Exposição do Memorial de João Gilberto recebe visitas de turistas e estudantes 

(Foto: Ascom/PMJ)

A Prefeitura Municipal de Juazeiro (BA), através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, lançou uma exposição em homenagem ao artista juazeirense João Gilberto – mundialmente conhecido por sua música. A exposição ‘João Gilberto – Uma vida Bossa Nova de Juazeiro Para o Mundo’ tem sido visitada diariamente por turistas, estudantes e curiosos no Memorial Casa da Bossa Nova, localizado nas redondezas da Praça da Bandeira, 20, Centro, podendo ser visitada das 8h às 12h e das 14h às 18h.

Após receber visitas durante toda a semana, na última sexta-feira (26), o memorial recebeu os estudantes da Escola Municipal Paulo VI e Escola Municipal Centro Social Urbano, acompanhados de seus professores. Sofia Laís Gomes é estudante do 6º ano do Paulo VI e conheceu o gênio da Bossa Nova através de sua mãe, que sempre foi fã de suas músicas. “Minha mãe escuta muito João Gilberto, mas eu não conhecia sua história. Hoje a gente veio e eu gostei de saber como ele era, a forma como tudo aconteceu para ele ter se tornado esse grande nome da música brasileira.”, afirmou.

O professor de História Antônio Marcos Ramos disse que a ideia de visitar a exposição se deu pelas homenagens feitas a João Gilberto durante as comemorações do aniversário de Juazeiro. “Pensamos na possibilidade de trazer a história da cidade para mais perto dos alunos. Estamos visitando alguns pontos turísticos importantes e não poderíamos deixar de trazê-los aqui. Conhecer a história de João é conhecer a história da cidade. Ele é um artista de grande importância, reconhecido mundialmente. A Prefeitura de Juazeiro está de parabéns pela iniciativa, por enriquecer o conhecimento do juazeirense e dos visitantes que aqui chegam”, disse.

João Gilberto ganha memorial na abertura da programação de aniversário de Juazeiro

(Foto: Ascom)

A programação de aniversário de Juazeiro (BA) começou com homenagem ao gênio da Bossa Nova, João Gilberto. Filho ilustre da cidade, ele morreu há uma semana, mas seu legado ficará para sempre. E para lembrar um pouco da vida e carreira de João, a Prefeitura inaugurou na noite de sexta-feira (12) um memorial.

O evento contou com a presença da família, amigos e fãs do músico. O espaço funciona na casa onde João Gilberto nasceu e, de acordo com o gestor da secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE), Sérgio Fernandes esse projeto era um sonho antigo. “Ainda não é do tamanho que João Gilberto merece, mas era preciso dar o pontapé inicial e aos poucos vamos fazendo novas intervenções”, disse.

Maria de Oliveira é parente do músico e não escondeu a satisfação. “Eu enxergo João como um artista enorme, muito maior do que as pessoas imaginam. Sua obra é gigantesca e esse início de memorial, justamente aqui na casa onde ele nasceu, será de grande importância para toda a cidade, para todas as pessoas que visitarem o município também. É a referência que faltava à sua obra”, afirma.

Outros filhos ilustres da cidade também devem receber homenagens, como Ivete Sangalo, Daniel Alves e  Luiz Galvão.

João Gilberto será homenageado durante programação do aniversário de Juazeiro

(Foto: Ascom/PMJ)

A Prefeitura Municipal de Juazeiro (BA), em sua programação de aniversário da cidade – dia 15 de Julho, irá prestar duas homenagens para João Gilberto. Agora, elas se revestem de um caráter ainda mais especial, in memorian.

No dia 12 de Julho, às 18h, haverá, na casa onde nasceu o pai da Bossa Nova, a exposição: “João Gilberto, de Juazeiro para o Mundo”. No quarto de João, o público poderá ver fotografias raras e vídeos narrando sua vida e obra.

No dia 13, na Orla II, às 20h, pertinho da sua escultura, será oferecido aos juazeirenses um show com a banda “Amadores Profissionais”, que vai exaltar a obra de João Gilberto.

Prefeito Paulo Bomfim decreta luto oficial de três dias pela morte de João Gilberto

Estátua de João Gilberto instalada na Orla Nova de Juazeiro, às margens do Rio São Francisco. (Foto: Ascom/PMJ)

Diante da morte do gênio juazeirense, João Gilberto, o prefeito Paulo Bomfim decretou três dias de luto oficial. Por meio de um comunicado, a Prefeitura disse que “solidariza-se com familiares, amigos e fãs pela morte daquele que levou o nome de Juazeiro para o mundo com a Bossa Nova”.

