Usuário reclama dos Correios de Petrolina; presidente do Sindicato afirma que situação vai melhorar com mais investimentos

Leitor reclama que mercadoria está parada em outra cidade há mais de meses

Com ou sem greve, o serviço ofertado pelos Correios de Petrolina é criticado. Diariamente o Blog recebe queixas dos usuários sobre a qualidade do trabalho prestado nas unidades do município. Mas o Centro de Distribuição, localizado no Centro, lidera o ranking negativo.

Quem passa pela Avenida da Nações percebe as filas de clientes tentando buscar informações sobre seus produtos. E voltam para casa sem atendimento. “Essa história tá ficando bem séria. Estou com um produto que está paralisado há 40 dias em Jaboatão dos Guararapes e é um produto com certa urgência. Você fala com o carteiro, ninguém atende nada. Na Ouvidoria você abre reclamação e você não é atendido”, contou um leitor do Blog.

Estrutura precária

Durante o programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina, o sindicato dos trabalhadores dos Correios de Petrolina, Antônio Lira disse entender as críticas. Mas explicou o que está acontecendo há alguns anos.

LEIA MAIS

Betão é oficialmente nomeado Coordenador da Ciretran de Petrolina

Posse aconteceu na semana passada, na capital Recife

O ex-vereador de Petrolina, Adalberto Bruno Filho, o Betão foi oficialmente nomeado para o cargo de Coordenador da 8ª Ciretran. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado dessa quinta-feira (8), uma semana após posse, que foi realizada no começo do mês.

LEIA TAMBÉM

Ex-vereador Betão assume coordenadoria do Detran em Petrolina

Betão substitui Natan Soares e agradeceu o apoio de velhos aliados políticos. “Fui chamado ao Detran do Recife na semana passada, há oito dias. Quero agradecer de coração o deputado Lucas Ramos e meu amigo, Julio Lóssio, que fizeram essa mobilização para o meu retorno, junto ao governador. Fizemos essa nomeação simbólica e ficamos aguardando a nomeação oficial que saiu hoje”, disse ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS

Barquinhas voltam a operar com intervalos de 15 minutos

(Foto: ASCOM)

A pandemia do novo coronavírus afetou diversos serviços. E a retomada das atividades vem acontecendo de forma gradual. Com as barquinhas que fazem a travessia entre Petrolina e Juazeiro (BA) não seria diferente. Segundo o presidente da Associação de Travessia de Barquinhas, Luiz Raimundo, partir dessa segunda-feira (5), o transporte retoma a periodicidade normal das viagens.

“Antes nós funcionávamos de 15 em 15 minutos. Por conta da pandemia, passamos a funcionar de 20 minutos. A partir de hoje, voltamos a funcionar a cada 15 minutos. E hoje passamos para 21 horas, porque o pessoal trabalha em hospitais e Shopping e sai tarde. Nós temos que dar atenção aos passageiros“, disse Luizinho ao programa Super Manhã com Waldiney Passos.

Atualmente a passagem das barquinhas é de R$ 2,00 determinado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). A boa notícia é que, com o aumento da vazão da barragem de Sobradinho, o translado intermunicipal fica mais rápido. “Fica muito melhor para a gente navegar“, avaliou na Rádio Jornal Petrolina.

“A defesa vai mostrar que isso foi um equívoco”, afirma Ronieri Reis sobre pedido de impugnação

Ronieri Reis participou do programa Super Manhã com Waldiney Passos, nessa segunda-feira (5), para esclarecer o pedido de impugnação do seu registro de candidatura a prefeito de Dormentes (PE). O ex-prefeito relatou que a solicitação protocolada não existe mais.

“A gente observa que a Promotoria se equivocou, baseado num processo que não existe mais, processo que já foi julgado e nós já fomos absolvido. E não há justificativa para falar desse processo nesse período“, destacou na Rádio Jornal Petrolina.

Ainda de acordo com o candidato, sua defesa ainda tem sete dias e recorrerá. “A nossa defesa ainda vai responder e o juiz vai julgar. A gente está aguardando o julgamento do pedido do Ministério Público. Tenho certeza de que nossos advogados vão estar fazendo a defesa“, salientou.

Ronieri explicou que o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) entrou com um pedido no ano de 2012. Contudo, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reverteu a decisão de tornar o ex-prefeito inelegível por conta daquela ação. “A promotoria aponta uma condenação que já foi revertida no TSE“, pontuou.

