Testes de vacina chinesa contra coronavírus começa dia 20 no Brasil

(Foto: CDC/Unsplash)

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (6) que o recrutamento de voluntários para a terceira fase de testes da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela farmacêutica chinesa de biotecnologia Sinovac começa na próxima segunda-feira (13).

Na sexta (3), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou a nova etapa do projeto realizado pelo laboratório chinês em parceria com o Instituto Butantan. Em todo o Brasil, serão escolhidos 9 mil voluntários distribuídos em São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná e Distrito Federal. Segundo o governador João Doria (PSDB), após o recrutamento, a vacina deve começar a ser aplicada nos voluntários no dia 20 de julho.

LEIA MAIS

Petrolina atinge meta geral de vacinação contra gripe, mas continua imunizando grupos prioritários

(Foto: Ascom/PMP)

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe terminou nesta terça-feira (30), mas os postos de saúde de Petrolina continuam oferecendo as doses para os grupos prioritários a partir desta quarta-feira, 1º de julho. Apesar de atingir 100% do público geral, três grupos – crianças, gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias – ainda não conseguiram bater a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, que é de 90%.

O prazo para continuar registrando esse público no sistema do Ministério da Saúde é até 24 de julho. Ou seja, até essa data o público-alvo da campanha pode procurar os postos de saúde e se imunizar.

A campanha teve início em março com a vacinação de idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da saúde; seguindo com profissionais das forças de segurança e salvamento, doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários e, por fim, crianças de seis meses a cinco anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes e mulheres no pós-parto de até 45 dias, adultos de 55 a 59 anos de idade e os professores.

Vacinação

A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Considerando a situação de pandemia, os horários estão organizados da seguinte forma: criança pela manhã na zona urbana, das 7h30 às 12h45. Os demais públicos prioritários devem ser vacinados no período da tarde, das 13h45 às 16h45.

Na zona rural a vacinação ocorre das 7h30 às 12h45 (para todos os públicos). Para a imunização é necessário levar o cartão de vacina (se tiver) e também o cartão do SUS. Lembrando que a vacina não imuniza contra o novo coronavírus, porém, auxilia na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos.

Bahia tem 2.345 novos casos de coronavírus em 24h; Sesab atribui dado a instabilidade do e-SUS

Nas últimas 24 horas a Bahia registrou  2.345 novos casos e 42 mortes por Covid-19. O estado soma agora 43.922 casos confirmados e 1.305 mortes pelo novo coronavírus desde o início da pandemia. As informações foram divulgadas pela Secretaria da Saúde (Sesab) nesta sexta-feira (19). Na quinta (18) os números da Bahia eram de 41.577 casos confirmados e 1.263 mortes.

A Sesab informa que do total de casos, 20.589 já são considerados recuperados e 22.028 encontram-se ativos.

A Sesab atribui os dados do boletim epidemiológico desta sexta à instabilidade ocorrida no sistema e-SUS, do Ministério da Saúde, no dia anterior, que afetou o levantamento e catalogação dos casos ambulatoriais de Covid-19 em todo o Brasil.

Covid-19: veja a taxa de ocupação dos leitos destinados a pacientes de Juazeiro nesta quinta-feira (18)

Descritivo de pacientes de Juazeiro em leitos de UTI e intermediários na cidade e em Hospitais referências para a Covid-19 através da rede PEBA (SUS) e em rede privada:

A UPA de Juazeiro conta com 8 leitos equipados com respiradores e 2 estão ocupados, representando ainda 25% de taxa de ocupação. Para atendimento intermediário a unidade tem 12 leitos e, destes, 4 estão ocupados com uma taxa de 33% de ocupação.

LEIA MAIS

Estado e PCR chegam a mais de dois mil novos leitos para pacientes com Covid-19

O Governo do Estado e a Prefeitura do Recife (PCR) atingiram, nesta segunda-feira (25), a marca dos 2.104 leitos destinados ao tratamento do novo coronavírus para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em Pernambuco. O número é maior que o dobro da meta estabelecida em março, quando a expectativa era de criar mil vagas. Do total de novos leitos, 739 são de Terapia Intensiva (UTI) e 1.365 são de enfermaria.

Pela gestão estadual, foram colocados em funcionamento 1.377 leitos, distribuídos em 20 municípios, englobando as quatro macrorregiões de saúde de Pernambuco. Desse total, 614 são vagas em Unidades de Terapia Intensiva. Destaque para a inauguração dos hospitais de referência para a Covid-19, em Boa Viagem (antigo Alfa), que já conta com 55 leitos de UTI; e Olinda (Maternidade Brites de Albuquerque), que tem 22 leitos de Terapia Intensiva.

