Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Bahia abre inscrições para projetos culturais

faz cultura

Estão abertas as inscrições para o Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura) para pessoas físicas e jurídicas, com atuação na área cultural na Bahia. Todas as expressões artístico-culturais e os bens de natureza material e imaterial poderão ser contemplados nos termos do art. 3º da Lei Orgânica da Cultura. As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet, através do Clique Fomento e ficam abertas até 02/12/2016.

FAZCULTURA

 Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia – FCBA, CrediFácil Bahia (em parceria com a Desenbahia) além das linhas especiais de apoio, como os Pontos de Cultura e o Carnaval Ouro Negro. O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

Falta de repasses do Governo do Estado culmina com fechamento do Centro da Juventude em Petrolina

downloadA secretaria da Cidadania encaminhou uma nota ao nosso departamento de jornalismo informando que o  Programa Vida Nova /Centro da Juventude está sendo fechado no município de Petrolina por falta de repasse de verbas do Governo do Estado.

A secretária de Cidadania, Célia Regina Carvalho, lamenta o fechamento do programa, e lembra que o Centro da juventude sempre foi eficaz nesse trabalho. “É lamentável ver o fim de um programa bem sucedido, por falta de recursos. Nós como secretaria, fizemos o possível para segurar o programa em Petrolina, no entanto ,em tempos de apertos financeiros, o Governo do Estado, se eximiu de sua responsabilidade em repassar a verba que assegurava o programa. Lamentamos, mas infelizmente o Vida Nova / Centro da Juventude, deixará de existir”, disse a secretária.

O prefeito de Petrolina, Julio Lossio, também lamentou o acontecido.  “ Fica em nós um sentimento de perda. Eu que acompanho cada passo desse Programa, sempre enxerguei um grande potencial em cada jovem atendido e que era profissionalizado através de cada ciclo. Infelizmente, a prefeitura não pode mais segurar sozinha um programa desse porte, e que tinha como suporte o repasse do Governo do Estado. Lamentamos muito”.

Exposição sobre trajetória do carnavalesco Mestre Jaime segue até final de fevereiro na Casa da Cultura

Mestre jaime

Os festejos de carnaval se encerraram na quarta-feira e cinzas, mas o registro em imagens da história de um dos patrimônios vivos da cultura pernambucana ligada à folia sertaneja,  permanece em evidência na Casa da Cultura, centro da cidade. A trajetória do artista plástico, boêmio e carnavalesco Jaime Alves Concerva, 94, o famoso Mestre Jaime, continua aberta ao público até o dia 29 de fevereiro, com a exposição Mestre Jaime: Do Cidadão ao folião. Quem Não teve tempo de passar por lá para conferir o acervo com diversas imagens inéditas, não deve perder.

A mostra funciona sempre de terça à sábado, das 8h às 19h na ala principal do espaço. A  exposição que tem o apoio da Secretaria de Cultura e Esportes, foi aberta antes do carnaval, e teve a concepção do colecionador de fotos antigas da cidade sobre personagens e fatos sociopolíticos e culturais, Cristiano Concerva, sobrinho do carnavalesco. Ao todo são 78 imagens, sendo que boa pertence ao acervo do colecionador e as mais recentes foram assinadas pelos fotógrafos Héliton Araújo, Tia Penha e Guga Pimentel.

Também há registros fotográficos feitos pelo jornalista Emanuel Andrade, que não atua profissionalmente na fotografia, só na reportagem, mas flagrou de uma digital comum, momentos raros do carnavalesco em cima de um trio elétrico participando do Galo da Madrugada, quando foi homenageado pelo governo do Estado/Fundarpe, há cinco anos.

Ainda na exposição o visitante pode conhecer o carnavalesco na intimidade do trabalho, na boemia, em família, e claro, no despojamento e euforia que são sua marca em meio a Bichara que há mais de 60 anos anima a folia sertaneja.

 “É uma exposição  histórica que contextualizada toda trajetória do Mestre Jaime que é nosso patrimônio e que as novas gerações precisam conhecer melhor. Faz parte da Cultura Popular de Pernambuco e do Nordeste”, ressalta Cristiano.

O secretário de Cultura Marcos Cleuber Pereira, reforça que a exposição mais do que uma homenagem é uma forma de manter em evidência o valor do Mestre Jaime para a cultura e para história do carnaval em Salgueiro. Ele aponta que é importante que as escolas levem seus alunos para conhecer a exposição que de certa forma retrata historicamente o carnaval de Salgueiro há mais de meio século.

