Laboratório de Meteorologia da Univasf desmente boato sobre temperatura de 47°C em Juazeiro

Temperatura máxima registrada no ano foi de 37.7°C.

Na última semana, circulou em grupos de WhatsApp e em redes sociais a informação de que, entre os dias 06 e 11 deste mês, a temperatura em Juazeiro (BA) e região chegaria a 47°C. No entanto, o Laboratório de Meteorologia (LabMet) da Univasf disse que se tratava de um boato, já que a temperatura, nessa época do ano, varia entre 36 e 40°C.

“Em relação às informações que circularam nas redes sociais, estas, são notícias falsas, também nos telefonaram alguns dias atrás com dúvidas sobre este boato de internet. Nunca a temperatura do ar da nossa região chegou a 47°C”, diz o comunicado.

Ainda de acordo com o LabMet, a temperatura máxima este ano foi de 37.7°C, dia 20 de outubro. No boato era informado que as altas temperaturas se deviam ao fenômeno do equinócio, que nada mais é do que a denominação astronômica para o início das estações de Primavera e Outono.

LEIA MAIS

Colégio Maria Auxiliadora explica que suposto massacre na escola era brincadeira de aluno

O aluno foi afastado após a brincadeira de mau gosto. (Foto: Internet)

Nessa segunda-feira (21), alguns pais de alunos do Colégio Maria Auxiliadora ficaram tensos após tomarem conhecimento de um boato que informava sobre um possível massacre de um aluno na unidade escolar. Um jovem compartilhou no WhatsApp alguns conteúdos referentes a violência.

A coordenação da escola teve acesso às mensagens e interveio imediatamente. O aluno foi conduzido à coordenação e seus pais convocados para serem informados sobre o fato, de acordo com nota do Colégio.

“A família foi assistida pela equipe de psicologia do Colégio, na busca por justificativas para a atitude do adolescente, que alegou se tratar de uma brincadeira, reconhecendo a gravidade e consequência do seu ato”, disse a escola em nota.

LEIA MAIS

Irmão nega morte de Neto, da dupla Neto e Mundinho

Neto e Mundinho durante apresentação.

Após um boato se espalhar pelas redes sociais informando que Neto, da dupla Neto e Mundinho, havia falecido, seu irmão, Marcelo Vidal gravou um áudio desmentindo a notícia. “Estão espalhando que meu irmão morreu e ele não está morto”, disse.

Segundo Marcelo, Neto está muito doente devido a um problema no cérebro, inclusive com convulsões e sangramentos, e em coma. Além disso, lamentou o boato da morte de seu irmão. “Quero avisar a todos que ele está nas mãos de Deus e que essa informação de que Neto faleceu é uma perversidade terrível, uma maldade muito grande”, afirmou.

Polícia Militar mantém policiais fardados e à paisana no Colégio Modelo, Civil já identificou responsáveis por ameaças

Polícia Militar está no Colégio Modelo desde cedo, Civil já identificou responsáveis por ameaças (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Mensagens trocadas no WhatsApp durante o final de semana assustaram estudantes da Escola Humberto Soares, em Petrolina e do Colégio Modelo, em Juazeiro (BA). A conversa em um grupo trazia ameaças aos alunos das duas instituições, mencionando que nas unidades haveria um ataque semelhante ao de Suzano (SP) que deixou 10 mortos.

Hoje (18) a Polícia Militar de Juazeiro enviou equipes fardadas e a paisana para garantir a segurança dos estudantes. Segundo o Major Roberto, os policiais também trabalham fazendo levantamento de informações para investigar o que ele classifica como boato.

De acordo com a PM, não há até o momento “nenhuma informação concreta acerca desse suposto atentado”. Em contato com a nossa produção via telefone, funcionários do Colégio Modelo confirmaram que as aulas dessa manhã seguem normalmente com a presença da polícia nos arredores da unidade. “A Polícia Militar trabalha com a intenção de restituir a tranquilidade pública”, disse o Major ao Blog Waldiney Passos.

Polícia Civil identificou responsáveis

Também por telefone a delegada da 17ª Coorpin, Lígia Nunes de Sá informou ao Blog que os responsáveis pelas ameaças já foram identificados, mas até o momento não foram localizados para prestar depoimentos. “Nós estamos monitorando a situação, já ouvimos vítimas [alunos], fomos à escola e trabalhamos para [que] quem fez a ameaça seja punido”, destacou a delegada.

