Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Vereador Rodrigo Araújo afirma estar admirado com polêmica sobre Lei que proíbe entrada de menores em espetáculos considerados imorais

Vereador Rodrigo Araújo – PSC. (Foto: Blog Waldiney Passos)

Autor da Lei 3.012, o vereador Rodrigo Araújo (PSC) revelou surpresa com reação dos artistas de Petrolina. Para o edil, é dever de todos proteger as crianças e adolescentes de movimentos tidos como imorais. A declaração de Rodrigo veio durante o programa Super Manhã, dessa quarta-feira (2), na Rádio Jornal Petrolina.

“Eu como vereador, como legislador tenho que cumprir as leis e essa lei eu só estou municipalizando e é de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, o artigo 74 diz o seguinte: o poder público através do órgão competente regulará as sessões de espetáculos públicos, informando sobre a natureza deles e a faixa etária a quem não se recomenda”, explicou o edil.

Rodrigo Araújo alega que se baseou na autoridade como vereador para criar a Lei Municipal, aprovada e sancionada pela Câmara de Vereadores e disse não ter se arrependido de ter criado a proibição contra conteúdos “imorais e devassos”. “Esse projeto vem para colaborar para as crianças e adolescentes, eu não sou contra o artista“, destacou.

LEIA TAMBÉM:

Artistas locais criticam Lei Municipal e lançam petição pública para derrubar proibição de menores em espetáculos

Projeto que proíbe ingresso de crianças em exposições de arte e espetáculos considerados imorais é sancionado pela Câmara

Ator, diretor e produtor teatral, Antônio Veronaldo falou em nome da classe artística de Petrolina e criticou o texto da matéria. “Essa Lei é anticonstitucional, o vereador pegou uma lei que está sendo usando no país inteiro sem aprofundamento e nós como classe artísticas não somos contra a família e essa Lei não está em sintonia com o Estatuto da Criança e do Adolescente, porque ela tira a autonomia dos pais e esse conteúdo deixa uma margem para certa censura”, disse Veronaldo.

Um grupo de 13 grupos artísticos de Petrolina assinou uma petição pública, hoje com mais de 840 assinaturas e também realizaram um ato no Ministério Público de Pernambuco nessa semana, para derrubar a proibição. A Lei Municipal foi promulgada na última quarta-feira (25), pelo presidente da Câmara de Vereadores, Osório Siqueira, com base na Lei Orgânica Municipal.

Artistas locais criticam Lei Municipal e lançam petição pública para derrubar proibição de menores em espetáculos

(Foto: Folha de São Paulo)

Um grupo de artistas de Petrolina se uniu contra a Lei aprovada pela Câmara de Vereadores, que proíbe o acesso de menores de 18 anos a espetáculos e exposições com conteúdo considerado impróprio para esse público. A Lei 3.012 é de autoria do vereador Rodrigo Araújo (PSC) e foi aprovada pelos representantes da Casa Plínio Amorim.

A sanção aconteceu na quarta-feira (25), pelo presidente Osório Siqueira (PSB), conforme prevê a Lei Orgânica Municipal. Os artistas criticam a matéria por vários aspectos abordados no texto. Diretor de teatro e um dos representantes da luta dos artistas locais, Antônio Veronaldo falou mais sobre a petição pública virtual proposta pela classe.

“O que está preocupando a gente é a forma como se expõe a lei, que tira dos pais a autonomia dos filhos, essa lei não protege, ela cria uma censura a toda uma forma de fazer teatro na cidade”, afirmou o diretor em participação no programa Revista da Tarde, da Rádio Jornal.

LEIA TAMBÉM:

Projeto que proíbe ingresso de crianças em exposições de arte e espetáculos considerados imorais é sancionado pela Câmara

LEIA MAIS

SECULTE convoca selecionados do Festival Edésio Santos para sorteio da ordem de apresentações

(Foto: ASCOM)

A Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes de Juazeiro, iniciou a convocação dos artistas selecionados na 20ª edição do Festival Edésio Santos da Canção para participar do sorteio da ordem de apresentação musical, na próxima terça-feira (14).

