Cliente da Caixa denuncia mais de três horas de demora para ser atendido

Lei Estadual prevê tempo de espera máximo de 15 minutos.

Um leitor do blog Waldiney Passos entrou em contato com nossa redação para denunciar o descaso da Caixa de Petrolina nos atendimentos prestados aos clientes. De acordo com a denúncia, foram mais de três horas de espera por um atendimento.

“A Caixa Econômica Federal, internamente, trabalha de forma escravista com os clientes que buscam atendimento diversos. Estou deste 9h da manhã para ser atendido são 13h30. No painel foram atendidas apenas quatro pessoas. O que fazer? Cadê os órgãos de controle Procon?”, disse o leitor.

Ainda segundo a denúncia, havia somente dois funcionários na agência. Ele chegou a procurar o gerente geral, mas foi informado de que ele não estaria no local. O leitor disse, ainda, que foi abordado para não fazer fotos na área interna da agência.

LEIA MAIS

Buraqueira na Avenida que dá acesso aos Residenciais Juazeiro I, II, III, revolta moradores

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os moradores dos Residenciais Juazeiro I, II, III, localizados no bairro Itaberaba, em Juazeiro (BA), estão revoltados com a situação precária da Avenida que dá acesso aos conjuntos habitacionais. A falta de infraestrutura é um problema antigo, a buraqueira só piora, e a população local cobra providências do poder público.

“Só Deus pra ter compaixão de nós, quem tem seu carro e sua moto tem que passar devagar para não quebrar. A gente fica revoltado, vamos ver se em 2020 a gente escolhe candidatos que valem a pena”, desabafou um morador.

Em imagens enviadas ao Blog Waldiney Passos é possível identificar que as condições da referida via são críticas. Alguns pontos da Avenida já tiveram o calçamento removido.

O Blog entrou em contato com a prefeitura de Juazeiro, para saber quando será feita a recuperação da Avenida, localizada na Rua 11 do bairro Itaberaba. Até o momento a gestão municipal não se posicionou sobre a demanda.

Leitor denuncia lagoa de dejetos nas proximidades da penitenciária de Petrolina e cobra providências

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

A denúncia é grave. De acordo com um leitor do Blog Waldiney Passos, uma lagoa de dejetos se formou nas imediações da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina (PE), e desde então, moradores estão sofrendo com o mau cheiro, proliferação de insetos, além da preocupação com os riscos à saúde. “É praticamente uma fossa a céu aberto”, disse o denunciante.

“Quando chega à noite levanta o mau cheiro, como moradores, pedimos resposta da Compesa. Ela [Compesa] foi proibida de jogar os dejetos da penitenciária no Rio São Francisco, e agora estão tirando a água de lá em um caminhão-pipa, só que o caminhão não dá conta de tirar toda a água da fossa de lá de dentro”, completou o leitor.

O Blog entrou em contato com a Compesa, para saber o posicionamento da Companhia sobre a denúncia do leitor. Além de saber quais providências serão tomadas. Até o momento a Compesa não se pronunciou sobre o caso.

Polícia Militar de Pernambuco instaura procedimento administrativo disciplinar para averiguar agressões contra estudante

Camila levou soco no olho. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Em entrevista ao Blog Waldiney Passos, a estudante secundarista e diretora da União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco (UESPE), Camila Rabelo relatou que foi agredida por um policial com um soco no rosto, no último sábado (16).

LEIA TAMBÉM

Violência: estudante universitária afirma ter sido agredida por PMs em Petrolina

Ainda segundo a estudante, que estava na companhia de duas colegas, a abordagem foi feita por quatro policiais militares, na Rua das Laranjeiras, Centro. Ela conta que durante a ação policial, os PMs esconderam suas identificações.

Após o Blog publicar matéria sobre o caso, a Polícia Militar de Pernambuco informou que instaurou um procedimento administrativo disciplinar, para averiguar as “supostas agressões”. Confira a íntegra da nota:

“A Polícia Militar, através do comando do 5 BPM, esclarece que diante da denúncia, instaurou um procedimento administrativo disciplinar, paralelo ao inquérito da polícia civil, para averiguar as supostas agressões e os  possíveis envolvidos.”