Um dos responsáveis por disseminar as mensagens de “terror”, como as polícias classificaram o suposto ataque, seria um ex-aluno do Colégio Modelo que é maior de idade. Contudo, seu nome não foi revelado para não atrapalhar as investigações.

LEIA MAIS

Alerta! Foto de inocente está sendo divulgada como se fosse de acusado de participar do roubo em Salgueiro

Giordano Ricceli Holanda Valeriano. (Foto: Reprodução/ WhatsApp)

Na manhã desta quarta-feira (26) uma mega-operação da Polícia Federal e Militar impediram o roubo a uma aeronave em Salgueiro (PE).  Os criminosos planejavam invadir o aeroporto de Salgueiro e roubar o dinheiro transportado na aeronave, mas foram impedidos pela polícia e houve troca de tiros. No confronto seis dos assaltantes morreram e uma grande quantidade de armamento foi apreendida.

Desde então, as notícias sobre o ocorrido estão circulando nas redes sociais e em grupos de whatsApp da região. No meio de tanta informação, uma delas incrimina um inocente que nada tem a ver com o caso.

LEIA TAMBÉM:

Mega-operação da Polícia Federal e Militar impede roubo a aeronave em Salgueiro

Polícia Federal atualiza informações sobre o roubo a aeronave, em Salgueiro

Giordano Ricceli Holanda Valeriano, entrou em contato com o nosso blog e contou o constrangimento que está passando. Ele é dono de um comércio na região e foi confundido com um dos envolvidos no assalto. Sua foto está sendo compartilhada nas redes sociais como se fosse um dos assaltantes.

LEIA MAIS

Procon de Pernambuco multa empresa após divulgação de nota sobre suposta paralisação de caminhoneiros

(Foto: Procon/PE)

A Empresa Mega Postos, do grupo PetroMega foi notificada pelo Procon de Pernambuco na manhã dessa segunda-feira (3) em R$ 1 milhão por veicular uma nota, alertando aos pernambucanos sobre uma suposta nova paralisação dos caminhoneiros.

LEIA TAMBÉM:

Suposta nova paralisação dos caminhoneiros é encarada como boato por proprietários de postos de combustíveis da região

Em consequência da postagem nas redes sociais, o final de semana foi marcado por correria aos postos de combustível, filas e aumento no preço da gasolina na capital Recife. Aqui em Petrolina, também foi possível registrar crescimento na movimentação dos estabelecimentos.

De acordo com o Procon, essa multa é a maior já aplicada no estado e a empresa tem 10 dias para apresentar sua defesa. O grupo PetroMega se manifestou através de nota, afirmando não haver intenção de causar transtornos à população com a veiculação da nota.

Com informações do Diário de Pernambuco

Suposta nova paralisação dos caminhoneiros é encarada como boato por proprietários de postos de combustíveis da região

(Fila no posto Lorena III, em Petrolina. Foto: Gustavo Lacerda)

O final de semana foi marcado por correria aos postos de combustível em Pernambuco, depois de circular nas redes sociais um boato a respeito de uma nova paralisação dos caminhoneiros no estado. O rumor foi desmentido pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis), que afirmou não haver risco para desabastecimento.

LEIA TAMBÉM:

Preocupados com o desabastecimento de combustíveis na cidade, motoristas fazem filas nos postos de Petrolina; governo afirma que se trata de boato

Em Petrolina, alguns postos registraram um aumento na procura dos motoristas. Apesar do movimento, os proprietários desses estabelecimentos não acreditam em uma nova paralisação. O Blog Waldiney Passos conversou com alguns empresários nessa segunda-feira (3) e todos afirmam estar tranquilos quanto ao estoque de combustível.

LEIA MAIS

Preocupados com o desabastecimento de combustíveis na cidade, motoristas fazem filas nos postos de Petrolina; governo afirma que se trata de boato

Tudo começou com uma postagem da rede de postos PetroMega nas redes sociais sobre uma possível paralisação dos caminhoneiros. A União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC) disse em nota, que a paralisação deve ocorrer após o feriado de 7 de setembro. Algumas autoridades já se pronunciaram e afirmam que a notícia se trata de boato.

