Vazamento de água preocupa moradores do Residencial Brasil em Petrolina

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Desde ontem (3), um vazamento de água tem preocupado os moradores do Residencial Brasil, em Petrolina (PE). A população local denuncia o desperdício de água que acomete a Rua D, Quadra 3.

“Enquanto muitos bairros de nossa querida Petrolina sofrem por falta de água, tem o desperdício em outros”, diz um morador. Além do desperdício, os moradores estão preocupados com os danos que podem ser provocados pelo vazamento.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para saber quais providências serão tomadas e quando o problema será resolvido. Até o momento não obtivemos respostas da Compesa.

Desperdício de água limpa revolta moradores do bairro Parque Mandacaru

Vazamento tem preocupado moradores.

Um vazamento que já dura aproximadamente 20 dias tem tirado o sossego dos moradores do Parque Mandacaru, em Petrolina (PE). De acordo com os comunitários, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi acionada diversas vezes, mas, até o momento, não compareceu no local para realizar a manutenção necessária.

O vazamento está ocorrendo na rua 28 do bairro e um dos pontos de referência é o estabelecimento conhecido como “Adriano pré-moldado”. No entanto, de acordo com os moradores, a Compesa afirma que não consegue localizar o endereço da rua para realização do serviço.

Nosso blog entrou em contato com a companhia e aguarda posicionamento sobre o caso para saber quais ações serão realizadas para solucionar  o problema no bairro.

Cinco pessoas morrem após deslizamento de barreira no Recife

Véspera de Natal começou triste no Recife (Foto: TV Globo/Reprodução)

A terça-feira (24), véspera de Natal no bairro de Dois Unidos, periferia de Recife (PE) começou de forma trágica. Cinco pessoas morreram, três estão feridas e mais duas seguem desaparecidas após um deslizamento de barreira na Rua Bela Vista.

As cinco vítimas fatais já foram identificas. São Emanuel Henrique de França, de 25 anos; Érica Virgínia, de 19 anos; Érick Junior, de 2 meses; Lucimar Alves, de 50 anos e Daffyne Kauane Alves, de 9 anos. Emanuel e Érica eram um casal, pais do pequeno Erick.

Resgate continua

Outras três pessoas ficaram feridas: Otoniel Simião da Silva, de 57 anos, esposo de Lucimar e avô de Daffyne; Luiz Tadeu Costa, de 56 anos e Cristina Gomes da Silva, de 43 anos, casada com Luiz e irmã de Lucimar. As pessoas desaparecidas são duas mulheres.

Ainda não se sabe o que causou o deslizamento, registrado por volta de 2h55. Moradores relataram que dois canos estouraram e provocaram o deslizamento. Não chovia na hora da tragédia.

Prefeitura interrompe pavimentação após estouramentos de rede da Compesa em Petrolina

Rede deveria estar 40 centímetros a mais abaixo do chão.

Mais uma vez, a rede de abastecimento da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) tem atrapalhado obras de pavimentação em Petrolina (PE). Aconteceu na duplicação da Estrada da Banana e agora se repete no Jardim Amazonas.

Após iniciar o serviço de terraplanagem, da rua 16 do bairro, o serviço logo foi suspenso devido a um vazamento. As equipes identificaram que a tubulação geral de água está a menos de 20 centímetros abaixo do chão, quando o ideal é ter, pelo menos, 60 centímetros. O serviço também foi paralisado na rua 7.

LEIA MAIS

Vazamento da prova do Enem “aparentemente” foi em Pernambuco, diz ministro

Provas aconteceram nesse domingo.

O Ministério da Educação (MEC) trabalha com a possibilidade de que o vazamento de uma imagem da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tenha ocorrido em Pernambuco, segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Uma foto da prova foi publicada na internet e circula nas redes sociais.

“Isso aparentemente aconteceu em Pernambuco e a gente já está chegando ao nome da pessoa”, disse o ministro em vídeo publicado no Twitter. Segundo ele, o caso está sendo investigado pela Polícia Federal.

LEIA MAIS

Pela segunda vez, estouramentos da Compesa comprometem duplicação da Estrada da Banana

Vazamento de água prejudica andamento da obra.

