Caso deixe o PSB Fernando Filho deve se aproximar ainda mais de Armando Monteiro e viabilizar candidatura a vice-governador

Diante dos últimos acontecimentos e o que já vem sendo cogitado nos bastidores da política em Pernambuco, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, deixou o Ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, em uma situação bastante privilegiada. Muito antes dos mais recentes escândalos de Brasília envolvendo o nome Michel Temer, aliados do senador Armando Monteiro (PTB), pré-candidato ao governo de Pernambuco em 2018, falavam que o nome ideal para compor chapa com o petebista seria o de Fernando Filho.

Com a noticia de que o presidente do PSB teria aconselhado o ministro a sair do partido, isso o deixa mais confortável para uma eventual decisão de se aproximar do senador petebista. Segundo os defensores da pré-candidatura de Armando, o mesmo teria que buscar alianças com lideranças de peso no interior do estado. Nesse caso entraria em sena o peso político do senador Fernando Bezerra Coelho, pai do ministro e que não disputaria a próxima eleição uma vez que tem mandato até 2022. Se afastarem o ministro Fernando Filho do PSB, automaticamente vão aproximar todo o grupo político de FBC da futura campanha de Armando Monteiro.

TCU estuda declarar inidoneidade das maiores empreiteiras investigadas na Lava Jato

O Tribunal de Contas da União (TCU) estuda declarar a inidoneidade das principais construtoras investigadas na Operação Lava Jato Com isso, elas ficariam proibidas de fechar contratos com a administração federal. A reação do tribunal ocorre porque as negociações entre governo e empresas se arrastam há mais de dois anos e nenhuma das grandes construtoras foi punida nem pagou pelos prejuízos causados por meio dos acordos de leniência – delações premiadas de pessoas jurídicas.

Um dos processos em que pode ser declarada a inidoneidade apurou a participação de 16 empreiteiras em combinação de preços, quebra de sigilo de propostas, divisão de mercado, acerto prévio de resultados e direcionamento de licitações em obras da Refinaria de Abreu e Lima , em Pernambuco. Nesse grupo, estão empresas como Odebrecht, OAS, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão.

O TCU também  identificou o envolvimento de sete empresas em conluio e fraudes à licitação na montagem eletromecânica da Usina de Angra 3, entre elas Odebrecht, UTC, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão e Camargo Corrêa. Os contratos somaram de R$ 2,9 bilhões.

Nesses casos, a Lei Orgânica do tribunal prevê a proibição dessas empresas de participar de concorrências públicas e de assinar contratos por até cinco anos. O Ministério Público Federal também vem fechando acordos com empreiteiras como a Camargo Corrêa e a Odebrecht.

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU) abriu processos para responsabilizar 29 empresas. Os cinco casos em que houve declaração de inidoneidade não envolvia nenhuma das maiores construtoras. Três processos foram arquivados por falta de provas. Outros 21 estão em andamento. Com a demora nos processos, as empreiteiras podem fechar negócios com o governo e não cobrem os prejuízos causados aos cofres públicos. E os os prazos de prescrição continuam correndo.

Congresso em Foco

Caso Beatriz: A delegada Gleide Ângelo retorna a Petrolina

(Foto: Internet)

A delegada Gleide Ângelo, chega a Petrolina, hoje (03) para dar continuidade as investigações do caso Beatriz, esta é a segunda vez que a delegada visita à região.

Designada em dezembro de 2016 para assumir o comando das investigações do caso, da menina Beatriz Angelica, que foi assassinada com 42 facadas durante a festa de formatura de segundo grau da irmã, no Colégio Maria Auxiliadora, na noite do dia 10 de dezembro de 2015, e até hoje ninguém foi preso ou indiciado pelo o crime.

Em 13 de dezembro. A delegada esteve em reunião no Ministério Público de Pernambuco da região, quando informou que a partir dali iria analisar os 13 volumes do inquérito sobre o caso.

com informações do JC Online

Roberta Arraes toma posse do cargo de deputada, em Recife

(Foto: Facebook/Roberta Arraes)

No primeiro dia do ano Miguel Coelho foi empossado e iniciou seus trabalhos na prefeitura de Petrolina, enquanto isso nesta segunda-feira (02), Roberta Arraes (PSB) assumiu a vaga do ex-deputado na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

A nova deputada do Araripe, Roberta Arraes (PSB) obteve cerca de 38 mil votos nas eleições de 2014 e ficou com a 4º suplência. Em sua página no Facebook, Roberta Arraes (PSB), falou sobre o novo cargo.