Além disso, as unidades da rede estadual também ampliaram o número de leitos, abrindo novas vagas exclusivas para o tratamento da covid-19, como o Hospital Universitário Oswaldo Cruz, que implantou 45 leitos de UTI dedicados à doença; o Hospital Agamenon Magalhães, que destinou 44 leitos desse tipo; o Hospital Dom Hélder Câmara, com 40 vagas de Terapia Intensiva; e o Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, também com 40.

“Esses números mostram o esforço do Governo do Estado em cumprir um compromisso feito ainda no início dessa pandemia, de ampliar o número de leitos dedicados à Covid-19, especialmente os de Terapia Intensiva, em Pernambuco. Um grande esforço em todos os sentidos: ao mobilizar toda uma rede de saúde, por meio da mobilização de recursos financeiros e humanos, no sentido de ampliar a nossa capacidade de atendimento, recebendo mais pacientes. Esse, certamente, já é o maior esforço de abertura de leitos de toda a história da Saúde Pública em Pernambuco, e está sendo responsável por salvar muitas vidas todos os dias”, comentou a secretária executiva de Vigilância em Saúde de Pernambuco, Luciana Albuquerque.

Bahia registra 100 mortes pelo novo coronavírus

(Foto: Sesab)

A Bahia registra 2.676 casos confirmados de Covid-19, o que representa 18,71% do total de casos notificados no estado. Considerando o número de 564 pacientes recuperados e 100 óbitos, 2.012 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 134 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,25%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes são Ilhéus (1.188,96), Uruçuca (1.023,44), Itabuna (769,15), Coaraci (765,02) e Salvador (570,61).

O boletim epidemiológico registra 7.929 casos descartados e 14.306 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 785 leitos disponíveis do Sistema único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 276 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 35%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 318 leitos exclusivos para o coronavírus, 137 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 43%. Cabe ressaltar que novos leitos serão abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Mãe denuncia falta de medicamento fornecido pelo Governo de PE; SES afirma que já comprou remédio

Medicamento está em falta desde novembro passado, afirma mãe (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma mãe de Petrolina está preocupada com a saúde do seu filho. O garoto de seis anos, cuja identidade será mantida em sigilo, tem fibrose cística e faz uso do medicamento Creon Pancreatina. O remédio está em falta no Estado desde novembro passado, interrompendo o tratamento dos pacientes  – em sua maioria crianças – em Pernambuco.

“A gente está esperando esse remédio desde novembro, tem uma associação em Recife que entrou na Justiça e ficou de comprar até dezembro. O que aconteceu é que o Governo [de Pernambuco] resolveu prolongar o prazo [para compra] e a gente não pode esperar mais. Já arrumei confusão com a Farmácia do Estado aqui, mas não é com eles. É o SUS que não está comprando esse medicamento“, afirmou a mãe.

A fibrose cística é uma doença genética, crônica, que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo, afetando principalmente as crianças. Sem previsão de quando a Secretaria Estadual de Saúde (SES) fará aquisição do medicamento, a mãe pediu ajuda ao Blog Waldiney Passos.

Fornecedor está com problemas na aquisição de insumo

Procurada pelo Blog, a SES afirmou em nota que “já realizou a compra da Pancreatina (nome comercial Creon) para beneficiar os pacientes com fibrose cística”. Contudo, o fornecedor está com problemas e isso motivou o atraso na produção do medicamento utilizado no tratamento da fibrose cística.

Confira a seguir a resposta do Governo de Pernambuco:

LEIA MAIS

Ministério da Saúde pretende zerar fila de espera por cirurgias eletivas

(Foto: Ilustração)

O Ministério da Saúde reservou R$ 250 milhões a mais para aumentar o número de cirurgias eletivas a serem realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os repasses começam a ser feitos já em janeiro para diminuir as filas para 53 tipos de procedimentos que incluem catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além de cirurgia de astroplastia de quadril e joelho, entre outras com grande demanda.

Os procedimentos com maior demanda são os oftalmológicas, para tratamento de catarata e de suas consequências, e para tratamento de doenças da retina, seguida de cirurgia para correção de hérnias e retirada da vesícula biliar.

De acordo com o Ministério da Saúde a expectativa é zerar a fila de espera de pacientes que aguardam por esses procedimentos, que não têm caráter de urgência e são de média complexidade.

LEIA MAIS

SUS vai atender pacientes com dificuldade de locomoção em casa

(Foto: Agência Brasil)

O Ministério da Saúde Informou na última sexta-feira (3) que o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) a pacientes com dificuldade de se locomover a uma unidade de saúde terá mais 410 equipes para atender no tratamento em casa. A medida vai atender 210 municípios de 21 estados. De acordo com o ministério, o objetivo é reduzir a demanda por atendimento nos hospitais, evitando as internações e reinternações, bem como diminuir o tempo de permanência de usuários internados no SUS.