O sorteio acontecerá às 15h, na Secretaria de Cultura e Turismo na Avenida Carmela Dutra (Orla I), nº 683, Centro de Juazeiro.

Juazeiro: Câmara vota projeto que reduz taxa de apresentações artísticas e eventos

(Foto: ASCOM)

A Câmara de Vereadores de Juazeiro, um dia após receber o projeto de Lei oriundo do Executivo, votou e aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Complementar 025/2017 que altera a “Taxa de Fiscalização de Localização, de Instalação e de Funcionamento”, definindo novos valores para eventos de diversões públicas e instalação de circos e parques no território do município de Juazeiro.

Os novos valores restituem as taxas aos valores anteriormente cobrados, depois de intensa mobilização de artistas e proprietários de bares e áreas de diversão. O Presidente Alex Tanuri, que em nome da Câmara, havia intermediado um acordo entre Executivo e os proprietários de bares comemorou a aprovação.

LEIA MAIS

Estão abertas as inscrições para seleção de artistas e grupos culturais da FIG 2017

(Foto: Divulgação)

Artistas, grupos culturais e de formação, já podem participar da convocatória de seleção de propostas de artistas, que irão compor a programação do 27º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). O evento, que ainda não tem data definida, está previsto para acontecer no mês de julho.

Para participar das seleções, os interessados precisam estar inseridos na área de formação cultural e nos segmentos artísticos-culturais de artes visuais, audiovisual, cultura popular, dança, design e moda, fotografia, literatura, música, patrimônio cultural, teatro e gospel.

De acordo com a assessoria, para se inscrever é preciso que o candidato se dirija à sede da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, que fica localizado no Centro Administrativo I, bairro Heliópolis, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Também é possível enviar a proposta pelos Correios. A data limite de entrega é 31 de maio. Outras informações estão disponíveis no edital.

Com informações do G1

Prefeitura de Petrolina convoca artistas para discussão sobre o Conselho de Cultura

(Foto: Arquivo)

A prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes convoca artistas do município, para discutir a reativação da entidade Conselho Municipal de Cultura. A reunião que será realizada no próximo dia 18 de maio, a partir das 17h na Câmara Municipal de Petrolina.

O objetivo do encontro é discutir a reativação do conselho e seu novo estatuto. A secretária de Cultura, Turismo e Esportes de Petrolina, Maria Elena de Alencar convoca todos os segmentos para participar da reunião e lembra que o objetivo do Conselho é fomentar o setor cultural através da representação das várias linguagens artistas.

“Nós precisamos fazer com que a classe artística de Petrolina se conscientize de que para que a gestão traga, por exemplo, um teatro municipal isso passa necessariamente por um conselho forte. Portanto nós pedimos a todos e todas que estejam presentes nesta reunião e traga suas sugestões para fazer este debate o mais rápido possível”, destaca a secretária.

Gabriel Menezes propõe projeto que prevê limite de R$ 100 mil para cachês de artistas pagos pelo município

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Gabriel Menezes (PSL) propôs, durante a sessão ordinária dessa terça-feira (25), na Câmara de Vereadores de Petrolina, o Projeto de Lei 026/2017, que prevê o limite de R$ 100 mil para pagamentos de cachês de artistas ou grupos artísticos contratados pelo município.

Contudo, de acordo com o parlamentar, o projeto não veda que a administração pública contrate artistas com valores que ultrapassem o limite imposto, desde que custeadas por outras fontes.

“O cenário do país, da cidade, não pode deixar de ser observado. O prefeito Miguel Coelho que amplamente divulgou o seu alinhamento político com o governo estadual e federal precisa buscar esses recursos fora. Vamos buscar a celeridade para que o São João de Petrolina possa se enquadrar nessa lei. O São João é necessário em todos os aspectos, mas esse limite de contratação deve ser respeitado”.

Segundo o vereador, a portaria nº 182/2016 do Ministério do Turismo já estabelece o valor máximo de R$ 200 mil para contratações de artistas ou bandas no Estado.

