Idosos de Petrolina são vacinados no segundo dia de sistema ‘drive thru’

A campanha de vacinação contra a gripe em Petrolina, por meio do sistema ‘drive thru’, imunizou 860 idosos neste domingo (5). Assim como no sábado (4), a vacinação aconteceu na Avenida da Integração, no bairro São José e na Avenida Daisy Kelly, na Vila Eulália. Nos dois dias, cerca de 3.400 idosos acima de 60 anos foram imunizados.

A vacinação em sistema drive thru – em que não é necessário sair do veículo para receber as doses – faz parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e tem como objetivo evitar aglomerações nos postos de saúde, diminuindo o risco de transmissão de infecções respiratórias.

Esta primeira fase da campanha, que segue até o dia 15 de abril, está imunizando apenas idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde. A vacina não tem efeitos contra o novo coronavírus.

LEIA MAIS

Vacinação contra gripe em Petrolina terá esquema ‘drive-thru’ para idosos neste sábado

(Foto: ASCOM/PMP)

A vacina contra a gripe (Influenza) será fornecida no sistema ‘drive thru’ em Petrolina, neste sábado (4). Os idosos não precisarão sair do veículo para receber a dose, um profissional da saúde aplicará a vacina no local. Trata-se de mais uma estratégia elaborada pela prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, com o objetivo de evitar aglomerações de pessoas nesse momento de pandemia do coronavírus.

As aplicações serão feitas a partir das 8h, em dois pontos do município: Avenida da Integração (em frente à loja Lucia Gomes) e na Avenida Dayse Kelly (avenida principal da Vila Eulália). Agentes da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) orientarão o trânsito nos locais.

LEIA MAIS

Juazeiro: Idosos acamados estão sendo vacinados contra a gripe em casa

(Foto: ASCOM/PMJ)

A Secretaria de Saúde começou a vacinar os idosos acamados do município dentro da Campanha Nacional contra Influenza. Como o número de doses disponíveis neste momento é insuficiente para retomada da campanha nos postos de vacinação, a gestão optou por priorizar esse público. A previsão é que 718 idosos acamados sejam vacinados no município.

A iniciativa vai atender os pacientes já acompanhados pelas equipes de saúde e que não conseguem chegar até as unidades. O médico Salvador Carvalho destaca a importância do serviço oferecido pelo município.

“Essa ação é relevante por garantir acesso desses pacientes às vacinas de forma facilitada, já que eles não conseguem se deslocar. Não fosse esse serviço, muitos ficariam sem essa proteção. Vacinados, eles ficam imunizados contra o H1N1 que é tão perigoso quanto o coronavírus”, pontuou.

Edileuza de Oliveira, filha de uma idosa de 86 anos que foi vacinada em casa, acredita que dessa forma é possível evitar exposição desnecessária a doenças. “Ela é asmática, diabética e tem labirintite, então quanto mais evitar sair nessa época, melhor para ela e para toda família. Além da saúde debilitada, como moramos um pouco distante do posto, teríamos que pegar um transporte. A dificuldade seria maior ainda”, ressaltou.

O superintendente de Atenção Básica, Gilberto Libório, pontua a importância de retomar a vacinação com este público. “Neste momento, não temos como atender todas as pessoas incluídas no grupo prioritário da campanha pela quantidade baixa de doses, mas é preocupação da secretaria que a vacinação não pare. Estamos atendendo os idosos acamados, por entendermos que são prioridade, pela dificuldade de locomoção que eles têm, por ser um público mais vulnerável, com dificuldade de locomoção e por já conhecermos o quadro de cada um deles. Facilitar o acesso dessas pessoas à vacina é essencial para evitarmos possíveis complicações de saúde no futuro. Logo que tivermos doses suficientes, a campanha será retomada em todos os pontos de vacinação”, destacou.

Petrolina: confira a lista de UBS e escolas onde acontecerá a vacinação contra a gripe

Primeira etapa da vacina é prioritária a idosos e profissionais da saúde (Foto: ASCOM)

O estoque de vacinas contra a gripe em Petrolina foi renovado e a partir dessa terça-feira (31) os idosos já pode comparecer às escolas municipais para tomarem a dose. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a maior parte da imunização acontecerá nas unidades educacionais.

