Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Último trecho da Transposição localizado em Salgueiro será entregue ainda neste ano

Águas devem chegar ao Ceará em Fevereiro de 2019. (Foto: Divulgação)

O ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, afirmou na manhã desta quarta-feira (05) durante reunião com o governador do Ceará, Camilo Santana, que o último trecho das obras de Transposição do Rio São Francisco, localizado em Salgueiro (PE), deverá ser entregue na semana do Natal.

Após a finalização desse trecho, que faz parte do Eixo Norte e passa pelos municípios de Penaforte, Jati Brejo Santo e Barro, as águas do Velho Chico devem chegar ao Ceará até o fim de fevereiro do próximo ano.

“Para nós, essa é uma notícia importantíssima porque é a garantia de segurança hídrica. Com essa indefinição da quadra chuvosa, já será liberada as águas da última estação de bombeamento, em Salgueiro, a partir de dezembro”, comemorou Santana.

As vazões excedentes da transposição serão transferidas para os açudes Castanhão e Orós, os dois maiores reservatórios do Ceará, via Cinturão das Águas, uma obra do governo do estado para a distribuição das águas do Rio São Francisco.

Ministério da Integração pede adiamento na cobrança de água no Eixo Leste 

(Foto: Tiago França/MPF/PB)

Prevista para ser iniciada em 31 de dezembro desse ano, a cobrança do uso de água bruta no Eixo Leste do Projeto da Integração do Rio São Francisco pode ser adiado. O Ministério da Integração solicitou formalmente à Agência Nacional de Águas (ANA) que a nova data seja transferida para 31 de maio de 2019.

O motivo do pedido, segundo o Ministério, é a demora no recebimento de contratos assinados com Pernambuco e Paraíba. Além disso a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) ainda não firmou vínculo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), para assim iniciar a cobrança dos beneficiários.

De acordo com o superintendente adjunto de regulação da ANA, Patrick Thomas, a assinatura é um dos pré-requisitos para a operação comercial. “Essa prestação de serviço da Codevasf de pegar a água bruta do São Francisco e levar até os pontos de entrega da Compesa para depois essa água ser tratada e distribuída deve pode ser prorrogado com o pedido do Ministério da Integração”, disse.

Segundo a Codevasf, além desse ponto, ainda faltam “a aprovação do Plano de Gestão Anual (PGA) pela ANA, assinatura e publicação do primeiro PGA, e comprovação da instalação, calibração e testes dos equipamentos de medição de vazões situados nas estações de bombeamento e nos Pontos de Entrega ativos no trecho que entrará em operação comercial”.

Com informações da Folha de Pernambuco

Após vazamento em trecho da transposição, famílias são removidas

(Foto: Reprodução)

Após o rompimento de trecho do canal de Transposição do Rio São Francisco, moradores da Vila Produtiva Rural de Negreiros, em Salgueiro (PE), foram removidos de forma preventiva nessa quinta-feira (16).

Por meio de nota, o Ministério da Integração afirmou que a retirada de 35 famílias que moravam no local foi necessária para assegurar a proteção da comunidade na região. Toda a ação está sendo feita em conjunto com a Defesa Civil de Pernambuco.

LEIA TAMBÉM

Parte de canal de transposição rompe próximo a Salgueiro

Rompimento de canal da transposição pode ter sido criminoso

Rompimento de canal de transposição é investigado pela Polícia Federal

Segundo o Jornal do Commercio, as famílias da Vila Produtiva estão sendo encaminhadas para pousadas em Salgueiro, até que sejam finalizadas todas as avaliações.

Vazamento

Por volta das 12h do último sábado (10), o Canal da Transposição do Rio São Francisco rompeu próximo a Salgueiro (BA). O rompimento aconteceu entre o Sítio Pau Ferro e o reservatório da Mangueira, zona rural do município, quando uma grande cratera se formou no local e parte da parede cedeu.

Rompimento de canal da transposição pode ter sido criminoso

Muita água foi desperdiçada. (Foto: Reprodução)

Equipes do Ministério da Integração Nacional informaram nesse domingo (12) que o rompimento de um canal do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, entre os municípios de Terra Nova e Salgueiro, em Pernambuco, na tarde de sábado (11), tem evidências de ato criminoso.

