Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Voluntariado do Dom Malan/IMIP realiza mais um evento natalino para as crianças 

(Foto: ASCOM)

O voluntariado do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) realizou, pelo oitavo ano consecutivo, o tradicional Natal das Crianças. A festa aconteceu na última quinta-feira (20) e contou com a participação do Papai Noel, Mamãe Noel, Coral Infantil da Primeira Igreja Batista, funcionários, colaboradores, estudantes, residentes e, é claro, dos voluntários.

O grupo passou pela oncologia, pediatria, PSI infantil e a cantata natalina emocionou a todos. “Primeiro buscamos despertar o verdadeiro espírito do Natal, que se baseia na generosidade, solidariedade, compaixão e amor. Para isso, contamos com a participação do coral, que entoou um Auto de Natal. Depois agradecemos, confraternizamos e realizamos a entrega dos presentes”, conta o coordenador do voluntariado, Rui Holanda.

Para o líder do coral, Deósio Cabral, a oportunidade de participar é única. “Esse é o nosso terceiro ano aqui no Dom Malan compartilhando um momento de fé e comemorando o nascimento de Cristo com pessoas que, muitas vezes, passarão o Natal longe das suas famílias e em situação de adoecimento. Então, para nós, isso não tem preço”, ressaltou.

O voluntariado do Hospital Dom Malan sempre comemora as datas importantes do ano, mas, sem dúvida, o Natal é um dos momentos mais simbólicos. “Porque esse é o momento de praticar o perdão, o amor, renovar as esperanças e abraçar os nossos irmãos. Mais do que os presentes, nós buscamos distribuir uma mensagem positiva. Deus é amor, e a linguagem do amor é universal. Não importa o credo, a raça, a cor ou a religião. Somos todos iguais e precisamos sempre uns dos outros”, destacou Rui na ocasião.

Para a realização do Natal das Crianças o voluntariado conta com doações. “Ao longo do ano nós vamos fazendo a nossa mobilização e Deus é tão bom que nunca nos faltou presente para nenhuma criança”, finalizou sorrindo a vice-coordenadora do voluntariado, Ivanilde Emídio.

Deixe uma resposta