Por fim, Ronieri afirmou que segue com sua agenda de campanha. No domingo (4) ele esteve no interior, fazendo reuniões com lideranças. E seguirá atuando até que o pedido do Ministério Público seja julgado. “Não tem mais nada em aberto nesse processo. O direito foi estabelecido, cabe aos nosso advogados entrar com a defesa e vai mostrar que isso foi um equívoco”, finaliza.

Confiante, Deomiro Santos aguarda decisão da Justiça para iniciar campanha em Petrolina

Eleições 2020O Blog já adiantou que Petrolina poderá ter seis candidatos a prefeito. Isso porque o Partido Verde (PV) escolheu Deomiro Santos como pleiteante em 2020. Ele aguarda a Justiça Eleitoral e corre contra o tempo para iniciar a caminhada até novembro.

LEIA TAMBÉM

Petrolina poderá ter 6 candidatos a prefeito e não 5

Nessa quinta-feira (1°), Delmiro foi entrevistado no programa Super Manhã com Waldiney Passos e explicou qual o cenário atual do PV. “Conto com esse deferimento. Nossa convenção foi legal, sem estardalhaço e fizemos tudo direito, dentro da lei e da legalidade. Estamos esperando a posição final. Já estamos com o CNPJ, vamos abrir a conta e fazer todos os procedimentos“, disse a Rádio Jornal Petrolina.

Para Delmiro, a partir do momento no qual os eleitores conhecerem suas propostas, vão confiar no programa de governo. E caso consiga êxito, pode fazer história. “Nós estamos convictos de que vamos contar com o apoio do povo de Petrolina. De forma histórica, um candidato a prefeito que vai ganhar a eleição sem ter um candidato a vereador. Nossa chapa só tem prefeito e vice“, conclui.

Sindicato de Pernambuco pede flexibilização no segmento de bares e restaurantes

Bares e restaurantes funcionam com limitações

Empresários do segmento de bares e restaurantes promoveram uma manifestação nessa quarta-feira (23), em Petrolina. Eles pedem ampliação no funcionamento dos estabelecimentos durante a pandemia. Em outras palavras, a categoria alega que, da forma como o Plano de Convivência com a Covid-19 está atualmente, não está funcionando.

O protesto tem apoio de outros profissionais que englobam essa cadeia, como o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Bebidas de Pernambuco (Sindibeb). “A gente vê que a maioria dos donos de restaurante está respeitando a distância, ofertando álcool em gel e usando máscaras. Mas infelizmente os nossos governantes não pensam da mesma forma”, disse Vanilson Oliveira no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

Oliveira representa o Sindibeb e lembrou que os cuidados sempre foram seguidos no setor, especialmente por se tratar de bebidas e alimentação. “É importante a gente ter a segurança e o cuidado. A gente tem higienização, luva, máscara e touca. É um setor que se cuida, que tem uma preocupação diferenciada. A gente percebe que também tem a questão política e os comerciantes começam a sentir”, pontua.

Para ele, é preciso pensar na cadeia produtiva como um todo. “Você pede uma pizza e um refrigerante, tem aquela pessoa por trás que produz. A gente precisa que funcione mais tarde. A fiscalização tem que atuar em segmentos que não estão obedecendo. A gente gera emprego, tem que pensar no garçom, no balconista”, lembra.

Educação: Sinepe critica Estado por apenas liberar aulas do Ensino Médio em PE


A decisão de o Governo de Pernambuco em liberar as aulas somente ao Ensino Médio não agradou o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Pernambuco (Sinepe). Entrevistado no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina de hoje (22), José Ricardo Diniz afirmou que a decisão foi “política”.

“Os riscos existem, o número de óbitos têm caído sensivelmente, no Estado e no país de uma maneira geral. Mas a questão não é técnica, tanto que ontem no anúncio não houve argumentos técnicos e científicos. É uma decisão política, é focado somente naquilo: as eleições municipais do dia 15 de novembro e até lá, as escolas ficam na sua grande maioria, fechadas”, pontuou.

LEIA TAMBÉM

Aulas presenciais serão retomadas em Pernambuco

O retorno das atividades presenciais é opcional. Isso significa que, caberá aos pais e responsáveis a decisão final. De acordo com José Ricardo, nas escolas particulares há certeza da escolha pelos encontros nas unidades. “Ela pode permanecer com seu adolescente acompanhando as atividades remotas. Ou permitir o retorno das atividades presenciais. As escolas particulares estão prontas e nesse momento, eles vão requerer sobretudo acolhimento, o contato humano e muito mais do que o conteúdo”, diz.

Por fim, o presidente do Sindicato lembrou que as atividades devem seguir, afinal um ano perdido é prejudicial à formação de uma criança. A volta das aulas presenciais está prevista para começar no dia 6 de outubro, aos 3º ano Médio.