LEIA TAMBÉM

Parte de canal de transposição rompe próximo a Salgueiro

“Relatos de moradores que vivem no entorno informam que a ação dos envolvidos tinha como objetivo desviar o curso d’água daquele ponto para que fosse possível encher um reservatório nas imediações. Ação semelhante aconteceu em junho do ano passado, em um trecho no município de Cabrobó (PE)”, diz nota divulgada pelo ministério.

LEIA MAIS

Testes na Adutora do Moxotó começam e água do Velho Chico pode contemplar Agreste pernambucano

(Foto: Ascom)

Foi iniciada nessa quinta-feira (5) a fase de testes no Sistema Adutor do Moxotó, operado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Quando em funcionamento o projeto deverá levar água do rio São Francisco até a região Agreste de Pernambuco.

A Adutora faz parte do Eixo Leste da Transposição e estima-se que até o final do mês seja iniciada a pré-operação de captação de água em Sertânia até Arcoverde. Em agosto a Compesa prevê levar a água até São Caetano. O presidente da companhia falou sobre o projeto.

“A obra da Adutora do Moxotó foi a alternativa técnica encontrada pelo Governo Paulo Câmara para antecipar a chegada da água da Transposição para a região do Agreste, e a obra só será interrompida se o Governo Federal não mandar os R$ 68 milhões que estão pactuados”, disse Roberto Tavares.

Por falta de capacidade financeira, empresa deixa obras do Eixo Norte da Transposição

(Foto: Divulgação)

A empresa Emsa, responsável pelas obras do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PIRSF) não é mais responsável pelo serviço. A decisão veio após o Ministério da Integração Nacional informar que a Emsa não tem capacidade financeira para continuar o empreendimento.

Um novo contrato será assinado, com outra concessionária. A construtora Ferreira Guedes já demonstrou interesse em continuar a obra, já que o consórcio formado por eles e a Tonio Busnello é o segundo na ordem de classificação da licitação.

O Ministério da Integração Nacional afirmou que, mesmo com a saída da Emsa o cronograma das obras será mantido e deve ser finalizado ainda em 2018. Os problemas da Emsa foram denunciados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção de Estrada Pavimentação e Obras de Terraplenagem.

O Sintepav alega que há atrasos no pagamento de salários. “Fizemos denúncia há cerca de um mês no Ministério Público do Trabalho sobre esses atrasos. Agora, estamos aguardando audiência com o órgão”, explicou o presidente do sindicato, Aldo Amaral.

Eixo Norte da Transposição: ministro autoriza abertura de comporta de reservatório em Terra Nova

(Foto: Divulgação)

Em seu último ato como ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho autorizou a abertura das comportas do novo reservatório Serra do Livramento, obra do Eixo Norte do Projeto de Transposição do Rio São Francisco. Dessa forma os municípios de Cabrobó, Salgueiro e Terra Nova, no Sertão, serão beneficiadas com o abastecimento de água.

Segundo o ministério, cerca de nove mil pessoas da cidade de Terra Nova serão beneficiadas com reforço hídrico nas residências a partir dos próximos dias, também contribuindo para o desenvolvimento da agricultura local.

Com a abertura das comportas, a água do Velho Chico deve percorrer os canais sentido os estados do Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. Barbalho afirmou que o Governo Federal entregará o Eixo Norte da obra até o fim desse ano e com a conclusão do projeto, mais sete milhões de sertanejos sejam beneficiados.

Em fevereiro deste ano, o presidente Michel Temer esteve no município de Cabrobó para inauguração da segunda estação de bombeamento do Eixo Norte do projeto. 

Petrolina será cenário de mais um filme nacional

Alessandra Negrini, protagonista do filme. (Foto: Divulgação)

O longa metragem “Acqua Movie”, do diretor Lírio Ferreira, vai ser rodado em quatro cidades do Sertão de Pernambuco. As filmagens começaram por Salgueiro e seguem por Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista e Petrolina, que já foi cenário de outras produções nacionais.