A publicação provocou apreensão e corrida a postos de combustíveis no estado de Pernambuco desde a noite deste sábado (01). Em Petrolina (PE), motoristas já estão fazendo filas nos postos de combustíveis. Segundo Gustavo Conserva, proprietário do posto Lorena III, que fica próximo a Honda Brasil Motos, o movimento no posto está grande e a fila só aumenta.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), Alfredo Pinheiro Ramos, diz que a população deve ficar tranquila porque não há desabastecimento nos postos e é remota a possibilidade de uma nova greve semelhante a que aconteceu em maio.

“Desacreditamos 99% que vá acontecer uma nova greve com aquela dimensão. Uma rede de postos colocou isso na internet e viralizou. Isso sem falar numa série de áudios requentados da antiga greve que estão circulando pelo whatsApp. Isso foi um absurdo, porque gerou tumulto e tirou a tranquilidade da população. É preciso penalizar quem publica esse tipo de nota”, observa Pinheiro Ramos.

Notificação

LEIA MAIS

HU-Univasf desmente boato sobre doação de leite

Boato tem se espalhado pelas redes sociais. (Foto: Divulgação/HU)

O Hospital da Universidade Federal do Vale do São Francisco (HU-Univasf) emitiu uma nota nesta sexta-feira (10) desmentindo um boato, que está circulando pelas redes sociais, sobre distribuição de latas de leite por parte da unidade.

Segundo a nota, o hospital “não está realizando doações de qualquer alimento ou material”. Além disso, a unidade lembrou que “o papel social do hospital é prestar assistência à população em urgência e emergência, no âmbito do SUS, em traumato-ortopedia, neurocirurgia, dentre outras especialidades com perfis de média e alta complexidade”.

Notícia sobre interrupção no fornecimento de água em bairros de Petrolina é falsa

(Foto: Ilustração/Internet)

A assessoria de comunicação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) de Petrolina desmentiu um boato que estava circulando em grupos de WhatsApp sobre falta de água em alguns bairros da cidade.

De acordo com a notícia falsa, mais de 13 bairros da zona norte/oeste de Petrolina teriam o abastecimento d’água interrompido nesta segunda-feira (23), das 08h às 18h.

Bairros como Vila Eulália, José e Maria, Cohab Massangano, Jardim Maravilha, dentre outros, seriam afetados devido a um serviço de implantação de um registro na Avenida Sete de Setembro, e outro no distrito industrial.

Contudo, a Compesa, por meio de sua assessoria, afirmou que essas informações não procedem.

Em nota, Governo de Pernambuco desmente boato que circula no Whatsapp sobre antecipação de salários

(Foto: Internet)

Diferente do especulado, o Governo de Pernambuco não apresentou nenhuma mudança no pagamento dos salários de dezembro, segundo nota da Secretaria de Administração (SAD) emitiu uma nota, divulgada na sexta-feira (22).

A nota desmente a informação que vem sendo compartilhada por WhatsApp em grupos de servidores sobre a antecipação do pagamento dos salários de dezembro para o próximo dia 29.

Veja a íntegra da nota enviada pelo Governo:

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Administração (SAD), informa que não é verdadeira a informação de que o pagamento dos servidores públicos estaduais referente ao mês de dezembro será pago no próximo dia 29.

Portanto, é falsa a notícia que está circulando nas redes sociais a respeito do calendário de pagamento.

Informamos ainda que a data oficial do pagamento dos proventos dos servidores sempre é divulgada por meio dos sites e e-mails institucionais do Governo do Estado e também no Diário Oficial do Estado (DOE) – exclusivamente por esses meios de comunicação.

Diante desses esclarecimentos, não deem credibilidade a boatos e posts que chegam nas redes sociais não-oficiais.

Agradecemos a compreensão de todos.

Secretaria de Administração do Governo de Pernambuco

TSE alerta para boato sobre multa para quem não fizer cadastro biométrico

(Foto: Internet)

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o boato que tem circulado em grupos de WhatsApp e nas redes sociais afirmando que eleitores que não fizerem cadastramento biométrico até 7 de dezembro deverão pagar multa de R$ 150 e terão seu CPF e carteira de motorista cancelados é falso.