Confira a seguir o Plano completo, divulgado pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco:

Plano de Convivência – Educação Básica PE – Final – 21.09.2020

Sindicato dos Correios lamenta decisão do TST, mas retomará os trabalhos em Pernambuco

TST foi favorável ao Governo Federal (Foto: Internet)

O Tribunal do Superior do Trabalho (TST) determinou o fim das greves dos Correios. E os trabalhadores criticaram tal decisão, pois no fim, acabaram ainda mais enfraquecidos. É o que afirma o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios, Roberto Alexandre, que foi entrevistado no programa Super Manhã com Waldiney Passos nessa terça-feira (22).

“Os ministros votaram junto com o governo e com a direção da empresa. A população precisa entender que fizemos [a greve] não por aumento de salários ou outra coisa qualquer e sim para manter nossos direitos. Foram 37 dias de greve e foram retiradas quase 40 cláusulas do acordo coletivo, a empresa queria 70”, disse a Rádio Jornal.

Roberto lembrou que, mesmo com a derrota no TST, a categoria não teve seu movimento considerado abusivo. “A greve não foi considerada abusiva. Os dias parados, metade será compensando e a outra metade, descontado do contracheque. O que nós ganhamos foi só 2,60% e algumas cláusulas do acordo coletivo. De resto, o TST tirou tudo da gente e determinou a volta do trabalho hoje”, explica.

O retorno ao trabalho será confirmado hoje (22), durante assembleia marcada para 14h na capital Recife. Ainda segundo Roberto, desde 2011 os Correios não fazem concurso público para contratar mais funcionários e além disso, a cada ano, perdem mais direitos. “Infelizmente foi uma derrota aos trabalhadores. Benefícios como licença-maternidade, vale-cultura e adicional de 15% pelo trabalho no fim de semana foram retirados. Lutamos de cabeça erguida, mas os ministros votaram junto com a empresa“, ressalta.

Com elenco completo, Salgueiro viaja ao Ceará para estreia na Série D

Carcará estreia fora de casa (Foto: Redes Sociais)

Demorou, mas finalmente o Salgueiro conseguiu embarcar a Sobral (CE). A viagem da delegação começou na manhã desse sábado (19), após o clube receber os resultados da testagem para covid-19. Apesar do atraso, os exames não deram positivo.

Dessa forma, Daniel Neri não tem nenhum desfalque no jogo deste domingo (20). O Carcará do Sertão enfrenta o Guarany de Sobral, às 16h no Estádio do Junco. Para o presidente do Salgueiro, José Guilherme, a equipe vai em busca de mais um bom resultado.

LEIA TAMBÉM

Afogados da Ingazeira tem dois atletas positivados para Covid-19

“Desde agosto retornamos aos treinos, preparamos a cabeça dos jogadores para essa grande estreia. A responsabilidade aumentou. Hoje não é só o Salgueiro Atlético Clube que vai jogar, é um campeão pernambucano“, disse no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

No ano de 2012, Salgueiro e Guarany se enfrentaram pelo Campeonato Brasileiro da Série C. Fora de casa, a vitória foi dos cearenses. E no Cornélio de Barros deu Carcará. Em 2020 serão mais duas oportunidades para desempatar o confronto.

Afogados e Central registram casos positivos

Além do Salgueiro, Pernambuco tem mais dois representantes na competição. Conforme noticiado ontem (18), o Afogados da Ingazeira tem desfalques para a Série D. Dois atletas positivaram. Eles estão isolados. Já no Central, de Caruaru, oito jogadores estão com a covid-19.

Aero Cruz garante que nome de Simão Durando foi consenso na bancada de Situação

Simão foi confirmado como vice para chapa de Miguel.

Nessa semana o prefeito Miguel Coelho (MDB) anunciou seu pré-candidato a vice. Simão Durando era secretário de Governo e Agricultura, além de ser homem de confiança do atual gestor municipal. Antes, figura de atuação nos bastidores, Simão ganha protagonismo no jogo político.

Entretanto, nessa sexta-feira (18) ventilou-se um boato na imprensa local, alegando que o nome de Simão não foi consenso entre os vereadores. Líder da Situação, Aero Cruz (MDB), negou tal fato durante entrevista ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

LEIA TAMBÉM

Confira os candidatos a prefeito em Juazeiro e Petrolina

Petrolina: Simão Durando é confirmado para vice de Miguel Coelho

Isso não procede. O prefeito Miguel Coelho tem um diálogo muito bom com a bancada. A Secretaria de Governo tem uma articulação muito boa com os vereadores. A gente sabe do trabalho de Simão, como secretário e como assessor. É uma pessoa dedicada e preparada. É uma pessoa que tem história de família, é uma pessoa que não tem rejeição. É uma pessoa de confiança, já está há um grande tempo no governo. Foi sim um nome de consenso, conversado e articulado“, destacou.