“Hoje foi um dia de grandes emoções e momentos especiais que marcaram o início de minha nova jornada. Tomei posse como Deputada Estadual, reafirmando meu compromisso de trabalhar incansavelmente pelos pernambucanos, junto ao Governo do Estado e prefeitos e com o apoio do povo. A vocês, que me acompanham diariamente e confiam em meu trabalho, meus sinceros agradecimentos. Estou pronta para assumir esse desafio!”

Além de Roberta Arraes, assumiram efetivamente os deputados Jadeval de Lima (PDT), Paulinho Tomé (PT), Isaltino Nascimento (PSB) e Laura Gomes (PSB). Os suplentes Gustavo Negromonte (PMDB) e Teresinha Nunes (PSDB) assumiram porque os deputados Nilton Mota (PSB) e Alberto Feitosa (PR) se licenciaram o primeiro para assumir a Secretaria estadual de Agricultura e o segundo a pasta de Habitação da Prefeitura do Recife.

Presidente nacional da OAB afirma que presídios do país estão sob controle de facções criminosas

(Foto: Internet)

Em meio as rebeliões recentes em Manaus, o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, disse nesta segunda-feira (2), após rebelião que deixou pelo menos 56 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), que o Poder Público precisa reassumir o controle das penitenciárias e dos presídios do país, que segundo ele, são controlados por facções criminosas.

Lamachia disse que as notícias sobre a rebelião confirmam que a brutalidade no sistema penitenciário brasileiro “virou rotina” e que não há “ineditismo” no caso, destacando que nos últimos anos episódios parecidos ocorreram no Maranhão, Pernambuco e Roraima. “O Estado brasileiro precisa cumprir sua obrigação de resolver esse problema com a rapidez e a urgência necessárias, sem paliativos que somente mascaram a questão”, disse o dirigente em nota.

Claudio Lamachia sugere maior celeridade processual por parte de tribunais superiores e a “prioridade absoluta” no julgamento de habeas corpus e recursos, a fim de evitar o prolongamento de prisões consideradas injustas.

Antes do massacre no Compaj, 72 presos haviam fugido neste domingo do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), que abriga 229 pessoas. O Ipat fica a cerca de 5 km do Compaj.

Ainda não há informações precisas sobre o número de fugitivos, mas a estimativa é de que mais de 200 detentos tenham escapado.

Com informações da Agência Brasil

Presos do CDPM fazem rebelião, a terceira no AM em menos de 24 horas

(Foto: Internet)

Presos do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), em Manaus, realizaram motim na tarde desta segunda-feira (2). Ainda não há informações sobre fugas ou feridos. Essa é a terceira rebelião em uma unidade prisional de Manaus em menos de 24 horas. Segundo o governo do Amazonas, a situação está controlada.

Em nota, o governo informou que detentos alojados em um dos pavilhões tentaram fugir e foram impedidos pelo reforço da Polícia Militar que estava atuando na unidade.

O CDPM tem superlotação de 176%. Com capacidade para 568 presos, o local abriga, atualmente, 1.568 internos segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

No Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), ainda segundo a nota do governo, os internos se movimentaram em um “batidão de grade”, que foi contornado logo em seguida pela direção da unidade. A situação é considerada estável nas duas unidades.


Rebeliões

A rebelião no CDPM ocorre poucas horas após o fim do motim no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), que durou mais de 17 horas e resultou em 56 mortes –  segundo o secretário estadual de Segurança, Sérgio Fontes, o “maior massacre do sistem prisional do Amazonas”. Inicialmente, o governo havia falado em 60 pessoas mortas.

Tanto o Compaj quanto o CDPM estão localizados na BR-174, que liga Manaus a Boa Vista (RR). No domingo (1º), a Seap registrou rebelião e fuga de 87 presos no Ipat. De acordo com o governo, a ocorrência tem relação com a rebelião no Compaj.

Na rebelião ocorrida no Compaj, foram mortos presos ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e condenados por estupro. Segundo o secretário, facção rival Família do Norte (FDN) comandou a rebelião, que “não havia sido planejada previamente”. “Esse foi mais um capítulo da guerra silenciosa e impiedosa do narcotráfico”, afirmou.