LEIA TAMBÉM:

Juazeirense João Gilberto, ícone da Bossa Nova, morre aos 88 anos

“Por sua causa, Juazeiro é conhecida no mundo inteiro. Por seu legado musical e artístico, aqui é a capital mundial da Bossa Nova. Somos todos gratos a ele. Vá em paz, João!”, ressaltou a gestão municipal.

Juazeirense João Gilberto, ícone da Bossa Nova, morre aos 88 anos

(Foto: Internet)

Considerado um dos pais da Bossa Nova, o juazeirense e ícone da música popular brasileira, João Gilberto faleceu neste sábado (06) no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada por um dos filhos do cantor, João Marcelo Gilberto.

“Meu pai morreu. Sua luta foi nobre, ele tentou manter a dignidade à luz da perda da independência. Agradeço minha família por estar aqui por ele”, escreveu o filho do cantor em post nas redes sociais. O artista deixa três filhos, João Marcelo, Bebel Gilberto e Luisa.

Recluso nos últimos anos, o cantor apresentava um delicado estado de saúde. A causa do óbito ainda é desconhecida.

Prefeitura de Juazeiro homenageia João Gilberto com aula-show

Homenagem ao criador da Bossa Nova em Juazeiro.

No dia 10 de junho de 1931 nascia em Juazeiro, na Bahia, o criador da Bossa Nova, João Gilberto. Para homenageá-lo, a Prefeitura Municipal de Juazeiro – através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE) – organizou, na manhã dessa segunda-feira, uma aula-show ‘João e a Juventude: Bossa Nova para o Futuro’, na Orla II. Estudantes de escolas públicas municipais participaram do evento.

Os músicos Edésio César, Marcos Brasil, Soneca Martins e Nandinho formaram uma banda e acompanharam o cantor, compositor e superintendente de Cultura e Turismo Maurício Dias em músicas e histórias sobre João Gilberto e a Bossa Nova.

“A ideia da gestão do prefeito Paulo Bonfim é celebrar os 88 anos de João Gilberto fazendo Bossa Nova para crianças, para gerações futuras, com músicos geniais da nossa terra, mostrando a essência da Bossa Nova. Juazeiro é a terra de grandes estrelas, mas João Gilberto é o pai da música brasileira no mundo”, disse Maurício.

O gestor da SECULTE, Sérgio Fernandes, fez questão de parabenizar o gênio da Bossa Nova e agradecer a todos que participaram do evento. “Homenagear João Gilberto e passar às futuras gerações o seu legado é obrigação nossa que fazemos a cultura da cidade. João é patrimônio cultural de Juazeiro, do mundo”, ressalta Sérgio.

João Gilberto está assustado e com capacidade intelectual reduzida, afirma advogada da filha

(Foto: Wilton Junior/Estadão)

A situação do músico João Gilberto está cada vez pior, é o que afirma a advogada Simone Kamenetz, representante da filha do compositor, Bebel Gilberto. O músico foi despejado do apartamento onde vivia, no bairro do Leblon, no Rio de Janeiro.

O motivo do despejo foi o atraso no pagamento do apartamento. João Gilberto está vivendo provisoriamente em um imóvel cedido por uma amiga da família. Com 86 anos, ele vive em uma situação de fragilidade física e mental e incapaz de compreender a realidade a sua volta.

Desde o fim de 2017, Bebel Gilberto busca na Justiça a interdição do pai, tendo em vista que ele não tem capacidade de tomar decisões por si próprio. João tem uma hérnia de disco e não faz o tratamento médico recomendado, ele também não ouve direito.

Atualmente Bebel e o irmão João Marcelo para saber quem terá o controle financeiro da herança do pai. João Marcelo acusa a irmã de excluí-lo do processo, mas a advogada de Bebel rebate. “O que João Marcelo disse não é verdade. Ele foi procurado, estivemos com o advogado dele. Ele não foi excluído, ele se excluiu. O processo tem custos que devem ser compartilhados entre os dois, e ele deu a entender que não teria interesse em patrocinar isso”, disse Simone.

João Marcelo pediu para incluir sua filha mais nova na herança do pai, mas segundo a advogada de Bebel, a cantora quer apenas o controle para tratar a saúde do pai e evitar que João Gilberto entre em falência.

Justiça determina arrombamento do apartamento de João Gilberto, no Rio de Janeiro

(Foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

A interdição do músico João Gilberto ganhou mais um episódio, segundo o colunista Lauro Jardim, do Jornal O Globo. A Justiça do Rio de Janeiro teria autorizado o arrombamento da porta do apartamento do músico, no bairro do Leblon, a pedido da filha do compositor.