O Projeto de Lei segue para as comissões para depois ser colocado em pauta para apreciação e votação na Casa Legislativa.

Artistas da dança se reúnem em Petrolina

Encontro integra programação da mostra de 10 anos da Qualquer Um dos 2 Companhia de dança

Três agrupamentos de dança do Vale do São Francisco se reuniram na noite de segunda (10),  no Jardim da Galeria de Arte Ana das Carrancas, para uma conversa sobre a resistência dos profissionais da linguagem na região. A ação é proposta pela Qualquer Um dos 2 Cia. de Dança em sua mostra de 10 anos de grupo, tendo como convidados a Cia. Balançarte e o Coletivo Trippé.

O encontro iniciou com o lançamento do filme “ESTE NÃO É UM DOCUMENTÁRIO QUALQUER: 10 anos de (r)Existência da Qualquer um dos 2 Cia. de Dança”, que discute sobre os 10 anos da companhia organizadora do projeto. “A concepção do documentário partiu da ideia de construir uma memória dos trabalhos realizados pela cia, mas não apenas de modo a fazer um registro dos espetáculos já montados, mas propor que através deles a gente possa rever nossa história e fazer projeções para o futuro”, comenta o bailarino e produtor André Vitor Brandão.

Em abril, mês que se comemora o Dia Internacional da Dança (29), os grupos falaram sobre a realidade da produção local. Foi identificado que é preciso criar uma articulação melhor entre os grupos, pensando em estratégias coletivas para a dança local, também se comentou sobre a escassez de público nas temporadas produzidas de forma independente e também discutir a representatividade desses agrupamentos no circuito nacional da Dança. “Acho que a mesa serviu para pensarmos o quanto ainda temos a fazer em relação a nos posicionarmos politicamente sobre a linguagem da dança na cidade, assim como, trabalharmos de forma mais sistêmica promovendo laços e intercâmbios entre os grupos de dança da cidade”, pontua Brandão.

A programação continua nesta quarta-feira (12), às 20h, o bailarino Pedro Lacerda sob no palco para dançar o solo Humano, às 20h.  Toda a programação acontece com a estratégia “pague quanto quiser”, onde o público decide o valor do ingresso. A realização é da Qualquer Um dos 2 Cia. de Dança, contando com apoio cultural do Sesc Petrolina, da Virabólica Comunicação e da Abajur Soluções.

Prefeitura de Salgueiro realiza mapeamento de artistas do município

(Foto: Divulgação)

A prefeitura de Salgueiro está convocando os artistas do município para o Cadastro Cultural de produtores, artistas e grupos artísticos culturais. O processo já começou e segue até 14 de abril.

O cadastro pode ser feito através do site da prefeitura ou pessoalmente na Secretaria Cultura e de Esportes, localizada na Rua Maria Nogueira Sampaio, nº 233, bairro Nossa Senhora das Graças. O horário de atendimento é de 8h às 12h. Outras informações pelo telefone (87) 3871 1866.

Prefeitura de Petrolina realiza cadastramento de artistas locais

(Foto: Ilustração)

Com o objetivo de dar visibilidade às produções culturais de Petrolina, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes está realizando o cadastramento de artistas da região.

Artistas, blocos, produtores culturais, batucadas, bandas, entre outros segmentos, podem se inscrever no cadastro cultural, que tem como objetivo a criação de um banco de dados dos artistas locais.

Para participar, os interessados deverão preencher uma ficha de inscrição que pode ser solicitada através do e-mail secretaria.cultura.te@gmail.com ou pessoalmente na Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes de Petrolina que fica localizada no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho das 8h às 12h.

Com informações da ASCOM

Maciel Melo cobra pagamento de cachês a Paulo Câmara

Músico desabafou atraso em rede social. (Foto: arquivo)

Músico desabafou atraso em rede social. (Foto: arquivo)

Depois de a forrozeira Irah Caldeira usar a sua conta no Facebook para cobrar o pagamento de cachês em atraso do Governo do Estado, por shows feitos durante as festas de São João, agora foi a vez de Maciel Melo engrossar o coro. O artista, que era muito ligado ao ex-governador Eduardo Campos, disparou nesta segunda-feira (7), na mesma rede social, críticas diretas ao governador Paulo Câmara e à política cultural do Estado. “É vergonhoso isso, governador”, disparou Maciel.