Com informações do G1 Amazonas

Taxa de bombeiros, para alguns veículos, sobe devido a erro no site do Detran-PE

(Foto: Internet)

O Contribuinte que consultou o site do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) para checar os valores de 2017 do IPVA, taxa de bombeiros, licenciamento e seguro obrigatório tomou um susto. Por conta de um erro no site, a taxa de bombeiros aparecia com um valor bem acima da paga no ano anterior. Alguns proprietários de veículos, que no ano passado desembolsavam R$ 39,53; para este ano se depararam com uma cobrança de R$ 107,26 (quase três vezes o valor de 2016).

Por meio de nota, a assessoria de comunicação do Detran informou que “alguns proprietários de veículos, ao consultar os valores do Licenciamento 2017, encontraram a taxa de bombeiros com um valor diferente do previsto. Segundo Décio Lira, Gestor de Informática do órgão, o que aconteceu foi que alguns veículos podem ter sido apresentados com o valor da categoria incorreta. A equipe de informática identificou e de imediato procedeu com o recalculo. Em caso de dúvidas, o usuário deve consultar o site do Detran-PE ou o aplicativo Detran Fácil via celular”.

Com informações do JC Online

Juiz chamado por presos para negociar é suspeito de ligação com facção do Amazonas

(Foto: Internet)

Chamado pelos detentos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, o Compaj, para negociar o fim da rebelião que terminou na morte de ao menos 60 presidiários, o juiz Luis Carlos Honório de Valois Coelho é suspeito de possuir ligação com a facção Família do Norte e foi alvo de busca e apreensão na segunda fase da operação La Muralla. Responsável pela Vara de Execução Penal (VEP) do Fórum Henoch Reis do Tribunal de Justiça, em Manaus, Valois aparece nas interceptações da comunicação de integrantes da Família do Norte realizadas pela Polícia Federal.

Encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STF), o pedido de busca e apreensão do Ministério Público Federal relaciona a necessidade das medidas cautelares contra o juiz aos “fortes indícios de participação do magistrado no ajuste criminoso destinado à liberação de presos integrantes do grupo FDN.”

Ao autorizar as diligências contra Valois, o ministro Raul Araújo, do STJ, apontou como relevante “a informação de que em momento de crise institucional no sistema prisional do Estado do Amazonas, o mencionado magistrado teria solicitado apoio dos presos para permanecer na função”. A solicitação foi flagrada pela PF em conversas interceptadas entre advogados da FDN e um dos líderes da facção chamado José Roberto.

Em uma das mensagens, a advogada Lucimar Vidinha, apontada como integrante da FDN, conversa com José Roberto “sobre a possibilidade de elaborar um abaixo-assinado por todos os presos”. Segundo a PF, após a conversa, José Roberto ordenou que Vidinha conversasse pessoalmente com Valois “esclarecendo que se fosse isso mesmo que o magistrado precisasse, a ordem seria dada aos presos”.

Para o MPF, “ao cotejar os elementos de investigação relacionados ao primeiro grau do Poder Judiciário amazonense, é possível verificar, desde logo, a hipótese de participação do Juiz Luis Carlos Honório de Valois Coelho no ajuste criminoso destinado à liberação de presos integrantes do grupo FDN.”

Por meio de seu advogado, o juiz Luis Carlos Valois afirmou que “não possui qualquer envolvimento com organizações criminosas. Os presos solicitam sua presença tão somente por ele ser o juiz da vara de execuções penais e, por lei, ser o juiz competente para analisar questões referentes ao sistema prisional.”

