IEL Petrolina tem oportunidade de emprego para gerente de contas-vendas

(Foto: Sérgio Lima/Poder 360)

Entrar no mercado de trabalho tem sido uma tarefa árdua, principalmente neste período de pandemia da Covid-19. Em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, profissionais das áreas de engenharia e administração podem ingressar no mercado de trabalho e concorrer à vaga de gerente de contas-vendas. A seleção está sendo feita pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

A vaga visa preencher o cargo de gerente de contas-vendas de uma empresa da região, cuja missão será comercializar produtos para o agronegócio. Para concorrer à vaga, a oportunidade estará disponível até o dia 21 de setembro, para a seleção de currículos através do e-mail [email protected] , que deve estar identificado com o assunto:  “GERENTE DE CONTA”.

Os interessados devem atender aos requisitos: possuir ensino superior completo em áreas como administração ou engenharias (agronômica, agrícola, ambiental ou produção) e dispor de carro próprio. Além disso, é fundamental que o candidato tenha especialização nas áreas de gestão comercial ou administrativa e conte com experiência na área de gerência comercial ou de gerência voltada ao agronegócio ou vendas para agronegócio. É preferível que o interessado resida em Petrolina ou nas proximidades, devendo ter disponibilidade para viagens.

Será um diferencial ter fluência em inglês e amplo e consistente networking na área de agronegócio, a exemplo de redes de relacionamento (CEASA – EPAGRI). A contratação será em regime de consolidação das Leis Trabalhistas – CLT, com carga horária entre 7h30 e 17h18, de segunda a sexta-feira. O profissional será responsável pela expansão e crescimento das vendas para o agronegócio, que atenderá as regiões Sul e Sudeste.

Convênio vai aumentar potencial de vendas do comércio de Petrolina

(Foto: Ascom)

Os presidentes do Sindilojas Petrolina e Sicredi Vale do São Francisco, Joaquim de Castro e Antônio Vinícius Ramalho Leite, assinaram na tarde desta sexta-feira (31/07), um convênio que promete ampliar o potencial de vendas do comércio do município.

A parceria, já em vigor, visa oferecer aos associados do Sindilojas Petrolina todos os produtos e serviços do Sistema Sicredi a exemplo das maquinetas de cartão de crédito com taxas e condições especiais, juros reduzidos para capital de giro e financiamentos, além de pacotes de serviços diferenciados para conta corrente.

De acordo com Joaquim de Castro, a parceria vem oxigenar o comércio da cidade com vantagens competitivas. “Além dos ganhos financeiros com a redução de custos nas operações com o cartão de crédito os associados vão ampliar o potencial de vendas incrementando seus negócios com novos investimentos”, exemplificou.

Antônio Vinicius Ramalho Leite, também destacou a importância do convênio, ressaltando o ganho duplo da iniciativa. “O Sicredi Vale do São Francisco amplia seus horizontes reforçando a base com um importante segmento da economia regional que são as empresas do comércio   associadas ao Sindilojas Petrolina”, concluiu.

Estudante da Facape cria aplicativo para vendas em pequenos e médios comércios de bairros de Petrolina e Juazeiro

Nas cidades de Petrolina-PE e Juazeiro-BA o comércio está fechado por força de decreto municipal, considerando as estatísticas em relação à pandemia do novo coronavírus. O isolamento social ainda é a medida de prevenção à contaminação, e comerciantes buscam alternativas para investir no delivery e nas vendas online.
Essa situação de saúde provocou mudanças na forma de vender, ou pelo menos, acelerou processos comerciais já conhecidos.

No curso de Ciência da Computação da Facape, em Petrolina, a busca de novas ferramentas tecnológicas para auxiliar o mercado é constante. Avaliando a situação econômica provocada pela pandemia, um estudante do curso, desenvolveu um aplicativo para celular, que pode impulsionar o comércio na região. Gabriel Avner dos Santos Souza, estudante do 8° período de ciência da computação criou o “OnValle”.

Segundo Gabriel, o OnValle tem o objetivo de apresentar pequenos e médios comerciantes aos consumidores. “O período de pandemia é uma oportunidade que permite ao empreendedor com seu pequeno negócio no bairro, se cadastrar no aplicativo de forma totalmente gratuita. As pessoas poderão consultar comércios locais e assim o comerciante pode divulgar na sua área e alcançar o seu público”, explica Gabriel.

