Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Guarda Municipal de Petrolina lança livro neste sábado

Neste sábado (09), às 19h, o Guarda Municipal, matemático e poeta Antonio Damião lança seu primeiro livro de poesias intitulado “Rabiscos da Alma”, que será publicado pela Editora Vecchio. O evento é gratuito e acontece na Câmara de Vereadores de Petrolina.

O livro traz singelas poesias sobre a vida e sentimentos. “Antonio Damião mostra a beleza do sertanejo, a singeleza de viver, a simplicidade de acordar todos os dias e aproveitar o melhor que a vida nos proporciona”, cita o editor e escritor Matheus José na sinopse da obra.

Natural de Petrolina (PE), formado em Matemática pela Universidade de Pernambuco (UPE) e Guarda Municipal de Petrolina, Antonio Damião usa a literatura como método de viajar no mundo da imaginação e mergulhas nos horizontes da existência humanas.

Projeto de estudantes do curso de Ciência da Computação da Facape será transformado em livro

Fábio Macêdo, Anderson Cavalcante e Jeyziel Gama são os autores do projeto sobre claustrofobia que vai virar livro. (Foto: ASCOM)

Fábio Macêdo, Anderson Cavalcante e Jeyziel Gama fizeram juntos um estudo de caso intitulado “Uma visão ilustrada graficamente voltada à realidade e cotidiano de pessoas claustrofóbicas”, no qual foi criado uma animação gráfica para fazer testes com voluntários claustrofóbicos, com o intuito de avaliar suas reações.

O projeto foi feito para a disciplina de Computação Gráfica, com a supervisão do professor Alexandre Braga, e apresentado no Congresso Interdisciplinar do Vale do São Francisco (CIVASF), na Univasf. Por conta do sucesso, os alunos receberam a proposta da editora Novas Edições Acadêmicas para transformar o trabalho em um livro, que será finalizado e publicado em 2019.

LEIA MAIS

História da Bodega de Zé Moxotó vira livro

Natural da Baixa do Moxotó, no semiárido pernambucano, o empresário José Correia da Silva (Zé Moxotó), chegou a Petrolina em 1924, mesmo ano em que Petrolina recebeu em festa o primeiro bispo da cidade Dom Antônio Maria Malan. Ele veio acompanhado de sua esposa Teodora Correia (Dona Santa), que exercia atividade na área de agricultura e também cuidava da educação escolar dos filhos.

O casal veio morar em Petrolina a convite de um tio e com muito esforço conseguiu abrir um empreendimento na avenida Guararapes. Mais tarde o comércio ficou conhecido como a Bodega de Zé Moxotó onde era possível comprar de quase tudo.

Segundo informações de antigos moradores de Petrolina, o comércio de seu Zé esteve até no calendário turístico da cidade. Os visitantes eram convidados a conhecer o lugar com a frase “Na bodega de seu Zé Moxotó tem remédio para mordida de cobra até traição e mulher”

Toda essa história está sendo contada no livro “A Bodega de José Moxotó”, que será lançado às 19h30 do próximo dia 27/12, na Fundação Nilo Coelho, em Petrolina.

Professora da Facape é premiada na Argentina com trabalho sobre inserção da mulher no mundo do crime

Jaiza foi premiada na Argentina.

Para alguns, os filmes de super-heróis podem ser uma grande diversão. Mas, um olhar mais apurado indicam outras leituras sobre o universo dos vilões, mocinhas e super  poderes. Para a professora Jaiza Sammara, que leciona no curso de Direito da Facape, uma produção aparentemente voltada para o entretenimento acabou se tornando objeto de estudo, que resultou no artigo “Arlequina: paixão, violência e criminalidade”, texto premiado no IV Encontro Internacional de Ficção e Direito, realizado em julho em Bueno Aires, Argentina.

No trabalho a professora traça o perfil psicológico da personagem da DC Comics, Arlequina, que estrela também o filme “Esquadrão Suicída”, fazendo relações de como através da paixão uma mulher pode ser inserida no contexto de violência e crimes.

O processo de elaboração do artigo aborda também a estrutura familiar da garota de jeito exótico e cabelos coloridos, até chegar ao seu relacionamento com o vilão Coringa, também personagem da trama. “O Coringa exerce completa influência sobre a Arlequina, de maneira que ela acaba ingressando no mundo do crime para seguir o amado”, destaca Jaiza.

