Pernambuco recebe mais um lote de vacinas da Pfizer, para continuar imunização da população geral

Foto: Hélia Scheppa/Arquivo/SEI

Um novo lote com 117 mil doses da Pfizer/BioNTech chegaram a Pernambuco na noite de quinta-fei9ra (7) e serão distribuídas aos municípios nesta sexta-feira (8). A nova remessa será utilizada na imunização da população em geral e para conclusão de esquemas vacinais com a segunda dose.

“Nossos esforços para avançar na imunização da população são fundamentais para aumentar a cobertura vacinal contra a Covid-19 e superar essa pandemia. Também estamos mobilizados, nestas últimas semanas, para convocar os pernambucanos para tomarem a segunda dose, essencial para garantir uma imunização mais robusta contra o novo coronavírus”, destacou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Balanço

Até o momento, Pernambuco já recebeu 13.471.920 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram 4.702.670 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 4.481.720 da Coronavac/Butantan, 4.113.720 da Pfizer/BioNTech e 173.810 da Janssen.

Juazeiro: confira a programação da vacinação contra Covid-19 nesta segunda-feira

Foto: Ascom

A vacinação contra Covid-19 segue avançando e em Juazeiro (BA) quem tem 18 anos ou mais e ainda não tomou a primeira dose, pode se imunizar nesta segunda-feira (4). Os locais de vacinação são os seguintes:

  • Unidades Básicas de Saúde do Argemiro, Itaberaba e Vila Jacaré – das 8h às 12h;
  • Juá Garden Shopping – das 8h às 12h e das 13h30 às 16h.

As pessoas devem apresentar RG, CPF, cartão SUS e comprovante de residência.

Já quem precisa completar o esquema vacinal com a segunda dose de CoronaVac, Astrazeneca ou Pfizer deve procurar as Unidades Básicas de Saúde do Jardim Flórida, Tabuleiro, Alagadiço e CSU e no auditório Centro Saúde III, no bairro Angary, das 8h às 12h. Também é exigido RG, CPF, cartão SUS, comprovante de residência e cartão de vacina.

Quem tem 65 anos e mais; ou é trabalhador da saúde; ou e imunosuprimidos poderá tomar a terceira dose na Univasf, das 8h às 12h e das 13h30 às 16h.

3ª dose contra Covid será aplicada contra idosos e imunossuprimidos, define CIB de Pernambuco

Além de definir a realização de um Dia D da 2ª dose em Pernambuco, a reunião de segunda-feira (13) da  Comissão Intergestora Bipartite (CIB) também determinou como será feita a aplicação da terceira dose contra a Covid-19 em Pernambuco.

LEIA TAMBÉM

Pernambuco terá Dia D da 2ª dose contra Covid-19

A estratégia a ser adotada, inicialmente, é a aplicação em todos os idosos acima de 70 anos. No entanto, eles serão imunizados apenas seis meses após a última dose do esquema vacinal (segunda dose ou dose única). Já os que vivem Instituições de Longa Permanência poderão de vacinar caso tenham 60 anos ou mais.

Os imunossuprimidos também serão vacinados. Entram nesse grupo transplantados, pessoas vivendo com HIV/Aids, indivíduos que estão realizando quimioterapia, além de pacientes em hemodiálise. Neste grupo o intervalo para a dose de reforço deverá ser de 28 dias após a última dose do esquema básico. A terceira dose será feita, preferencialmente com a vacina Pfizer/BioNTech.

Pernambuco recebe um novo lote de vacinas da Pfizer

(Foto: Helia Scheppa/SEI)

Mais um lote de vacinas da Pfizer/BioNTech chegou a Pernambuco na noite desta sexta-feira (03/09). As 94.770 doses serão destinadas para completar o esquema vacinal de pessoas com comorbidades. As vacinas serão encaminhadas aos municípios ainda neste final de semana.

“Com o novo quantitativo, os municípios devem avançar na aplicação das segundas doses do grupo prioritário das pessoas com comorbidades. Os gestores devem reforçar suas estratégias, convocando a população a completar o esquema vacinal contra a Covid-19, essencial para a maior eficácia dos imunizantes“, disse o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Até o momento Pernambuco já recebeu 10.607.910 doses de vacinas contra a Covid-19. Desse total, foram 4.169.020 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz, 3.931.320 da Coronavac/Butantan, 2.335.320 da Pfizer/BioNTech e 172.250 da Janssen.

Pernambuco recebe mais 133 mil doses de vacina da Pfizer

Foto: Heudes Regis/SEI

Pernambuco recebeu, na noite de quinta-feira (26), mais um lote com 133.380 doses da Pfizer/BioNTech, que se somam a outras 214.600 da CoronaVac/Butantan, entregues no início do dia. O quantitativo será distribuído aos municípios ainda hoje, para dar continuidade à vacinação contra covid-19.

