Paulo Afonso: homem é preso após ameaçar vítima enquanto ela denunciva caso a polícia

(Foto: Ilustração)

Um homem foi preso na segunda-feira (3), em Paulo Afonso (BA). De acordo com a polícia, ele ameaçou a vítima enquanto ela registrava queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam). No momento em que ela relatava as agressões sofridas, recebeu uma ameaça por mensagem de aplicativo.

A mulher procurado a delegacia após ser agredida no final de semana. Diante das ameaças a equipe da DEAM, os policiais iniciaram buscas e encontraram o homem. Segundo o Bahia Notícias, ele tem 22 anos, foi autuado por lesão corporal e ameaça. A equipe da polícia também solicitou uma medida protetiva de urgência.

Exu: agricultor é preso após usar motosserra para invadir residência da ex-companheira

(Foto: PM/Divulgação)

Um homem foi preso na madrugada de domingo (25), no Sítio São Raimundo, zona rural de Exu (PE) após invadir a residência da ex-companheira utilizando uma motosserra. De acordo com o 7º BPM, o preso é um agricultor de 52 anos.

Ele teria ido à residência da vítima, que tem 46 anos, para conversar. Mas ela se negou a abrir a porta. Foi então que o homem usou a motosserra e conseguiu arrombar a porta do imóvel. Segundo a Polícia Militar, o agricultor não agrediu a vítima, mas foi preso em flagrante pela invasão.

Ipubi: homem é preso após agredir companheira

(Foto: Ilustração)

Um homem foi preso na noite de quarta-feira (7), na cidade de Ipubi, Sertão de Pernambuco, após ter agredido sua companheira. Policiais da 9ª CIPM foram acionados pela vítima, que relatou ter levado socos no rosto e golpeada com uma faca pelo agressor.

Diante do relato, a PM iniciou diligências e conseguiu encontrar o homem, de idade não informada. Ele foi preso com a faca usada nas agressões e uma chave de fenda. O homem foi apresentado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência.

Homem preso em Ouricuri é acusado de matar outro em Petrolina e de ameaçar companheira

(Foto: Ilustração)

Durante operação conjunta realizada por Policiais civis e militares na cidade de Ouricuri, localizada no Sertão do Araripe, prendeu nesta segunda-feira (5), a pessoas de iniciais J.A.D.S, o qual teria praticado o crime de homicídio na cidade de Petrolina, como também, ameaçando sua companheira com uma arma de fogo, na cidade de Ouricuri.

Na ação, os policiais apreenderam 01 revólver cal.38 e 04 quatro munições intactas. O envolvido J.A.D.S foi apresentado na Delegacia de Ouricuri, onde está a disposição da justiça.

A operação teve a participação do delegado de Ouricuri, Dr. Cleideni Morais, Tenente Coronel PM Comandante do 7BPM – José Ivanildo de Moura Júnior e da delegada Seccional da 24ª DESEC –  Katyanna Alencar Muniz Leite.

Prefeitura de Juazeiro e DEAM firmam parceria para fortalecer ações contra violências em mulheres

(Foto: Ascom/PMJ)

Representantes da prefeitura de Juazeiro visitaram nesta quinta-feira (25), a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Juazeiro (DEAM).

Na oportunidade, a superintendente de Políticas Sociais da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (SEDES), Bethânia Amorim, a diretora da Mulher, Leandra Araújo, e a coordenadora do Centro Integrado de Atendimento à Mulher (CIAM), Sônia Lima, e as delegadas Licelma Gomes Bonfim e Rosineide Medrado aproveitaram para alinhar parceria entre as duas instituições para o fortalecimento da rede de proteção à mulher no município.

LEIA MAIS

Delegacia da Mulher prende militar aposentado suspeito de agredir a companheira em Juazeiro

(Imagem ilustrativa)

O suspeito que não teve a identidade revelada, é um militar americano aposentado que mora no bairro Santo Antônio, em Juazeiro, cidade do norte da Bahia. Ele estava sendo investigado pelo Serviço de Investigação da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) desde o dia 25 de fevereiro, quando teria agredido a companheiro por causa de ciúmes.

