Compesa intensifica fiscalização contra ligações clandestinas na Adutora Maria Tereza

(Foto: Ascom)

Uma ação iniciada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) na última quarta-feira (26) na Adutora Maria Tereza busca fiscalizar e coibir ações clandestinas no abastecimento de água. Segundo a Compesa, mais de 30 mil pessoas são beneficiadas em 180 km de extensão da adutora, em Afrânio e Dormentes, além de distritos da zona rural de Petrolina.

Nos últimos 30 dias dias, a Adutora Maria Tereza foi alvo de uma série de vandalismos, de acordo com a Compesa, o que provocou o aumento da ocorrência de vazamentos no sistema. Em consequência dessas ações, os distritos começaram a ficar sem água.

“Identificamos uma perda de 50% da vazão de água destinada ao abastecimento de Dormentes. É um grande volume de água que não está chegando na cidade, isso significa de alguma forma está sendo desviado. Por isso planejamos essa ação de fiscalização para vistoriar a adutora, identificar as ligações clandestinas e combater essas irregularidades que acabam prejudicando a população”, disse o gerente da unidade em Petrolina, João Raphael Queiroz.

Não há prazo para a conclusão do serviço, mas todo o percurso da Adutora será fiscalizado e reparado, afirma a Compesa. “Só iremos encerrar a ação quando vistoriarmos o último quilômetro da adutora. Não é justo a população ter o abastecimento de água prejudicado em função de ações de vândalos”, disse João Raphael.

Lojas do centro de Petrolina são notificadas pela prefeitura

Comércio na Rua Dom Vital. (Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Petrolina (PE) notificou três lojas localizadas na Rua Dom Vital, no centro da cidade, pela colocação irregular de mercadorias nas calçadas. O espaço, destinado exclusivamente à circulação de pedestres, estava ocupado por caixas de eletrodomésticos e expositores com artigos de cama, mesa e banho, além de roupas.

A equipe de Fiscalização de Obras e Posturas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS) solicitou dos lojistas a retirada imediata dos produtos das calçadas, sujeito à apreensão. O trabalho foi realizado na tarde desta terça-feira (11).

O Diretor de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas da SEDURBS, Cícero Dirceu da Silva, explica que esse tipo de ação reforça o trabalho de ordenamento do centro comercial da cidade que vem sendo realizado pela Prefeitura de Petrolina. “O programa ‘Calçada Livre’ tem o objetivo de conscientizar a população sobre o uso correto do passeio público. Por isso, além dos comerciantes informais, nós também estamos pedindo a colaboração e fazendo a conscientização dos lojistas para que possamos liberar as calçadas do centro da cidade. Essa ação do prefeito Miguel Coelho deve ser abraçada por todos, a fim de que se possa garantir o direito básico de ir e vir, além de melhorar significativamente a mobilidade na nossa cidade”, destaca Silva.

Para evitar preços abusivos em Petrolina, Prodecon fiscaliza postos de combustíveis

Fiscais do Prodecon durante a fiscalização, em Petrolina. (Foto: ASCOM)

Diante do aumento no preço dos combustíveis, o Programa Municipal de Defesa do Consumidor (Prodecon), de Petrolina (PE), iniciou nesta terça-feira (04) uma fiscalização aos postos de combustíveis contra preços abusivos.

A fiscalização visa coibir infrações, como a elevação abusiva de preços de produtos e serviços sem justa causa. Cerca de 50 postos de combustíveis de Petrolina devem ser vistoriados para apresentar a nota fiscal de compra de combustível e o valor repassado aos consumidores.

Segundo o diretor presidente do Prodecon de Petrolina, Dhiego Serra, durante a fiscalização não foi detectado qualquer tipo de abuso por parte dos postos da cidade, mesmo assim, o órgão tem acompanhando as elevações de preços para assegurar o direito dos consumidores da cidade.