LEIA MAIS

Editora petrolinense publica livro para ajudar no aprendizado de inglês

(Foto: Divulgação)

Um livro cuja função é disseminar conhecimento aos estudantes de Petrolina, essa é a proposta do Comics for Learning English, organizado pelo professor e escritor Leonardo Alves que será lançado nessa terça-feira (3), às 18h30 na Universidade de Pernambuco (UPE).

A proposta é ensinar o novo idioma a alunos com idade a partir de 13 anos. Didático, o livro reúne quadrinhos (ou HQ em inglês), com pequenas histórias de conversação no idioma estrangeiro. Além do professor Leonardo, mais 22 pessoas atuaram na participação do projeto.

Segundo Matheus José, um dos colaboradores do livro, a ideia surgiu quando o professor docente começou a desenhar por hobby e deu corpo a proposta. “Ele viu a possibilidade de publicar, para facilitar os estudos de conversação” comenta Matheus.

O livro é publicado pela Editora Vecchio, pioneira na cidade e conta com a contribuição dos estudantes de Letras – Inglês da UPE Petrolina.

 

Viagem à Petrolina é tema de livro sobre relações humanas e música

(Foto: Ilustração)

Na próxima quarta-feira (13) o escritor Carlos Eduardo de Magalhães, lançará o livro “Petrolina”. O autor conta a história de uma viagem de carro de São Paulo a Petrolina feita por um pai e seus dois filhos.

Com uma história sobre amizade, relacionamento e música, Petrolina mostra a vida de um pai músico, seus filhos e um tio avô músico. Boa parte do romance foi escrito entre janeiro e fevereiro de 2017 em Chennai, Índia, onde o autor esteve como escritor residente a convite do Chennai Mathematic lInstitute.

A viagem entre São Paulo e Petrolina dispara questionamentos: de que se faz o curso de uma vida? Ainda seremos capazes de transformar a contingência que perfaz a vida em caminho, sentido e história? Nesse livro, as modificações do mundo, e das relações, vêm através da música. Especialmente a música interpretada em violões.

Geraldo Freire lança biografia em Petrolina

Um ícono do rádio brasileiro, a maior audiência do nordeste, Geraldo Freire, o comunicador da maioria, esteve no último sábado em Petrolina lançado seu livro “O que Eu Disse e o Que Me Disseram: A improvável Vida de Geraldo Freire”, uma biografia reunindo suas histórias em quase 40 anos de radialista.

Amigos e admiradores marcaram presença em um hotel da cidade para prestigiar o grande comunicador que autografou muitos exemplares da obra literária.

Geraldo Freire é antes de tudo um apaixonado pelo rádio, acompanhou de perto os grandes comunicadores de Pernambuco, conviveu com as vozes mais bonitas na época em que o timbre fazia a diferença entre os radialistas. Os tempos mudaram, talvez a voz não seja mais um fator primordial para os comunicadores, mas a associação de uma boa voz com o conhecimento fez de Geraldo um dos nomes mais conhecidos do rádio em todo o país.

A obra, que contou com a ajuda do professor Eugênio Jerônimo e levou 10 anos para ser concluída, relata histórias curiosas e interessantes envolvendo personagens locais, como Miguel Arraes e Dom Helder.

O livro, que tem o prefácio assinado por Xico Sá, conta com depoimentos de Ivanildo Vila Nova, Moacir Franco e Jessier Quirino.

Companheiro da Rádio Jornal Recife, o radialista Ciro Bezerra, fez questão de acompanhar Geraldo à Petrolina e também aproveitou para rever amigos da cidade.

Em Petrolina, jornalista usa relato pessoal para alertar sobre o bullying nas escolas

(Foto: Arquivo Pessoal/Calincka Crateús)

Na última sexta-feira (20) um garoto de 14 anos atirou contra estudantes no Colégio Goyazes, em Goiânia. Uma semana depois do crime, especialistas ainda buscam formas de lidar com o bullying nas escolas. Em Petrolina, o tema chamou atenção da jornalista Calincka Crateús.