Pelo Facebook, o juiz falou sobre sua atuação na negociação no Compaj:

” Resumo do que presenciei: A rebelião começou de tarde, mas eu só soube de noite. Por volta de 22 hs me ligaram da Secretaria de Segurança pedindo minha presença. Vieram me buscar. Chegando lá os presos tinha tomado todo o regime fechado e o semiaberto. Tinham feito um buraco e passavam de um lado para o outro. A polícia tinha cercado o local. A informação era de 6 corpos. Falei com o preso que negociava pelo rádio e disse que falaria com ele pessoalmente. A polícia fez os preparativos de segurança. Dois presos vieram, pedindo apenas que nos comprometêssemos a não fazer transferências, a manter a integridade física e o direito de visitas. Eu disse que iria conversar com os responsáveis pela segurança, mas que só faria isso se eles soltassem três reféns. Eles soltaram. Pedi que eles saíssem do regime semiaberto. Eles saíram. A polícia tomou o semiaberto, bloqueou a passagem. Depois os presos disseram que só iriam entregar os outros reféns às 7 da manhã. Esperou-se. Voltei, falei com o preso de antes, levei um documento dizendo que as autoridades estavam de acordo. Eles entregaram os demais sete reféns funcionários, sem ferimentos. Alguns reféns presos feridos saíram de ambulância. Vi muitos corpos, parecendo que morreram entre 50 a 60 presos (pessoas), mas difícil afirmar, pois muitos estavam esquartejados. Quando a polícia entrou no Complexo, voltei para casa. Nunca vi nada igual na minha vida, aqueles corpos, o sangue… fiquem com Deus!”

Com informações do Estadão

Fim de ano registra 2,7 mil acidentes em Rodovias Federais, diz PRF

(Foto: Arquivo)

A Polícia Rodoviária Federal registrou 2.769 acidentes em rodovias federais entre 23 de dezembro e o último domingo (1º). Desses, 500 foram considerados graves e resultaram em 225 mortes.

Segundo a PRF, a média diária de mortes nas estradas federais durante as festas de fim de ano caiu 10% em relação ao ano anterior, mas os números de 2015 consideram um período de tempo maior, de 23 de dezembro até 3 de janeiro.

Isso porque o Ano Novo caiu numa sexta-feira em 2015, e a operação foi estendida até o domingo (3). Em 2016, as festas se concentraram nos finais de semana.

Não foi divulgada a comparação do número de acidentes.

Com informações do autoesporte

Feriados deverão fazer comércio perder R$ 10,5 bilhões em 2017, diz pesquisa

(Foto: Ilustração)

O comércio inicia 2017 com a previsão de deixar de arrecadar R$ 10,5 bilhões, devido aos feriados nacionais e feriadões. As informações são da pesquisa divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

O montante é 2% superior ao projetado no ano passado. O setor de vestuário, tecidos e calçados deverá deixar de ganhar cerca de R$ 1,1 bilhão com os feriados e emendas de 2017, um crescimento de 23% em relação a 2016.

No lado oposto, o segmento de outras atividades – em que é preponderante o comércio de combustíveis, além de joias e relógios, e artigos de papelaria – deixará de ganhar cerca de R$ 3,9 bilhões, 8% a menos que em 2016, o único setor a não apresentar crescimento das perdas.

Com informações da Agência Brasil

Presidente nacional da Codevasf, anuncia o fim da PPP no Pontal

(Foto: Blog de Waldiney Passos)

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Paraíba (Codevasf), anunciou hoje (02), através da presidente Kênia Marcelino o encerramento da participação da PPP (Participação Público-Privada) no Projeto de Irrigação Pontal. A novidade foi apresentada durante evento realizado no primeiro dia de trabalho do prefeito, Miguel Coelho.

O novo formato para o projeto Pontal, será conduzido pela Codevasf e o contrato anterior será rescindido, já que a empresa privada não teve interesse em continuar com a parceria.

“Vamos sim começar a produzir nessas áreas. A rescisão contratual já está sendo finalizada e nossas equipes já estão trabalhando nas áreas que serão beneficiadas. É compromisso nosso colocar para funcionar as áreas de produção ainda este ano”, assegurou Kênia Marcelino.

Para o início do projeto em 2013, adotou-se a estratégia de dividir o Pontal em duas licitações: uma para a exploração agrícola, por meio da concessão do direito real de uso (CDRU), e outra para conclusão da infraestrutura e operação do sistema comum de irrigação.

Com vagas em Petrolina, Senai-PE oferece 3.350 vagas em 88 cursos de férias em todo o estado

(Foto: Internet)

O serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) em Pernambuco abriu inscrições para cursos de férias. São oferecidas 3.350 vagas em 88 atividades de curta duração.

As matrículas devem ser feitas nas unidades de ensino que disponibilizam os cursos, são elas: Petrolina e Araripina, no Sertão, Areias e Santo Amaro, no Recife, Jaboatão, Paulista e Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana, além de Caruaru, Garanhuns e Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste.