Bailarino convida amantes da cultura para espetáculo gratuito no Sesc Petrolina neste sábado

Artista André Vitor 1

O Bailarino Vitor Brandão aproveitou a visita na tarde desta sexta-feira (12), a sede do Blog Waldiney Passos, localizado na Rua do Tambor, nº 56, 1º andar, no  bairro Alto Cheiroso em Petrolina (PE), para falar sobre o espetáculo solo, “Onde Ele Anda é Outro Céu.

De acordo com Brandão o espetáculo é inspirado no conto o Homem Cadente do escritor africano, Mia Couto.

Nesse espetáculo solo, uso algumas reflexões que sugiram a partir do conto sobre como a gente encara a nossa realidade e como podemos criar outras lógicas para o nosso cotidiano diferente daquelas que nos são dadas, mas que posso através dos sonhos e do lúdico criar uma nova realidade para a gente”, destacou o bailarino e ator Vitor Brandão.

O evento cultural “Onde Ele Anda é Outro Céu” é de censura livre e com entrada gratuita, a estreia do espetáculo vai acontecer neste sábado (13) às 20h no Teatro Dona Amélia no Sesc de Petrolina.

Espetáculo “Fraturas”, único indicado do interior, vence quatro categorias no Recife

tripe fraturas

A dança do Vale do São Francisco foi representada pelo Coletivo Trippé no Prêmio APACEPE de Teatro e Dança 2016, realizado durante o Festival Internacional Janeiro de Grandes Espetáculos, em Recife, capital pernambucana. O grupo foi o único do interior, sendo indicado em sete categorias. Na cerimônia de entrega dos prêmios, realizada na quinta-feira (28), no Tetro de Santa Isabel, o ‘Trippé’ recebeu quatro, os de melhor espetáculo, melhor figurino, bailarino revelação e melhor coreografia.

O Coletivo Trippé se apresentou com o espetáculo ‘Fraturas’ na capital do estado no último dia 10, no Teatro Apolo, onde foi avaliado por uma comissão formada por três artistas de reconhecido trabalho com dança. Após essa apresentação, foram indicados como melhor espetáculo, melhor coreografia (Mauricio de Oliveira), melhor bailarina (Julia Gondim), melhor bailarino (Adriano Alves), melhor iluminação (Carlos Tiago e Mauricio de Oliveira), melhor trilha sonora (Tato Taborda) e melhor figurino (Mauricio de Oliveira).

O prêmio anual é realizado pela Associação de Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco, sendo considerado o mais importante do estado. O bailarino Wagner Damasceno disse que os prêmios são “bastante importante para o grupo e também para a cidade em si, já que era o único grupo que não faz parte do ‘polo Recife’ de dança”. “Foi bastante gratificante ver que todo o esforço e tempo dedicado ao trabalho, de uma certa forma, está sendo reconhecido”, completou o bailarino que foi agraciado como revelação.

O espetáculo ‘Fraturas’ estreou em 2015, após o grupo receber o coreógrafo paulista Mauricio de Oliveira para uma residência criativa entre o Coletivo Trippé e sua companhia, a Cia. Siameses. O trabalho de construção, que durou três meses, foi incentivado pelo Governo do Estado da Bahia com a aprovação do projeto no Edital Setorial de Dança 2014, um reconhecimento para o grupo que mantêm atividades nessa região onde há o encontro da Bahia com Pernambuco.

A próxima apresentação do espetáculo ‘Fraturas’ será no Teatro Dona Amélia, dentro da programação do Festival Janeiro Tem Mais Arte, no domingo (31). O espetáculo começa às 20h e os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Para continuar acompanhando o trabalho do coletivo é só curtir a página no Facebook, facebook.com/coletivotrippe.

Texto: Adriano Alves

‘Cia. 2 em Cena’ chega ao Sertão do São Francisco, com apresentações gratuitas nas praças

FOTO REPRILHADAS - Natuza Ferreira

De um lado ao outro do Nordeste, a ‘Cia. 2 em Cena de Teatro, Circo e Dança’ (Recife-PE) vem oferecendo apresentações gratuitas do seu repertório em praças públicas. Agora, é a vez do Sertão do São Francisco receber o grupo que traz na bagagem dois espetáculos de palhaçaria, nos dias 26 e 27 de Janeiro.