Em 2016, durante a conclusão do curso de jornalismo Calincka Crateús escreveu um livro-reportagem autobiográfico sobre bullying. O livro “A menina dos olhos de canoa: relatos sobre bullying e superação”, ilustra a realidade e a superação da jornalista, que foi vítima de perseguição durante o período escolar.

Em sua pesquisa, Calincka percebeu que o processo é mais complexo do que apenas as “chacotas” e “brincadeirinhas” entre colegas. “Diante das pesquisas e entrevistas que colhi, percebi que o bullying em sua maioria acontece dentro da própria família e é alimentado na escola, tornado uma criança ou adolescente uma vítima ou agressor. É importante atentar-se ao fato de que o agressor também pode ser uma vítima: da sociedade, opressão familiar ou do próprio fato de que, o poder da intimidação o torna ‘melhor e mais forte’ que a vítima”, relata Calincka.

Para a jornalista, ficar atento aos sinais e ao comportamento das crianças é crucial para buscar uma solução para os atos de violência e crueldade. “As vítimas são pouco sociáveis, inseguras, possuem baixa autoestima, não possuem muitos amigos, em sua maioria não querem ser percebidos no ambiente escolar e tendem a se silenciar sobre as agressões que sofrem. Essa atitude pode dificultar o pedido de ajuda, fazendo com que o sofrimento e as perseguições se prolonguem”, alerta.

Na rede municipal de ensino de Petrolina, a temática é trabalhada na rede municipal, através de projetos e ações. Os estudantes ainda podem contar com uma equipe multidisciplinar com psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e pedagogos.

“Quando identificado pelo gestor uma situação, profissionais são acionados para auxiliar na questão. As ações de bullying nas escolas fazem parte de uma ação transversal durante todo o ano”, informou a assessoria de comunicação da Secretaria de Educação de Petrolina.

A menina dos olhos de canoa: relatos sobre bullying e superação

Apresentadora Fátima Bernardes e a youtuber Tia Má. (Foto: Arquivo Pessoal/Calincka Crateús)

Com a repercussão de seus relatos de superação, Calincka foi convidada a participar do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, da Rede Globo. Em seguida, foi convidada por diversas escolas para palestrar sobre a temática.

“As escolas estão mais atentas à necessidade de falar sobre o bullying, aqui na região há alguns projetos de prevenção dentro do campo escolar. Fui procurada por 10 escolas de Petrolina e Juazeiro para relatar e ajudar os educadores a entender o que é o bullying e criar ações preventivas.
Vale ressaltar que a escola não pode exercer sozinha o papel de conscientização.  É preciso que a família desenvolva o diálogo dentro de casa, com afeto e construir um elo solidificado de respeito com os filhos”, finaliza Calincka Crateus.

Outras informações sobre o trabalho da jornalista, poderão ser obtidas através do telefone: 87 99650 1581.

Jornalista Magno Martins lança o livro ‘Histórias de Repórter’ em Petrolina

(Foto: Divulgação)

O jornalista Magno Martins lança na próxima sexta-feira (27) o livro ‘Histórias de Repórter’, que reúne textos publicados em diversos jornais por onde passou o jornalista e notícias veiculadas no seu Blog.

No prefácio, o jurista e acadêmico José Paulo Cavalcanti Filho revela que o leitor verá no livro “grandes histórias, contadas com competência, o engenho e a arte de Magno Martins. Um livro para não se esquecer”, garante.

E na apresentação, a jornalista Andreza Matais, que assina a coluna política mais lida do jornal O Estado de São Paulo acrescenta, “repórter de faro invejável, Magno não traz apenas a notícia fresquinha do jornalismo moderno em seu blog. Ele também faz história. Sorte a minha de ter um professor tão espetacular”, conclui.

 O lançamento acontecerá, às 19h, no hotel Nobile Suites Del Rio.

‘Deus vai desaparecer’, diz Dan Brown, autor de novo livro

Dan Brown está em turnê de divulgação de seu novo livro ‘Origem’. (Foto: Daniel ROLAND / AFP)

Pelo visto, o best-seller americano Dan Brown está pronto para comprar mais uma briga com o Vaticano – como seu livro mais famoso, “O Código Da Vinci”, já havia provocado ao sugerir que Jesus teve uma família com Maria Madalena. Antes, em “Anjos e Demônios”, já questionava o conflito entre ciência e religião na sede da Igreja Católica.

