Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Salgueiro: estudante universitário denuncia PMs por agressão durante carnaval

(Foto: Arquivo Pessoal)

Um estudante universitário afirmou ter sofrido agressões de policiais militares de Salgueiro na madrugada de terça-feira (5). Audinauer Ferreira Machado, de 33 anos reside em Olinda, também em Pernambuco e foi a Salgueiro passar o feriado de carnaval.

Segundo a vítima, as agressões aconteceram quando ele voltava para casa, durante abordagens do Grupamento Tático de Apoio Itinerante (Gati). Os policiais teriam desferidos golpes de cassetete e chutes na vítima, provocando diversas lesões como é possível ver na foto acima.

As agressões teriam durado cinco minutos. Jornais de Salgueiro informaram que a vítima teria sido apontada pela PM como um agressor de mulheres, mas o fato foi negado diversas vezes por Audinauer enquanto ele sofria as agressões.

LEIA MAIS

Homem é preso após agredir ex-companheira em Lagoa Grande

Na noite dessa segunda-feira (26), por volta das 22h, uma mulher compareceu no Pelotão da Polícia Militar de Lagoa Grande solicitando apoio, pois seu ex-companheiro havia invadido sua residência enquanto ela estava no banheiro para agredi-la, sua irmã percebeu a movimentação, tentou ajudá-la e acabou sendo agredida também

O suspeito, identificado como Bernardino Francisco Granja, de 29 anos, segurou a vítima pelos cabelos e a arrastou para fora da residência, onde a agrediu com chutes. Em seguida, pegou o celular da vítima e empreendeu fuga.

Após diligências o imputado foi encontrado na residência de sua genitora e foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Cabrobó, onde foi autuado em flagrante.

Lagoa Grande: após agredir professora dentro da escola, mãe de aluno é encaminhada para a delegacia 

Na quinta-feira (21) uma professora da rede municipal de Lagoa Grande (PE), foi agredida com tapas e arranhões pela mãe de um aluno. O fato aconteceu na Escola Municipal Fabriciano Alves Cardoso. De acordo com informações da 7ª CIPM, a agressão foi motivada após a professora mandar o aluno para casa, pois ele estava atrapalhando a realização de uma avaliação.

Segundo o relato da professora, após mandar o aluno do 1º ano do ensino fundamental para casa, a mãe do menor foi até a escola e começou a agredi-la com tapas e arranhões. A violência foi testemunhada por uma servidora, que atua como auxiliar de professor.

LEIA MAIS

Homem acusado de agredir companheira em Petrolina é preso pela Guarda Civil

(Foto: Ilustração)

Uma mulher que tinha acabado de ser agredida acionou a Guarda Civil de Petrolina que realizava patrulhamento nas imediações da feira livre do bairro Areia Branca.

De acordo com a vítima, o autor da agressão seria o seu companheiro que estava no pátio da feira com a intenção de agredi-la novamente. Visivelmente nervosa e com marcas no rosto, além das agressões físicas, a mulher ainda revelou estar sofrendo agressões verbais e ameaças pelo homem.

Imediatamente, a equipe da Guarda Civil realizou rondas pelo pátio da feira. O trabalho resultou na prisão de Eduardo Murilo Porfírio Santos, de 37 anos. Ele admitiu ter empurrado a mulher no dia anterior.

Diante da situação, Eduardo foi conduzido até a Delegacia da 213ª Circunscrição da Polícia Civil, que fica no bairro Ouro Preto. No local, ele foi apresentado para a autoridade policial de plantão para a tomada das providências legais cabíveis diante do caso que se enquadra na Lei Maria da Penha.

Pai é preso em Juazeiro acusado de agredir filho de apenas 1 ano

Um homem foi preso na noite de quarta-feira (16) em Juazeiro (BA) sob a acusação de agredir seu filho de apenas 1 ano e 10 meses. De acordo com a PET0 76ª CIPM, Edson Fabricio Campos Silva foi detido na casa de familiares, na Travessa Raio do Sol, após a mãe da vítima acionar a polícia.

Ana Carla Silva e Souza relatou aos policiais que Edson teria agredido o filho do casal na residência onde moram, no bairro Codevasf. O bebê apresentava marcas roxas nas nádegas e Edson negou ter batido no seu filho. Todos os envolvidos na ação foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foi realizado o exame de corpo de delito na vítima.

Juazeiro: homem agride ex-companheira, ateia fogo em residência e foge 

(Foto: Reprodução/TV São Francisco)

Mais uma caso de violência contra a mulher foi registrado na região nesse final de semana. Maria Soleneide, de 38 anos foi agredida a pauladas pelo companheiro e teve sua residência incendiada na madrugada de sábado (12). O fato aconteceu em Juazeiro (BA) e o filho do casal, de apenas quatro anos acabou queimando o pé.