Em Petrolina as vagas são para os seguintes cursos: técnicas de polimento automotivo, instalação e manutenção de cerca elétrica, automatização de portão e confeitaria para crianças. Início dos cursos dia 09 deste mês, com tempo médio de cada curso de 16h, com taxas a partir de R$ 72,96.

Sobe o número de homicídios em Pernambuco

(Foto: ASCOM PC)

Durante coletiva na manhã desta segunda-feira (2), a Polícia Civil divulgou um balanço das Operações de Repressão Qualificada. Pernambuco registou crescimento de mais de 13% de crimes contra a vida em 2016. Segundo a Secretaria de Defesa Social, de janeiro a novembro de 2015 foram 3.541 homicídios. Em 2016, esse número subiu para 4.007, levando em conta o mesmo período do ano.

Dentro dessas investigações, 32% dos presos estavam ligados à crimes de homicídios. Para o chefe da corporação, Antônio Barros, 2016 foi um ano difícil que refletiu, também, em uma crise na segurança pública no estado.

“São muitos fatores que levam a isso [ao aumento no número de homicídios]. É importante que a polícia sempre pegue o Pacto Pela Vida, fazendo recordes e reflexões, sempre procurando otimizar suas ações. Nós estamos sendo cobrados pelo governador e pelo secretário de Defesa Social semanalmente. É preciso rever o que estamos fazendo certo para fazer melhor e o que a gente fez de errado que podemos corrigir. Eu tenho certeza que em 2017 estaremos melhores”, pontuou Barros.

Ainda no dia 22 de novembro de 2016 o número de homicídios já havia superado o total registrado em 2015. Foram 3.902 em contrapartida dos 3.888 em 2015. O ano de 2016 terminou, segundo o chefe da Polícia Civil, com um total de 2.579 inquéritos de homicídios e tentativas do crime concluídos. Um aumento de 9% em relação a 2015.

Com informações do G1 Pernambuco

Destaque no pentatlo, Yane Marques assume Secretaria Executiva de Esportes, em Recife

(Foto: Internet)

Dona da única medalha olímpica da América Latina no pentatlo moderno, Yane Marques é a nova secretária executiva de Esportes da Prefeitura do Recife. O anúncio oficial foi feito na manhã desta segunda-feira (2).

Este ano Yane Marque esboçou uma aposentadoria do pentatlo, anunciou que este ano seria decisivo para saber se continuaria com o esporte ou não, entretanto com o novo cargo o desejo de continuar no esporte continua, ela fez uma publicação em suas redes sociais e garantiu que pretende conciliar os treinamentos com o trabalho.

“Não, não estou definitivamente me aposentando. Já estava nos meus planos diminuir o ritmo dos treinos, mas vou realizar minhas seções de treinos bem cedo, antes do expediente na prefeitura – vai ser um grande desafio – posso garantir que vou me dedicar muito para continuar me capacitando e prestar um bom serviço na área esportiva”, disse.

A posse do secretariado acontece às 16h, no Museu da Cidade do Recife, no Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.

Com informações do FolhaPE

Maria Elena deixa a Casa Plínio Amorim e assume secretaria na Prefeitura de Petrolina

(Foto: Blog de Waldiney Passos)

Entre os muitos anúncios feitos durante a posse do prefeito Miguel Coelho, chama atenção a nomeação da vereadora Maria Elena, para a secretaria municipal de Cultura, Turismo e Esporte.

O décimo nome a integrar o time de secretariado do governo de Miguel Coelho, Maria Elena, vê o convite como um desafio, já que sua caminhada na política foi no legislativo.

“É um desafio que eu aceitei e vou desenvolver, quando eu tomo pra mim uma responsabilidade eu gosto de dar conta dela, mas não deixa de ter sido um impacto. Eu sou mulher de legislativo, sou apaixonada pelo legislativo, sou apaixonada pelo o trabalho no legislativo”, comentou.

A paixão pelo trabalho no legislativo é tão grande, que durante esta rápida entrevista a ex-vereadora, ainda não estava acostumada com a ideia de ser secretária e afirmou que não seria vereadora apenas para festas “Eu não vou ser vereadora só de São João e de carnaval”, afirmou corrigindo logo em seguida a secretária Maria Elena.

123