Idosa aguarda por cirurgia no HU há mais de um mês e neto faz apelo

Idosa espera por cirurgia desde outubro (Foto: Internet)

Uma espera sem fim. Essa é a rotina de dona Luzia Justina Aires de Oliveira, de 92 anos. Ela está internada no Hospital Universitário há mais de um mês, aguardando por uma cirurgia no fêmur. Porém, de acordo com seu neto, Severino Aires de Oliveira, de última hora a unidade cancela o procedimento.

O cancelamento já teria acontecido por duas ocasiões. Enquanto isso, dona Luzia, que não pode caminhar e apenas fica deitada na maca do hospital fica com sua saúde cada vez mais debilitada. Preocupado com a avó, Severino fez um apelo.

“Minha avó está no Hospital de Traumas desde o dia 13 do mês passado, a mesma já foi encaminhada para duas cirurgias no fêmur, ela está com o fêmur quebrado e de última hora cancelam. A alegação é que precisa de uma UTI e uma sala amarela, para ela estar repousando em observação”, contou ao Blog Waldiney Passos.

Com o fêmur quebrado, a idosa apenas pode ficar deitada e, de acordo com Severino, estão havendo complicações. “Ela já tá criando ferimento nas costas porque não pode se locomover, já está debilitado por conta da idade e eu só vejo o hospital dando desculpa em cima de desculpa“, afirmou.

Revoltado com a situação, ele já acionou a Ouvidoria do HU, procurou a Justiça, porém sem sucesso. Na sexta-feira (15) o Blog solicitou uma nota do hospital, para saber quando dona Luzia será submetida ao procedimento cirúrgico, mas até o encerramento dessa matéria não havíamos recebido uma resposta.

Leitor reclama de serviço inacabado e Compesa afirma que enviará equipe para resolver o problema nesta quinta

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um leitor do Blog Waldiney Passos enviou para nossa equipe de produção, fotos mostrando que a Compesa não concluiu o serviço de esgotamento sanitário na Rua da Cuíca, no Portal da Cidade. Há algumas semanas mostramos o problema.

LEIA TAMBÉM

Leitor cobra resposta da Compesa para esgoto estourado no Portal da Cidade

O reparo foi feito no final de semana, mas segundo o leitor, e como mostram as fotos, a equipe não concluiu o serviço. “A Compesa veio pra trabalhar na questão do esgoto estourado, desentupiu, mas deixou o buraco”, disse o denunciante.

O Blog Entrou em contato com a Compesa que, por meio de nota, informou que “uma equipe será encaminhada hoje (14) ao local para finalizar os serviços de manutenção no poço de visita (equipamento por onde é feito o serviço de manutenção na rede coletora de esgoto)”.

Vereador denuncia falta de médicos em UBS de Salgueiro

Segundo vereador, falta médicos na UBS do Divino (Foto: Reprodução/Facebook)

O vereador Erivaldo Pereira (PSB) registrou em sua rede social, problemas na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro do Divino Espírito Santo, em Salgueiro (PE). De acordo com o edil, existe um problema antigo no local e até o momento a Prefeitura não sanou, deixando a população desassistida na saúde pública.

“Aqui há quatro meses que não existe médico para atendimento da população, sem falar nos medicamentos que é uma doença eterna do Governo Municipal que não consegue colocar medicamentos para atender a população”, disse Erivaldo.

De acordo com o edil, “cada vez ao vir ao esse posto é de uma tristeza imensa de saber que os serviços públicos não estão chegando à população”. A Secretaria de Saúde emitiu uma nota, explicando o que houve no bairro. Em nota, a Prefeitura afirma que “a falta de médicos ocorre devido a dificuldade para novas contratações”.

O município chegou a realizar um processo seletivo simplificado “visando a contratação de cinco médicos, porém, apenas dois profissionais assumiram unidades que estavam na mesma situação”. Por fim, o Poder Executivo afirmou que republicará a seleção nos próximos dias, visando contratar novos médicos.

“O estado de superlotação é constante”, afirma Hospital Universitário sobre vídeo de leitor

Segundo leitor, há pacientes em macas perto da lanchonete do hospital (Foto: Reproduçã/WhatsApp)

O Blog Waldiney Passos publicou na manhã desta quarta-feira (6), uma matéria sobre o flagrante feito por um leitor, no Hospital Universitário, em Petrolina (PE). As imagens mostram pacientes em macas espalhadas pelos corredores da Unidade.