Com o projeto ‘Repertório CIRCOlando Nordeste’, que conta com o incentivo do Funcultura, a trupe viaja por oito cidades com os espetáculos ‘Reprilhadas e Entralhofas – Um concerto para acabar com a tristeza’ e ‘Palhaçadas – Histórias de um circo sem lona’. Em Juazeiro-BA, as apresentações acontecem nos distritos de Carnaíba do Sertão (26/01) e Maniçoba (27/01).

Cada comunidade recebe duas apresentações da companhia, o primeiro espetáculo acontece às 16h e o segundo começa às 19h. Em Carnaíba, os palhaços ocupam a Praça da comunidade. Já em Maniçoba, o palco será na Lagoa da Pedra. As sessões são abertas para todos os interessados gratuitamente e a indicação é livre para todos os públicos.

Além das apresentações do projeto em Juazeiro, a ‘2 em Cena’ aproveita a passagem pelo Sertão para participar da programação do projeto Janeiro Tem Mais Arte. Em Petrolina, os espetáculos acontecem nos dias 28 e 29, sempre às 16h, dentro da programação do festival promovido pelo Sesc. O local será o Cine-teatro da Praça CEU das Águas, no bairro Rio Corrente.

Para acompanhar todos os detalhes da circulação é só acessar a página oficial da ‘Cia. 2 em Cena’ no Facebook, facebook.com/cia2emcena. Outras informações podem ser obtidas através do emailcia2emcena@gmail.com.

Prefeitura de Salgueiro sai na frente e anuncia programação do carnaval 2016

 

Prefeito Salgueiro Marcondes Sá

Prefeito de Salgueiro-PE, Marcondes Sá

Conhecida por realizar uma das melhores festas de carnaval do Sertão Pernambucano a cidade de Salgueiro-PE,  já está se preparando para receber um grande número de turistas.

Ao contrário de muitas cidades que ficam na dependência do Governo do Estado, o prefeito de Salgueiro Marcondes Sá saiu na frente e mesmo sem a confirmações das atrações da Fundarpe e Empetur, anunciou oficialmente, na última sexta-feira (15), a programação da festa de momo.

Para o prefeito a crise não é desculpa para deixar de realizar a festa do povo. “A receita foi fomentar a arte local. Então esse é o momento que a gente tem como privilegiar o que temos de bom. Quem faz o carnaval da cidade é o povo de Salgueiro e nós esse ano vamos dar um grande exemplo com as atrações locais”, destacou.

De sexta-feira (5/2) à terça-feira (9/2), o público vai contar com atrações como o Bloco das Virgens, a maior de todas as agremiações carnavalescas do município; as orquestras Cultura Pernambucana; do Maestro Paixão, Imperial e Bronzeada; os blocos da Saudade e dos Sanfoneiros; os passistas  da Cia Soul Dance; o Maracatu Baque Virado Nação Salgueirense; o concurso de blocos, com premiação total de R$ 4.000,00 e o troféu folião para as fantasias mais bonitas.

Nos palcos e no trio, animam a festa, a banda Milk Shake, a Orquestra Reprise, Bastinho e a banda Elite, DJ Moreno, o cantor Jairoca de Tróia, Paulinho Brito, Jameckson, Taciano Santos, Zum Zum Bamba, Marreta You Planeta, D’Tribos e a atração nacional Biquini Cavadão, além da Banda Santa Clara e mais duas atrações promovidas pela Secretaria de Cultura de Pernambuco, por meio da Fundarpe e da Empetur, que ainda não foram definidas.

No polo alternativo, localizado no pátio do Memorial do Couro, pelo segundo ano consecutivo, haverá a apresentação de doze grupos de Salgueiro e região, que vão desde o rock, passando pelas suas diversas vertentes, até o pop, entre eles, Silver Lady, The Clivis, Martelo Bigorna, Dead Roses, Lobo Mauz, Amélia, Ressonância, Úlcera, Delicada, Dixtaq Rap, Sistema em Caos e Dom Rasta.

Uma novidade nos cortejos é a Orquestra Urbana de frevo, que, estreia na folia salgueirense, formada por alunos e ex-alunos da Escola Urbano Gomes de Sá e coordenada pelo maestro Rafael.

E, para marcar o encerramento do Carnaval, na madrugada de 9 para 10, depois da apresentação do palco, às 2:00, três orquestras de frevo fazem um grande arrastão pelas ruas de Salgueiro.