A expectativa é de que comerciantes dos diversos setores consigam visibilidade para o seu negócio, fomentando crescimento e renda, nesse momento de crise. “Eu acredito que o aplicativo terá uma boa aceitação, pois além de ser gratuito, conta com o informativo de possíveis plataformas de delivery que o comércio possa estar inserido”, completou Gabriel.

O aplicativo OnValle será submetido nessa sexta-feira (17) para o serviço de distribuição digital de aplicativos, Play Store, e se aprovado, ficará disponível para as cidades de Petrolina e Juazeiro.

Comércio de Petrolina espera aumento de 10% nas vendas para o Carnaval

(Foto: Divulgação/CDL)

O clima de folia tomou conta das lojas de Petrolina que comercializam fantasias e adereços para o Carnaval. Faltando poucos dias para a festa de Momo, os comerciantes locais estão otimistas com a expectativa de aumento nas vendas. Segundo um levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina (CDL), a expectativa do setor é de um aumento de 10% nas vendas durante o período carnavalesco.

“O nosso comércio está preparado para essa grande festa, principalmente entre os segmentos de fantasias, adereços e artigos para festa. Mas, sabemos que outros segmentos também acabam sendo beneficiados e, com isso, é uma grande certeza de uma receita que entra para os nossos lojistas em uma data tão comemorada em todo o Brasil”, explica o presidente da CDL, Manoel Vilmar.

De acordo com Ayslane Priscila Barbosa, gerente de uma loja de produtos para presentes e festa, a movimentação na loja aumentou e a expectativa de vendas é muito positiva. “Podemos observar durante esses dias que muitas escolas estão promovendo a sua festa carnavalesca e com isso a procura por: sprays de espuma, tintas para cabelo, confete e fantasias aumentaram consideravelmente. Estamos otimistas e esperamos ter um aumento médio nas vendas de 10%”, em comparação ao mesmo período do ano passado”, disse Ayslane.

FIEPE promove oficina de Gestão Comercial e Vendas em Petrolina na próxima quarta

Os interessados podem se inscrever no prédio do SENAI de Petrolina.

Na próxima quarta-feira (27), a Unidade Regional da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (URSF/FIEPE) traz a Petrolina o professor universitário e especialista em RH Estratégico Fernando Chalegre para ministrar a oficina de Gestão Comercial e Venda Objetiva.

O objetivo do evento é ampliar os conhecimentos de profissionais e estudantes que atuam nas áreas comercial, de vendas e marketing. O evento acontece das 8h às 17h.

De acordo com o gestor regional do Sistema FIEPE, Flávio Guimarães, em um mercado cada vez mais competitivo se exige que as empresas desenvolvam estratégias comerciais focadas em expansão do ganho de participação do mercado e aumento da lucratividade.

LEIA MAIS

Vendedores ambulantes comemoram aumento das vendas durante São João de Petrolina

Vendas aumentaram em relação ao ano passado.

Os vendedores ambulantes que ocuparam a ‘free zone’ durante o São João de Petrolina, na área externa do Pátio de Eventos Ana das Carrancas, comemoraram o sucesso das vendas deste ano. O aumento foi de quase 20% com relação ao mesmo período do ano passado.

Cerca de cem trabalhadores informais comercializaram alimentos e bebidas no espaço. Pela terceira vez, Maria Hingridy de Souza levou seu carrinho de cachorro quente para o evento, e não se arrependeu. “O São João é sempre uma época boa para gente e sentimos que, a cada ano que passa, o movimento por aqui aumenta e as vendas são melhores”, comenta.

O São João de Petrolina chega a gerar cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos, além de injetar na economia local mais de R$ 200 milhões. Além de beneficiar os vendedores ambulantes, o evento também fortalece todos os segmentos do trade turístico, devido a atração de cerca de 20 mil turistas.

Dia das mães deve aumentar vendas no comércio de Petrolina em até 20%

O ‘Dia das Mães’ é considerado a segunda melhor data de vendas para o varejo.

Com a proximidade do dia das Mães, celebrado no próximo domingo (12), a economia petrolinense já está aquecendo. Lojas especialmente decoradas para a data e a variedade de presentes têm atraído os consumidores.

Segundo levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a maioria dos empresários acredita que as vendas deste ano serão melhores em comparação ao mesmo período de 2018.