Outras opções no jogo?

Aero deu a entender que, Miguel tinha opções e optou por Simão. Nome esse, aprovado por todos. “A gente tinha vários nomes. Pode ter certeza de que foi um bom nome, foi um bom vice. Pode ter certeza de que foi conversado, foi articulado com todo grupo. Quem é o vereador que não queria ser o vice? Às vezes pode ter um ali que tinha esperança de ser chamado, mas pode ter certeza de que isso [ser consenso] não procede“, conclui.

Trabalhadores do setor de eventos farão manifestação em Petrolina nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (18) empresários e trabalhadores do ramo de eventos realizam uma manifestação no Centro de Petrolina. Eles cobram a flexibilização ao setor, que foi um dos primeiros a parar por conta da pandemia do novo coronavírus. O ato está marcado para 8h30, na Concha Acústica da cidade.

“A gente precisa se colocar no lugar do outro, a gente quer trabalhar. Isso é trabalho, é luta, é suor, é sustento. Vamos nos colocar no lugar do outro. Estamos aguardando o posicionamento dos prefeitos, todo movimento é válido, é democrático e é direito“, disse a promotora de eventos, Jackeline Maia ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

Crise no setor

Ela estima que cerca de 30% das empresas da região não conseguirão superar a crise econômica provocada pela pandemia da covid-19. “Não parei de pagar as contas, nem a classe. A gente precisa que as pessoas que fazem a lei, elas que estão fazendo aglomerações aqui com essas convenções. A gente só quer trabalhar e de forma organizada“, afirma.

De acordo com Jackeline, o setor precisa ser liberado tanto em Juazeiro (BA), quanto em Petrolina. “A gente precisa voltar a trabalhar, nós queremos trabalhar corretamente. Não temos porque fazer [evento] escondido. Queremos fazer dentro da lei“, pontua.

Os governos da Bahia e de Pernambuco já permitem a realização de eventos com até 100 pessoas. A realização deve levar em conta o distanciamento mínimo entre os presentes e as demais medidas sanitárias.

Roberto Carlos responde a Paulo Bomfim: “Ser subserviente, não serei a ninguém”

Deputado afirmou que Bomfim governa com arrogância

O deputado estadual Roberto Carlos (PDT) rebateu a fala de Paulo Bomfim (PT) acerca do rompimento político dos dois. Novamente, Roberto criticou a falta de diálogo por parte do atual prefeito. Em entrevista à Rádio Jornal Petrolina, nessa quarta-feira (16), ele classificou como arrogante a postura do gestor municipal.

“Eles não querem aliados, não é só o prefeito Paulo Bomfim. Atrás dele ou na frente dele tem Isaac Carvalho. Eles não querem parceiros, querem subservientes. Ninguém vai calar minha voz e graças a Deus, ninguém calou a minha voz”, afirmou ao programa Super Manhã com Waldiney Passos.

LEIA TAMBÉM

“Ou é meu aliado 100% ou eu não tenho interesse”, afirma Paulo Bomfim sobre rompimento com Roberto Carlos

PDT não apoiará Paulo Bomfim em Juazeiro, afirma Roberto Carlos

Na versão do deputado estadual, o divórcio político aconteceu porque o PDT estava dialogando com outros pré-candidatos, entre eles Joseph Baneira e Carlos Neiva. “Ele ficou chateado porque nós estávamos dialogando os pré-candidatos“, enfatizou.

“Chicote na mão”

Segundo Roberto Carlos, o prefeito não sabe dialogar. Por isso é importante “libertar” Juazeiro. “Quando fui ao projeto do prefeito Paulo Bomfim, fui consciente de ele iria dialogar com os partidos e lideranças políticas. Ele resolveu usar da arrogância e prepotência. As decisões, ele têm que tomar sim. Mas ele não tem o PDT como subserviente. Nós temos a ideia de ser parceiros. Ser subserviente, não serei a ninguém aqui da terra” salientou.

Rompido com Bomfim, Roberto Carlos e o PDT decidiram apoiar Suzana Ramos.”Por isso que Juazeiro tem que ser libertada. Nós estamos em pleno século 21 e não podemos aceitar ditadura. Esse modelo de chicote na mão e na outra o dinheiro acabou”, conclui.