LEIA MAIS

Basta de violência: pelo direito à vida das mulheres de Campo Alegre de Lourdes

O Fórum de Entidades Populares de Campo Alegre de Lourdes, no norte do estado baiano, vem a público denunciar os crimes de violência contra a mulher, recorrentes no município. Infelizmente, têm sido constantes os relatos de violências – dos diversos tipos, inclusive físicas – sofridas pelas campo-alegrenses.

A maioria desses casos não chega a ser registrado, não entra para as estatísticas oficiais e não é resolvido. Alguns, no entanto, ganham visibilidade a partir da pior forma possível: o direito à vida ameaçado e o feminicídio.

LEIA MAIS

Projeto de Lei apresentado por FBC endurece pena a agressores de mulheres

(Foto: Ilustração)

8 de março é reconhecidamente como Dia Internacional da Mulher. E as brasileiras receberam uma boa notícia nesta segunda-feira. Líder do governo no Senado Federal, Fernando Bezerra Coelho (MDB) apresentou projeto de lei para aumentar as penas para os crimes de lesão corporal e de ameaça praticados contra elas nos contextos de violência doméstica e familiar.

(Foto: Ascom)

Com isso, espera-se mais rigidez e a prisão preventiva imediata do agressor. Na proposta de FBC, o crime de lesão corporal passará a ser punido com dois a seis anos de prisão. No caso de ameaças, a punição será de cinco anos de reclusão, além de multa.

“Hoje, a prisão preventiva só é decretada para crimes com pena máxima superior a quatro anos de prisão e, nos casos de violência doméstica, quando há descumprimento de medidas protetivas. Portanto, a prisão do agressor não é possível ainda que tenha feito ameaças ou praticado agressões contra a sua companheira, o que termina por colocar em risco a vida das mulheres em situação de abuso”, disse FBC.

Outra mudança

Além disso, o PL 485/2021 também estabelece que a ação penal decorrente de atos de violência contra a mulher será pública e incondicionada, conforme jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. Ou seja, não há dependência de manifestação da vítima, já que muitas deixam de registrar ocorrência por medo.

Petrolina: homem desrespeita medida protetiva e é preso pela Patrulha da Mulher

(Foto: Jonas Santos/PMP)

O fato ocorreu neste domingo (21) no bairro Terras do Sul, zona Norte, de Petrolina. Um mulher que estava sendo ameaçada pelo o ex-companheiro ligou para a Guarda Civil Municipal, no número 156, e informou sobre as ofensas. De imediato, a Patrulha da Mulher, instrumento criado pelo o governo municipal para auxiliar no combate à violência a esse gênero, foi acionada.

LEIA MAIS

Jacobina: homem é detido após incendiar casa de ex-companheira

(Foto: Reprodução/Jacobina Notícias)

Um homem de identidade não informada foi preso na madrugada de quinta-feira (4), no bairro Caixa D’Água, em Jacobina (BA). Ele é suspeito de atear fogo na residência da ex-companheira. O preso teria provocado o incêndio por volta de 2h30 da manhã.

Ele teria se revoltado ao chegar no imóvel e saber que a ex-companheira não estava no local. Uma testemunha relatou que o homem usou gasolina para provocar o incêndio, enquanto fazia ameaças de morte. O suspeito foi preso em flagrante delito. As chamas destruíram praticamente todos os móveis e bens pessoais da vítima.

Paulo Afonso: suspeito de forjar suicídio de companheira é preso

O homem apontado como autor de um feminicídio registrado em Paulo Afonso (BA) no final do ano passado foi preso pela polícia nessa semana. Ele, que não teve sua identidiade divulgada pelas autoridades, é o principal suspeito de forjar um suicídio em novembro de 2020 e estava foragido desde então.

