Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina promove uma série de ações em comemoração ao Dia das Mães

(Foto: Ascom)

O Dia das Mães definitivamente não passou em branco esse ano no Hospital Dom Malan. Uma série de ações marcaram as comemorações da data, a começar pela semana passada. Quem abriu os festejos foi o Alojamento Conjunto, na sexta-feira (10), com um café da manhã especial, com direito a porta-retratos com fotos das mães e seus bebês.

Em seguida, foi a vez da Pediatria e Berçário Externo que realizou a entrega das fotos do ensaio “Amor de Mãe” feito pela fotógrafa e farmacêutica do HDM, Denise Brecci. Nesse dia, as mamães também receberam presentes e compartilharam um lanche.

Já nesta segunda-feira (13) foi a vez do Voluntariado comemorar o seu já tradicional Dia das Mães. Esse ano eles promoveram um dia de beleza, em parceria com o Instituto Embelleze.

LEIA MAIS

Leitor denuncia caos no Dom Malan; Hospital nega acusações

(Foto: Arquivo)

Um leitor que preferiu não se identificar, entrou em contato com o Blog Waldiney Passos na tarde desta sexta-feira (26) para denunciar uma série de problemas enfrentados pelos usuários do Hospital Dom Malan em Petrolina (PE), principalmente as dificuldades de gestantes que chegam na unidade em busca de serviços.

De acordo com o relato do denunciante, hoje (26), um episódio chamou atenção. Segundo a fonte, dois médicos discutiram publicamente por conta de um impasse sobre uma medicação. Um médico teria receitado um tipo de medicamento que não induzia o parto das gestantes. Ao se dar conta da ação do profissional, uma médica discordou e suspendeu a medicação. Ainda de acordo com as informações da testemunha, a discussão foi presenciada por pacientes, acompanhantes, funcionários e demais usuários do HDM.

Além desse ocorrido, o leitor informou ao Blog que várias gestantes estavam no Hospital há mais de dez dias aguardando a realização do parto. E contou ainda, que algumas pacientes não tinham nem entrado na lista das cesarianas.

LEIA MAIS

Estoque do Banco de Leite do Hospital Dom Malan é considerado crítico, Secretaria Estadual de Saúde reforça importância de doação

Atualmente, no estoque do Hospital Dom Malan há apenas 2 litros de leite. (Foto: ASCOM)

Considerado um dos alimentos mais importantes para o ser humano, o leite materno é a bebida que contém todos os ingredientes necessários para o crescimento saudável da criança, além de funcionar como um fator de proteção para doenças. Ele também é um importante aliado na redução do óbito infantil, da fome, da desnutrição e dos quadros alérgicos que podem ser apresentados pela criança.

De acordo com informações da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, para meninas e meninos prematuros ou de baixo peso, o leite materno se torna ainda mais indispensável. Por isso, os quatro hospitais do estado de Pernambuco que contam com bancos de leite convocam as mães para realizar esse gesto de solidariedade. O apelo é ainda mais urgente após as festas de fim de ano, e durante o período de férias, já que normalmente, os estoques reduzem. É importante reforçar que não há quantidade mínima estabelecida para doação.

Atualmente, a situação mais crítica é do Hospital Dom Malan (HDM), em Petrolina (PE). No estoque, há apenas 2 litros de leite, praticamente o consumo de um único dia. No Jesus Nazareno (HJN). Além das doações, as unidades estimulam as mães das crianças a fazerem a ordenha do insumo para os seus bebês. As unidades também apoiam as mulheres em suas dificuldades no processo de amamentação.

Como doar

As mães interessadas em doarem seu leite excedente devem entrar em contato com o Hospital Dom Malan, via ligação telefônica, através do número (87) 3202.7000. É possível retirar a bebida na própria unidade ou combinar a busca na casa da doadora.

Para retirar o leite da mama, a indicação é que a mãe use um lenço para proteger a boca e a cabeça, além de higienizar as mãos antes de iniciar o processo. O produto deve ser armazenado em potes de vidro com tampa de plástico. O papel que vem na parte interna da tampa precisa ser retirado antes de todo o processo. Para higienizá-los, deve-se lavá-los em água corrente e com sabão neutro. Em seguida, colocá-los em uma panela com água e levá-los ao fogo. Após a água começar a ferver, deixa por mais 15 minutos.

Hospital Dom Malan realiza cadastro para novos voluntários

Hospital busca apoio de novos voluntários (Foto: Ascom)

Até o dia 27 de novembro os interessados em participar do voluntariado do Hospital Dom Malan/IMIP podem se inscrever no cadastro aberto para novos membros. As inscrições devem ser feitas presencialmente na sede do grupo, na unidade do HDM, de segunda à sexta-feira.