O casal estava junto há 14 anos e as agressões, segundo a vítima, aconteceram após uma briga porque o agressor não aceitava o fim do relacionamento. Eles estavam separados há três meses e Maria relatou que o ex-companheiro era muito ciumento.

“[Ele] me bateu, pegou um pau e furou minha cabeça. Ele disse que se eu denunciasse, ia colocar fogo na nossa casa, mas eu não acreditei. Fui denunciar para a polícia, mas não deu tempo, tive que voltar porque a casa tava pegando fogo”, contou Maria Soleneide.

Após a agressão o ex-companheiro da vítima ateou fogo no imóvel e fugiu. Maria foi orientada pelos policiais a registrar ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam), nesta segunda-feira (14) já que a unidade não funciona aos finais de semana.

Com informações do G1 Bahia

Homem é conduzido à delegacia por agressão a mulher em Santa Maria da Boa Vista

Nessa quinta-feira (03), por volta das 13h55, o efetivo da ROCAM foi solicitado pelo hospital de Santa Maria da Boa Vista (PE) informando que uma mulher havia dado entrada na unidade vítima de violência doméstica por parte do seu companheiro.

Chegando ao local, a vítima informou que foi agredida com socos pelo seu marido e que chegou a perder dois dentes com as agressões. Após buscas, os policiais localizaram e conduziram o suspeito à delegacia de Plantão em Cabrobó (PE), onde foi autuado em flagrante.

Cristina Costa celebra vitória na Justiça, Manoel afirma que ainda há processos em julgamento

Edis se envolveram em confusão durante programa (Foto: Blog Waldiney Passos)

A última sessão de 2018 na Casa Plínio Amorim foi marcada pela notícia de que o vereador Manoel da Acosap (PTB) foi condenado em primeira instância no processo contra a colega Cristina Costa (PT), em relação a um caso registrado em 2017.

Costa usou a Tribuna Livre para publicizar o resultado expedido pelo Juiz de Direito Paulo de Tarso, do Juizado Especial Criminal de Petrolina, na qual fica determinada a detenção de três meses ou serviço comunitário ou pagamento de salários mínimos a Manoel por agredir fisicamente a vereadora. Segundo a edil não houve prazer em ler a sentença e seu gesto foi uma forma de mostrar que “ninguém está acima da lei”.

LEIA TAMBÉM:

Manoel da Acosap é condenado a pagar 10 salários mínimos para Cristina Costa após confusão

Exemplo às vítimas

Em conversa com a imprensa a vereadora disse que o processo em questão foi movido por Manoel, alegando que ele teria sido agredido por ela e espera que a decisão sirva de exemplo para outras mulheres. “Essa condenação vem fazer com que as mulheres que são agredidas pelos homens possam não baixar a cabeça. [Agi] Como mulher parlamentar, para dar exemplo para as mulheres que não tem força, ninguém está acima da lei. Eu fiz esse anúncio as mulheres, nós não podemos ser submissas”, disse Costa.

LEIA MAIS

Cadela sofre agressão e é abandonada dentro de saco plástico em bairro de Juazeiro

Uma cachorra vira-lata foi agredida e abandonada durante o final de semana em Juazeiro (BA). O animal foi encontrado no bairro Dom Tomaz no domingo (2), dentro de um saco amarrado com corda, com marcas de agressão no focinho e na pata.

Em contato com a nossa produção via WhatsApp, um morador relatou que o agressor é bastante violento e a comunidade ficou receosa em denunciá-lo na Polícia Civil. A cadela está bastante assustada e tem medo de contato humano.

Sem condições de manter a cadelinha em sua casa, o leitor pediu ajuda para encontrar um lar ao animal. Colocamos ela pra dentro de casa. Ela é medrosa, quando vamos chegar perto ela grita com medo que a gente vá maltratar. Não tenho condições até por que o gasto é grande com ração remédios vacina e etc”, disse ao Blog.

Os leitores que puderem ajudar a encontrar um lar permanente ao animal podem entrar em contato com o Blog via WhatsApp: (87) 98816-1881 ou no telefone da Redação: (87) 3866-0881.

Quem pratica maus tratos a animais pode ser preso, conforme prevê a Lei Federal 9.605/98, em seu artigo 32: “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”, com pena de três meses a um ano e multa, valor que pode ser acrescido caso haja morte do animal.

Homem é preso em Petrolina por violência doméstica

(Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Na noite de segunda-feira (3) uma equipe do GATI do 5º BPM foi acionada para atender a uma ocorrência de violência doméstica no bairro Vila Marcela, em Petrolina. De acordo com a Polícia Militar, a vítima confirmou ter sofrido uma agressão do seu companheiro.

O homem fugiu do local e se escondeu na residência da mãe. Sabendo do fato, a PM se deslocou ao endereço e prendeu o agressor. Ele estava armado, com um simulacro de arma de fogo. O agressor foi detido e encaminhado à delegacia de Polícia Civil, onde foi registrada a ocorrência.

