Univasf entra em greve a partir da próxima terça

greve-univasf

Por 59 votos a favor, 06 contra e 11 abstenções, foi decidido pela assembleia a parada das atividades (Imagem: internet)

Após assembleia realizada ontem (04), o corpo docente da Universidade Federal do vale do São Francisco (Univasf) deve deflagrar movimento grevista a partir da próxima terça-feira (08). Por 59 votos a favor, 06 contra e 11 abstenções, foi decidido pela assembleia a parada das atividades.

Todos os campi da instituição, Paulo Afonso (BA), Senhor do Bonfim (BA), Juazeiro (BA), Petrolina Sede (PE), Petrolina Campus Ciências Agrárias (PE) e São Raimundo Nonato (PI), devem aderir.

Para que a greve seja considerada legal, tem-se a obrigação dos servidores informarem a administração com 72h de antecedência. Por este motivo, a instituição funciona normalmente até a próxima segunda (07).

Na pauta da greve os professores falaram da Proposta de Emenda à Constituição 55, antiga 241, a reforma do ensino médio e do Programa Escola sem Partido. Os docentes também reivindicam uma discussão sobre reforma da previdência e a reformulação do plano de cargos e carreiras.

A equipe do blog Waldiney Passos entrou em contato com o SidUnivasf e aguarda informações de o que deve permanecer funcionando durante o período de paralisação.

Deixe uma resposta