“Acqua Movie”, é a sequência do filme do mesmo diretor, “Árido Movie”. Lírio Ferreira pretende retratar as mudanças sociais, culturais e econômicas que as obras da Transposição do Rio São Francisco trouxeram para o interior do Nordeste a partir de uma reflexão sobre o significado simbólico da água. Os canais são parte constante do cenário, e pano de fundo da narrativa.

Entre as sequências que estão sendo rodadas na região, uma delas é a da protagonista do filme, vivida por Alessandra Negrini, que faz uma viajem com o filho para enterrar as cinzas do pai do garoto em sua terra natal, e encontra um Sertão regado e seco, arcaico e moderno.

A estreia do longa está prevista para o primeiro semestre de 2019.

Após liberação da transposição, barragem dos algodões sangra em Cabrobó

(Foto: WhatsApp)

Depois de 20 anos de ser construída pela Codevasf, a barragem dos Algodões voltou a sangrar em Cabrobó (PE). O fato aconteceu após a liberação das águas do Rio São Francisco através da transposição para o Riacho Grande.

Está é a primeira vez que a barragem enche de água a ponto de sangrar sem ser com água das chuvas. A barragem atende mais de 150 famílias e cheia garante no mínimo dois anos de água para a comunidade.

Com a abertura das comportas em Muquém, transposição chega a Floresta

O açude Muquém vai disponibilizar a água da transposição ao Riacho Vassoura, que a conduzirá até a barragem Barra do Juá. (Foto: Ilustração)

Nos próximos 30 dias, as águas da transposição do rio São Francisco poderão chegar aos moradores de Floresta. Com a abertura das comportas do reservatório Muquém, na sexta-feira (17), a expectativa é que o abastecimento atenda 30 mil pessoas do município.

Para chegar a Floresta, a água percorrerá 80 quilômetros. O açude Muquém vai disponibilizar a água da transposição ao Riacho Vassoura, que a conduzirá até a barragem Barra do Juá. De lá, o rio São Francisco irá perenizar o Riacho do Navio até chegar à cidade.

A chegada da água acontece oito meses após a inauguração desse trecho da obra. Apesar de cerca de 200 quilômetros de canais cortarem o Estado, até agora a única cidade atendida é Sertânia, onde 35 mil pessoas são beneficiadas. Na Paraíba, cerca de um milhão de pessoas são atendidas. Faltam obras complementares como o Ramal e a Adutora do Agreste.

Há ainda o eixo norte, o maior e com mais atrasos no serviço. Nele, a água é captada em Cabrobó e levada ao Ceará, passando por Rio Grande do Norte e Paraíba. Esse trecho, porém, ficou com obras paradas por um ano, após atrasos, porque a construtora deixou a obra e a licitação foi envolvida em um imbróglio judicial.

Bomba da transposição é roubada e ministério suspeita de comerciantes em depredação

Após depredações no canteiro de obras do eixo norte da transposição do Rio São Francisco em Salgueiro, no Sertão pernambucano, uma equipe técnica do Ministério da Integração Nacional verificou nesta segunda-feira (9) que foi furtada uma bomba da comporta do reservatório Tucutu, em Cabrobó. A suspeita da pasta é de que os responsáveis pelo vandalismo tenham sido comerciantes a quem a Mendes Júnior, empreiteira que abandonou o serviço no ano passado, deve cerca de R$ 24 milhões. O prejuízo total ainda não foi contabilizado.

As comportas do mesmo reservatório foram fechadas porque danos nas mangueiras provocaram um vazamento de óleo. Além disso, a estrutura de controle de Tucutu foi pichada

A construtora Emsa, nova responsável pelas obras, registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Cabrobó denunciando a depredação no canteiro e ameaças contra funcionários. Segundo o ministério, na última quinta-feira (5), antes da ação, foram comunicadas à pasta as ameaças de fechar o prédio onde funciona a Coordenação do Eixo Norte e a Gerenciadora, instalados em Salgueiro; invadir e paralisar o canteiro da empreiteira Emsa, assim como das suas subcontratadas; fechar a BR 116 no trecho em frente aos escritórios da coordenação; e depredar o canal e as obras em funcionamento.

