunicação do Sindicato.

Anteriormente a presidente do STTAR, Lucinele Lima, a Leninha havia garantido o pagamento do retroativo, independentemente da demora na negociação entre as partes.  “Eles [os empregadores] deixam a gente tranquilo porque eles asseguram a data base. Por exemplo, a negociação coletiva pode estar acontecendo na última semana de janeiro, mas está mantida a data base. A qualquer período que a gente terminar a negociação coletiva ele recebe o retroativo do salário”, destacou Leninha.

A convenção coletiva é unificada entre Bahia e Pernambuco, composta por 11 sindicatos – cinco de Pernambuco e seis da Bahia – sendo a única do país nesse sentido que há 25 anos atua na manutenção dos direitos dos trabalhadores rurais da região.

Cadastramento do Chapéu de Palha começa na próxima semana em Petrolina

Cadastro segue até fevereiro (Foto: Divulgação/Ascom)

Os trabalhadores e trabalhadoras rurais de Petrolina devem ficar atentos ao cadastramento no programa Chapéu de Palha. O processo começa na próxima segunda-feira (21), na Agrovila Massangano, zona rural do município e segue até a primeira quinzena de fevereiro.

É possível fazer o cadastro em algumas comunidades, mas também haverá atendimento no Centro de Convenções da cidade, a partir de fevereiro. Assim como no ano passado o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados (STTAR) de Petrolina vai emitir o comprovante de residência aos trabalhadores.

“Pode fazer o cadastro o trabalhador que trabalhou do segundo semestre de 2018 a fevereiro desse ano, para isso o Sindicato emite o comprovante de residência para aquele trabalhador que não tem. A maioria dos nossos trabalhadores vêm de outras cidades no período de safra e o sindicato legitima isso, por saber onde o trabalhador está localizado“, explica a presidente do STTAR, Lucilene Lima, a Leninha.

LEIA TAMBÉM:

Sindicato patronal adia negociação coletiva, mas STTAR afirma que data base está assegurada

Em 2018 mais de sete mil trabalhadores foram cadastrados no Bolsa Família, uma queda considerável desde o início do programa. Os números são consequência das exigências impostas no programa e para esse ano é possível uma nova queda. “Tem o e-Social, talvez possa aumentar ou possa diminuir”, disse Leninha. O STTAR que fica localizado na Avenida das Nações, 280, Vila Mocó.

LEIA MAIS

Segurança do trabalho no campo é tema de palestra no STTAR Petrolina

(Foto: Ascom)

Membros do Sindicato dos Trabalhadores de Trabalhadores Assalariado Rurais de Petrolina (STTAR) participaram de uma palestra sobre segurança do trabalho na sede do órgão. O evento realizado na sexta-feira (31) reuniu 100 delegados e teve como tema  ‘Segurança do Trabalho no Campo – Responsabilidade de Todos’.

A palestra foi realizada por Anderson, técnico de Segurança da Fazenda Agrivalle. Durante toda manhã os delegados tiraram dúvidas, receberam orientações sobre uso dos equipamentos de proteção individual (EPI) e sobre os direitos dos trabalhadores do campo.

A palestra, segundo a presidente do STTAR Petrolina, Leninha está inserido na programação de atividades do sindicato. “Além desta série de iniciativas que estão por vir, temos atualmente ações importantes em andamento, tais como visitas periódicas dos diretores às empresas, promoção de encontros nas fazendas para diagnosticar dificuldades e peculiaridades de cada empresa associada, além dos exames do trabalho já oferecidos há bastante tempo por médico e dermatologistas conveniados ao sindicato, e exames médicos adicionais”, disse.

12