Dos 210 municípios que receberam o benefício, 178 estão sendo habilitados pela primeira vez na modalidade de atenção à saúde, com atendimento especializado para pacientes domiciliados.

LEIA MAIS

Brasil: de cada dez atendimentos por acidente no SUS, oito são motociclistas

(Foto: Agência Brasil)

A cada dez atendimentos por acidente de transporte realizados em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS), oito são motociclistas. Segundo dados do Ministério da Saúde, os homens representaram 67,1% dos atendimentos nas unidades de saúde e as mulheres, 50,1%. A faixa etária mais acometida são os jovens entre 20 e 39 anos. Os números fazem parte da pesquisa VIVA Inquérito 2017, realizada a cada três anos pela pasta.

Em 2018, os acidentes de trânsito causaram 183,4 mil internações que custaram R$ 265 milhões ao SUS. No ano anterior, o número de internações foi 181,2 mil ao custo de R$ 259 milhões, sendo que mais de 50% das internações envolveram motociclistas.

LEIA MAIS

Ministério da Saúde quer incluir mais 50 milhões de brasileiros no SUS

(Foto: Agência Brasil)

O Ministério da Saúde quer incluir mais 50 milhões de brasileiros no Sistema Único de Saúde (SUS). Com esse objetivo, a pasta está convocando gestores e profissionais de saúde de todo país a atualizarem o registro dos pacientes no SUS. Para garantir essa mobilização e estimular as prefeituras a cadastrarem e incluírem mais brasileiros no SUS, o governo federal vai repassar ainda este ano R$ 401 milhões a todos os municípios.

A portaria que autoriza os recursos foi publicada no Diário Oficial da União, na última quinta-feira (12). Segundo o ministério, serão R$ 8,9 mil para cada uma das cerca de 45 mil Equipes de Saúde da Família, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de Saúde que atendem a população nos serviços de saúde da Atenção Primária.

A medida é parte do Programa Previne Brasil, lançado no mês passado, que traz uma nova proposta de financiamento da Atenção Primária. “Agora, consultas médicas e exames garantirão mais recursos federais. Assim, os serviços de saúde que acompanharem o dia a dia da saúde das pessoas, com consultas regulares e exames, prevenindo doenças ou evitando complicações, serão recompensados.”

LEIA MAIS

SUS amplia público para vacinas contra febre amarela e gripe

(Foto: Internet)

A partir do próximo ano, o Sistema Único de Saúde (SUS) passará a ofertar uma dose de reforço da vacina de febre amarela para crianças com 4 anos de idade. O Ministério da Saúde também ampliará, de forma gradativa, a vacinação contra febre amarela nos 1.101 municípios nordestinos que não faziam parte da área de recomendação de vacinação.

“Dessa forma, todo o país passa a contar com a vacina contra a febre amarela na rotina dos serviços. As novas diretrizes sobre as Campanhas Nacionais de Vacinação foram enviadas pela pasta aos estados e aos municípios em novembro deste ano para que estejam preparados para as ações do próximo ano”, destaca o ministério.

LEIA MAIS

Usuários podem emitir ou atualizar cartão do SUS em qualquer unidade de saúde em Petrolina

Cartão do SUS facilita atendimentos em unidades de saúde.

O cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) pode ser atualizado e emitido em qualquer unidade de saúde de Petrolina. O documento permite a identificação dos usuários da rede pública nos procedimentos e consultas médicas. Além disso, viabiliza o controle e conhecimento das pessoas que utilizam o serviço nas diversas áreas da cidade.

De acordo com a diretora de Atenção Básica da Prefeitura, Lorena Andrade, os cartões que se iniciam com o número 8 devem ser substituídos. “Ele [o cartão] é entregue a partir de um cadastro, e através do número do Cartão SUS é possível consultar o prontuário do paciente, quais foram seus últimos atendimentos e serviços prestados, médicos que o atenderam e vacinas, entre outros procedimentos realizados”, disse.

LEIA MAIS

Ministro da Saúde diz que canabidiol pode ser incluído no SUS

(Foto: Ilustração)

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a pasta deve avaliar a inclusão de produtos à base de canabidiol no SUS. Esse derivado da maconha é conhecido por ter efeitos terapêuticos. A medida ocorre após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar novas regras para registro desses produtos. Isso que acabaria por permitir sua venda em farmácias. A decisão da Anvisa ocorreu na última terça-feira (3).

LEIA MAIS

Mourão sanciona lei que fixa prazo de 30 dias para diagnóstico de câncer pelo SUS

(Foto: Ilustração)

O vice-presidente Hamilton Mourão sancionou lei que prevê que os exames para diagnóstico de câncer devem ser realizados no prazo de 30 dias, após a primeira suspeita do médico, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A medida foi publicada hoje (31) no Diário Oficial da União.

LEIA MAIS
12345