“Apesar do aumento que pegou muita gente de surpresa, até o momento, não detectamos qualquer aumento abusivo por parte dos donos de postos. Durante as fiscalizações, nós verificamos as notas de compra e com base nesses dados, nossa equipe pode saber se houve prática abusiva ou não”, explicou Serra.

Qualquer pessoa que perceba um aumento abusivo no preço de algum produto deve fazer reclamação junto ao Prodecon. A reclamação pode ser protocolada no órgão que funciona no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho das 8h às 12h. Para formalizar a denúncia, é preciso apresentar cópia de RG, CPF, comprovante de residência, além de nota ou contrato relacionado ao produto ou serviço denunciado. Outras informações através do número: 3861-3066.

Mototaxista de Juazeiro cobra mais fiscalização da Prefeitura contra clandestinos

Veículo da Guarda Civil Municipal foi flagrado próximo ao ponto irregular

O transporte irregular de passageiros é um problema não apenas em Petrolina, mas também da sua cidade irmã Juazeiro (BA). Um membro da Associação dos Mototaxistas de Juazeiro (AMJ) procurou a nossa Redação para denunciar a existência de um ponto de mototaxista existente no Centro.

Localizado na Praça Pedro Pereira Primo, próximo ao Terminal de Ônibus, o ponto funciona de forma irregular em um beco entre o Hotel Itamaraty e a Juáfarma. O membro da AMJ flagrou um veículo da Guarda Civil Municipal na manhã dessa quarta-feira (29), próximo ao ponto, mas o trabalho dos clandestinos continua.

“Esse ponto fica localizado a poucos metros da CSTT e nada fazem”, criticou o profissional. Nossa equipe procurou a Prefeitura de Juazeiro e apresentou uma série de questionamentos em relação à fiscalização. Estamos aguardando um posicionamento sobre nossas perguntas.

Juazeiro: CSTT adquire novas motocicletas para intensificar fiscalização no trânsito

(Foto: ASCOM)

Nesta terça-feira (28), a Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) adquiriu seis novas motocicletas totalmente equipadas para atender o setor de fiscalização de trânsito de Juazeiro (BA).

De acordo com o diretor operacional da CSTT, Marcos Cardoso, a aquisição deve ajudar na expansão da fiscalização no município. “Nossa equipe vinha trabalhando com duas viaturas e quatro motocicletas e estávamos conseguindo fiscalizar diariamente toda a área central e avenidas de grande circulação. Agora com a chegada dessas motocicletas será possível expandir a fiscalização para os bairros mais distantes”, disse.

Para o diretor-presidente da CSTT, Damião Medrado, essas motocicletas chegam para cumprir o objetivo de ordenar o trânsito em Juazeiro. “Nossa equipe vem realizando um intenso trabalho de fiscalização em Juazeiro e nossa intenção ao investir em viaturas e motocicletas é equipar nossa equipe para desenvolver o melhor serviço e ordenar o trânsito de Juazeiro”, declarou Damião.

Justiça Eleitoral de Petrolina fiscaliza campanha eleitoral no município

(Foto: Taísa Alencar/G1 Petrolina)

Assim que começou o período de campanha eleitoral, que teve início no dia 16 deste mês, a Zona 83 do Tribunal Regional Eleitoral já começou a realizar a fiscalização das atividades eleitorais em Petrolina (PE). Nessa semana, de acordo com informações da Justiça Eleitoral de Petrolina, dois casos de descumprimento das normas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já foram registrados no município.

Em um deles, um carro de som foi apreendido por circular fazendo propaganda de um candidato à Câmara dos Deputados. Segundo as normas do TSE, carros de som ou minitrios só podem fazer propaganda em carreatas, caminhadas e passeatas, ou durante reuniões.

No outro caso, que aconteceu na manhã desta terça-feira (28), também no centro de Petrolina, foram apreendidas bandeiras de candidatos. Na oportunidade, os militantes que seguravam as bandeiras estavam atrapalhando o trânsito e os pedestres, o que é proibido pelas normas estabelecidas pelo Tribunal.