LEIA TAMBÉM

3ª dose da vacina em PE será discutida nesta quinta-feira, afirma André Longo

De acordo com o Governo de Pernambuco, os municípios estão sendo orientados a utilizar os imunizantes da Pfizer para a primeira dose da população em geral e de adolescentes de 12 a 17 anos de idade, e como segunda dose para gestantes, puérperas e pessoas com comorbidades. Já as vacinas da Coronavac são destinadas ao esquema completo da população em geral.

LEIA MAIS

Pernambuco: municípios poderão aplicar 2ª dose da AstraZeneca com intervalo menor

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O Governo de Pernambuco anunciou a redução do intervalo entre a 1ª e 2ª dose da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. Agora os pacientes poderão tomar a dose de reforço com o intervalo de 60 dias e não mais 90. O imunizante é o mais utilizado no país contra a covid-19 e nas cidades de Recife e Jaboatão, tal mudança já contempla pessoas do grupo prioritário a partir de hoje.

A decisão foi comunicado em uma reunião promovida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) com a Comissão de Intergestores, na terça-feira (6). Ainda  de acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a segunda dose do pode ser administrada em um intervalo de quatro a 12 semanas (entre 30 e 90 dias), após a primeira dose.

“De acordo com as autoridades sanitárias, a antecipação da segunda dose não traz nenhum prejuízo à saúde. Cada cidade deve organizar marcação da segunda dose da Astrazeneca, levando em conta seus estoques“, destacou o governador Paulo Câmara (PSB).

Pernambuco recebe mais doses da Janssen

(Foto: Miva Filho/SES-PE)

Mais vacinas contra a covid-19 chegaram a Pernambuco neste final de semana. No sábado (3) novas doses do imunizante Janssen desembarcaram no Aeroporto Internacional do Recife. São mais 106.200 unidades – para dose única – que se junto as da AstraZeneca (mais 124 mil) que também chegaram.

“Esperamos que novos lotes cheguem a Pernambuco para intensificarmos ainda mais a imunização da população. Mas mesmo com as vacinas dando combate à doença, não podemos diminuir a atenção aos cuidados de higiene, distanciamento social e uso de máscaras“, disse o governador Paulo Câmara (PSB).

As novas doses devem ser enviadas às 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres) ainda neste domingo (4). “Nessa rodada, vamos distribuir vacinas da Janssen, Pfizer e Astrazeneca aos municípios. Todas têm resultados efetivos contra a Covid-19, atingindo o objetivo de evitar casos moderados e graves da doença. Todas evitam hospitalizações e protegem. Então, ao chegar a sua vez, tome sua vacina e, se for de duas doses, complete o esquema vacinal. Faça a sua parte para que possamos controlar a circulação do vírus em Pernambuco“, frisou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Sesab nega uso de vacinas vencidas; SES-PE destaca organização na distribuição para evitar erros

(Foto: CASSIANO ROSÁRIO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

As secretarias estaduais de Saúde da Bahia (Sesab) e Pernambuco (SES-PE) se posicionaram desmentindo as informações apresentadas pela Folha de São Paulo, na última sexta-feira (2). Ou seja, não houve qualquer uso do imunizante AstraZeneca/Oxford/ Fiocruz fora do prazo de validade estipulado nos lotes.

LEIA TAMBÉM

Vacina vencida: Milhares de pessoas no Brasil tomaram imunizante fora da validade contra Covid; As doses eram da AstraZeneca

“Desde o início da campanha, em 18 de janeiro, o Estado montou uma operação logística para garantir a entrega das vacinas em até 24 horas após a chegada no Programa Estadual de Imunização. Em cada entrega de vacina, são repassadas as notas fiscais onde constam as informações sobre o lote e data de vencimento. O Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) capacita e presta apoio técnico constantemente aos municípios para evitar situações como essa”, diz a nota da SES-PE.

LEIA MAIS

Ministério da Saúde envia mais 4,04 milhões da AstraZeneca aos estados

(Foto: CASSIANO ROSÁRIO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

O Ministério da Saúde distribuirá mais 4,04 milhões de vacinas contra a covid-19 aos estados e municípios. As doses devem ser despachadas nesta quinta-feira (10). Neste novo lote, constam apenas as do imunizante AstraZeneca/Oxford/Fiocruz.

No balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, até a semana passada a Fiocruz já havia superado a marca de 50 milhões de vacinas entregues ao Plano Nacional de Imunização (PNI). E ontem, o MS distribuiu mais 2,3 milhões de doses da vacina produzida em parceria pelas empresas Pfizer e BioNTech.

Segundo dados do LocalizaSUS, plataforma administrada pelo Ministério da Saúde, já foram aplicadas 74,5 milhões de doses em todo o país.

Juazeiro: confira o cronograma de vacinação contra covid até sábado

Juazeiro (BA) segue vacinando as pessoas inseridas no grupo prioritário contra a covid-19. De hoje (27) até sábado (29) serão imunizados trabalhadores da limpeza, segurança, educação, pessoas com comorbidades e também, quem precisa da 2ª dose.