É necessário apresentar RG, CPF e comprovante de residência (todos originais). O voluntário precisa ser maior de 21 anos, ter disponibilidade para realizar as atividades 4h por semana durante a manhã ou tarde. No dia 28 os inscritos serão convocados para uma entrevista e os aprovados serão capacitados para atuar junto aos pacientes.

As inscrições podem ser feitas de segunda à quinta-feira, das 8 às 12h e das 13 às 17h, e na sexta das 8 às 12h e das 13 às 16h. Mais informações através do telefone: (87) 3202-7027.

UPAE e Hospital Dom Malan selecionam profissionais para cadastro de reserva

(Foto: Reprodução/ IMIP)In

Duas unidades geridas pelo IMIP em Petrolina estão com inscrições abertas para seleção destinada a formação de cadastro de reserva. A Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada (UPAE) e o Hospital Dom Malan (HDM) buscam profissionais com nível elementar, médio, técnico e superior.

As inscrições começam nessa terça-feira (2) e seguem até o dia 9 de outubro, na próxima semana, exclusivamente pela internet onde o candidato deverá cadastrar ou atualizar seu currículo no site do IMIP na guia Trabalhe Conosco.

Etapas

Segundo o IMIP, os currículos passarão por uma triagem e em seguida os aprovados serão convocados via email. Profissionais de nível superior e técnico devem apresentar seus registros de classes. Confira a seguir as vagas disponíveis:

LEIA MAIS

Bebê morre no Hospital Dom Malan; unidade emite nota e afirma estar prestando assistência à paciente

(Foto: Arquivo)

Mais uma morte foi registrado no Hospital Dom Malan (HDM) em Petrolina, dessa vez de um feto. Segundo familiares de Thaís Alves dos Santos, de 27 anos que estava grávida quando deu entrada na unidade, na tarde de domingo (30), ela não recebeu atendimento adequado e perdeu seu bebê.

Thaís teria dado entrada no HDM por volta de 13h30, sentindo dores, mas sem dilatação para o parto normal. Familiares da gestante relataram que a equipe médica recomendou à paciente esperar e por volta de 16h ela recebeu medicação na veia, no objetivo de aliviar as dores. Nesse meio tempo Thaís teria perdido líquido e seu bebê morreu dentro da barriga da mãe.

Outro lado

Procurada por nossa equipe, o HDM informou estar prestando toda assistência necessária à paciente, que continua sendo avaliada pelo corpo médico da unidade. Thaís continua internada no HDM, sem previsão de alta. Confira a seguir a nota enviada pelo Dom Malan ao Blog:

LEIA MAIS

Após denúncia, Hospital Dom Malan/IMIP explica o método utilizado pela triagem do hospital para classificar o nível de risco dos casos

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Uma leitora entrou em contato com o nosso blog e relatou o descaso no atendimento do Hospital Dom Malan/IMIP depois de buscar atendimento para o filho, que só foi atendido após a mesma ter relatado o caso na ouvidoria da unidade.

Em nota, o Hospital Dom Malan/IMIP esclareceu que os casos são atendidos de acordo com a classificação de risco validada pelo Ministério da Saúde e que a equipe de triagem é a responsável por esta classificação, podendo, assim, fazer a contra-referência ao atendimento de origem.

Confira a nota na íntegra

“O Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina esclarece que é uma unidade de referência em urgência e emergência materno/infantil e trabalha de acordo com a classificação de risco por cores que remetem ao estado de saúde do paciente, com prioridade de atendimento para os casos amarelos e vermelhos.

O método é validado pelo Ministério da Saúde e segue as recomendações sobre a Política de Humanização do Sistema Único de Saúde (SUS).
Pacientes classificados com verde (pouco urgente) e azul (não urgente) têm como referência a atenção básica, ou seja, as Unidades Básicas de Saúde (postos de saúde).

A equipe de triagem é responsável por esta classificação e, como profissionais treinados e qualificados, podem fazer a contra-referência ao atendimento de origem.”

“Se eu não tivesse procurado meus direitos, teria voltado para casa com meu filho debilitado”, afirma leitora sobre atendimento do Hospital Dom Malan/IMIP

(Foto: Arquivo)

A leitora que não quis se identificar, relatou que na manhã de sexta-feira (24), esteve no Hospital Dom Malan/IMIP em busca de atendimento médico para seu filho que há sete dias apresentava vômito e diarreia.

Segundo ela, ao passar pela triagem, a criança foi atendida por um enfermeiro que sequer a examinou, e logo informou que não era um caso para ser tratado no Hospital Dom Malan, orientando que a mãe voltasse para casa.

