Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Homem é preso com grande quantidade de cédulas falsas em Cabrobó

Na tarde dessa terça-feira (18), por volta das 12h, policiais militares, durante a operação “Saturação”, avistaram um indivíduo em atitude suspeita em Cabrobó (PE). Após realizar revista pessoal, os policiais encontraram R$ 100 em notas falsas.

Em ato contínuo, os policiais revistaram o interior do veículo do suspeito e encontraram três envelopes bancários com R$ 1390,00 em cédulas falsas. O acusado foi preso e encaminhado à Polícia Federal de Salgueiro para adoção das medidas cabíveis.

Homens que levariam armas e dinheiro do assalto em Salgueiro são presos em Izacolândia

No final da manhã dessa quarta-feira (26), por volta das 11h30, após receber informações da Polícia Federal de Juazeiro de que elementos pertencentes à associação criminosa que tentou assaltar uma aeronave em Salgueiro teriam empreendido fuga para Petrolina em uma F4000, policiais do 5º BPM realizaram bloqueios nos acessos a cidade.

A equipe que realizava bloqueio no distrito de Izacolândia, em Petrolina (PE), divisa com o município de Lagoa Grande (PE), avistou o veículo informado e realizou a devida abordagem. No carro estavam Anderson dos Santos, de 36 anos, e Sebastião Babosa de Amorim, de 59 anos.

LEIA TAMBÉM

Mega-operação da Polícia Federal e Militar impede roubo a aeronave em Salgueiro

Alerta! Foto de inocente está sendo divulgada como se fosse de acusado de participar do roubo em Salgueiro

Polícia Federal atualiza informações sobre o roubo a aeronave, em Salgueiro

Durante uma breve conversa com os ocupantes do veículo, os mesmos entraram em contradição quanto ao local do qual vinham, dando versões distintas, corroborando a suspeita de que eles tinham envolvimento com algo errado.

Posteriormente, ambos confessaram que participavam da associação criminosa que tinha sido morta em Salgueiro (PE) durante confronto com forças policiais, e que suas funções seriam levar dentro do caminhão após o crime o dinheiro roubado e o armamento utilizado.

LEIA MAIS

Após apreensão de R$ 9,5 mil em cédulas falsas, PF apura falsificação de dinheiro em Juazeiro

(Foto: Ilustração)

Depois do registro de quatro golpes e a apreensão de R$ 9.500,00 em cédulas falsas, a Polícia Federal (PF) deu início a uma investigação em Juazeiro (BA).  Segundo a PF, os golpes foram verificados em menos de 30 dias.

De acordo com o portal G1 BA, um homem – que preferiu não se identificar – foi pego de surpresa ao tentar depositar R$ 2.400,00 após vender uma motocicleta. Todas as 24 cédulas de R$ 100 eram falsas. “É um sentimento muito ruim, né? Porque tomar um golpe desse é um baque muito grande, né?”, contou.

Em outro caso, nessa terça-feira (26), um homem vendeu um carro por R$ 5.200,00, mas, em seguida, percebeu que o dinheiro que recebeu era falso.

Conforme o delegado da PF, Rodrigo Andrade, todas as cédulas apreendidas possuem os mesmos números de série: EB57289291 e CC135792468. Ainda não há informações sobre suspeitos. O caso está sob investigação.

“Eles tentam, de alguma forma, colocar no comércio. Seja comprando, no caso aqui, que a gente identificou, foi comprando veículos. Mas também têm pessoas que a gente localiza comprando no comércio produtos menores e pegando o troco. Então, a pessoa chega com R$ 100, compra um refrigerante, compra qualquer coisa ali de R$ 5, de R$ 10, pega pega o troco e, aí, o prejuízo fica para o comerciante”, disse.

LEIA MAIS

Homem é preso em Juazeiro com arma de fogo e mais de 25 mil reais em espécie

(Foto: Polícia Militar)

Durante rondas no bairro Piranga 2, em Juazeiro (BA), na noite desta sexta-feira (8), Policiais da 76ª Companhia Independente da Polícia Militar, avistaram um homem em atitude suspeita. Ao abordá-lo, foi encontrado com o mesmo um revólver calibre 38 com cinco munições intactas e a quantia de R$ 3.115,00.

Ao ser indagado sobre a origem das cédulas, ele informou que havia mais dinheiro em uma residência do caminho 13 daquela comunidade. Com autorização do acusado, os policiais encontraram no interior do imóvel a quantia de R$ 25 mil.

O dinheiro apreendido e o envolvido foram apresentados na delegacia para a adoção das medidas cabíveis. Na ocorrência, porém, não há informações sobre a origem do dinheiro.