Em menos de uma semana, a Prefeitura de Petrolina já notificou duas vezes a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) por estouramento em obras que ainda nem foram concluídas pelo município.

Na última sexta-feira (25), a Estrada da Banana amanheceu repleta de água suja, em decorrência de um estouramento no local. A obra está com previsão de entrega para fevereiro e já é a segunda vez que uma tubulação que rompe a pavimentação implantada. A empresa foi notificada para que o reparo seja feitor em até 10 dias.

” A Estrada da Banana, que está sendo duplicada, amanheceu inundada. Já estamos tomando providências para que a Companhia se responsabilize e faça um trabalho de acordo com o que estamos executando”, disse o secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, Fred Machado.

Compesa emite nota sobre vazamento no bairro Jatobá

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Após a publicação de uma matéria sobre um vazamento na Avenida Maria Coelho Cavalcanti Rodrigues, bairro Jatobá, em Petrolina (PE), a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), informou por meio de nota, que uma equipe esteve no local.

LEIA TAMBÉM:

Vazamento causa transtornos e prejuízos aos moradores do bairro Jatobá

“A Compesa desconhecia o vazamento no Bairro Jatobá até ser informada por este blog, pois não há registros sobre o assunto pelo 0800 081 0185. Uma equipe foi encaminhada hoje (19) ao local e realizou o conserto na tubulação da via”, diz um trecho da nota.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com os moradores da localidade, e os mesmos confirmaram o procedimento realizado pela Compesa. No entanto, durante o conserto ficou constatado que o vazamento não é oriundo da tubulação, e a origem é desconhecida, com isso a água continua vazando.

Vazamento causa transtornos e prejuízos aos moradores do bairro Jatobá

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um vazamento de água no bairro Jatobá, é tão antigo que os moradores não sabem nem informar há quanto tempo a água jorra pela Avenida Maria Coelho Cavalcanti Rodrigues. “Esse vazamento está fazendo aniversário”, disse uma moradora.

Indignados com os transtornos e preocupados com os prejuízos causados pelo vazamento, os moradores do bairro Jatobá denunciam o problema e cobram providências da Compesa.

LEIA MAIS

Em nota, Compesa diz que fará reparo para acabar com vazamento no bairro José e Maria

(Foto: Internet)

Quase um mês após a publicação de duas matérias sobre um antigo vazamento de água limpa na Avenida Francisco Coelho de Amorim, no bairro José e Maria, em Petrolina (PE), a Compesa se pronunciou, informando que o reparo deve ser feito nesta quarta-feira (21).

“A Compesa informa que não há registro de vazamento na Avenida Francisco Coelho Amorim, bairro José e Maria, uma vez que nenhum morador havia feito a solicitação do serviço no 0800 081 0185. Uma equipe será enviada ao local amanhã (21) para realizar o diagnóstico e adotar as providências para o conserto da tubulação. A companhia aproveita para reforçar a importância da população ligar para o canal de atendimento da empresa para reportar vazamento nas redes de abastecimento de água e, com isso, agilizar os serviços de reparo”, diz a nota da Compesa.

A denúncia partiu de uma leitora do Blog. Segundo ela, o vazamento é em frente à Escola Municipal 21 de Setembro, e fica mais evidente à noite, quando a pressão da água é mais forte.

Vazamento continua em rua do José e Maria e leitora reclama

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Uma leitora entrou em contato com nosso blog para denunciar um antigo vazamento de água limpa na Av. Francisco Coelho de Amorim, no bairro José e Maria, em Petrolina (PE). Segundo a denúncia, o vazamento, em frente à Escola Municipal 21 de Setembro, fica mais evidente à noite, quando a pressão da água fica mais forte.

A mesma denúncia havia sido feita na semana passada, quando nosso blog foi informado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) que foi feito o reparo na última segunda-feira (22). No entanto, segundo a leitora, o vazamento continua.

Voltamos a entrar em contato com a Compesa e aguardamos respostas.

Desperdício: Leitor denuncia vazamento de água limpa em Petrolina

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Indignado com o desperdício de água, um leitor do Blog Waldiney Passos entrou em contato com nossa equipe de reportagem para denunciar o vazamento de água limpa, decorrente do estouramento de uma cano, na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio em Petrolina (PE).

