Transporte coletivo: Diretor da Viva Petrolina cobra do Estado mesmo tratamento dado as empresas do Recife

Rafael Teles

O tratamento diferenciado que o Governo do Estado concede ao transporte coletivo na cidade de Petrolina contribui para que o preço da passagem aqui seja mais caro como questiona parte da população. O esclarecimento foi feito por um dos diretores da empresa Viva Petrolina, Rafael Teles, ao cobrar o mesmo tratamento tributário do transporte em Pernambuco. “A prefeitura já encaminhou isso ao Governo do Estado cobrando essa isonomia para que o transporte de Petrolina receba a mesma tributação que é aplicada no Recife que é zero”, informou.

A política adotada pelo governo no Recife isenta as empresas de recolherem ICMS na aquisição de ônibus novos, no combustível e subsidia a tarifa com um custo de R$ 150 milhões/ano, tratamento que não é dado ao Sertão do Estado.

Para Rafael se o Estado concedesse a mesma isenção as empresas em Petrolina o preço da passagem poderia ser reduzido em até R$ 0,05. “A gente entende que este tipo de coisa funciona tanto mais quanto a sociedade demonstrar interesse, que quer ser tratada como no Recife”, alertou.

Sobre o projeto da prefeitura de Petrolina que isenta as empresas do pagamento do Imposto Sobre serviço (ISS) Rafael disse que a Lei está vencida e que o benefício precisa ser renovado para manter a redução no preço da passagem.

Deixe uma resposta