Suspeito de tráfico é preso com mais de R$200 mil em Juazeiro

O acusado foi autuado em flagrante pela posse da arma de fogo. (Foto: WhatsApp)

Nessa quinta-feira (1º), durante operação da Polícia Militar com o objetivo de cumprir mandados de buscas por tráfico de entorpecentes e roubos na localidade de Maniçoba, zona rural de Juazeiro (BA), foi preso um homem conhecido por “Nenê”.

Com o suspeito foram encontrados um revólver cal. 38, seis munições cal. 38 e uma cal. 380, mais de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) em cédulas, estando em curso investigação para identificar a origem do dinheiro, tendo em vista o roubo a carro-forte ocorrido na região, em especial na BA-210, onde houve um roubo dessa natureza em 28/12/2017, um aparelho de celular e um automóvel.

O acusado foi autuado em flagrante pela posse da arma de fogo e encaminhado à delegacia de homicídios de Juazeiro. Os objetos apreendidos serão periciados para posterior deliberação. A arma e as munições, além do dinheiro apreendido, também deve passar pela perícia.

Operação Lava Jato anuncia devolução de R$ 600 milhões à Petrobras

(Foto: Internet)

Nesta segunda-feira (4) o Ministério Público Federal no Paraná anunciou a devolução de R$ 600 milhões à Petrobras, recuperados por meio de acordos de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato.

O repasse será feito na quinta-feira (7), diretamente à Petrobras durante evento com o presidente da estatal petrolífera, Pedro Parente, em Curitiba – base e origem da Lava Jato. “Será a maior quantia já devolvida em uma investigação criminal no País”, revela a Procuradoria.

Será a quarta devolução da Lava Jato à Petrobras. Em novembro de 2016, o Ministério Público Federal no Paraná comunicou a restituição de R$ 204,2 milhões em recursos da corrupção recuperados pela Operação Lava Jato para a estatal.

Com informações da Época

Com acordo, bancos devolverão perdas de planos econômicos depois de mais de 20 anos

O STF precisa homologar o acordo para que o entendimento tenha validade e os poupadores comecem a ser ressarcidos. (Foto: Internet)

Um acordo foi fechado com os bancos para encerrar quase um milhão de ações judiciais e ressarcir quem teve perdas com planos econômicos nas décadas de 80 e 90. Foram mais de vinte anos de briga na justiça. De um lado, os poupadores de cadernetas de poupança. Do outro, os bancos.

Um milhão de ações questionavam as perdas no rendimento das cadernetas provocadas por quatro planos econômicos: o plano Bresser, de 1987; o Verão, de 1989 e os Planos Collor 1, de 1990 e Collor 2, de 1991.

O Plano Collor 1, lançado há 27 anos, ainda está na cabeça de milhares de brasileiros. Foi aquele em que um dia após Fernando Collor de Mello tomar posse, a equipe econômica anunciou o confisco dos depósitos bancários e até então das intocáveis cadernetas de poupança dos brasileiros.

Na época, a então ministra da Economia Zélia Cardoso de Mello, explicou que quem tinha mais de 50 mil cruzeiros na poupança ficaria coma quantia depositada no banco junto ao Banco Central sob a titularidade da pessoa física ou jurídica em forma de cruzados novos. E o valor seria convertida em cruzeiros após 18 meses.

O que os poupadores reclamavam nas ações é que na hora da troca dos planos a remuneração da poupança não era feito da forma devida, gerando perdas. Os bancos dizem que seguiram as regras vigentes nos períodos.

A Advogacia-Geral da União mediou o acordo. Foram treze meses de negociações. Os termos do acordo estão sendo finalizados e ficarão prontos na semana que vem. Depois da assinatura, o documento vai ser apresentado ao Supremo Tribunal Federal, onde correm as ações.

Fonte Jornal Hoje

Governo anuncia desbloqueio de R$ 7,5 bilhões do Orçamento; veja como fica a distribuição

A perspectiva para o salário mínimo ficou mantida, em R$ 937.(Foto: Ilustração)

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou, na tarde desta sexta (17) o descontingenciamento de R$ 7,51 bilhões no orçamento federal. A folga foi percebida pela equipe econômica depois da avaliação do quinto bimestre das contas, que percebeu que o déficit fiscal para o ano ficaria em R$ 151,4 bilhões. A meta para o ano é de R$ 159 bilhões.

O Executivo tinha até a próxima quarta para tomar a decisão. Segundo projeções da equipe a inflação de 2017 deve ficar em 3,2%, 0,3 ponto percentual acima da última estimativa do governo. Além disso, a perspectiva para o salário mínimo ficou mantida, em R$ 937.