A pasta afirma que não cabe a ela negociar a dívida da Mendes Júnior e que não tem dívidas com a construtora, e sim o contrário. O cálculo é de que o débito da empreiteira com o governo chegue a R$ 200 milhões, referentes a multas por readequação de preços e a penalidades contratuais.

Em Sertânia, dois afogamentos são registrados em trechos da transposição do Rio São Francisco

(Foto: Sertaniavip)

Neste domingo (1) um homem de 21 anos e outro de 46 anos, morreram afogados em trechos da transposição do Rio São Francisco, em Sertânia.

De acordo com a Polícia Militar, o primeiro caso ocorreu durante a madrugada. O garçom voltava de uma festa quando parou para observar um trecho da transposição. Testemunhas informaram à polícia que o homem sentou na passarela da parede do canal e pulou. O corpo foi encontrado por volta das 16h.

O segundo caso foi durante a tarde. Segundo a PM, o agricultor havia ingerido bebida alcoólica quando mergulhou nas águas do “Velho Chico” e se afogou. O Ministério da Integração já informou, diversas vezes, que é proibido o por onde passa o canal de transposição.

Com informações do G1

Conclusão da Adutora do Moxotó está prevista para dezembro, diz Compesa

No empreendimento estão sendo investidos R$ 85 milhões. (Foto: Divulgação)

Nesta sexta-feira (15) a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) divulgou que obra da Adutora do Moxotó, que vai conectar o Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco à Adutora do Agreste, tem previsão de conclusão até dezembro deste ano.

O diretor Técnico da Compesa, Rômulo Aurélio, esteve nesta quinta-feira (14) visitando frentes de trabalho, entre elas, os canteiros das obras de construção das estações elevatórias de Arcoverde, Cruzeiro do Nordeste e Distrito de Rio da Barra, em Sertânia.

“Fiquei muito satisfeito com o que vi aqui. A obra está transcorrendo bem e a nossa expectativa é cumprir o cronograma estabelecido, já que sabemos da ansiedade da população por água nas cidades beneficiadas. Só não entregaremos a obra em dezembro se o governo federal atrasar ainda mais os repasses dos recursos conveniados”, observou o diretor.

LEIA MAIS

Em Cabrobó, Hélder Barbalho religa bombas da transposição

Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, que passam pelos estados do Ceará e de Pernambuco. (Foto: Divulgação)

Nesta segunda-feira (11) o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, esteve em Cabrobó onde religou a primeira estação de bombeamento (EBI-1) para abertura das comportas e visita as obras da Meta 1N do Eixo Norte do projeto de Integração do Rio São Francisco.

“A abertura das comportas da Barragem de Tucutu permitir a perenização do Riacho Grande, possibilitando o abastecimento de água para o homem do campo e o incremento da produção agrícola de 2 mil famílias que ocupam uma área de 10.200 hectares”, comemorou o chefe do executivo municipal.

A visita faz parte da programação do aniversário de 89 anos de Cabrobó, que conta ainda com desfile cívico pelas principais avenidas da cidade, às 16h. Na sequência às 22h, na Concha Acústica, com os shows dos cantores Dorgival Dantas e Pedrinho Pegação.

Cabrobó: Ministro da Integração Nacional autoriza uso das águas da Transposição do São Francisco para perenização do Riacho Grande

A perenização do Riacho Grande vai possibilitar o abastecimento de água para o homem do campo. (Foto: ASCOM)

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, confirmou nesta quinta-feira (24) em Brasília a autorização para utilização das águas da Transposição do rio São Francisco, na barragem do Tucutu, visando a perenização do Riacho Grande, em Cabrobó, no Sertão de Pernambuco.

Durante audiência com o governador do estado, Paulo Câmara e o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Raul Henry, Helder Barbalho destacou a importância da perenização do Riacho Grande que vai possibilitar o abastecimento de água para o homem do campo com ênfase para o incremento da produção agrícola de 2 mil famílias que ocupam uma área de 10.200 hectares.

Animado com o projeto, o prefeito de Cabrobó, Marcílio Cavalcanti, se reuniu com vereadores, o secretário municipal de Agricultura, Glênio Rodrigues, e representantes do Governo do Estado para uma visita de inspeção à comporta da barragem de Tucutu.

LEIA MAIS
123