“Historicamente, nenhum deus sobreviveu à ciência. Com os avanços da tecnologia, a necessidade de um Deus exterior, que nos julga, vai desaparecer”, disse o escritor em um encontro com jornalistas, na manhã desta quinta-feira (12), na Feira do Livro de Frankfurt.

Não é só a declaração – bem típica do autor – que traz a crítica. O novo livro de Brown, “Origem” (Sextante), que acaba de ser lançado no mundo todo também traz críticas à religião. Robert Langdon está de volta como protagonista. No novo romance, um amigo do personagem descobre a origem do homem -e promete revelá-la ao mundo, destruindo as grandes religiões. Caberá a Langdon expor o segredo, mas não sem antes resolver um enigma.

LEIA MAIS

Livro de Dom Beto Breis será lançado neste sábado em Juazeiro

A obra está à venda em todo o Brasil pela editora Paulus. (Foto: ASCOM)

O bispo diocesano Dom Beto Breis lançará no próximo sábado (26) em Juazeiro o seu primeiro livro, “Francisco de Assis e Charles de Foucauld: Enamorados do Deus humanado”. O evento acontecerá na Catedral-Santuário N. Sra. das Grotas a partir das 17h e será aberto ao público.

A obra, publicada pela editora Paulus, aborda duas grandes figuras da espiritualidade cristã. Para o autor, as vidas dos dois místicos vão de encontro ao desejo do Papa Francisco por uma Igreja mais despojada e centrada no essencial.

Segundo Dom Beto, Francisco de Assis e Charles de Foucauld tiveram como ideal de vida a imitação de Cristo “que existindo em condição divina, não se apegou ao ser igual a Deus, mas despojou-se, assumindo a forma de escravo e tornando-se semelhante ao ser humano” (Fl 2,6-7). O autor apresenta em Francisco o modo apostólico de seguir Jesus e em Charles a vida oculta de Jesus de Nazaré.

Dom Beto conta que a obra nasceu de sua dissertação de mestrado em Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Antonianum de Roma. A inspiração em Francisco de Assis sempre estivera presente em sua caminhada na Ordem Franciscana; mais tarde, ao participar da beatificação Charles de Foucauld em 2005, o bispo passou a conhecer de perto os escritos deixados pelo místico.

LEIA MAIS

Campanha: Doe um Livro, Compartilhe Conhecimento

(Foto: Divulgação)

O projeto social sem fins lucrativos, Fundação Neurocardio, está realizando uma campanha de arrecadação de livros, que serão utilizados em projetos de leituras, programas educativos e sociais para as crianças e adolescentes do bairro Alto da Boa Vista e bairros circunvizinhos.

A campanha é importante já que permite a criação de um acervo que pode ser acessado, por crianças e adolescentes da Fundação, estimulando o hábito da leitura e, ao mesmo tempo, a reflexão, e o desenvolvimento dos conteúdos que contribuam para a formação de bons cidadãos.

As doações deverão ser feitas de 18 de agosto até o Dia Nacional do Livro, 29 de outubro, nos pontos de arrecadação: Quiosque Eu Amo ler (no River Shopping), Escola Saber, Hospital Neurocardio, Laboratórios Cedila, CDI (Centro de Diagnóstico por Imagem) e também na própria Fundação Neurocardio. Os livros podem ser sobre história infantil, cultura, cidadania, paradidáticos, etc.

Sobre a Fundação

A Fundação Neurocardio é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em dezembro de 2003, que desenvolve ações sociais na região do Vale São Francisco com foco educacional, incentiva crianças e adolescentes de famílias de baixa renda através de cursos e atividades extracurriculares, tais como: aula de música, informática, inglês entre outras ações sociais, que proporcionam uma melhor qualidade de vida para o aluno

Além disso, promove a integração familiar com cursos para as mães, como por exemplo, culinária e artesanato. Na área de saúde mantém um consultório permanente de Psicologia e Consultas Médicas Especializadas para pacientes encaminhados pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Petrolina participa da Bienal do Livro do Agreste em Garanhuns

(Foto: ASCOM)

No último final de semana, a cidade de Garanhuns, Agreste de Pernambuco, sediou a IIIª Bienal do Livro. Na programação, lançamentos de livros, palestras, mesas-redondas, oficinas, contação de histórias e shows. Petrolina, que sediará a primeira Bienal do Sertão neste ano, participou do evento.

