Câmara de Petrolina aprova projeto do Executivo sobre contribuição patronal

Projeto segue para sanção do prefeito Miguel Coelho (Foto: Blog Waldiney Passos)

Oposição e Situação travaram mais uma batalha na Câmara de Vereadores de Petrolina. Na sessão de terça-feira (15), a bola da vez para o debate acalorado foi o Projeto de Lei n° 020/2020 (confira aqui), cuja autoria é do Poder Executivo. A Prefeitura solicitava suspensão dos impostos patronais até o final do ano, por conta da pandemia.

LEIA TAMBÉM

Câmara de Petrolina analisa suspensão temporária das contribuições previdenciárias patronais

Na visão da bancada oposicionista, a matéria pode vir a “endividar” o IGEPREV. “Ele está pedindo para endividar o IGEPREV a partir do momento que deixa passar os recursos“, disse Cristina Costa (PT). Líder da Oposição, Paulo Valgueiro (PSD) reconheceu a legalidade do projeto, mas não poupou críticas. “A imoralidade, esse é um dos projetos que não é ilegal, mas é total e absolutamente imoral“, enfatizou.

Em sua fala, Gilmar Santos (PT), pontuou a escassez de informações claras a cerca da real situação do IGEPREV. Último a falar, Gabriel Menezes (PSL) falou em “quebra do Instituto”, pois “falta recurso a pagar as pensões e aposentadorias”.

O que diz a Situação

Para a bancada governista, as falas dos colegas opositores tem cunho eleitoreiro. “Alguns não têm comportamento digno de um parlamentar dessa Casa“, disparou Alvorlande Cruz (Republicanos). Ronaldo Silva (DEM) justificou que a Prefeitura não deixará de arcar com suas responsabilidades no futuro.

LEIA MAIS

Petrolina: usuário de transporte coletivo relata constante falta de educação de motorista

Leitor relatou que motorista constantemente destrata passageiros

Um leitor entrou em contato com a nossa equipe para relatar uma situação vivenciada por ele na última terça-feira (23). Brendo de Jesus Evangelista subiu em um ônibus da Atlântico no ponto próximo ao Atacadão, na linha João de Deus/Honorato Viana por volta de 16h40, sentido bairro-Centro.

Ao chegar desembarcar Brendo alega que o motorista – descrito como branco, magro e careca – foi ríspido com ele e outro passageiro. “Ele virou pra mim e para o outro rapaz que desceu no mesmo ponto e disse as seguintes palavras: “Bora, puxou a corda já adianta logo pra porta”, usando um tom de voz alterado e fazendo um gesto com a mão [para que ambos deixassem o veículo], senti como se estivesse sendo expulso do ônibus, ali na frente dos outros passageiros“, conta.

Fato é recorrente

Brendo é estudante da UNEB em Juazeiro e utiliza o transporte público com frequência. Inclusive já chegou a presenciar outras ações desse mesmo motorista. “Sempre pegava o ônibus que era conduzido pelo mesmo motorista, ele sempre usando de um tom alterado ao falar com as pessoas que utilizavam o transporte“, relata.

De acordo com Brendo, é necessário mais educação do motorista, afinal ele também é funcionário da população. “Ele podia pelo menos ser mais gentil e educado com os seus passageiros. Eu espero que a empresa pelo menos peça desculpas, não só a mim, mas à todos os passageiros que já passaram por situação desse tipo por qual passei”, finaliza.

Providências

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Atlântico Transportes Ltda, responsável pelo transporte público em Petrolina. A empresa afirmou que tomaria as providências necessárias para o fato não se repetir no futuro. “O motorista foi chamado na empresa e o mesmo foi advertido. Ainda o motorista tomou consciência do ocorrido e que não viria a acontecer”, afirma.

Usuária do transporte público reclama de redução da frota; medida é necessária durante pandemia afirma AMMPLA

Redução da frota é medida necessária, segundo AMMPLA (Foto: Ascom/PMP)

A pandemia do novo coronavírus resultou na alteração de vários serviços em Petrolina, a exemplo do transporte coletivo. Uma leitora que trabalha em supermercados se queixou da redução da frota desde o início da quarentena e relatou estar sendo prejudicada.

O problema, segundo ela, foi porque a Atlântico diminuiu o número de veículos nas ruas, refletindo também no maior tempo de espera nos bairros periféricos. “As pessoas que trabalham no serviço que são essenciais estão sendo prejudicadas por conta dos coletivos que tiveram frotas e horários reduzidos. Quem não tem carro próprio depende totalmente do coletivo e que nesse momento“, contou à nossa equipe.