A fiscalização acontece todos os dias de segunda a domingo, até o dia 6 de outubro, de acordo com a orientação do TSE. Os cidadãos podem ser parceiros da justiça nesse período. Para denunciar qualquer situação que descumpra as normas estabelecidas, basta ligar para o telefone: 87 38629177, ou enviar a denúncia para o e-mail: [email protected]

Saiba o que o candidato e o eleitor podem ou não fazer durante a campanha

Esse ano o poder das TVs será testado durante a eleição. O período de propaganda em cadeia de rádio e televisão que começa no próximo dia 31, no 1º turno será apenas de 35 dias.  E no 2º turno, será de 15 dias.

LEIA MAIS

Manifestação dos taxistas vai à Casa Plínio Amorim e recebe apoio dos vereadores

Vice-presidente da Astape falou sobre manifestação (Foto: Blog Waldiney Passos)

Taxistas de Petrolina marcaram presença na sessão dessa terça-feira (14) na Câmara de Vereadores de Petrolina. Desde cedo a categoria está reunida no Centro de Convenções da cidade, cobrando da Prefeitura mais fiscalização contra os transportes clandestinos.

A manifestação foi anunciada no começo do mês o e segundo o vice-presidente da Associação dos Taxistas de Petrolina (Astape), José Nildo o momento serve para mostrar a insatisfação da classe com o município. Durante a sessão vários edis demonstraram apoio à causa, entre eles o vereador Paulo Valgueiro (MDB) que apresentou o Requerimento nº 162/2018, cobrando mais fiscalização.

LEIA TAMBÉM:

Paulo Valgueiro pede maior fiscalização da AMMPLA contra transporte clandestino de passageiros

“Essa manifestação é resultado de várias cobranças das quais nós temos feito ao Poder Público em relação à fiscalização com os motoristas que dizem ser motoristas de aplicativos e eles não são. Eles trabalham distribuindo cartões, divulgando número em redes sociais, até cartazes têm colocado em alguns pontos da cidade e isso por lei é ilegal”, comentou ao Blog.

Prática ilegal

Segundo José Nildo, mesmo sabendo dessa situação a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) não tomou providências para coibir a ação dos clandestinos. Ele também desmentiu que a classe está contra os motoristas de aplicativos.

“Nós não somos contra o aplicativo, o motorista que se disponibiliza a trabalhar pelo aplicativo, ele trabalha pelo aplicativo”, destacou o vice-presidente da Astape.

Perdas financeiras

Ele afirma ainda que a Associação já ouviu relatos de que em festas os clandestinos têm entrado em atrito com os taxistas legalizados. A categoria teme que algo pior possa acontecer. Outro problema é a perda de clientes.

“Em torno de 30% de movimento, mas nossa questão é além do financeiro. É a questão da mobilidade urbana e da segurança pública, muita gente não é daqui e está fazendo isso fora do aplicativo. Nossa luta é contra os clandestinos, isso não é admissível”, finaliza.

Paulo Valgueiro pede maior fiscalização da AMMPLA contra transporte clandestino de passageiros

(Foto: Arquivo)

Líder da oposição, o vereador Paulo Valgueiro (MDB) apresentou o Requerimento nº 126/2018, que pede à Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) para intensificar a fiscalização e combate ao transporte clandestino de passageiros na cidade.

Valgueiro que também é servidor da AMMPLA afirma que a autarquia tem sido “negligente”. O pedido vem na manhã (14), em que os taxistas realizam uma manifestação reivindicando ações do Poder Executivo.

“A reclamação é muito grande e fica cada vez maior com os clandestinos atuando. Seja de táxi, de mototaxista, de transporte escolar e isso além de afetar diretamente esses profissionais que passam por todos os critérios, pagam os impostos e vem essa concorrência desleal”, destacou.