Veja a seguir a programação:

Trabalhadores da limpeza urbana de 40 anos e mais

A vacinação será hoje e amanhã, na Creche Mariá Tanuri, das 13h30 às 17h. É preciso levar CPF, RG ou Cartão SUS, comprovante de residência, contracheque do mês março/abril com comprovação empregatícia e lotação em Juazeiro. Serão distribuídas 50 fichas a cada dia.

LEIA MAIS

Sputnik V tem alta eficácia contra cepa brasileira da covid-19, aponta estudo

(Foto: AFP)

Ainda sem autorização para uso no Brasil, a vacina Sputnik V tem alta eficácia contra a variante P1 do coronavírus, identificada em Manus. Foi o que apontou um estudo realizado pelo Instituto de Virologia da Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina, divulgado pelo RDIF (Fundo Russo de Investimento Direto).

Pelos resultados da pesquisa, o imunizante permite que a cepa brasileira seja neutralizada já na aplicação da 1ª dose do imunizante. A vacina russa já foi autorizada em 66 países, mas no Brasil ainda esbarra na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Ela foi adquirida pelo Consórcio Nordeste, mas diante das negativas da Anvisa, os governadores ainda não conseguiram utilizá-la na imunização. Diante do resultado da pesquisa, o RDIF disse que a Sputnik V ocupa o 2º lugar entre as vacinas contra a covid-19 em todo o mundo em termos de número de aprovações emitidas por reguladores governamentais.

Pernambuco recebe mais de 40 mil doses de CoronaVac neste sábado

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

O lote com 40,6 mil doses de CoronaVac (Butantan) chegou a Pernambuco na manhã deste sábado (8). O imunizante será destinado exclusivamente à aplicação da segunda dose de idosos, trabalhadores das forças de segurança e salvamento do Estado.

As doses serão distribuída ainda hoje para todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), onde ficam à disposição dos municípios. “Recebemos, hoje, a terceira remessa de vacinas desta semana, o que vai nos permitir dar prosseguimento à imunização da nossa população, inclusive de grupos prioritários recém-iniciados. Mas ainda aguardamos que o governo federal cumpra com o planejamento inicial e envie todo o quantitativo de doses que foi acordado, para que possamos consolidar a vacinação dos grupos que já haviam recebido a primeira dose e iniciar a imunização de novos segmentos”, disse o governador Paulo Câmara.

LEIA MAIS

Pernambuco recebe mais de 200 mil doses de vacina contra covid

(Foto: Hélia Scheppa/SEI)

Apesar das muitas dúvidas sobre a continuidade do Plano Nacional de Imunização contra a covid-19, o Ministério da Saúde distribui, a partir desta quinta-feira (29), mais um lote de vacinas aos estados. Pernambuco deve receber 212.450 doses que serão repassadas aos municípios.

Divisão dos imunizantes

Esse novo lote terá um total de 208.250 doses da vacina Oxford/AstraZeneca e 4,2 mil da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan. Conforme determinação do Ministério da Saúde, a CoronaVac deve ser dada preferencialmente à população de 60 a 64 anos.

Já as doses da vacina da AstraZeneca destinam-se aos idosos 60 a 64 anos; trabalhadores de Saúde; e de forças de segurança e salvamento e Forças Armadas. A boa notícia sobre a vacinação é que o Brasil receberá o primeiro lote da Pfizer, o que pode ajudar a intensificar a campanha nacional.

Pernambuco recebe mais doses de vacina contra covid nesta sexta-feira

(Foto: Reprodução)

O avião que trazia novos lotes de vacinas contra a covid-19 desembarcou em Pernambuco na manhã desta sexta-feira (23). A aeronave pousou no Aeroporto Internacional dos Guararapes por volta de 10h20 e agora os imunizantes serão enviados aos municípios.

Essa remessa é composta por mais de 142 mil doses de vacinas, sendo 28 mil delas da CoronaVac/Butantan e 113 mil  da Astrazeneca/Fiocruz, únicos imunizantes autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), até o momento.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o público-alvo seguirá sendo idosos a partir dos 60 anos e trabalhadores de força de segurança e salvamento (para as duas doses); e a segunda dose de trabalhadores de saúde.

Governo Federal distribui mais de 9 milhões de vacinas contra covid

(Foto: Divulgação)

Mais 9,1 milhão de doses das vacinas contra a covid-19 foram  envidadas aos 26 estados e Distrito Federal, nesta quinta-feira (1°). De acordo com o Governo Federal, do total, 8,4 milhões são da CoronaVac (Sinovac/Butantatan) e 728 mil da AstraZeneca/Oxford (Fiocruz).

Público-alvo

O quantitativo de hoje é o maior deste o início da distribuição nacional. E mais 2,1 milhões da vacina de Oxford devem chegar até sábado (3). Essas vacinas serão disponibilizadas aos idosos entre 65 e 79 anos, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas.

Ações

As vacinas de Oxford destinam-se à segunda dose dos profissionais da saúde. “A estratégia visa completar o esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante e é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte do Butantan e da Fiocruz, de forma a garantir a disponibilidade da segunda dose no intervalo máximo de quatro semanas e de 12 semanas, respectivamente”, informou o Ministério da Saúde.