Procurada pelo Blog, a Prefeitura de Petrolina confirmou que houve redução da frota, medida necessária no atual cenário. “Essa mudança também segue decretos estaduais e municipais, que preveem a diminuição de até 70% da frota normal, visto que, muitas empresas seguem fechadas e, consequentemente, houve grande redução do número de passageiros”, destacou a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA).

Leia a seguir a íntegra da nota da AMMPLA:

LEIA MAIS

Petrolina: linhas de ônibus serão monitoradas 24h por dia na AMMPLA

Centro já está em operação (Foto: Jonas Santos/Ascom)

O sistema criado para aprimorar o transporte público de Petrolina já está em funcionamento. Agora os servidores da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) acompanharão 24h por dia a operação dos 83 ônibus da empresa Atlântico. O Sistema ainda permitirá acompanhar as paradas nos 420 pontos e o funcionamento das 21 linhas.

O Centro de Controle de Operações (CCO) da AMMPLA funciona como um “Big Brother”. No local existem telões, onde os fiscais da Autarquia acompanham em tempo real o trajeto do ônibus. “Nós, enquanto órgão fiscalizador, precisamos monitorar a quantidades dos ônibus de cada linha em circulação, acompanhar os trajetos e assim verificar quais melhorias são necessárias em cada bairro“, explica o diretor-presidente Edilson Leite, o Edilsão do Trânsito.

Outra boa notícia é a pavimentação dos corredores de ônibus na cidade. Serão investidos R$ 15,2 milhões 1m 12 ruas e avenidas nos bairros Loteamento Recife, Vila Débora, Padre Cícero, Santa Luzia, Dom Avelar, José e Maria, Pedro Raimundo, Park Massangano, Cosme e Damião e Vila Eulália.

Prefeito Miguel fala em ameaças por mudança no transporte público e sobre estado de saúde de José Carlos

Miguel Coelho está concedendo coletiva para a imprensa. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O prefeito Miguel Coelho está, neste momento, concedendo uma entrevista coletiva para a imprensa de Petrolina (PE) para esclarecer os fatos que envolvem o atentado contra o secretário executivo da AMMPLA, José Carlos, que foi alvejado por disparos de arma de fogo na manhã desta quarta-feira (11).

De acordo com Miguel, além do secretário e o próprio prefeito, o diretor-presidente da AMMPLA, Edilsão do Trânsito, e o ex-diretor do órgão, Geraldo Miranda, receberam ameaças após as mudanças no transporte público municipal, que agora é gerido por uma nova empresa na cidade. As ameaças eram direcionadas, também, às famílias dos gestores.

LEIA TAMBÉM

Miguel Coelho afirma que até ameças de morte recebeu para não contratar nova empresa de ônibus para Petrolina

Delegado fala sobre tentativa de homicídio contra secretário executivo da AMMPLA

Zé Carlos tem quadro de saúde estável após tentativa de homicídio

Em setembro, durante um evento de entrega de títulos de posse no bairro João de Deus, o prefeito Miguel Coelho relatou que já havia sido ameaçado de morte pela mudança no transporte público. “Falaram que a gente não iria conseguir, briguei com muita gente, fui ameaçado por todo tipo de gente, até de morte me ameaçaram dizendo que eu não iria tirar empresa de ônibus. Não tenho nada contra seu Leãozinho, nada contra a empresa Viva Petrolina, mas aqui este tipo de serviço não era digno do morador de Petrolina”, disse à época.

Saúde do secretário

A respeito do estado de saúde do secretário executivo, Miguel afirmou que José Carlos já saiu da cirurgia para remoção de um dos projéteis, que ficou alojado na cabeça do gestor. Agora, o secretário está na Unidade Intensiva de Tratamento (UTI) para realização dos procedimentos pós-cirúrgico.

Matéria atualizada às 12h28

Miguel Coelho ressalta preparação da nova frota de ônibus e confirma início de circulação para dezembro

(Foto: Reprodução/Facebook)

Nesta sexta-feira (18), através das redes sociais, o prefeito Miguel Coelho ressaltou a nova frota de ônibus que está sendo preparada para operar em Petrolina (PE). Segundo o gestor, em dezembro, a população petrolinense já terá acesso aos novos veículos.