“É humilhante para qualquer artista ter que mendigar a um e a outro para agilizar o pagamento do seu trabalho, como se estivesse prestando um favor”, disse o forrozeiro, que ainda fez um apelo para que os amigos artistas se unam por mudanças na política cultural de Pernambuco. “As eleições acabaram, estão todos satisfeitos, agora vamos ver se vão colocar em prática o programa de governo bradado nos palanques”, criticou. Veja abaixo o que ele disse na íntegra.

Atenção governador: Dessa vez venho aqui compartilhar a indignação de Irah Caldeira. Essa artista corajosa e trabalhadeira, uma cidadã e uma pessoa íntegra. Essa indignação não é só dela, é minha também. Não há justificativa que me convença, de se contratar um artista ou qualquer profissional que seja, e demorar 5, 6, 7, 8 meses, e às vezes até um ano pra se pagar seu serviço prestado. Nós somos contratados pra bancar as festividade do governo do estado. Pois pagamos adiantado todos os custos para a realização dos eventos. Hospedagens, cachês de músicos, alimentação e tudo o mais que for necessário para que esses eventos sejam realizados. Estou cada vez mais perdendo o ânimo. Somos além de artistas homens e mulheres de bem. Cidadãos comuns. Cumprimos com nossos deveres e portanto merecemos respeito. Todos os envolvidos nesses contratos são pais de família, precisam manter seus filhos e dar o mínimo de dignidade a eles. Está na hora de nos juntarmos e cobrar seriamente uma mudança na política cultural de Pernambuco. Somos nós que mantemos ela viva. Somos nós que alimentamos a permanência de nossas tradições. Somos nós que vivemos aqui. Se os artistas de fora vem e recebem seus cachês em prazo curto, os nossos eram pra serem mais curto ainda, afinal a verba que é destinada pra cultura sai dos nossos impostos, que são descontados pelo pé, depois de uma cansativa espera. É humilhante pra qualquer artista ter que mendigar a um e a outro pra agilizar o pagamento do seu trabalho, como se estivesse prestando favor. É humilhante o artista ter que ouvir de um músico, ou outro funcionário seu, que só trabalha pra você se não for para órgãos do estado. É vergonhoso isso governador. Espero que este texto cheque aos olhos do senhor ou de alguém que repare e resolva pagar o que nos devem. Está na hora de acabar com esse conformismo e exigirmos o que nos é de direito. As eleições acabaram, estão todos satisfeitos, agora vamos ver se põem em pratica os programas de governo bradados nos palanques. Os artistas estão se revoltando com toda razão, e venho aqui dizer que vou junto com os que quiserem se manifestar, buscar alguma resposta. Ou melhor, buscar o que é nosso.

Uma foto publicada por Maciel Melo (@macielmelooficial) em

Abre alas da 12ª Aldeia do Velho Chico sai às ruas de Petrolina (PE)

(Foto: ASCOM)

Vários artistas se apresentarão durante a Aldeia do Velho Chico. (Foto: ASCOM)

O centro de Petrolina (PE) contará com a presença de vários artistas nessa sexta-feira (5). O tradicional cortejo ‘Abre Alas Pro Velho Chico’ começa às 14h, no Sesc Petrolina, com os painéis ‘Visualidades do Aldeia’, ‘Instantâneo’ e uma mostra das oficinas de artes.

O início da 12ª edição do Festival de Artes do Vale do São Francisco começa com a a chegada das orquestras de frevo, fanfarras, axé e as quadrilhas juninas.

Durante todo o dia grupos artísticos se concentrarão: orquestras de frevo, movimentos da música popular, da dança e do batuque farão parte das performances do Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor e apresentações de cantores como o sanfoneiro Silas França, que vai fazer o show de encerramento do primeiro dia oficial de apresentações musicais do Aldeia do Velho Chico em Petrolina.

