Final de semana termina de forma trágica nas estradas do interior baiano

Ambos os acidentes envolveram motociclistas (Foto: Reprodução/WhatsApp)

O final de semana que começou com mortes em um acidente em Serra Talhada (PE) terminou com mais vítimas fatais na região.  Mais duas colisões na noite do último domingo (25) deixaram mortos em estradas de Juazeiro e Uauá, municípios baianos.

Em Juazeiro, o condutor de uma motocicleta morreu após colidir frontalmente em um carro. Informações extraoficiais indicam que o jovem participava de um racha na estrada do bairro Jardim Primavera, próximo ao Itaberaba e teria entrado na contramão, acertando o outro veículo em cheio. Ele não resistiu e morreu no local.

Já em Lagoa do Pires, na zona rural de Uauá, um menino de apenas sete anos morreu ao ser atingido por um motociclista. Samuel Barbosa dos Santos estava em um veículo com seu pai, que parou para urinar na beira da estrada. Quando o garoto foi descer do carro acabou atingido pela moto. O corpo da criança foi trazido ao Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro, mas não há informações sobre o sepultamento.

Final de semana é marcado por acidentes com morte nas estradas do Sertão pernambucano

Todos os acidentes foram registrados em BRs do interior (Foto: Orocó News/Reprodução)

O primeiro final de semana de abril foi marcado por três graves acidentes na região, somente no domingo (7). Pela manhã, em Petrolina, um motociclista morreu próximo ao Aeroporto Senador Nilo Coelho. Segundo testemunhas, a vítima conduzia seu veículo quando perdeu o controle e colidiu contra um poste.

João Ricardo da Silva, de 42 anos morreu no local. Em Orocó, também no Sertão de Pernambuco, um caminhão se envolveu em um acidente na BR-428, sentido Petrolina. O condutor saiu da pista ao desviar de outro veículo e parte da mercadoria transportada ficou espalhada pelo acostamento.

O terceiro acidente foi registrado na BR-232, em Salgueiro (PE). Um caminhão que vinha da capital colidiu frontalmente com uma motocicleta no km 508,7. O condutor da moto morreu no local. A Polícia Rodoviária Federal não deu mais informações sobre a ocorrência.

Por fim, na noite de domingo, um veículo transitava pela Avenida Transnordestina em Petrolina, quando saiu da pista. Segundo a Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) da Guarda Civil Municipal da cidade, o condutor fugiu e não foi identificado.

Trânsito mata mais de 1,3 milhão de pessoas todos os anos, diz OMS

(Foto: Ilustração)

Estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado hoje (07), mostra o aumento contínuo das mortes no trânsito. Pelos dados do relatório, mais de 1,35 milhão de pessoas perdem a vida todos os anos em decorrência de acidentes de trânsito. Os dados mais alarmantes estão na África. Para especialistas, os governos reduziram os esforços na busca por solução para o problema.

O Relatório da Situação Global da OMS sobre segurança no trânsito de 2018 destaca que as lesões causadas pelo trânsito são hoje a principal causa de morte de crianças e jovens entre 5 e 29 anos. O documento inclui informações sobre o aumento no número total de mortes e diz que as taxas de mortalidade da população mundial se estabilizaram nos últimos anos.

“Essas mortes são um preço inaceitável a pagar pela mobilidade”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Este relatório é um apelo aos governos e parceiros para que tomem medidas muito maiores”, acrescentou.

Os relatórios de status global da OMS sobre segurança no trânsito são divulgados a cada dois ou três anos e servem como ferramenta de monitoramento para a Década de Ação para Segurança Viária 2011-2020.

Mortes

LEIA MAIS