“Ou é meu aliado 100% ou eu não tenho interesse”, afirma Paulo Bomfim sobre rompimento com Roberto Carlos

Segundo prefeito, faltou fidelidade do ex-aliado (Foto: Ascom PMJ)

Paulo Bomfim (PT) e Roberto Carlos (PDT) não caminharão lado a lado em 2020. O rompimento aconteceu no começo desse mês. E segundo o atual prefeito de Juazeiro (BA), a decisão de não estar com Roberto deu-se única e exclusivamente pela falta de compromisso.

LEIA TAMBÉM

PDT não apoiará Paulo Bomfim em Juazeiro, afirma Roberto Carlos

Durante uma participação no programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina hoje (16), Bomfim explicou o que houve: faltou fidelidade. “O deputado não saiu do meu projeto, eu que não quis mais o apoio dele. Eu que disse ao deputado Roberto Carlos que não tinha mais interesse no apoio dele. Primeiro que eu que sou o prefeito de Juazeiro, quem tem que tomar a decisão sou eu. A decisão é minha, o povo me elegeu pra isso. Segundo, meu time está montado e Roberto Carlos ou qualquer outro que entenda de apoiar outro candidato, eu vou entender. Mas eu não quero aliado pela metade. Ou é meu aliado 100% ou eu não tenho interesse“, disse o prefeito.

Decisão necessária

De acordo com Bomfim, não há nada contra Roberto pessoalmente. Mas a decisão de romper com o deputado estadual veio num momento de escolha. “Se o deputado se chateou com a escolha da vice, nada posso fazer. Na política tem dessas coisas, mas chega um momento na vida da gente que a gente tem que fazer as escolhas. Eu optei por não continuar aliado do deputado Roberto Carlos e ele segue a trajetória dele”, ressaltou.

Paulo Bomfim foi confirmado como candidato do PT, no pleito de novembro. Ele terá ao seu lado o delegado Charles Leão (PP). Com isso, a coligação do atual prefeito conta com PT, PCdoB, Podemos, DC, MDB, PP, PSB, PSD.

Juazeiro: Secretários do PDT deixam governo de Paulo Bomfim

Dois secretários deixaram suas pastas ainda ontem (Foto: ASCOM)

Após o anúncio de que o PDT não estará ao lado de Paulo Bomfim (PT) nas eleições de 2020, o deputado estadual Roberto Carlos afirmou que os secretários do partido não estão mais na equipe da Prefeitura. Isso significa que Sergio Fernandes e Celso Leal deixaram a Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo (SECULTE) e Secretaria de Serviços Públicos (SESP), respectivamente.

LEIA TAMBÉM

PDT não apoiará Paulo Bomfim em Juazeiro, afirma Roberto Carlos

“Ontem mandamos um ofício ao prefeito, agradecendo o tempo que estivemos juntos e solicitando a exoneração dos 26 cargos do PDT que nós temos na gestão. São dois secretários, um já estava afastado. A gente segue o nosos rumo e o prefeito segue o dele. No dia 15 de novembro a gente vê quem é quem”, afirmou ao programa Super Manhã com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina.

Além dos dois secretários já citados, também integrava a equipe de Bomfim, Florêncio Galdino. Contudo, ele já estava afastado desde o primeiro semestre. Hoje (9) a Prefeitura de Juazeiro anunciou o substituto de Leal na SESP. O escolhido é Jorge Medrado.

Convenção partidária do Podemos de Petrolina acontecerá na próxima semana

Quirino e Lucas andarão juntos no atual pleito (Foto: Ricardo Banana/Reprodução)

O Podemos fará sua convenção partidária no próximo dia 11 de setembro, às 19h30, em Petrolina. Nesse ano o partido quer pelo menos três vagas para vereadores da chapa e não terá candidato à Prefeitura local. De acordo com o presidente do diretório municipal, Sargento Quirino, a solenidade contará com a presença de políticos estaduais.

LEIA TAMBÉM

“Depois de Julio sou eu”, afirma Quirino sobre preferência do governador para disputar prefeitura de Petrolina

Entre os confirmados estão o deputado-federal Ricardo Teobaldo que é o presidente estadual do Podemos e de Lucas Ramos (PSB), deputado estadual e hoje secretário no governo de Paulo Câmara (PSB). Quirino falou ao programa Super Manhã com Waldiney Passos sobre o processo de criação do partido e a expectativa ao lançamento das pré-candidaturas.

“É um partido que está preparado, foi muito difícil para a gente construir uma chapa como construímos. Queremos fazer três vereadores no voto nominal e quatro na sobra das coligações. Vamos contar com isso. Ficou definido que nós teremos a chapa proporcional e não teremos candidato a prefeito“, disse à Rádio Jornal Petrolina.

LEIA MAIS
123