Bebel Gilberto alega que o pai está vivendo recluso, sozinho no apartamento e em condições precárias. O músico pioneiro da Bossa Nova não estaria mais abrindo a porta do apartamento e desde o ano passado, foi interditado a pedido de Bebel.

O juiz Renato Lima Charnaux Sertã, da 5ª Vara de Orfãos e Sucessões do Rio de Janeiro, determinou que o apartamento do cantor e compositor seja arrombado na presença da filha e de um médico de confiança da cantora e a filha de João será responsável por cuidar da saúde do músico.

João Gilberto vive uma triste história judicial. Os filhos mais velhos do cantor, João Marcelo e Bebel Gilberto, estão na Justiça contra a companheira do cantor, Claudia Faissol, acusando-a de má administração dos negócios do músico. Para João Marcelo, Claudia se aproveitou de uma pessoa idosa para ganhar dinheiro. João Gilberto tem 86 anos.

Festival Edésio Santos da Canção começa hoje em Juazeiro

(Cartaz Divulgação)

Em homenagem aos 80 anos de Luiz Galvão, começa hoje (30) a 20ª Festival Edésio Santos da Canção, na arena do Centro de Cultura João Gilberto em Juazeiro.

O evento segue até o dia 02 de dezembro. Nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro, acontecem as eliminatórias do Festival, a partir das 20h, com 12 músicas sendo apresentadas por dia. No sábado acontece a final, com 12 músicas escolhidas das 24 apresentadas nos dias anteriores.

“Esse ano vamos homenagear figuras ilustres que tiveram participação efetiva na música em Juazeiro: o primeiro lugar terá o troféu Luiz Galvão, o segundo lugar recebe o troféu Moanilton Lopes, o terceiro lugar troféu Sargento Bispo, melhor intérprete terá o troféu Toinho de Zé Maguim; o troféu de melhor música local será Hilton Bolão e o de júri popular troféu Antônio Carlos Tatau. Os troféus foram feitos pelo artista Iehoshua Iahueh e estão lindos”, conta o Superintendente de Cultura, Maurício Dias.

A homenagem aos 80 anos de Luiz Galvão – juazeirense, poeta, compositor e integrante da Banda Novos Baianos – será feita por uma banda formada por artistas juazeirenses, como Rogério Leal, Sibelle Fonseca e Alan Cléber. “Hoje teremos a Banda Lira como atração e na sexta-feira os artistas juazeirenses farão homenagem a Galvão, cantando com a banda base do Festival. No sábado, que é o encerramento, vamos ter os cantores João Sereno, Maviael Melo e convidados. Vai ser uma festa bonita”, afirma o Gestor da SECULTE, Sérgio Fernandes.

Filha consegue na Justiça a interdição de João Gilberto

Ícone da Bossa Nova, João Gilberto, 86, está desde outubro sob os cuidados da filha, Bebel Gilberto. A cantora que mora em Nova York conseguiu na Justiça a interdição do pai para a gestão pessoal, patrimonial e financeira do artista. A decisão foi publicada no Diário de Justiça do Rio de Janeiro e dá a Bebel a curatela provisória de 120 dias.

A interdição é uma medida judicial para pessoas declaradas incapazes para atos da vida civil, como movimentação financeira e assinatura de contratos.

O processo corre em segredo de Justiça, mas, segundo o colunista Anselmo Góes, do jornal “O Globo”, a ação de Bebel visa “pôr fim aos negócios temerários que João vinha sendo orientado a firmar, que resultaram na atual condição de quase miserabilidade do artista”.

Disputa familiar

Mesmo com a decisão, uma perícia foi solicitada pelo juiz para comprovar o estado de saúde do cantor, que tem enfrentado dificuldades financeiras desde o cancelamento de sua turnê de 2011, quando completou 80 anos. Ele chegou a receber os adiantamentos, mas não devolveu o dinheiro quando não realizou os shows.

Para tentar amenizar a dívida, o músico teria assinado empréstimo de R$ 10 milhões com o banco Opportunity, em abril de 2013. Como garantia, o banco ficou com 60% dos direitos autorais dos quatro primeiros discos de João.

Corpo do poeta Manuca Almeida será velado no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro

(Foto: Reprodução)

Nesta segunda-feira (13) o corpo do artista e poeta Manuca Almeida será velado no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro. Manuca faleceu neste sábado (11) no Hospital de Barretos, em São Paulo.