LEIA MAIS

Cachês de artistas chamam atenção pelos valores cobrados nas festas juninas do nordeste

O São joão proporciona alta no cachê de muitos artistas.

As festividades de São João no nordeste tem chamado atenção pelos valores dos cachês e a diferença cobrada nas apresentações dos artistas. Em alguns casos ultrapassa  a diferença ultrapassa 290%, como foi o caso da contratação de Wesley Safadão, nas cidades de Campina Grande (PB) e Caruaru(PE). Na cidade paraibana o show custou aos cofres públicos 195 mil já em Caruaru a quantia cobrada foi de 575 mil.

A discrepância entre os valores teria se dado pela a data da contratação, em Capina Grande, a apresentação teria sido negociada por um valor menor, justamente por ter sido o contrato fechado em data bem antes a do evento.

O Padre Alessandro Campos se apresentará na próxima quarta-feira (22) às 20h, na cidade baiana de Santo Antônio de Jesus, e receberá R$ 135 mil de cachê pago pela Prefeitura, que já efetuou o pagamento de metade do valor. O cachê do religioso só não é maior que o da dupla Zezé di Camargo e Luciano, que tocará na quinta-feira (23) às 2 da manhã e receberá nada menos que R$ 270 mil divididos em 3 vezes.

A banda Aviões do forró fechou contrato também com as cidades que disputam o maior São João do país: Campina Grande (PB) e Caruaru(PE), o valor cobrado na Paraíba foi de 195 mil já em Caruaru foi cobrado pela apresentação 250 mil.

Sobre o assunto, posicionou-se o diretor da UPE Petrolina, professor Moisés de Almeida, nas redes sociais. “Estou tendo a maior dificuldade para gerir o Campus da UPE em Petrolina. Publiquei ontem nossa prestação de contas referente aos meses de Janeiro a maio deste ano. Foram executados R$ 539 mil reais na manutenção dos prédios, pagamentos dos consumos de água, energia elétrica, telefonia e teleprocessamento; Vales transporte, estagiários, serviço terceirizados em portaria, limpeza, pedreiro, motorista e eletricista entre outras despesas. Vou repetir: R$ 539 mil para todas as despesas de Janeiro a maio. Sabe qual é a minha revolta: os poderes constituídos sejam eles Federal, estadual ou Municipal chegam a pagar por duas horas de show nas festas juninas a bagatela de R$ 575 mil reais. INVERSÃO TOTAL DE PRIORIDADES. Enquanto isso nas escolas, nos hospitais, nas Universidades e nos bairros periféricos…”, disse o diretor.

Pernambuco abre inscrições de artistas para o São João

Ciclo Junino

As inscrições seguem até o dia 10 de junho e podem ser feitas de forma presencial e via sedex

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo/Empetur, está com inscrições abertas para a convocatória do Ciclo Junino 2016.

Podem participar, artistas e grupos culturais referentes às festividades juninas. As inscrições seguem até o dia 10 de junho e podem ser feitas de forma presencial e via sedex. O objetivo é compor a programação das diversas festas e inserir a participação de artistas e grupos tradicionais do São João Pernambucano.

Outras informações sobre a convocatória para o Ciclo Junino 2016 estão disponíveis no site da Secretaria de Cultura de Pernambuco no www.cultura.pe.gov.br

Artistas tem até hoje para se inscrever na “Terça Cultural”

terça cultural arco cultural

Interessados em participar da “Terça Cultural” em Juazeiro, norte da Bahia, têm até às 18h desta sexta-feira (29), para se inscreverem no projeto. A oportunidade é para os artistas das áreas de literatura, dança e música. A seleção tem o objetivo de selecionar os melhores para apresentação na Virada Cultural em homenagem ao aniversário da cidade, no mês de julho.

O Projeto Terça Cultural consiste na realização de mostras competitivas de artes integradas compostas por concurso de poesia e declamação; concurso de números de dança; concursos de bandas (modalidade livre) e concurso de bandas autorais.

LEIA MAIS
12