LEIA TAMBÉM

Leitor flagra pacientes nos corredores do Hospital Universitário de Petrolina e classifica situação como “horrível”

Segundo o relato do leitor, no local haviam pacientes internados há mais de 30 dias, aguardando por cirurgia. Em nota enviada ao Blog Waldiney Passos, o HU afirma que a superlotação é constante, ressalta o número de acidentes de trânsito como um dos principais fatores para tal situação, além da constante provocação feita aos órgãos competentes sobre a realidade do Hospital.

“Enquanto aguardam que as devidas medidas sejam tomadas, os profissionais do HU continuarão, diariamente, enfrentando a sobrecarga de trabalho para oferecer a melhor assistência aos seus pacientes”, diz a nota.

Confira a íntegra da nota

É de conhecimento de toda a sociedade do Vale do São Francisco que o Hospital Universitário trabalha muito acima da sua capacidade física e de pessoal. O estado de superlotação é constante e é resultado, entre outros fatores, do grande índice de acidentes de trânsito na região e da ineficiência de unidades públicas de saúde que compõem a Rede Interestadual de Atenção à Saúde do Vale do Médio São Francisco – Rede PEBA.

As autoridades públicas que têm competência para resolver essa situação são constantemente provocadas pelo HU, entre elas, secretarias estaduais de saúde de Pernambuco e Bahia, as 53 secretarias municipais de saúde integrantes da Rede PEBA, além do Ministério Público Federal.

Enquanto aguardam que as devidas medidas sejam tomadas, os profissionais do HU continuarão, diariamente, enfrentando a sobrecarga de trabalho para oferecer a melhor assistência aos seus pacientes. Salientando que a unidade possui apenas 130 leitos, mas, hoje (06), existem 215 pessoas internadas, o que corresponde a uma taxa de ocupação de 176%.

Mãe denuncia falta de alimentos no CMEI do Loteamento Recife; Prefeitura de Petrolina rebate

A mãe de uma criança atendida no CMEI Dona Cinobe, no bairro Loteamento Recife, em Petrolina denunciou ao Blog os problemas enfrentados pelos menores na unidade. Está faltando alimentos e o problema estaria sendo causado por problemas administrativos.

De acordo com a mãe, que preferiu não se identificar, nessa semana o café da manhã tem sido cuscuz seco. Já no almoço as crianças são servidas com arroz, feijão e ovo cozido. No lanche da tarde, apenas uma bolacha seca, sem suco.

“Isso já é antigo, é uma questão administrativa, é uma coisa que persiste e se agravou nessa semana”, relatou à nossa Produção. Além dos alimentos, produtos de higiene também estariam em falta.

LEIA MAIS

Morador denuncia acúmulo de lixo no Residencial Mairi, em Juazeiro

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Moradores do Residencial Mairi, em Juazeiro (BA), estão revoltados com o acúmulo de lixo, no espaço reservado para a coleta dos resíduos do conjunto habitacional. Por meio das redes sociais, um morador denunciou a situação e cobra providências.

“Olha a situação desse lixo, isso traz doença para as crianças, para a população, não tem uma pessoa responsável por isso não? Vamos ajeitar isso aí”, diz o morador.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a prefeitura, para saber a causa do acúmulo de lixo, bem como a previsão para a coleta dos resíduos. Até o momento não obtivemos resposta.

Casa Nova: moradores do povoado de Papagaio denunciam matança de animais e cobram providências

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Moradores do povoado de Papagaio, zona rural de Casa Nova (BA), estão preocupados e indignados com a matança de animais na localidade. De acordo com o relato de populares, cachorros, gatos, e até urubus estão sendo envenenados todos os dias.

“As autoridade competentes precisam tomar uma atitude sobre o que está acontecendo aqui no povoado. Tem pessoas colocando veneno e matando vários animais. Os animais comem e morrem. Eu já perdi dois cachorros, um morreu há menos de dois meses. Isso precisa ser investigado, precisa descobrir quem é essa pessoa”, diz uma moradora.

O Blog Waldiney Passos procurou a prefeitura de Casa Nova, através de sua Assessoria de Comunicação, para saber quais providências serão tomadas. Até o momento não obtivemos respostas. O Blog tentou contato com a Polícia Civil do município para saber se o caso já está sendo investigado, mas não obteve êxito.

