Trabalhadores da saúde começam a ser vacinados na UPAE/IMIP de Petrolina

(Foto: ASCOM)

Acompanhando o calendário de vacinação da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) deu início, nesta segunda-feira (24), à campanha de vacinação dos trabalhadores de saúde. Até sexta-feira (28), funcionários e colaboradores da Unidade poderão se imunizar contra os vírus H1N1, H3N2 e B.

De acordo com a gerente de epidemiologia, Isadora Rodrigues, todo ano a UPAE participa da campanha. “Nós solicitamos as doses de acordo com o nosso percentual de profissionais, de forma a atingir o maior número possível de trabalhadores. Sempre que as vacinas são disponibilizadas pela secretaria nós ofertamos, e geralmente isso segue o calendário do Ministério da Saúde”, informa.

Ciente da importância da imunização, o auxiliar de recepção e portaria Rodolfo Soares, não perdeu tempo e foi logo no primeiro dia garantir a vacina. “Na verdade a equipe de enfermagem sempre está cobrando o nosso cartão de vacinação para verificar se está em dia. Mas, os trabalhadores da saúde já entendem bem que estão expostos à riscos e sabem que a vacinação é uma das melhores formas de proteção. Aqui na UPAE, por exemplo, a equipe sempre adere às campanhas”, acredita.

Para o técnico de segurança do trabalho, Sérgio Côrtes, o serviço de epidemiologia é um forte aliado da saúde e segurança do trabalhador. “Vacinar é proteger o trabalhador e promover segurança. Cada setor dentro do serviço de saúde está exposto à riscos diferentes, mas quando se trata de imunização todos devem ser alcançados”, ressalta.

Segundo o coordenador médico da UPAE, Elson Marques, nos meses de abril e maio acontece uma procura maior dos serviços de saúde devido às queixas de um quadro sintomático referente às síndromes gripais, que podem se apresentar em forma de resfriado, quando os sintomas são mais brandos, ou da gripe propriamente dita, que em geral apresenta características mais importantes e que baixam mais rapidamente a imunidade do paciente.

“Por isso é tão importante a vacinação nesse época, já que a gripe é uma doença sazonal que tem seu pico nessa época do ano. Os trabalhadores de saúde fazem parte do grupo de risco que precisa ser protegido e a UPAE busca todos os anos garantir esse direito”, destaca o coordenador.

Para os demais grupos de risco (que abrange gestantes, puérperas, maiores de 60 anos, população privada de liberdade, pessoas com doenças crônicas e crianças de 6 meses a menores de 5 anos) as vacinas são oferecidas nos postos de saúde.

Deixe uma resposta