Homem é preso em flagrante por agredir a companheira em Juazeiro

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Por volta das 22h30 de ontem (25), policiais militares da 75ª CIPM foram informados, através do Cicom sobre uma situação de violência doméstica na Rua 10, bairro Itaberaba em Juazeiro (BA). Após a denúncia, a Guarnição PETO/75ª CIPM se deslocou até o local indicado onde encontrou uma mulher de 37 anos, informando que seu companheiro, havia lhe agredido com  socos contra a sua face e lançado sua cabeça contra a parede.

Constatadas as lesões, a Guarnição fez buscas no sentido de localizar o suposto autor das agressões, que foi encontrado escondido em outra residência; o agressor tentou fugir pulando as cercas dos fundos da residência citada, entretanto foi alcançado pelos policiais e recebeu voz de prisão.

O agressor e a vítima foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro, para serem tomadas as medidas cabíveis.

Jovem embriagado discute com população, desacata PM, mas é preso em Lagoa Grande

(Foto: Ilustração)

Mais um jovem foi preso em Lagoa Grande, dessa vez conduzindo veículo embriagado. Segundo a 7ª CIPM Matheus Erbo Gomes dos Santos de 19 anos foi visto discutindo com alguns moradores no Centro da cidade por volta das 3h da manhã desse sábado (24).

A PM fazia uma ronda ostensiva no bairro e tentou abordar o suspeito que desobedeceu o pedido e fugiu. No entanto Matheus acabou detido em seguida e começou a desacatar, partindo para violência física contra os agentes, resistindo à prisão.

De acordo com os policiais ele apresentava sinais de embriaguez e acabou contido. Matheus foi preso em flagrante por desacato, ameaça e por conduzir veículo sob efeito de álcool. O veículo do jovem foi apreendido e a ocorrência registrada na Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó.

Homem é agredido com barra de ferro durante briga em Juazeiro

(Foto: Ilustração)

A Polícia Militar de Juazeiro (BA) atendeu a uma ocorrência de lesão corporal na manhã de domingo (18). A equipe da 75ª CIPM foi acionada por uma moradora do bairro Tabuleiro para apartar a briga entre dois homens alcoolizados.

Um deles foi atingido por uma barra de ferro na cabeça, depois de o agressor não ter gostado de ter sido chamado de ladrão. Ele então pegou o objeto e atingiu o outro homem por trás da cabeça.

O agressor não resistiu à prisão e a vítima precisou ser socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) por uma equipe do SAMU.

CSTT se manifesta após caso de agressão envolvendo suposto mototaxista de Juazeiro

(Foto: Ilustração/Internet)

A agressão sofrida por uma estudante de Petrolina nessa semana por um suposto mototaxista de Juazeiro (BA) ligou o sinal de alerta da população, que está apreensiva de utilizar os serviços na cidade baiana e em Petrolina. Na quinta-feira (8) o Blog mostrou a situação e também recebemos um posicionamento da Autarquia Municipal de Petrolina (AMMPLA) sobre o fato.

LEIA TAMBÉM:

AMMPLA emite nota sobre caso de estudante agredida por suposto mototaxista

Estudante é agredida por suposto mototaxista de Juazeiro

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSST) de Juazeiro se manifestou sobre o caso através de nota. No texto a CSTT garante que os profissionais cadastrados estão cientes do impedimento de circular em Petrolina. Atualmente 700 profissionais estão cadastrados e um dos requisitos para isso é a apresentação de antecedentes criminais.

Confira a seguir a resposta da CSTT:

LEIA MAIS

AMMPLA emite nota sobre caso de estudante agredida por suposto mototaxista

(Foto: Internet)

Na manhã desta quinta-feira (08), nosso blog publicou uma matéria sobre o caso de violência envolvendo um suposto mototaxista de Juazeiro (BA) e uma estudante de Petrolina (PE), ocorrido na noite de ontem (07) em Petrolina.

Segundo Luana Vieira, professora da estudante, a jovem relatou que abordou o mototaxista que vestia farda de Juazeiro, na Praça da Sementeira em Petrolina, para uma “corrida” com destino a Cohab Massangano, porém, no meio do caminho o mototaxista mudou o roteiro e seguiu para uma estrada de terra, onde aconteceu a agressão. Depois de conseguir se livrar do agressor, a estudante foi socorrida por um motorista que passava pelo local, e em seguida foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), acompanhada dos policiais do 2º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp).

LEIA TAMBÉM:

Estudante é agredida por suposto mototaxista de Juazeiro

Sobre o caso, nós solicitamos esclarecimentos das prefeituras de Juazeiro e Petrolina. Até o momento, obtivemos retorno apenas da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA).

LEIA MAIS
123