Inconformada, a mesma buscou a assistente social do hospital, que nada resolveu. Por fim, se dirigiu a ouvidoria do hospital e relatou o ocorrido. Nesse momento a criança passou mal, a mãe foi até a recepção, informou o estado do filho e que estava na ouvidoria relatando o caso. Minutos depois, a criança foi atendida.

A leitora ressalta que o descaso no atendimento do Hospital Dom Malan não está na equipe médica, mas na equipe responsável pela triagem.

O blog Waldiney Passos entrou em contato com a assessoria do Hospital Dom Malan/IMIP, e aguarda nota de esclarecimento.

Mais um corpo de grávida que morreu no HDM poderá ser exumado; garante Comissão Especial da Câmara

(Foto: Blog Waldiney Passos)

O presidente da Comissão Especial de Inquérito da Câmara de Vereadores de Petrolina, Ronaldo Cancão (PTB), informou que a Polícia Civil pediu a justiça, autorização para fazer exumação de mais um corpo de uma paciente que teria morrido no Hospital Dom Malan, por suposta negligência médica.

Trata-se de Geislane Lopes Alves, que era moradora da zona rural do município de Remanso (BA). Segundo Juvenilson Lopes Souza, esposo da vítima, Geislane estava grávida e teria dado entrada no Hospital Dom Malan/IMIP no dia 02 de outubro de 2017 e após o parto, faleceu naquela unidade hospital no dia 10 de outubro, supostamente por negligência médica.

LEIA TAMBÉM

Exumação do corpo de jovem gestante que faleceu no HDM está acontecendo na manhã desta quarta

Paulo Valgueiro explica porque exumação de gestante morta do HDM foi necessária

LEIA MAIS

Exumação do corpo de jovem gestante que faleceu no HDM está acontecendo na manhã desta quarta

A comissão é presidida por Ronaldo Cancão, além dos vereadores, Gabriel Menezes, Gilmar Santos, Rodrigo Araújo, Ronaldo Silva, Maria Elena e Paulo Valgueiro. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A comissão de inquérito formada pela Câmara de Vereadores de Petrolina e a Polícia Civil já se encontram no cemitério Campo da Paz, no Henrique Leite, para a exumação do corpo da jovem Milian Carvalho da Silva, de 15 anos, que morreu no dia 02 de maio deste ano no Hospital Dom Malan/IMIP.

O procedimento foi autorizado pelo juiz Gabriel Augusto de Castro Pinto da 1ª Vara Criminal da Comarca de Petrolina após pedido da Polícia Civil. Na autorização, o juiz afirmou que “o corpo da adolescente não foi encaminhado ao IML para os procedimentos de necropsia”.

LEIA TAMBÉM

Justiça autoriza exumação de corpo de adolescente grávida que morreu no hospital Dom Malan/IMIP

De acordo com o delegado Gregório Ribeiro, que está no local e está substituindo o delegado Daniel Moreira – que é o titular do caso, mas está de férias -, “a exumação está sendo feita para descobrir a real causa da morte de Milian e para angariar alguns elementos para concluir as investigações que estão em andamento”.

A mãe da jovem, Enileide de Souza Carvalho, disse acreditar que a justiça irá prevalecer. “Isso [a exumação] representa que a justiça está sendo feita que a morte da minha filha não vai ficar só na estatística do Dom Malan. É um momento de muita dor, mas é necessário que seja feito para que a morte minha filha seja melhor esclarecida”.

Ela agradeceu ainda ao apoio prestado pela comissão formada pelos vereadores. “Agradeço a todos, principalmente à comissão de inquérito forma pela Câmara de Vereadores que está dando muito apoio”. A mãe de Milian afirmou ainda ter o desejo de saber o sexo da criança, que estava com cinco meses.

Por fim, Enileide afirmou que o hospital foi responsável pela morte de sua filha. “Não podemos permitir que outras mães passem por essa dor que estou passando, pois não é justo que a gente pague nossos impostos, procure atendimento no hospital e isso aconteça. Minha filha não morreu, eles mataram minha filha”.

Hospital Dom Malan incentiva doação de sangue por ocasião do Dia Mundial do Doador de Sangue

(Foto: Ilustrativa)

O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado anualmente no dia 14 de junho e a data tem como objetivo homenagear a todos os doadores de sangue e conscientizar os não-doadores sobre a importância deste ato, que é responsável por salvar vidas.

Cientes da sua responsabilidade social e de promover saúde, a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada e o Hospital Dom Malan, ambos geridos pelo IMIP em Petrolina, apoiam a causa e incentivam, inclusive, seus próprios funcionários, colaboradores e usuários através de folders de campanhas e folhetos educativos.