De acordo com o leitor, há mais de 15 dias a água escorre pela Avenida. Diante do cenário crítico de abastecimento de água na cidade, esse tipo de problema deixa a população revoltada.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a Compesa para saber quando o vazamento será resolvido. No entanto, a Companhia ainda não se pronunciou sobre a demanda.

Compesa deve enviar equipe para solucionar vazamentos no bairro Mandacaru

No último sábado (13), o Blog Waldiney Passos publicou uma matéria sobre o vazamento de água em quatro ruas do bairro Mandacaru, em Petrolina (PE). A denúncia foi feita por um morador da localidade, que, indignado com o desperdício cobrou providências.

LEIA TAMBÉM:

Morador do Mandacaru chama atenção da Compesa para vazamentos de água limpa no bairro

Em nota enviada ao Blog, a Compesa informou que “à respeito da reclamação sobre as obstruções de esgoto das ruas 4, 11 e 21 do bairro Mandacaru, zona norte de Petrolina, a Compesa programará uma equipe para realizar as desobstruções solicitadas.”

Abastecimento de água será interrompido em vários bairros de Petrolina neste sábado (1º)

Pelo menos 15 bairros de Petrolina ficarão sem água neste sábado (1º). Segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) a interrupção no abastecimento se deve a manutenções nos sistemas e também, para um conserto em vazamento.

A partir das 8h uma equipe irá ao Quati retirar um vazamento na rede de 400 mm na entrada da comunidade. Dessa forma serão atingidos os bairros Jardim Amazonas, Alto do Cocar, Pedro Raimundo, Pedro Raimundo, Quati, Bela vista, Jardim São Paulo.

A partir de 13h serão paralisadas as captações das Estações de Tratamento de Água (ETA) 1 e 2 com o intuito de realizar uma manutenção elétrica. De acordo com a Compesa a previsão é de que o sistema seja religado às 18h. Os seguintes bairros serão afetados nessa ação:

LEIA MAIS

Abastecimento do bairro Atrás da Banca deve ser normalizado até a noite dessa segunda-feira (27), afirma Compesa

Equipes já estão no local para fazer reparo (Foto: Google Maps/Reprodução)

Um vazamento de água deixou o bairro Atrás da Banca sem água desde a madrugada de sexta-feira (24), quando o Blog mostrou a situação. Durante o final de semana, as equipes da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) trabalharam para identificar a origem do problema.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina: Falta de água no Centro e proximidades aconteceu devido a vazamento em rede da Compesa

Moradores do bairro Atrás da Banca estão sem água desde a madrugada

O vazamento foi identificado em uma galeria de águas pluviais, localizada na Rua Sizenando, próximo à antiga Gráfica Bandeirantes, por debaixo de uma placa de concreto. As equipes já estão no local trabalhando para reparar e o fornecimento de água deve ser feito até a noite de hoje, informou a Compesa.

LEIA MAIS

Petrolina: Falta de água no Centro e proximidades aconteceu devido a vazamento em rede da Compesa

Vazamento aconteceu em uma das galerias da companhia.

A falta de água que atinge o Centro de Petrolina e bairros adjacentes desde essa sexta-feira (24) acontece devido a um vazamento na rede de água da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa).

De acordo com a companhia, a dificuldade maior de resolver o problema é que o vazamento – que só foi descoberto neste sábado – aconteceu em uma das galerias e é necessário quebrar placas de concreto para realizar a manutenção.

Para fazer o conserto, foi necessário suspender o abastecimento de água para a região. A previsão inicial é que o abastecimento volte ao normal na segunda-feira (27).

Reclamação

Uma moradora do bairro Atrás da Banca reclamou da falta de água e da dificuldade em manter a rotina. “A gente tem criança pequena em casa e precisa de água para cozinhar, para limpar a casa, dar banho nas crianças e aí fica sem água. Tive que comprar comida fora, água para beber, também tive que comprar água fora. Quer dizer, fica complicado para gente porque pagamos por um serviço que não está tendo”.

12