O horário de atendimento será das 14h às 17h. Nessa primeira etapa o grupo prioritário é o de idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde. As demais pessoas não poderão ser imunizadas agora. Aqueles em situação acamada devem tomar a dose em casa.

Confira a seguir as unidades onde acontecerá a vacinação:

LEIA MAIS

Falta de vacina faz Secretaria de Saúde suspender campanha de vacinação contra a gripe em Juazeiro

(Foto: ASCOM/PMJ)

Em razão de não ter recebido o número de doses suficientes para a Campanha de Vacinação contra a Influenza (Gripe H1N1, Influenza B e H3N2), a Prefeitura de Juazeiro resolveu que só retomará a imunização quando seus estoques forem reabastecidos na quantidade mínima necessária para atendimento ao público alvo.

De acordo com a Secretária da Saúde, Fabíola Ribeiro, a medida é para evitar a aglomeração do público alvo nas salas de vacina. “Estamos fazendo este anúncio objetivando evitar que idosos e profissionais de saúde, neste momento, se desloquem em vão até nossos locais de vacinação”, pontuou.

Milhares de pessoas foram vacinadas na sede e no interior nos dois primeiros dias de campanha na cidade. O primeiro lote recebido foi de somente 12 mil doses, correspondente a apenas 19% da demanda para idosos de Juazeiro.

O Núcleo Regional de Saúde da Região Norte, representante da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, informou que ainda hoje deve chegar um veículo, vindo de Salvador, com mais uma remessa de vacinas para Juazeiro. No entanto, a Secretaria de Saúde do município diz que, para continuidade da vacinação os lotes precisam vir em número razoável para atender a população de Juazeiro.

Prefeitura emite comunicado sobre vacinação contra a gripe em Petrolina

(Foto: Ascom PMP)

A Prefeitura de Petrolina informa que já está em contato com o governo do estado para o envio do novo lote da vacina contra a gripe. A campanha de vacinação começou nesta segunda-feira (23), em todo o país, e em Petrolina – assim como em outras cidades – a vacina já está em falta.

Ressalta-se que o município de Petrolina só recebeu 19% do quantitativo (16.670 doses) para essa primeira fase da campanha, que vai imunizar apenas idosos (com 60 anos ou mais) e profissionais de saúde.

Apesar da falta temporária dos insumos, a prefeitura garante que todos que integram o grupo prioritário – idosos e trabalhadores de saúde – serão vacinados no prazo da campanha. É válido destacar que a vacina contra a gripe não protege contra o coronavírus, mas contra tipos de influenza: B, H1N1 e H2N3. O esquema e a rotina de vacinação continuam iguais, nos postos.

O cronograma de vacinação em Petrolina previsto é o seguinte:

– 23/03: 1ª fase – Idosos (60 anos ou mais) e trabalhadores da saúde;

– 16/04: 2ª fase – Professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;

– 09/05: 3ª fase- Crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, mães no pós-parto, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de  liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Escolas públicas também serviram de local de vacinação no primeiro dia de imunização contra a gripe H1N1 em Juazeiro

(Foto: ASCOM)

Unidades de Saúde e escolas, disponibilizadas pela gestão municipal como postos de vacinação, receberam nesta segunda-feira (23), idosos e profissionais de saúde para o início da campanha nacional contra a Influenza. A ideia de utilizar os prédios escolares foi para evitar aglomerações e apesar do grande número de pessoas atendidas no primeiro dia de campanha, a medida surtiu efeito.

Além dos idosos e profissionais de saúde, o governo do estado estendeu nesta segunda-feira, a vacinação da primeira etapa para funcionários do sistema prisional, população indígena e a privada de liberdade, que podem se vacinar até o dia 15 de abril.

A partir do dia 16 de abril o público será: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos portadores de doenças crônicas e outras clínicas especiais. A partir de 9 de maio, serão as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos,11 meses e 29 dias), mulheres grávidas, mães no pós-parto, jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, pessoas com 55 anos ou mais e pessoas portadoras de deficiências.