A pesquisa realizada com associados à entidade apresentou um crescimento médio nas vendas de 12%. Já os segmentos de confecções, calçados e assessórios apresentaram uma expectativa maior de crescimento em torno de 20%.

O gerente de uma loja de calçados, Paulo Henrique, está animado e argumenta que a procura pelo presente deve se intensificar nos próximos dias. “Muitos clientes deixam para comprar na última hora. Estamos otimistas e esperamos ter um aumento médio nas vendas de 15% a 20%”.

LEIA MAIS

Após recuo em 2018, vendas na Páscoa têm alta de 1,29% este ano

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Confirmando a expectativa de que a recuperação econômica segue em ritmo moderado, o volume de vendas a prazo na semana anterior a Páscoa (que, este ano, foi entre os dias 14 e 20 de abril) apresentou um leve crescimento de 1,29% na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Em 2018, as vendas haviam recuado -0,34%, após crescer 3,34% em 2017. Já entre os anos de 2015 e 2016, as vendas no período acumularam queda de -2,24% e -13,34%, respectivamente.

LEIA MAIS

Pesquisa aponta crescimento de até 5% para as vendas na Páscoa

(Foto: Internet)

A Páscoa é umas das datas sazonais mais importantes para o varejo supermercadista. Nesta época, produtos diferenciados ganham destaque no ponto de vendas, dentre eles ovos de chocolate, pescados, azeites e vinhos.

O Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR) projeta um crescimento de 4% a 5% nas vendas deste ano. “A retomada do consumo em 2019 tende a aquecer o varejo e, consequentemente, as vendas na Páscoa. Este número segue o índice do ano passado, que foi de 3,2%, em comparação a 2017”, explica Patricia Cotti, diretora executiva do IBEVAR.

LEIA MAIS

Vendas de material escolar movimentam comércio de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Após o período de festas de fim de ano, que movimenta o comércio como um todo, o período de volta às aulas, é o mais esperado pelo setor de papelaria. Em Petrolina (PE), as lojas de material escolar têm boas expectativas para este, que é o momento mais lucrativo do ano.

Valdivo Carvalho, Diretor Executivo da CDL Petrolina, ressalta a importância desse momento para o comércio varejista da cidade. “Em janeiro e fevereiro, normalmente as vendas caem, e aí vem o segmento de material escolar, e outros segmentos que trabalham essa mesma linha de produtos para manter as vendas também aquecidas, atendendo a demanda das escolas”.

Desde os primeiros anos de fundação, uma loja de variedade no Centro de Petrolina aposta nas vendas de material escolar, solução para lucrar na temporada em que geralmente o comércio fica mais fraco. Nos primeiros meses do ano, no lugar de importados, as principais prateleiras ficam recheadas de cadernos, bolsas, estojos, uma imensa variedade de utensílios escolares.

LEIA MAIS

Vendas no Natal crescem 2,66% e têm melhor resultado desde 2014, aponta CNDL Brasil

(Foto: Ilustração)

A expectativa de retomada da economia levaram os brasileiros a presentear mais neste Natal. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que as consultas para vendas a prazo nos 21 dias anteriores ao Natal (entre 04 e 24 de dezembro) — data comemorativa mais lucrativa para o varejo —, cresceram 2,66% na comparação com o mesmo período de 2017.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, os números refletem   o clima de otimismo quanto aos rumos do país. “Após um período de retração da economia, observa-se uma perspectiva positiva do cenário pós-eleições, que estimulou muitos consumidores a irem às compras neste Natal”, avalia.

De acordo com um levantamento da CNDL e do SPC Brasil, o gasto médio do brasileiro com o total de presentes de Natal foi estimado em R$ 115,9. A previsão era de que a data movimentasse cerca de R$ 53,5 bilhões na economia.

Contratação temporária para o Natal deve ser menor do que em 2017

(Foto: Ilustração)

Com a expectativa de venda reduzida para o Natal deste ano, o comércio varejista deve colocar o pé no freio também em relação ao número de contratações temporárias em todo o País. De acordo com levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), no fim de 2018 o comércio deve criar 72,7 mil vagas temporárias, recuo de 1,7% em relação aos 73,9 mil postos criados em 2017.