O Produto Interno Bruto (PIB) continuou sem variação. O governo ainda prevê que atividade econômica ficará em 0,5%.  Apesar disso, a expectativa para a massa salarial nominal subiu de 4,7% para 5,1%.

Com o anúncio, o governo dará R$ 593 milhões para as emendas individuais e de bancada para o Congresso Nacional. Além disso, R$ 6,82 bilhões serão para despesas do Executivo.

Confira a distribuição nos outros poderes:

  • Câmara dos Deputados: R$ 3,17 milhões
  • Senado Federal: R$ 136 mil
  • TCU: R$ 752 mil
  • STF: R$ 316 mil
  • STJ: R$ 2,26 milhões
  • Justiça Federal: R$ 15,2 milhões
  • Justiça Militar da União: R$ 465 mil
  • Justiça Eleitoral: R$ 41,4 milhões
  • Justiça do Trabalho: R$ 14,0 milhões
  • Justiça do DF e Territórios: R$ 1,19 milhões
  • Conselho Nacional de Justiça: R$ 2,80 milhões
  • Defensoria Pública da União: R$ 1,23 milhões
  • Ministério Público da União: R$ 11,1 milhões
  • CNMP: R$ 50 mil
  • Despesas do Executivo: R$ 6,827 bilhões

Com informações do Diário de Pernambuco

Policiais Militares de Cabrobó são investigados por subtrair mais de R$ 45 mil em diárias

(Foto: Internet)

O Ministério Público de Pernambuco está investigando Policiais Militares lotados em Cabrobó (PE). A suspeita é que tenham subtraído mais de R$ 45 mil que seriam pagos em diárias durante a Operação Reflorestar, que tem como objetivo combater o tráfico de drogas e a erradicação de plantação de maconha.

Um inquérito civil público foi instaurado, em abril de 2014, para apurar “a responsabilidade de atos normativos de vários policiais militares” e agora prorrogado devido a necessidade de prosseguir nas investigações, em razão de não estar concluído.

A Promotoria de Cabrobó pede a Policia Militar de Pernambuco para informar se houve instauração de Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar eventual conduta na esfera criminal e, em caso positivo, informar as diligências elencadas e conclusão do procedimento.

Dona de bar é lesada com notas falsas de R$ 100,00

Os pequenos comerciantes têm que ficar atentos para não serem enganados como a dona de um bar do bairro São Gonçalo, que foi lesada ao receber duas notas falsas de R$ 100,00 (cem reais). “Me acho tão esperta, como fui pegar notas falsas?”, questionou.

Além desta senhora, muitos comerciantes do bairro também já foram enganados com notas falsas, entre eles donos de espetinhos e lanchonetes, portanto, é preciso muita atenção na hora de receber dinheiro, sobretudo, nos horários de maior movimentação.

“A gente vende R$ 20,00 (vinte reais) e acha tão bom, só que depois é que vai ver que recebeu uma nota falsa, isso é doloroso para um pai de família”, comentou o dono de uma banca de espetinho.

Petrolina: Jovens são presos com cerca de R$ 5 mil em notas falsas e drogas

Nessa segunda-feira (6), por volta das 12h, a Polícia Militar, após receber uma denúncia, se deslocou até o bairro Mandacaru, Zona Rural de Petrolina (PE), a fim de verificar um possível ponto de venda de drogas.

Ao chegar no local indiciado, Jeferson Rodrigues dos Santos, de 19 anos, e o menor de idade C.S.S empreenderam fuga, pulando muros das residências do bairro. Contudo, foram detidos logo em seguida.

Questionados pelos policiais sobre a fuga, os jovens afirmaram que tomaram a atitude por ter uma grande quantidade de dinheiro falso e entorpecente na casa onde estavam.

Após buscas, a equipe policial encontro R$ 4.700,00 em espécie – 47 notas de R$ 100 -, 74g de maconha e cinco pedras de uma substância semelhante a cocaína.

Os envolvidos, junto com o material apreendido, foram encaminhado e entregues na Policial Federal em Juazeiro (BA) para serem tomadas as medidas cabíveis.

PRF apreende caminhão com R$ 12 milhões escondidos na carga

Segundo a PRF, em nota de dólar havia US$ 1,2 milhão (Foto: PRF/ Divulgação)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu nesta quinta-feira (2) um caminhão com cerca de R$ 12 milhões escondidos em carga de alface e alho. A apreensão, considerada a maior da história pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi feita na cidade de Campina Grande do Sul.

A descoberta ocorreu durante uma abordagem de rotina dos policiais na BR-116, Rodovia Régis Bittencourt. Segundo a PRF, o motorista, que foi preso, alegou não saber da existência do dinheiro.