Não há qualquer previsão nesse sentido na legislação, caso  o eleitor não faça o seu cadastro. A multa só acontece quando não se vota e é no valor de R$ 3,50. Além disso, o cadastramento é obrigatório apenas em algumas cidades.

Biometria

A biometria consiste no registro das digitais dos eleitores, tecnologia para tornar eleições mais seguranças, de acordo com o TSE. Para se cadastrar, o eleitor precisa comparecer no cartório de sua zona eleitoral com documento oficial de identidade, comprovante de residência, comprovante de quitação do serviço militar e título eleitoral, se tiver.

A lei determina que todas as zonas eleitorais do País devem ter a biometria em 2022. Por ora, só quatro Estados concluíram o registro de seus eleitores: Alagoas, Amapá, Distrito Federal e Sergipe. Até o final do ano, o TSE espera que Amazonas, Goiás e Roraima entrem nessa lista.

Prefeitura de Petrolina esclarece boatos sobre demissões de professores da rede municipal

(Foto: Arquivo)

Após boatos sobre demissões dos professores da rede municipal de ensino de Petrolina, admitidos por meio de contrato temporário, a Secretaria de Educação emitiu uma nota esclarecendo os fatos. Segundo a nota, não há a obrigação do município renovar o contrato com os professores, mas sim a autorização da prorrogação do contrato por mais um ano gradativamente.

Ainda de acordo com a nota, os professores teriam seus contratos encerrados em junho deste ano, porém, houve uma prorrogação de seis meses, ou seja, até dezembro, para não prejudicar os alunos. Portanto, não houve qualquer demissão, o que aconteceu foi o término do contrato temporário.

Confira a íntegra da nota

A  (SEDU) esclarece que todas as normas da seleção temporária de professores, conforme edital 003/2016, estão sendo respeitadas. O contrato temporário assume um papel importante na rede municipal, atendendo ao excepcional interesse da administração pública de substituir professores temporariamente e de garantir o cumprimento dos 200 dias letivos para todos os alunos, conforme determina a LDB nº. 9.394/96. 

O edital em questão deixa claro que a contratação TEMPORÁRIA é de um ano, podendo ser prorrogada até por igual período. Os professores selecionados iniciaram suas atividades em junho de 2016, e tiveram os contratos renovados por mais seis meses, ou seja, até dezembro de 2017, já que o contrato terminaria no mês de junho, em pleno andamento de ano letivo.

LEIA MAIS

Prefeito Miguel Coelho afirma que Nova Semente não vai acabar em Petrolina e lamenta boataria

O prefeito de Petrolina Miguel lamentou os comentários que reputou de mentirosos sobre os boatos de fechamento das unidades do programa Nova Semente na cidade. “A gente viu isso na campanha e foi extremamente rechaçado e a população falou que não aceitava mais esse tipo de mentira e muito menos de fazer do Nova Semente uma moeda de política, uma moeda de troca, e agora a gente está vendo novamente essa especulação voltar”.

O prefeito reafirmou que ao contrário do que andam espalhando o  programa não vai acabar na cidade, muito pelo contrário, será ampliado. “Estamos reformulando é para ampliar o Nova Semente, para trazer a secretaria de Saúde para dentro, a secretaria de Desenvolvimento Social também para dentro, para que a gente possa fazer um programa do leite interconectado, para que a gente possa ter um programa de maternidade para as mães também, até mesmo que o Nova Semente, repito, é destinado para aquelas famílias que estão em estado vulnerável , social, então aquelas pessoas que precisam de fato da creche, não é para quem tem condições de pagar”, salientou Miguel.

O gestor apelou para que as pessoas acabem com este tipo de boato. “Petrolina já está cansada e já deu esse recado nas eleições e não vai cair mais nesse tipo de provocação, muito menos a gente”, disse.

Notícia de que WhatsApp vai ser pago após ficar suspenso é falsa

(Foto: Divulgação)

Um dia após a pane que afetou o WhatsApp por algumas horas, uma mensagem tem circulado no aplicativo dizendo que ele vai ser encerrado e que o usuário terá de pagar para abri-lo. Não é verdade.

O texto diz que a mensagem precisa ser enviada para toda a lista de contatos. Caso contrário, a conta será excluída. O WhatsApp diz que nunca envia mensagens diretas aos usuários, que o aplicativo é gratuito e que o usuário não precisa fazer nada para continuar utilizando-o de graça.

12