Terapia Ocupacional oferta qualidade de vida e humanização do ambiente hospitalar em Petrolina (PE)

Terapia Ocupacional HDM 1

Terapia Ocupacional é uma área do conhecimento, voltada aos estudos, à prevenção e ao tratamento de indivíduos portadores de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psicomotoras, decorrentes ou não de distúrbios genéticos, traumáticos e/ou de doenças adquiridas, por intermédio da sistematização e utilização da atividade humana como base de desenvolvimento de projetos terapêuticos específicos. 

O terapeuta ocupacional é o profissional dotado de formação nas Áreas de Saúde e Sociais. Sua intervenção compreende avaliar o cliente, buscando identificar alterações nas suas funções práticas, considerando sua faixa etária e/ou desenvolvimento da sua formação pessoal, familiar e social.

Segundo a Terapeuta Ocupacional da UPAE, Iara Góes, a maioria dos pacientes são pessoas com sequelas de Acidente Vascular Encefálico (AVE), porém também são atendidas pessoas com sequelas de Traumatismo Crânio Encefálico (TCE), alterações em mãos e membros superiores decorrentes de traumas ou sequelas de hanseníase além de demências, como a Doença de Alzheimer.

Os atendimentos são voltados à estimulação de componentes do desempenho ocupacional: motores, sensoriais, cognitivos, habilidades psicossociais; bem como às áreas de desempenho: principalmente Atividades de Vida Diária e lazer. Dependendo da necessidade do paciente são prescritos ou confeccionados dispositivos como órteses, adaptações, auxiliares de locomoção, os quais são usados para atingir os objetivos individuais propostos e maximizar função e independência”, esclarece.

Deixe uma resposta