De acordo com ele, o destino da carga era Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, cidade que faz fronteira com o Paraguai e a Argentina. Os malotes foram levados para a sede da Justiça Federal em Curitiba e estão sendo contados. A estimativa é de que os maços reúnam R$ 8 milhões em notas de reais e R$ 1,2 milhão em cédulas de dólar.

Cunha recebeu R$ 1 mi para ‘comprar’ votos do impeachment de Dilma, diz Funaro

(Foto: Internet)

O operador financeiro Lúcio Funaro afirmou em depoimento à Procuradoria-Geral da República que repassou R$ 1 milhão para o ex-deputado Eduardo Cunha “comprar” votos a favor do impeachment de Dilma Rousseff, em 2016.

Funaro disse que recebeu uma mensagem de Cunha, então presidente da Câmara, dias antes da votação no plenário, ocorrida em 17 de abril. “Ele me pergunta se eu tinha disponibilidade de dinheiro, que ele pudesse ter algum recurso disponível pra comprar algum voto ali favorável ao impeachment da Dilma. E eu falei que ele podia contar com até R$ 1 milhão e que eu liquidaria isso para ele em duas semanas no máximo”, disse.

A Folha teve acesso ao depoimento prestado por Funaro à PGR em agosto deste ano. Seu acordo de delação foi homologado pelo ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal). No depoimento, uma procuradora questiona: “Ele (Cunha) falou expressamente comprar votos?”. Funaro respondeu: “Comprar votos”.

LEIA MAIS

PRF apreende mala com R$ 700 mil em ônibus em Vitória da Conquista; Dinheiro seguia para Recife

Aos agentes, o homem contou apenas que atua como taxista no Recife. (Foto: Divulgação)

Na tarde desse domingo (24), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma mala com R$ 700 mil que foi descoberta no bagageiro de um ônibus que passava por Vitória da Conquista (BA). O montante seguia de São Paulo (SP) para Recife (PE).

Segundo a PRF, que realizava uma abordagem de rotina no coletivo, os agentes descobriram a quantia que estava disfarçada dentro de uma caixa de papelão no interior de uma mala fechada com cadeado no bagageiro externo do veículo.

Por meio do ticket anexado à bagagem foi possível identificar o proprietário dentro do ônibus. Questionado pela polícia a respeito da origem do dinheiro, o homem de 47 anos disse que pegou a quantia em São Paulo e estava levando para o Recife.

Entretanto, o suspeito não revelou se é o dono do dinheiro ou se estaria transportando a mando de alguém. O dinheiro ficou apreendido e o homem foi encaminhado para a Polícia Federal em Vitória da Conquista.

LEIA MAIS

Palocci diz ter feito entregas de dinheiro vivo a Lula

As propinas, segundo o ex-ministro, integravam a conta-corrente que o PT tinha com a empreiteira Odebrecht. (Foto: Internet)

O ex-ministro Antonio Palocci afirmou, em negociação de delação premiada, que fez entregas de dinheiro vivo ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em pelo menos cinco ocasiões. O dinheiro teria sido entregue pessoalmente por Palocci a Lula, em pacotes de R$ 30 mil, R$ 40 mil ou R$ 50 mil.

Palocci fez as declarações ao negociar um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. O relato sobre as entregas a Lula está nos anexos do acordo – uma espécie de sumário do que o delator irá contar, caso o acordo seja fechado. Não há prazo para o compromisso ser fechado nem certeza se a informação será mantida na versão final do acordo.

As quantias entregues a Lula eram destinadas a despesas pessoais do ex-presidente, segundo o relato do ex-ministro. Valores mais elevados eram entregues no Instituto Lula, por meio do ex-assessor de Palocci, Branislav Kontic – conforme ele já havia relatado em depoimento ao juiz Sergio Moro, na semana passada.

As propinas, segundo o ex-ministro, integravam a conta-corrente que o PT tinha com a empreiteira Odebrecht, expressa na planilha “Programa Especial Italiano”, do setor de Operações Estruturadas da empresa. “Italiano” é uma referência a Palocci.

Defesa de Lula

O ex-presidente Lula nega que tenha recebido quaisquer valores ilícitos durante ou depois de seu mandato. Em nota, o advogado Cristiano Zanin Martins afirmou que “Palocci mente para obter benefícios judiciais, que envolvem não só a sua liberdade como o desbloqueio do seu patrimônio”.

“Lula já teve suas contas e de parentes devassadas e jamais foram encontrados quaisquer valores ilícitos”, declarou o defensor. Em depoimento nesta quarta (13), Lula acusou Palocci de ser “frio, calculista e simulador” e de ter mentido ao juiz Moro.

Fonte FolhaPE

1234