Confira a programação:

Dia 31 de janeiro (domingo)

Prévia: A programação oficial começa na sexta-feira (5/2), mas já no domingo (31/1), partindo da Praça da Bomba pelas avenidas da cidade, a Tabacaria homenageia, pelo 16º ano, em Salgueiro, o poeta português Fernando Pessoa, transformado em boneco gigante. Na mesma data haverá apresentações das orquestras do maestro Paixão, Imperial, Cultura Pernambucana, além da Cia de Dança Soul Dance e o Maracatu de Baque Virado Nação Salgueirense.

Dia 5 de fevereiro (sexta-feira)

Desfile das Virgens, embalado pelo DJ Moreno, também no Polo Bomba em seguida tem Trio elétrico com Jairoca de Troia e Banda.

Dia 6 de fevereiro (sábado)

Apresentações de diversos grupos grupos culturais no Polo do Prado e início do concurso de blocos carnavalescos. No palco do Polo Bomba apresentações da banda de rock Biquíni Cavadão, Orquestra Bronzeada e Paulinho Brito.

carnaval salgueiroDia 7 de fevereiro (domingo)

No Polo Bomba tem as atrações: Banda Milk Shake, Orquestra Cultura Pernambucana, Banda Santa Clara e saída do trio puxado por Taciano Sanos e Banda. No polo do Girador do Prado, haverá o Circuito do Frevo com a Orquestra Imperial, a Cia Soul Dance e a Bicharada do Mestre Jaime. No Polo Alternativo, as atrações serão  Dead Roses, Lobo Mauz e Amélia. E tem mais, no Polo de Umãs se apresentarão as bandas D’Tribus e Bastinho, Banda Elite, Orquestras do Mestre Paixão e da Cia Soul Dance.

Dia 8 de fevereiro (segunda-feira)

No palco do polo Bomba tem a orquestra Imperial e D’Tribus e saída do trio elétrico com Zum Zum Bamba. No Polo Alternativo as atrações serão os grupos Ressonância, Úlcera e Delicada.

Dia 9 e fevereiro (terça-feira)

O encerramento da festa com a Bicharada do Mestre Jaime e trio elétrico com Marreta You Planeta. Às 2h da Quarta-feira de Cinzas, 10, tem o ‘arrastão’ com três orquestras. Haja fôlego!

 

Morre lendário músico de rock David Bowie

David Bowie

A lenda britânica do rock David Bowie morreu de câncer aos 69 anos, após uma carreira excepcional e dois dias depois do lançamento de seu 25º álbum, uma notícia acolhida com grande surpresa e dor no mundo da música.

“David Bowie morreu em paz hoje cercado de sua família ao término de uma valente batalha de 18 meses contra o câncer”, indicou uma mensagem datada no domingo e divulgada nesta segunda-feira em contas do Twitter e Facebook.

O comunicado não informa onde ocorreu a morte do artista, que vivia há tempos em Nova York.

“Lamento e fico triste em dizer que é verdade. Estarei desconectado por um tempo. Amo vocês”, confirmou no Twitter seu filho Duncan Jones, que também publicou uma foto em preto e branco na qual ele aparece bebê sobre os ombros de seu pai.

A morte de Bowie coincidiu com o lançamento de seu último disco, “Blackstar”, um álbum com ares de jazz que saiu à venda na sexta-feira passada, dia de seu 69º aniversário.

Imediatamente choveram reações e homenagens em todo o mundo.

“Cresci ouvindo e vendo o gênio do pop David Bowie. Sabia se reinventar melhor que ninguém, sempre acertava. Uma enorme perda”, comentou o primeiro-ministro britânico, David Cameron, em sua conta no Twitter.

“Estou devastada! Este grande artista mudou minha vida! O primeiro show que vi em Detroit! R.I.P”, afirmou Madonna na mesma rede social.

Para o rapper Kanye West, Bowie foi uma de suas “principais fontes de inspiração, (era) tão valente, tão criativo, nos deu magia para uma vida inteira”.

O ator americano Mark Ruffalo o definiu como “o pai de todos nós, os frikis”.

David Robert Jones nasceu em 8 de janeiro de 1947 no seio de uma família modesta de Brixton, um bairro popular do sul de Londres. Abandonou a escola na adolescência e saltou à fama em 1969 com “Space Oddity”, uma mítica balada sobre a história de Major Tom, um astronauta que se perde no espaço.