Os taxistas estão reunidos no Centro de Convenções desde as primeiras horas dessa terça-feira, chamando atenção da Prefeitura de Petrolina sobre o transporte clandestino.

As Indicações e Requerimentos colocados em votação nessa manhã foram aprovados por 16 votos a zero, após pouco mais de uma hora de sessão. Agora serão discutidos os três Projetos de Lei do Executivo.

Taxistas de Petrolina vão parar atividades, categoria cobra mais fiscalização contra clandestinos

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Nos próximos dias 14 e 15 de agosto os taxistas de Petrolina vão paralisar suas atividades em forma de protesto. O motivo da manifestação é a falta de fiscalização do poder público contra os motoristas que atuam de maneira irregular na cidade.

Segundo representantes da Associação dos Taxistas de Petrolina (Astape), a categoria quer mais efetividade dos órgãos municipais que estão deixando de fiscalizar aqueles que realizam o transporte de passageiros sem o Termo de Permissão e também não estão cadastrados nos aplicativos.

Durante os dois dias os taxistas estarão concentrados no Centro de Convenções da cidade e a intenção é cruzar os braços até que seja sinalizado algum avanço nas negociações.

Em contato com a nossa equipe, a Autarquia de Mobilidade de Petrolina (Ammpla) afirma ter intensificado a  fiscalização contra os transportes irregulares na cidade. São alvo dessa ação veículos escolares, táxis, mototáxis, veículos de turismo, vans e ônibus.

Moradora cobra fiscalização da Prefeitura sobre terreno baldio no Dom Avelar

Um terreno baldio na Rua do Cobre, no bairro Dom Avelar tem gerado muita dor de cabeça a uma moradora que preferiu não se identificar. Ela relata ao Blog que reside no local há mais de um ano e o proprietário nunca apareceu para cuidar do terreno.

Enquanto isso, o lixo se acumula e cresce a aparição de baratas, escorpiões e do mosquito da dengue. “Os insetos estão invadindo a rede de esgotos e entrando pelos ralos da minha casa e a noite entram pelo portal frontal já que vivem circulando por minha calçada”, comenta.

O terreno é localizado ao lado da residência da moradora e para evitar mais transtornos, ela tem custeado a dedetização da sua casa.

Nós procuramos a Prefeitura de Petrolina para registrar essa denúncia e estamos aguardando o retorno da secretaria competente.

Vigilância Sanitária de Juazeiro inicia Processo de Cadastramento em estabelecimentos comerciais

(Foto: ASCOM)

A Secretaria da Saúde de Juazeiro informou que neste mês de julho a Vigilância Sanitária do município deu início ao cadastramento em todo o comércio da cidade, que são sujeitos à fiscalização sanitária.

A ação tem como finalidade realizar o mapeamento dos estabelecimentos comerciais e certificar a regularização dos mesmos, através das inspeções para emissão do Alvará Sanitário.

A ideia da iniciativa é garantir que produtos, serviços e bens estejam adequados ao uso, com objetivo de proteger a saúde da população, de acordo com os padrões de qualidade. O cadastrado e as inspeções estão sendo realizados pela equipe de Fiscais Sanitários devidamente identificados.

Governo de Pernambuco e Prefeitura firmam convênio para segurança no trânsito em Petrolina

(Foto: Soldado Gilberto Santos/BPChoque)

A Polícia Militar de Pernambuco, através do 5º BPM e a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) firmaram um convênio de segurança no trânsito com validade até 2020.

O convênio diz respeito ao reforço de policiamento ostensivo. Dessa forma 40 policiais militares deverão ser empregados nas ações de fiscalização de trânsito na cidade, juntamente com a AMMPLA.

Por parte do município os agentes de trantrân continuarão com o trabalho diário de fiscalização, administração e educação.

Segundo o documento assinado pelos representantes dos dois órgãos, o convênio tem validade de 24 meses, passando a valer desde o dia 1º de junho de 2018. Em 2020, prazo de encerramento poderá haver prorrogação do pacto.

