Líder do Comando Vermelho preso em Pernambuco vivia há dois anos no estado

(Foto: Governo do Amazonas/Divulgação)

Clemilson dos Santos Farias foi preso no final de semana na cidade de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. Ele é apontado como um dos líderes do Comando Vermelho, de Manaus (AM) e morava há pelo menos dois anos no estado.

Mais conhecido como tio Patinhas, ele é acusado de envolvimento em vários homicídios na capital amazonense. Clemilson foi preso no bairro Barra de Jangada, em um apartamento de luxo. Ele residia no local com sua esposa e dois filhos menores de idade.

No apartamento do criminoso foram apreendidos R$ 3.925 em espécie, celulares e notebooks. Clemilson é apontado como “número um” em atividade do Comando Vermelho em Manaus e sua principal missão seria tomar a área do tráfico de outras facções.

Diante de sua importância no grupo, Tio Patinhas era o responsável pelos homicídios para que o Comando Vermelho ganhasse força contra as facções inimigas e assumisse o controle do tráfico na capital.

Casos de estupro no interior de Pernambuco crescem no mês de abril, afirma SDS

As ocorrências de estupro no estado de Pernambuco apresentaram uma queda na capital e na Região Metropolitana, mas no interior houve um aumento preocupante, de acordo com o levantamento mensal da Secretaria de Defesa Social (SDS).

Em abril foram registrados 120 casos de estupro no interior, muito acima dos 88 computados em março. O índice também supera os dois primeiros meses de 2018, quando janeiro teve 109 e fevereiro 103. Na capital houve uma redução de 43 em março, para 37 em abril. A Região Metropolitana do Recife também contabilizou uma queda, de 52 em março par 45 no mês passado.

Além de ir na contramão das outras duas regiões, o interior lidera com folga a tabela desse tipo de ocorrência no ano, totalizando 420 estupros contra 154 da capital e 203 do interior. Petrolina foi uma das responsáveis pelo crescimento dessas ocorrências. Em abril o município registrou dois casos a mais do que em abril, somando 10 estupros. Custódia, Caruaru, Machados e Mirandiba também apresentaram crescimento de estupros em abril.

Apesar de a capital ter a menor taxa de estupros no ano, Recife é a cidade com o maior número de ocorrências, totalizando 154 nesse ano. Jaboatão dos Guararapes (42), Olinda (35) e Paulista formam junto com Petrolina (30) completam a lista dos cinco municípios mais violentos.

Dados da SDS apontam redução nos casos de violência doméstica no interior de Pernambuco

O balanço dos casos de violência doméstica e familiar em Pernambuco foi divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS) juntamente com os de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIS), nessa semana.

Em abril, o interior do estado apresentou uma redução em comparação ao mês anterior nas ocorrências. Enquanto no mês passado foram contabilizados 1.505 casos, março a região totalizou 1.787.

LEIA TAMBÉM:

Índice de CVLIs no interior de Pernambuco se mantém estável em abril, segundo SDS

Apesar da redução, o interior continua na liderança isolada desse tipo de ocorrência que compreende violência praticada por um cônjuge, pai, filho ou parente da vítima. Segundo a SDS, enquanto a capital soma 3.477 e a Região Metropolitana 2.965, o interior contabiliza 6.097 ocorrências em 2018.

LEIA MAIS

Por telefone, bombeiro salva vida de bebê engasgado

(Foto: Corpo de Bombeiros)

Um soldado do Corpo de Bombeiros salvou a vida de um bebê na cidade de Jaboatão do Guararapes, região metropolitana do Recife, na quarta-feira (2).

O sargento Darlan Guedes atendeu a uma ligação feita pelo pai da criança de apenas 16 dias, que havia se engasgado com o leite materno.

Pelo telefone, o sargento orientou o pai do bebê a realizar a desobstrução das vias respiratórias. Uma equipe de resgate foi enviada até o local para prestar atendimento a criança, mas o pai já havia levado o filho para uma unidade hospitalar não informada.

Casos de violência contra mulher em Petrolina crescem no mês de março, segundo dados da SDS

(Foto: Ilustrativa)

Apesar da redução de homicídios no estado de Pernambuco, segundo dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), Petrolina teve um crescimento dos casos de violência contra mulher. De acordo com a SDS, em março Petrolina registrou 187 casos de violência doméstica e familiar, enquanto no mês de fevereiro foram contabilizadas 157 ocorrências desse tipo.

LEIA TAMBÉM:

Pernambuco registra diminuição em número de homicídios

Somando os três primeiros meses do ano, Petrolina já registrou 483 casos de violência contra a mulher, dos quais a maioria é praticado pelo seu parceiro ou algum membro da família. À frente de Petrolina estão somente os municípios de Olinda com 495, Caruaru (529), Jaboatão dos Guararapes (544) e Recife, que ocupa o primeiro lugar totalizando 2.723.

Estupros

Uma notícia positiva, de acordo com a SDS é que em março houve uma redução nas ocorrências de estupro em Petrolina. Em fevereiro o município contabilizou 8 casos e no mês passado, somente 4. Em 2018 já são 22 ocorrências desse tipo na cidade.