LEIA TAMBÉM

Polícia procura suspeito de feminicídio em Paulo Afonso

Ele foi preso na quarta-feira (13). No dia 20 de novembro de 2020 Cínthia da Silva foi morta pelo ex-companheiro, que chegou a acionar a polícia relatando o suposto suicídio. Entretanto, as provas periciais obtidas ao longo da investigação comprovaram que a vítima não havia tirado a própria vida.

LEIA MAIS

Mulher é morta a facadas na zona rural de Sobradinho

Mais um feminicídio foi registrado na região no mês de janeiro. Uma mulher foi morta a golpes de faca na madrugada dessa terça-feira (12), em Sobradinho, região Norte da Bahia. A vítima foi identificada como Mislene de Souza, de 34 anos.

Mislene foi morta no Povoado de Correnteza, zona rural do município. O principal suspeito de cometer o crime é um homem apontado como companheiro da vítima. Segundo relatos, ele já teria sido violento outras vezes. Ele fugiu após cometer o feminicídio. A Polícia Civil da Bahia investiga o crime.

Prefeita Suzana Ramos quer agilidade na resolução de crimes de feminicídio em Juazeiro

(Foto: Pedro Ângelo/PMJ)

Em reunião nesta quarta-feira (6) com a equipe da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade (Sedes), a prefeita de Juazeiro (BA), Suzana Ramos (PSDB), mostrou-se preocupada com os casos de feminicídio que vem ocorrendo no município e disse que vai solicitar agilidade na resolução dos casos.

“Vou pedir o apoio do governador do estado para fortalecer a Delegacia da Mulher de Juazeiro, sei que ele será atencioso a nossa solicitação. Também irei conversar com a delegada responsável e oferecer o apoio do município no que for necessário”, destacou. A prefeita ressaltou ainda a importância da integração entre as instâncias Federal, Estadual e Municipal no combate à violência contra a mulher.

O secretário da pasta Pastor Teobaldo Pedro de Jesus também reforçou a relevância da parceria com a Polícia Militar da Bahia e informou que a Sedes irá desenvolver ações que promovam mais segurança para as mulheres. “Iremos traçar metas e buscar parcerias, tanto com o governo do estado, quanto com o Federal, a fim de fortalecer os equipamentos que já temos. Também iremos desenvolver políticas públicas que tragam mais proteção para essas mulheres”, afirmou.

Mulher é morta a facadas em Petrolina

Mais um feminicídio foi registrado em Petrolina. Uma mulher de 28 anos foi morta a golpes de faca na noite de quarta-feira (30), na região da Ponta da Serra, zona rural de Petrolina. Segundo a Polícia Civil de Pernambuco, Nilda Pinheiro foi golpeada pelo ex-companheiro.

Valdir da Costa, de 80 anos, desferiu golpes com canivete na vítima. A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por ciúmes. Nilda chegou a ser socorrida com vida ao Hospital Universitário de Petrolina, mas não resistiu e morreu na unidade.

A Polícia Civil prendeu Valdir em flagrante delito e também apreendeu a arma utilizada no feminicídio. Não há informações sobre velório e sepultamento da vítima.

Patrulha da Mulher divulga balanço das ocorrências registradas em Petrolina

Patrulha da Mulher tem sido importante no combate a violência (Foto: Ascom PMP)

Em 2018 a Câmara de Vereadores de Petrolina aprovou um projeto de lei instituindo a Patrulha da Mulher. Desde então, a cidade tornou-se pioneira na proteção às vítimas de violência no Sertão pernambucano. E nessa semana, mais precisamente na quarta-feira (25) celebra-se o Dia Internacional da Não Violência contra as Mulheres.

LEIA TAMBÉM

Criada através de lei municipal, Patrulha da Mulher reforça combate à violência no município

Esse momento reforça a necessidade das políticas públicas municipais. Como forma de transparência pelos serviços prestados, a Guarda Civil Municipal de Petrolina divulgou as estatísticas de atendimento da Patrulha. Desde o início de 2020, 61 homens foram detidos ou conduzidos à Delegacia em decorrência de algum tipo de violência contra elas.

LEIA MAIS
123