A AMMPLA custeará a parte financeira do convênio através de dotação orçamentária no valor de R$ 1.032.000,00. Caso alguma das partes queira desfazer o acordo é necessário aviso prévio com 60 dias de antecedência.

Juazeiro: CSTT recolhe motocicletas estacionadas de forma irregular

(Foto: ASCOM)

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) recolheu seis motocicletas por estacionamento irregular na área central da cidade nesta segunda-feira (18). As motos estavam estacionadas nas Ruas Eduardo Brito e Osvaldo Cruz e na Travessa Antônio Luiz Ferreira.

O diretor operacional Marcos Cardoso, explica que os condutores foram autuados no artigo 181, inciso VIII, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “De acordo com este artigo, estacionar o veículo no passeio ou sobre a faixa de pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgio, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização gramados ou jardim público é considerado infração grave, passível de multa e a medida administrativa é a remoção do veículo”, alertou Cardoso.

Cardoso informa ainda que alguns condutores já procuraram a CSTT nesta terça-feira (19), pagaram a taxa de remoção e tiveram seus veículos liberados. Os demais condutores que tiveram sua motocicleta removida devem ir até a sede da CSTT, no horário das 7h às 13h, para regularizar a situação e retirar seu veículo.

O diretor-presidente da CSTT Damião Medrado solicita aos condutores de Juazeiro que respeitem as Leis de Trânsito porque a fiscalização continuará intensa. “Nosso objetivo é ter um trânsito ordeiro em Juazeiro. Por isso, equipamos nossa equipe com novas viaturas para que a fiscalização seja cada vez mais efetiva”, declarou Damião.

Juazeiro: CSTT realizou ‘Operação São João’ durante o fim de semana

Ao todo três motocicletas foram apreendidas. (Foto: ASCOM)

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) realizou a ‘Operação São João’ durante todo o fim de semana para coibir o transporte irregular de passageiros e a circulação de veículos em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A ação, realizada na Avenida Santos Dumont (próximo a subida da Ponte Presidente Dutra), foi uma operação conjunta entre Fiscais de Trânsito e Transporte e Guardas Municipais.

“Foram três noites de blitzes das 21h até as 2h da manhã, com um efetivo de nove fiscais de transporte, seis fiscais de trânsito e doze guardas municipais. O objetivo da CSTT é que os juazeirenses curtam o São João com segurança, com transporte regularizado e tanto o veículo quanto o condutor dentro das normas vigentes”, declarou o gerente de Transporte, Francisco Lima, que participou das três noites da Operação.

Para o diretor-presidente da CSTT Damião Medrado, o saldo da “Operação São João” foi bastante positivo. “Na primeira noite de blitz apreendemos três motocicletas. Nas outras duas noites, houve apenas notificações relacionadas a trânsito, não tivemos apreensão de transporte irregular. Isso demonstra que atingimos nosso objetivo de coibir os condutores de transporte irregular de circularem nas noites seguintes”, destacou Damião.

Crise dos combustíveis: Procon-PE fiscaliza preços praticados por postos

(Foto: Ilustração)

Após a falta de combustíveis, provocada pela paralisação dos caminhoneiros em todo o Brasil, e a elevação de preço sem justa causa nos postos de Pernambuco, equipes do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor de Pernambuco (Procon-PE) estão fiscalizando os postos de gasolinas, devido a inúmeras denúncias de práticas abusivas.

Caso seja constatada a majoração dos valores, os estabelecimentos serão autuados. Em Recife, capital pernambucana, havia posto cobrando R$ 9,oo no litro da gasolina. O estabelecimento foi interditado e multado.

Os preços abusivos descumpre o artigo 39, inciso X, do Código de Defesa do Consumidor (CDC), elevar sem justa causa o preço de produtos ou serviços. A prática abusiva vem acontecendo em vários pontos do estado.

34567