A partir de então, multiplicou seus álbuns, mudou sua música, encarnou diferentes personagens, convertendo-se no homem das mil faces, graças a sua formação como mímico, seu gosto pela moda e seu amor pelo teatro kabuki. Também participou de muitos filmes.

Não deixou de lançar discos e fazer turnês até o início dos anos 2000, mas um problema cardíaco sofrido no palco durante um festival alemão em junho de 2004 pôs fim a esta época tão frutífera.

Forçado a um longo repouso por quase uma década, suas aparições foram escassas, mas os últimos anos voltaram a ser prolíficos.

Há três anos, o músico britânico escolheu o dia de seu aniversário para romper uma seca musical com a música “Where Are We Now?”. Esta canção repleta de referências a sua etapa em Berlim avivou uma chama que alguns consideravam vacilante.

Dois meses mais tarde, um novo álbum com tons de rock, “The Next Day”, confirmou o retorno em plena forma do influente e camaleônico artista.

Entre seus últimos projetos, destaca-se a música que acompanha os créditos da série de televisão franco-britânica “The Last Panthers”, a comédia musical “Lazarus” e algumas colaborações, como no último álbum do The Arcade Fire.

Em “Blackstar”, representado por uma misteriosa estrela preta de cinco pontas, a bateria e o saxofone compartilham o protagonismo com a inconfundível voz de Bowie.

O artista se diverte esticando e desestruturando suas músicas, que superam amplamente o formato padrão de três ou quatro minutos. Também há ressonâncias com seus trabalhos anteriores, como o clássico “Low” (1977) ou “Black Tie White Noise” (1993) que relançou Bowie após os difíceis anos 1980.

Livraria em Petrolina promove palestra sobre: “Como Superar a Si Mesmo e Viver um Destino sem Limites”

Layde Lopes Palestrante 1

Nesta quarta-feira, 20, a Livraria SBS Internacional, localizada na Avenida da Integração Airton Senna, bairro Maria Auxiliadora, Petrolina (PE), promove palestra com o tema: “Como Superar a si mesmo e Viver Sem Limites”. A palestra será ministrada pela Psicanalista clínica e Professora – Layde Lopes e acontecerá às 19h.

As inscrições para participar do evento são gratuitas e podem sem feitas pelo link https://www.sympla.com.br/como-superar-a-si-mesmo-e-viver-um-destino-sem-limites__53367, ou através do número, (87) 3035-2429.

Os organizadores pedem aos participantes que cheguem a Livraria com 10 minutos de antecedência, pois, será feita a validação da inscrição por meio de um ‘Check-in eletrônico’, que vai disponibilizar certificados de comparecimento da palestra às pessoas presentes.

Gosto popular coloca vinho no lugar da caipirinha e da cerveja, diz pesquisa  

VINHO

Em vez da caipirinha e da cerveja como combustíveis alcoólicos dos tradicionais churrasco e feijoada, vinho. Quem constatou essa mudança de hábito etílico gastronômico foi o departamento de marketing do vinho Marques de Casa Concha, do grupo chileno ConchaY Toro.

O diagnóstico de consumo foi feito a partir de interações do projeto Personal Sommelier, que responde dúvidas de consumidores, via WhatsApp, dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Goiás, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

Segundo os sommeliers do projeto, além de constatarem que os consumidores brasileiros estão mais abertos ao consumo de vinho em ocasiões mais informais, ainda orientam com dicas de harmonizações básicas para iniciantes.

A feijoada, por exemplo, por ser rica em gordura e sabor, pode ter sua intensidade gustativa suavizada com um vinho à base de cabernet sauvignon com estágio em barril de madeira, recomendam, é mais estruturado e encorpado, “segura” a contento um prato desses. Quando se trata de churrasco, um merlot pode combinar com picanha, alcatra, costela e coração, pois tem corpo médio, é macio e persistente, ideal para aguentar a untuosidade dos cortes bovinos. (Com FP)

Sesc movimenta Petrolina com o Janeiro tem Mais Artes 2016

Janeiro tem mais artes

A cultura presente no teatro e nas Ruas petrolinenses já é tradição com a programação do Janeiro Tem Mais Artes, no Sertão de Pernambuco, o evento é organizado pelo SESC, localizado no Centro da cidade. A programação cultural acontece de 22 a 31 de janeiro. Mas o órgão já está com inscrições abertas para sete oficinas de arte e mais minicursos de confecção de máscaras e de brinquedo populares, além de oficina de canto e dança contemporânea. As atividades integram a programação do projeto e acontecem entre os dias 18 e 30 de janeiro.