LEIA MAIS

Comissão Especial leva caso Dom Malan até a Polícia Civil

Os seguidos óbitos registrados no Hospital Dom Malan/IMIP levaram os vereadores de Petrolina a montar uma Comissão Especial para discutir o tema. Preocupados com os problemas enfrentados pelos pacientes, os edis se reuniram na tarde da quarta-feira (13) com o delegado da Polícia Civil, Daniel Moreira.

LEIA TAMBÉM:

Vereador Gilberto Melo critica omissão do Dom Malan: “O hospital precisa assumir a parte dele”

Estiveram presentes no encontro os membros da Comissão, os vereadores Rodrigo Araújo, Gabriel Menezes, Ronaldo Cancão e Paulo Valgueiro. Cancão que é presidente afirmou que nos próximos dias a população receberá uma resposta da Câmara de Vereadores.

Nessa semana mais uma gestante morreu na unidade, após ter uma hemorragia causada por uma doença rara, de acordo com a nota enviada pelo Dom Malan. Ontem o vereador Gilberto Melo, presidente da Comissão de Saúde da Câmara afirmou que o hospital tem que assumir a responsabilidade pelos óbitos e tomar providências.

Vereador Gilberto Melo critica omissão do Dom Malan: “O hospital precisa assumir a parte dele”

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Mais uma morte registrada no Hospital Dom Malan/IMIP voltou a ligar o sinal de alerta na saúde pública de Petrolina. O vereador e presidente da Comissão de Saúde, Gilberto Melo (PR) participou do programa Super Manhã, na Rádio Jornal, afirmando que a superlotação não é justificativa para os problemas da unidade.

Hoje o HDM atende pacientes de 53 municípios e nem todos são de casos considerados de grande complexidade. Segundo Gilberto, a gestão municipal já está trabalhando para construir uma Casa de Parto, a fim de desafogar o Dom Malan.

LEIA TAMBÉM:

HDM lamenta morte de grávida e afirma que hemorragia foi causada por patologia rara

“A gente sabe da situação e da dificuldade enorme que o Hospital Dom Malan vem passado por causa da superlotação. A gente tem acompanhado sempre que tem acontecido esses fatos, estamos indo apurar. Quando teve a morte daquela menina Miliam, conversamos com o Prefeito para que ele pudesse fazer algo para ajudar o Dom Malan, ele participou de uma reunião e se disponibilizou a ajudar”, disse.

LEIA MAIS

HDM lamenta morte de grávida e afirma que hemorragia foi causada por patologia rara

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Uma grávida morreu no Hospital Dom Malan nessa segunda-feira (11) em decorrência de uma hemorragia. Alexsandra Gomes de Oliveira, de 39 anos apresentou uma patologia rara de difícil diagnóstico prévio. Ela sofreu três paradas cardíacas e não resistiu.

Segundo o Hospital Dom Malan (HDM) informou por meio de uma nota de esclarecimento, a paciente teve um Acretismo Placentário, caracterizado pela infiltração do tecido da placenta na parte interna do útero, o que ocasiona sangramentos.

Os médicos conseguiram reanimar a paciente de duas paradas cardíacas, porém na terceira vez, depois de mais de uma hora reanimando Alexsandra, não tiveram o mesmo sucesso. O corpo de Alexsandra está sendo velado no bairro Gercino Coelho. Informações apontam que a gestante trabalhava na lanchonete do HDM, era fumante e tinha diabetes.

Confira a íntegra da nota:

LEIA MAIS

Hospital Dom Malan é destaque no III Seminário de Práticas Exitosas do IMIP com quatro trabalhos aprovados

(Foto: Arquivo)

O Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) foi destaque no III Seminário de Práticas Exitosas do IMIP com quatro trabalhos aprovados, sendo dois na modalidade oral (Projeto Organizacional de Custo por Residente e Impacto Econômico da Utilização do Processo de Somatória de Doses de Injetáveis) e dois na modalidade de apresentação de pôsteres (Massagem Terapêutica em Recém-Nascido Prematuro e A Prática da Fisioterapia Humanizada na UCI Neonatal).

O Seminário tem como objetivo apresentar os trabalhos realizados com excelência em resultado para que possam servir internamente de modelo para as unidades de saúde administradas pelo IMIP. Esse ano o evento aconteceu no dia 01, no Espaço Ciência e Cultura, no Recife. Dos 102 projetos inscritos, 97 foram aprovados para a apresentação. O vencedor foi agraciado com o Prêmio Fernando Figueira de Excelência de Gestão em Saúde, criado nesta edição.

LEIA MAIS
123