“Em dezembro, serão 83 veículos novinhos, 100% com wi fi, acessibilidade e parte com ar condicionado ganhando as ruas de Petrolina”, diz o post de Miguel Coelho.

Os veículos pertencem à empresa ‘Atlântico Transportes’ – vencedora da licitação. Além da nova frota, os usuários petrolinenses também estão sendo contemplados com a instalação de novos abrigos de ônibus mais modernos e com acessibilidade.

Nova frota de ônibus que circulará em Petrolina já está sendo preparada 

(Foto: Ascom/PMP)

Depois de décadas de espera por melhorias no transporte público de Petrolina (PE), o petrolinense já pode comemorar. A nova frota de ônibus com mais de 80 veículos novinhos já está sendo preparada para operar na cidade.

Os veículos da empresa ‘Atlântico Transportes’ – vencedora da licitação – deverão atender exigências da prefeitura e oferecer aos petrolinenses uma frota de ônibus 100% nova, com veículos equipados com ar-condicionado e todos eles com equipamentos de acessibilidade, além de serviço de wi-fi.

A previsão é de que os novos veículos passem a operar até dezembro, quando os usuários do sistema de transporte coletivo poderão usufruir de uma nova fase neste tipo de serviço. Isso porque, além da nova frota, os usuários petrolinenses também estão sendo contemplados com a instalação de novos abrigos de ônibus mais modernos e com acessibilidade.

Miguel Coelho promete 2019 com melhorias no abastecimento de água, saneamento e transporte público

(Foto: ASCOM)

Durante encontro com a imprensa de Petrolina (PE), realizado no último sábado (22), o prefeito Miguel Coelho fez um balanço da gestão em 2018. Acompanhado pelo senador Fernando Bezerra (MDB-PE) e os deputados Antonio Coelho (DEM) e Fernando Filho (DEM), o chefe do executivo municipal apontou também as prioridades para o próximo ano. Miguel garantiu que a cidade terá avanços marcantes, principalmente, no transporte público e nos serviços de água e esgoto.

O prefeito listou um conjunto de investimentos realizados em Petrolina no ano de 2018. Para ele, os mutirões de cirurgias, exames e a abertura de novos postos e serviços médico/odontológicos foram sentidos pela população como um avanço notório. O gestor também citou a pavimentação como um carro-chefe do balanço deste ano. “Nosso compromisso de campanha era pavimentar 200 ruas e, com esse grande investimento atual, vamos superar facilmente esse volume. Também entregamos a duplicação da Sete de Setembro, dando uma prova de que o tempo das grandes obras voltou a Petrolina”, informou.

LEIA MAIS

Estudante de jornalismo realiza pesquisa sobre o Transporte Público, em Petrolina

Para ir trabalhar, estudar ou simplesmente passear, o transporte público é a melhor alternativa de quem não tem ou não deseja um veículo privado. Embora muitas transformações já tenham ocorrido no Sistema de Mobilidade e Transportes de Petrolina (PE), é preciso participação integrada entre cidadãos e órgãos públicos.

Sobre a temática a estudante de Jornalismo em Multimeios, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Andressa Silva está fazendo uma pesquisa com usuários (as) e motoristas do Transporte Público de Petrolina, cujos dados coletados servirão para análise e construção de um documentário desenvolvido como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

As pessoas que utilizam os coletivos em Petrolina podem participar da pesquisa através de uma página na internet. Para participar, basta acessar o link da página e responder o questionário.

Motoristas de ônibus também podem participar, para esse segmento, a estudante elaborou um questionamento específico. Se você é motorista e deseja participar da pesquisa, basta clicar aqui e responder o questionário. As pesquisas ficarão disponíveis até o dia 25 de setembro.

Passagem com 50% de desconto em Petrolina está bloqueada para estudantes que não fizeram recadastramento

Estudantes precisam atualizar dados para conseguir o desconto.

Através de suas redes sociais o Sindicato das Empresas de Transporte coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf) informou aos estudantes que não fizeram o recadastramento anual, encerrado em junho desse ano, não terão direito a passagem com desconto.

Para ter direito ao benefício de 50% no desconto o aluno deve atualizar seus dados via internet, no link Portal do Aluno. Para os que ainda não fizeram o recadastramento, os créditos já existentes permanecerão válidos.