Willany Cunha, diretora de Formação da Secretaria de Educação de Petrolina (Seduc), esteve na capital do Agreste para conhecer a estrutura do evento, a programação, conversar com os organizadores e poder público local. De acordo com Willany, o objetivo da participação foi colher informações relevantes que possam servir de base para equipe organizadora da Bienal sertaneja. 

LEIA MAIS

Cronista e cordelista ganham homenagem na Bienal do Livro do Agreste

Jornalista Ronildo Maia Leite e a cordelista Edilene Soares/Foto: Alexandre Belém e Daniela Batista

A Bienal do Livro do Agreste já anunciou os grandes homenageados da sua terceira edição: o jornalista Ronildo Maia Leite, falecido em 2009, e a cordelista Edilene Soares. O evento acontecerá na Praça Mestre Dominguinhos,em Garanhuns, dos dias 17 a 21 de maio, sempre das 9h às 21h, oferecendo dezenas de atividades gratuitas. A bienal é uma realização da Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros – Andelivros, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns.

Nascido em Garanhuns, Ronildo Maia Leite teve a longa carreira voltada ao jornalismo marcada por vários prêmios. Entre suas conquistas, estão quatro prêmios Esso de Comunicação, categoria regional, considerado por muito tempo o mais importante do País. Ronildo se formou na primeira turma de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco, passou por quase todos os periódicos do Estado, foi repórter da revista Veja, colaborador da IstoÉ e chefiou por 19 anos a redação Norte-Nordeste do jornal O Globo. “Inspirado que só ele, num certo dia, escreveu que O céu existe entre sete colinas. Garanhuns é de lá” afirmou a sobrinha do jornalista, Cinthya Leite.

Ele ficou famoso, também, pela criatividade dos títulos das manchetes dos jornais que comandou, a exemplo de: Um Branco Fuzilou a Paz, sobre o assassinato do líder negro americano Martin Luther King.Escritor generoso, com uma produção vasta, Ronildo deixou 15 livros publicados. “Adorava papel e caneta, adorava um computador. Fuçava e tanto conteúdos disponibilizados pela internet. Organizar e editar livros era uma atividade pra lá de prazerosa” disse Cinthya.

A outra homenageada da bienal também é de Garanhuns. Cordelista, Edilene Soares é coordenadora da Indústria do Conhecimento (IDC), biblioteca que funciona no bairro Dom Hélder Câmara (Cohab 3), no município, e atende crianças, jovens e adultos de todas as idades. Além do acervo em livros, o espaço oferece brinquedoteca, computadores e cursos periódicos.

Edilene foi selecionada entre vários professores da rede municipal de ensino de Garanhuns pelo excelente trabalho que realiza com crianças, jovens e adultos da cidade. “Sou fascinada pela literatura e dedico minha vida ao cordel. Através dele, busco proporcionar uma vivência literária aos meus alunos. Ser homenageada na Bienal é o reconhecimento que eu precisava para continuar realizando o meu trabalho da melhor forma possível”, diz a cordelista, que já lançou inúmeras obras, sempre com temática educacional, entre elas, “A Cultura Veio me Visitar”, “O Filho Tecnológico” e “A Lenda do Bumba meu Boi”.

Juá Garden shopping recebe feira de livros durante todo mês de maio

(Foto: Internet/Ilustração)

O Juá Garden shopping está com uma grande Feira de Livros que ficará durante todo o mês de maio no local. A feira conta com produções de diversos gêneros, com destaque para os infantis, que podem ser encontrados em diferentes formatos, tamanhos, estilos e línguas. E o melhor, os preços são a partir de R$ 4.

A Feira de Livros teve inicio nesta segunda-feira (10) e segue até o dia 31 de maio. Durante este período, os visitantes vão ter acesso ao grande espaço montado na Praça de Eventos do shopping para conhecer e aproveitar as diversas opções que o evento oferece. A Feira fica aberta de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 14h às 20h. A entrada é gratuita.

123