O número menor de pessoas contratadas deve-se, sobretudo, à perspectiva de empresários e lojistas em relação às incertezas econômicas e à percepção de que este será um Natal de ‘lembrancinhas’. Enquanto em 2017 as vendas de fim de ano cresceram 3,9%, em 2018, o percentual não deve passar dos 2,3%. “A lentidão na queda da taxa do desemprego é uma marca de 2018, além do avanço dos preços administrados, como energia e plano de saúde. Tudo isso sacrifica o consumo e deixa o consumidor cauteloso, principalmente na compra a prazo”, diz o economista chefe da CNC, Fábio Bentes.

Até mesmo a temporada de oferta de vagas deve ser ampliada. Diferente de outros anos, quando pelo menos 20% dos temporários eram efetivados ainda em outubro, as contratações devem se estender até dezembro. “Temos expectativa moderada. O fim do ano tem injeção do 13º salário, as vendas obviamente aumentam e iremos contratar, mas nada grande”, afirma o presidente da CDL-Recife, Cid Lobo.

Os maiores volumes de contratação se concentram no segmento de vestuário (47,9 mil vagas) e hiper e supermercados (11,5 mil vagas). O salário deve alcançar R$ 1.230, avançando 3,9% em termos nominais na comparação com 2017.

Shoppings do interior

LEIA MAIS

Dia dos pais deve alavancar vendas em 5% em Petrolina, segundo CDL

(Foto: Ilustração)

Em realizada com os segmentos de vestuário, calçados, perfumaria, eletroeletrônicos, relojoaria, entre outros, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Petrolina constatou que os lojistas esperam um aumento de 5% nas vendas no comércio da cidade, em relação ao mesmo período do ano passado.

Para os lojistas, esse resultado é esperado devido a campanhas internas, promoções e variedades em produtos que contribui para gerar um ambiente de oportunidades de compras a preços mais acessíveis. A comemoração que se dá no segundo domingo de agosto já é tradicionalmente comemorada no comércio.

Anvisa suspende venda de fraldas da marca Huggies Turma da Mônica; confira os lotes

(Foto: Internet)

Em resolução publicada no Diário Oficial da União, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou, nessa segunda-feira (18), a suspensão da venda de parte dos lotes de fraldas descartáveis do modelo Tripla Proteção, da marca Huggies Turma da Mônica, recomendando que os consumidores que já tenham comprado unidades consideradas irregulares evitem utilizá-las.

A medida foi tomada pois a fabricante, a multinacional Kimberly-Clark, não seguiu adequadamente os procedimentos que garantiriam que o material do produto é atóxico e seguro para bebês, de acordo com a Agência.

Segundo a Anvisa, a empresa deixou pendentes os exames de irritações cutâneas primárias e cumulativas e de sensibilização, capazes de detectar se o produto pode causar alergias.

Atualmente, a legislação brasileira prevê que fabricantes de fraldas e absorventes higiênicos repitam esses testes, chamados de pré-clínicos, toda vez que alterem algo em sua cadeia de produção. As marcas também são obrigadas a elaborar um estudo de estabilidade dos produtos, registrando, além dos resultados dos testes, metodologias analíticas, condições de conservação da amostra, periodicidade de análise e data de vencimento.

LEIA MAIS

Aproximação do São João intensifica as vendas no comércio de Petrolina

É esperado um crescimento médio de 5% nas vendas neste período junino em relação ao mesmo período do ano passado

Petrolina já respira o clima das festividades de São João. Em todos os locais da cidade e principalmente na região central já é possível ver as lojas decoradas com balões, bandeirolas, chapéus, além de uma infinidade de produtos que fazem referência aos festejos.

Nesta semana que antecede a abertura oficial dos grandes shows no Pátio Ana das Carrancas as vendas em vários setores do comércio estão mais esquecidas. O aumento é registrado nas lojas de roupas, calçados, adereços, bebidas, alimentação, entre outros. Esse incremento na economia local também faz aumentar os serviços gerando emprego e renda.

Em levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas(CDL), junto aos comerciantes, estima-se um crescimento médio de 5% nas vendas neste período junino em relação ao mesmo período do ano passado.

“Fizemos um levantamento e a resposta do lojista foi muito positiva. Esperamos boas vendas em torno do nosso tradicional São João”, revela o diretor executivo da CDL, Valdivo Carvalho.

A organização do São João de Petrolina espera receber nos nove dias de festa cerca de 800 mil pessoas, entre turistas, atrações nacionais e forrozeiros locais, em uma média de 80 mil de pessoas por dia. A expectativa é que, este ano, se tenha uma injeção de cerca de R$ 200 milhões na economia local.

123