Durante o recadastramento, o aluno deve apresentar Declaração escolar, RG, CPF e comprovante de residência. Qualquer dúvida o estudante pode procurar a Setranvasf, no Centro de Convenções ou no Expresso Cidadão; também pelos números: (87) 3682-1911 ou (87) 3862-1801.

Audiência Publica sobre reestruturação do Sistema de Transporte Coletivo acontece nesta sexta em Petrolina

(Foto: Internet)

A Prefeitura de Petrolina vai realizar uma nova licitação para o serviço de transporte coletivo urbano no município. E uma das etapas desse processo é a exigência da audiência pública que será realizada pela Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA). Todo cidadão, usuário ou não do serviço, pode e deve participar do debate, que será no dia 20 de abril, às 08h, no plenário da Câmara de Vereadores.

A licitação vai exigir dos futuros operadores investimentos que visam algumas melhorias no sistema garantindo, desta forma, um serviço de mais qualidade, proporcionando conforto e segurança para a população.

A prestação do serviço de transporte coletivo de Petrolina tem sido alvo constante de reclamações por parte dos usuários. Atrasos, superlotações, precariedade dos ônibus são os pontos mais abordados. Diante disso serão debatidos os seguintes temas: Nova Modelagem do Sistema; Tempos de Viagem; Renovação da Frota; Integração; Concessão; Licitação.

Datafolha revela que 42% das brasileiras já sofreram assédio

A pesquisa revelou também que os relatos de assédio são maiores conforme o tamanho da cidade. (Foto: Ilustração)

Neste sábado (23) o jornal “Folha de S. Paulo”, divulgou uma pesquisa do Datafolha que revela que pelo menos quatro em cada dez brasileiras já relataram ter sofrido assédio sexual. A pesquisa entrevistou 1.427 brasileiras com 16 anos ou mais em novembro.

O instituto mostrou que o índice de mulheres que já vivenciaram o problema é de 42%. O índice de mulheres que relatam ter sofrido assédio sexual sobe para 45% se consideradas apenas as mulheres de 16 a 24 anos. Em relação ao nível de escolaridade, o percentual é maior entre as mulheres com nível superior – 44%, contra 13% das mulheres que têm até o ensino fundamental.

Segundo o levantamento, o assédio acontece com maior frequência na rua e no transporte público.

Com informações do G1

Em Caruaru, lei municipal garante segurança para mulheres que utilizam o transporte público

A lei foi sancionada pela prefeita, Raquel Lyra, no combate a violência. (Foto: Internet)

Foi sancionada, pela prefeita Raquel Lyra (PSDB), a lei municipal que garante o embarque e desembarque de mulheres de qualquer transporte público caruaruense fora da parada obrigatória, a partir das 20h.

Neste sábado (25) uma equipe da Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) realizou panfletagem nos principais pontos da cidade, com o objetivo de informar as mulheres sobre a nova lei. “O motorista não pode se recusar a atender à solicitação”, garantiu a secretária de Polícias para Mulheres, Perpétua Dantas.

Até o dia 17 deste mês, 242 pessoas foram assassinadas em Caruaru. Durante todo o ano passado, foram registrados 225 homicídios.

Ônibus da Joalina quebra e irrita passageiros em Juazeiro

(Foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira (18) um leitor procurou o blog para expressar sua indignação, diante do serviço prestado pela empresa Joalina, em Juazeiro. Segundo o leitor, que preferiu não se identificar, o ônibus que percorre os Residenciais Juazeiro 1 e 2 e 3 sempre quebra e são velhos. Hoje ele registrou o momento que o ônibus quebrou, próximo ao Atacadão.

“Nós moradores do Residencial da Itaberaba, passamos por uma situação triste, pagamos por uma passagem para ter um serviço de qualidade e não temos. Sempre vem acontecendo de o ônibus quebrar por que velhos demais”, desabafou.

Passageiros sofrem com falta de cobertura em ponto de ônibus na Av. Fernando Góes, em Petrolina

Ponto de ônibus na Av. Fernando Góes, em Petrolina. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Sol escaldante e temperaturas altas castigam quem depende do transporte público em Petrolina, em algumas localidades não existe abrigo para os usuários, que já lidam com a superlotação e o alto curso da passagem do coletivo.

Nossa equipe registrou o caso da Av. Fernando Góes, onde os usuários contam com a sobra de um poste, para suportar a espera no embarque no transporte público. Outra parada localizada na mesma avenida, próximo a Casa Bolsa, enfrenta o mesmo problema.

12