Tribunal de Justiça de PE decreta ilegalidade da greve dos policiais civis

concurso-policia-civil-pe-2016Antes mesmo de ter início, a greve dos policiais civis no estado foi decretada ilegal pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco na noite desta quinta-feira (20).

A decisão do desembargador Bartolomeu Bueno, que concedeu liminar ao governo do estado, ocorreu horas depois de o Sindicato dos Policiais de Pernambuco (Sinpol-PE) informar que, a partir da meia-noite, apenas 30% do efetivo policial fica em atividade nas delegacias de plantões, conforme definido em assembleia da categoria.

O descumprimento da decisão judicial implicará em multa diária no valor de R$ 100 mil. Por meio de nota, o Governo de Pernambuco informou que o sindicato já foi notificado da decisão. De acordo com a assessoria de imprensa do Sinpol-PE, apesar da notificação da ilegalidade da greve, o movimento grevista está mantido.

O sindicato informou também que uma nova rodada de negociação com o governo estadual irá acontecer na manhã desta sexta-feira (21). Segundo a entidade, o encontro será com o secretário de Administração de Pernambuco, Milton Coelho. No final da tarde, às 17h, uma nova assembleia com a categoria será realizada, desta vez na sede do Sinpol-PE, no bairro de Santo Amaro, na área central da capital.

Fonte G1

Deixe uma resposta