A primeira oficina a ser realizada é a de estêncil ou stencil, em inglês, técnica que utiliza cortes em um molde onde é colocado tinta com o objetivo de aplicar uma ilustração em um objeto. As aulas acontecem de 18 a 22 de janeiro, das 14h às 17h, na Sala de Arte do Sesc. A ministrante do curso é Lys Valentim.

De 25 a 29 de janeiro, será realizada a oficina de Teatro do Oprimido, na Sala de Teatro, com o instrutor Paulo de Melo. As aulas serão das 9h às 12h. Nos dias 27 e 28 do mesmo mês o público poderá participar da oficina de brinquedos populares, ministrada por Odília Nunes, das 15h às 18h, na Sala de Arte. A última atividade prevista é a oficina de desenho com Zé de Rocha no dia 30, das 14h às 18h.

As inscrições são feitas pessoalmente no Sesc Petrolina, que fica localizado na Rua Pacífico da Luz, nº 618, Centro. O valor das inscrições é R$ 10, para comerciários e dependentes, e R$ 20, para o público em geral. O projeto Janeiro Tem Mais Artes chega a sua 8ª edição em 2016 e realiza também apresentações de música, dança, teatro, exposições e mostras de 22 a 31 de janeiro. (Com G1)

Retrospectiva 2015: carnaval sem expressão em Petrolina

Carnaval 2015

Foto ilustrativa

Há quem afirme que o ano só começa no Brasil depois do carnaval, dado ao valor que a festa de momo representa para cultura e economia de algumas cidades do país.

“Em Petrolina, não tem carnaval! Na capital do sertão a festa carnavalesca não se dá o devido valor”, afirmam os apaixonados pela folia.

2015 foi mais um ano em que a festa foi tímida, não foram contratadas grandes atrações, não atraiu os foliões às ruas só deixando frustrações nas expectativas dos que passam o ano esperando o carnaval.

Houve ainda a polêmica da Frevuca que não foi contrata em 2015 para animar os foliões da cidade.

Vereadores aprovam Título de Cidadão Petrolinense ao Cantor Alcymar Monteiro

ALCYMAR MONTEIRO

Assim como muitos cantores nordestinos a exemplo do saudoso Luiz Gonzaga, Maciel Melo e Jorge de Altinho o cantor e compositor paraibano Alcymar Monteiro também será homenageado com o Título de Cidadão Petrolinense. O Projeto de Decreto Legislativo com esta finalidade foi aprovado na sessão da última terça-feira (29) na Casa Plínio Amorim.

A honraria é de autoria do vereador Manoel da Acosap que afirmou ser esta uma justa homenagem a este grande artista que cantar nossa cultura e tradições elevando o nome de todo o nordeste.

Programa Zé Maria Toca Tudo completa 10 anos no ar

ZÉ MARIA

No aniversário dos 25 anos da Rádio Grande Rio AM, o radialista José Maria Silva, um dos maiores comunicadores do Vale do São Francisco, teve a ideia de tirar do estúdio o programa “Zé Maria Toca Tudo” e levá-lo para os municípios vizinhos e povoados da região. O sucesso do programa foi tão grande que a rádio resolveu dar continuidade ao projeto que vai completar no próximo sábado (19) 10 anos de existência.

Para comemorar a data o idealizador do projeto, Zé Maria, vai estar no município de Afrânio – PE transmitido o evento direto dos Postos Reis. “Escolhi Afrânio porque foi o município onde realizamos o maior número de programas nestes dez anos, foram cerca de 50 edições”, enfatiza.

Coral de Vaqueiros homenageia o Rei do Baião Luiz Gonzaga

Muitas homenagens  foram feitas neste domingo (13) ao Rei do Baião Luiz Gonzaga que se estivesse vivo completaria nesta data 103 anos. No piauí, o coral de Vaqueiros da cidade de União cantou grandes sucessos de Gonzagão e a apresentação no programa 100% forró teve a participação de Isac do acordeon.

Luiz Gonzaga nasceu em 13 de dezembro de 1912. Foi o responsável por levar a música nordestina para o todo o Brasil. Com ele, o país conheceu o baião,o xote e o xaxado. Foi um genial instrumentista e inventor de melodias e harmonias, um ícone da música popular brasileira.

Confira o vídeo com a homenagem:

32333435