Moradores denunciam buraco em rede coletora no loteamento Nova York, em Petrolina

(Foto: Reprodução)

Moradores da Rua Munique, no loteamento Nova York, em Petrolina (PE), entraram em contato com o Blog Waldiney Passos para denunciar um buraco que se abriu ao lado de uma rede coletora da referida via. O buraco tem preocupado a população local, que se diz vulnerável a vário tipos de acidente, sem falar no esgoto que começou a transbordar.

“Colocamos pedaços de pau para alertar quem passa pelo cruzamento, por que a rua é muito movimentada, dá acesso à Avenida Cardoso de Sá e à Monsenhor Ângelo Sampaio. Espero que apareça alguém para consertar, para que o pior não aconteça”, diz uma moradora.

Em nota enviada ao Blog Waldiney Passos, a Companhia Pernambucana de Saneamento enviará uma equipe amanhã (29), para diagnosticar a situação e tomar as devidas providências. Confira a íntegra da nota:

“Uma equipe será enviada amanhã (29), ao Loteamento Nova York, para a realização do diagnóstico da situação relatada e, sendo comprovado o extravasamento na rede coletora de esgotos da via, a Companhia adotará as providências necessárias para solucionar a questão.”

Leitor denuncia abandono da Feira do bairro Areia Branca e cobra melhorias na infraestrutura

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

“Lixo acumulado pelos próprios feirantes, freezers e balcões cobertos de sujeira, ossadas e restos de carnes que os próprios feirantes deixam quando vão embora, messas e freezers totalmente enferrujados, infestação de baratas, cães e gatos de rua nas redondezas e até mesmo na própria feira.” Esse é o cenário da Feira do bairro Areia Branca, em Petrolina (PE), segundo um leitor que procurou o Blog Waldiney Passos para denunciar problemas que acometem o espaço comercial.

O leitor que preferiu não se identificar, enviou fotos que comprovam o cenário descrito. Diante dos inúmeros problemas, o denunciante cobra fiscalização, conscientização por parte dos feirantes e providências do poder público.

“Cadê a Vigilância Sanitária? Cadê o Ministério Público? Cadê os próprios feirantes com suas responsabilidades de higienização no seu próprio local de trabalho? Exitem um projeto de privatização e construção de box na feira da Areia Branca, mais até o momento nada acontece”, disse o leitor.

LEIA MAIS

Turista denuncia exploração de animais nas Dunas de Casa Nova

Registro feito no Balneário, no início deste mês. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O balneário das Dunas de Casa Nova, atualmente, é um dos principais pontos turísticos do Vale do São Francisco. Localizado no município de Casa Nova, no norte da Bahia, a área tem atraído turistas de vários estados do brasil, que buscam um ambiente atrativo para todos os públicos.

Como o local tem características ambientais próprias, como a quantidade de areia, Sol forte e distância entre os pontos de comercialização, carroceiros resolveram desenvolver o serviço de carregamento de bagagens de turistas às áreas de banho.

No entanto, a atividade lucrativa tem gerado indignação em alguns visitantes. Uma turista que preferiu não se identificar, procurou o Blog Waldiney Passos para denunciar a exploração de animais que fazem o carregamento das bagagens.

“Lá vi cenas que me deixaram angustiada. Proprietários de carroças usam animais para carregar bagagens dos banhistas, e lá a areia é muito quente,  imagina um animal puxar cargas fora o peso da carroça, numa areia quente e que atola. Vi muitos sendo guinchados”, conta a denunciante.

O Blog entrou em contato com a prefeitura, para saber como funciona a regulamentação desse serviço, se existe fiscalização e quais providências serão tomadas. Até o momento a gestão municipal não se pronunciou sobre a reclamação.

Lixo acumulado nas proximidades da sede da Polícia Federal incomoda moradores de Juazeiro

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Moradores de Juazeiro (BA) usaram as redes sociais para denunciar o acúmulo de lixo nas proximidades da sede da Polícia Federal, localizada no bairro Santo Antônio, na cidade baiana. Segundo os denunciantes, o receio é da proliferação de insetos e animais peçonhentos.

“Onde está a Prefeitura e o Serviço de Limpeza pública que nada faz para resolver esta situação, vizinho a um órgão de defesa tão importante no nosso município?”, questionam os populares em vídeo divulgado.

O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a prefeitura, para saber quais providências serão tomadas. Até o momento a gestão municipal não se pronunciou sobre a denúncia.

123