LEIA MAIS

Sobe para 37 o número de casos confirmados em PE. Olinda registra primeira confirmação

Nas últimas 24 horas, Pernambuco registrou quatro novos casos confirmados. Um deles é em Olinda, o primeiro caso confirmado do município. Os outros três casos novos são do Recife. Agora, são 37 confirmações, três casos prováveis e 310 casos em investigação. Outros 375 já foram examinados e descartados pelos médicos.

Das 37 confirmações, nove pacientes estão hospitalizados e 25 cumprem isolamento domiciliar. Desde a quinta-feira passada, o Estado também já registrou três casos de cura clínica, pessoas que estavam internadas e conseguiram debelar a infecção viral, tendo condições de receber alta.

Vacinação

Nesta segunda-feira (23), idosos maiores de 60 anos e profissionais de saúde começam a receber a vacina contra gripe. Eles são o público-alvo da primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe, que foi antecipada em um mês. Nesta primeira fase, Pernambuco tem uma população a vacinar de 1.148.115.

LEIA MAIS

Vacina contra febre amarela entra para calendário em Pernambuco

(Foto: Reprodução/Internet)

A vacina contra a febre amarela entrou para o calendário de Pernambuco a partir dessa segunda-feira (2). A imunização está sendo fornecida a todos que ainda não se protegeram, e não mais apenas a quem viajaria a locais de risco.

O Governo de Pernambuco está seguindo orientação do Ministério da Saúde (MS). Dessa forma, devem ser imunizados a população de 9 meses a 59 anos de idade, além de dose de reforço para crianças de 4 anos. Contudo, a vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave a ovo; com doenças autoimunes ou em tratamento com quimioterapia/ radioterapia.

Idosos, gestantes e crianças podem se vacinar, mas com orientações médicas. A febre amarela é transmitida pelos mosquitos Haemagogus e Sabethes. Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, febre baixa, fraqueza e vômitos, dores musculares e nas articulações.

Aplicação da BCG na UBS da Cohab Massangano mudará de data a partir de março

(Foto: Jonas Santos/AscomPMP)

A aplicação da vacina BCG na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Cohab Massangano passará por uma alteração a partir da segunda semana de março. A Secretaria de Saúde de Petrolina informa que as equipes estarão disponíveis às sextas e não mais às segundas-feiras.

Já na UBS Bernardino Campos Coelho, no bairro Vila Eduardo, o serviço continua sendo ofertado às quartas-feiras. “Mudaremos para a sexta-feira por ser um dia considerado mais tranquilo, proporcionando assim um ambiente com menos aglomeração de pessoas, garantindo mais agilidade no atendimento aos recém-nascidos“, justifica a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

Ela também alerta aos pais de recém-nascidos no Hospital Dom Malan/IMIP: “As crianças que nascem no Dom Malan continuam recebendo essa vacina dentro da maternidade”, finaliza.

Unidades Básicas de Saúde de Petrolina vacinarão contra o sarampo e ofertarão outros serviços neste sábado

(Foto: Asom/PMP)

Este sábado (15) será o Dia D de vacinação contra o sarampo em todo o território brasileiro, e em Petrolina não será diferente, contudo, além da vacinação, algumas Unidades Básicas de Saúde oferecerão outros serviços, como é o caso da Unidades Amália Granja, na Vila Mocó, e Josefa de Souza Silva, no Pedra Linda, com atividades para a população, das 8h às 12h.

Na UBS Amália Granja, profissionais de saúde estarão à disposição da comunidade, para avaliar exames de mamografia e preventivos e elaborar uma planilha para agendamentos. O público-alvo são mulheres de 25 a 64 anos (exames preventivos) e de 50 a 69 anos (mamografia). A Vila Mocó onde está instalada a UBS Amália Granja, também contará com uma ação de saúde mental, com psicólogo e médico numa abordagem sobre ansiedade. Como estratégia de promoção da saúde bucal, serão oferecidos serviços como avaliação dentária, aplicação de flúor e ação educativa. Pessoas de todas as idades podem participar.