O velório será iniciado às 14h e será aberto ao público. Em nota, o prefeito de Juazeiro Paulo Bomfim, lamentou a morte do artista e decretou luto de três dias no município. Veja nota:

“Na noite deste sábado, em Barretos, São Paulo, 11 de novembro, Juazeiro perdeu um dos seus mais valiosos representantes, o poeta e multiartista, Manuca Almeida. Ele lutou por quase seis meses contra uma enfermidade. Foi de uma grandeza admirável no percurso do tratamento, assim como foi toda a sua obra, seja no campo das artes ou das ações sociais e de amizade.

Manuquinha, como era carinhosamente chamado, vai deixar um legado para as gerações presentes e futuras, sendo referência na produção artística, primeiro como realizador, com Naldinho, do movimento Chá das Cinco, também por ter vencido um Grammy da Música, junto com mais dois parceiros, por “Esperando na Janela”, além de outras tantas aventuras como livros de poemas, produção e atuação em shows, filmes, como Guerra de Canudos, e novelas, músicas gravadas por diversos artistas dos segmentos musicais.

O prefeito Paulo Bomfim se solidariza com a população de Juazeiro e, principalmente, com a família do estimado poeta que nos deixa, e decreta luto oficial de três dias”.

Emmanuel Gama de Sousa Almeida ‘Manuca’, deixa esposa, três filhas, dois netos.

Juazeirense João Gilberto será homenageado por universidade de Nova York: “Doutor em música”

(Foto: Internet)

O músico juazeirense João Gilberto, tido como o pioneiro criador da bossa nova, é considerado um gênio e uma lenda viva da música popular brasileira.

E a Universidade Columbia, que é uma das melhores do mundo, resolveu homenageá-lo com títulos honorários na festa de formatura, dia 17 de maio, em Nova York. O músico é uma das sete personalidades mundiais que serão homenageadas.

LEIA MAIS

João Gilberto Guimarães lança livro ‘O Anjo dos Outros’ nesta sexta-feira

(Foto: ASCOM)

(Foto: ASCOM)

O poeta e escritor João Gilberto Guimarães Sobrinho lançará nesta sexta-feira (02) o livro O Anjo dos Outros. O livro é a terceira publicação do autor, contém 31 poemas­ e foi produzido pela Editora CLAE.

A obra é uma mistura de experimentações da palavra. “Os poemas foram escritos em momentos diversos, onde o real e o imaginário se fundem em versos reflexivos. Desde escrever até a publicação é muito satisfatório. O anjo tem poemas escritos de 2005 a 2016. A primeira versão ficou pronta em 2012, mas só agora acrescentei e retirei algumas coisas, equilibrando o livro entre poemas antigos e mais recentes”, contou o autor.

LEIA MAIS

Musical “Essa é pra tocar no rádio” faz reapresentação gratuita nesta quarta-feira

O musical agora será apresentado no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (Foto: divulgação)

O musical agora será apresentado no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (Foto: divulgação)

Do glamour e romantismo das canções que embalaram os saudosos anos 50 à explosão das bandas de rock que transformaram a música brasileira nos anos 80. É nessa onda sonora, transmitida pelo sistema radiofônico de Juazeiro durante quatro décadas, que o espetáculo musical “Essa é pra tocar no rádio” navega.
Depois de uma estreia arrebatadora no último dia 8, em Petrolina, o musical agora será apresentado no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro, nesta quarta-feira (30), às 20 horas. A entrada é gratuita.
LEIA MAIS

Exposição de Sanfonas começa na próxima quarta no João Gilberto

festival da sanfona

O hall de entrada do Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (BA), terá uma aparência bem musical na próxima quarta-feira (13). O dia de abertura do IV Festival Internacional da Sanfona será também o começo da exposição ‘Encontros’, que a partir das 9h, faz uma retrospectiva fotográfica das edições do evento e traz a marca Lettice, considerada uma das melhores fabricantes de gaita do país, para uma maior aproximação com o público.

Segundo o sanfoneiro, curador e diretor artístico do evento, Targino Gondim, a mostra, além de promover demonstrações de montagem, manutenção e afinação do fole, também vai homenagear os artistas que passaram pelo festival através das lentes dos fotógrafos Ivan Cruz (Jacaré) e Regina Lima. “São 12 fotos que permitem uma fascinante viagem pela emoção e a troca de influências musicais, a exemplo dos encontros entre Dominguinhos, Frank Marocco, Elba Ramalho, Toninho Ferragutti, Chico Chagas, Daniel Castilhos e Lucy Alves, a Luzia da novela Velho Chico”, adianta.

LEIA MAIS
12