LEIA MAIS

Petrolina inicia nova fase de vacinação contra o sarampo

(Foto: Ascom/PMP)

A Prefeitura de Petrolina iniciou nesta segunda-feira (10) uma nova fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo com foco em crianças a partir dos 5 anos até jovens de 19 anos. A mobilização vai até 13 de março e o ‘Dia D’ está agendado para o próximo sábado (15). Vale ressaltar, que segundo a Secretaria de Saúde, não há caso de sarampo registrado na cidade.

A campanha de vacinação é a sequência das outras duas mobilizações realizadas em 2019, que tiveram como público-alvo crianças acima dos 6 meses a menores de 5 anos (em outubro) e depois em adultos dos 20 aos 29 anos (em novembro). Vale lembrar que a Secretaria de Saúde de Petrolina iniciou, no último dia 5 de fevereiro, uma ação estratégica com pontos de vacinação contra o sarampo no River Shopping e no Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho. Até o final de fevereiro, o esquema ficará assim: segundas, quartas e sextas no shopping e terças e quintas no aeroporto.

LEIA MAIS

Petrolina: para evitar transmissão no carnaval, prefeitura inicia ação de vacinação contra sarampo

Nessa quarta-feira (05), a Prefeitura de Petrolina iniciou uma ação estratégica de vacinação contra o Sarampo, com o objetivo de evitar a transmissão da doença no período de Carnaval. A ação deve continuar nesta quinta (06) e sexta-feira (07).

Nesse primeiro dia, a ação aconteceu no River Shopping, das 12h às 18h, vacinando 100 pessoas. Já nesta quinta acontece no Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho, também das 12h às 18h.

Até o final de fevereiro, a vacinação seguirá o seguinte cronograma: segundas, quartas e sextas no shopping e terças e quintas no aeroporto.

LEIA MAIS

Prefeitura monta pontos estratégicos para vacinação contra o sarampo durante período que antecede o Carnaval de Petrolina 

(Foto: Ascom PMP)

Festividades como o carnaval, que envolvem grande concentração e circulação de pessoas pedem um cuidado especial em relação à transmissão de algumas doenças, entre elas, o sarampo. Pensando nisso, a Prefeitura de Petrolina vai reforçar estratégias de vacinação no período que antecede a folia de momo.

“O alerta foi dado porque o Carnaval tem grande circulação de pessoas e aglomerações e os casos de sarampo aumentaram no país. A Secretaria de Saúde destaca que não há caso de sarampo em Petrolina, mas a cidade vizinha de Juazeiro tem um caso confirmado e o Carnaval do município baiano é antecipado”, explica a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro.

LEIA MAIS

Após registro de morte de saguis, Pernambuco vai oferecer vacina contra a febre amarela para toda a população

(Foto: Reprodução/Internet)

A partir de março, a vacina contra a febre amarela vai ser oferecida nos postos de saúde de Pernambuco, para toda a população, sem necessidade de comprovação de viagem a áreas de risco. A inclusão do estado como área de recomendação foi anunciada pela Secretaria Estadual de Saúde em meio ao alerta provocado pela descoberta de 14 saguis mortos num condomínio em Aldeia, Camaragibe. Os moradores do residencial e de seu entorno já serão vacinados, de forma antecipada, a partir do sábado. A decisão foi tomada pelas autoridades de saúde do estado e do município.

A morte dos saguis está sendo investigada pela SES e pela Vigilância Ambiental do município. Seis animais foram encaminhados ao Departamento de Veterinária da UFRPE para passarem por necrópsia. Outros oito estavam em estado avançado de decomposição. As amostras foram enviadas ao Instituto Evandro Chagas, no Pará. O órgão averiguará o que pode ter provocado os óbitos. Entre as suspeitas estão o contágio de herpes, dengue ou febre amarela, além de envenenamento. O resultado sai em até 20 dias.

“A campanha de vacinação contra a febre amarela já aconteceria em março. O fato de ter havido 14 óbitos provocou a antecipação porque a vacina é uma forma de prevenção. Vamos começar no perímetro onde ocorreram as mortes e cobrir todo o município. É importante ressaltar que não temos o vírus circulante. Esta é uma forma de prevenção já prevista no calendário vacinal nacional e estamos apenas adiantando o cronograma de forma preventiva”, esclareceu a coordenadora municipal de imunização, Maria José Neves.

LEIA MAIS
123