Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Polícia Civil deflagra operação em Petrolina para desarticular organização criminosa

Na operação foram empregados 50 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães.

A Secretaria De Defesa Social de Pernambuco, através da Polícia Civil, no âmbito do programa “Pacto pela Vida”, deflagrou, na manhã desta terça-feira (12), a 8ª Operação de Repressão qualificada do ano, denominada “Pente Fino”.

A operação é vinculada à Diretoria Integrada do Interior 2 – sendo supervisionada pela Chefia de Polícia –, decorrente de investigação realizada pela 25ª Delegacia de Polícia de Homicídios da 26ª DESEC, sob a presidência dos Delegados Magno Neves e Gabriel Sapucaia.

A investigação iniciou em outubro de 2018, com objetivo de desarticular organização criminosa voltada para a prática dos crimes de homicídio e latrocínio em Petrolina (PE).

LEIA MAIS

Policias Rodoviárias Estadual e Federal e Militar realizam operação Carnaval Seguro em Juazeiro

Operação visa garantir a segurança do carnaval antecipado de Juazeiro.

As policias Militar e Rodoviárias Estadual e Federal deram início, na manhã dessa segunda-feira (11), como prévia das ações de segurança do carnaval antecipado de Juazeiro (BA), a “Operação Integrada Carnaval Seguro”, lançada nos principais acessos a cidade.

A operação deve intensificar o policiamento em barreiras e bloqueios parciais, com o objetivo de apreender armas e drogas, capturar fugitivos e cumprir de mandados de prisão. Além disso, a operação busca a fiscalização de modo a coibir a circulação de veículos roubados e direção sob efeito de bebida alcoólica.

Para isso, as viaturas estarão equipadas com tablets com acesso direto aos bancos de dados da Justiça e Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP/BA), além de cães farejadores. Os equipamentos devem auxiliar no trabalho de verificação de cargas pessoas e veículos.

LEIA MAIS

Polícia Civil deflagra operação em combate a associação criminosa no José e Maria

Polícia Civil de Petrolina em operação. (Foto: ASCOM)

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco, através da Polícia Civil, deflagrou, na manhã desta terça-feira (29), a operação “Acerto de Contas”, após investigações realizadas pela Delegacia de Polícia da 25ª Delegacia de Homicídios sob a presidência dos Delegados Magno Neves e Gabriel Sapucaia.

A equipe policial deu início às investigações após a morte de um indivíduo no José e Maria, em Petrolina (PE), vítima de homicídio no dia 20/09/2018. Os policiais elucidaram o caso e descobriram a existência de uma associação criminosa que praticava crimes de homicídio, tráfico de entorpecentes e porte ilegal de arma de fogo.

Ao todo, foram expedidos seis mandados de busca e apreensão domiciliar, todos concedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Petrolina.

A Operação foi coordenada pela Diretoria Integrada do Interior – 2, e pela Gerência de Controle Operacional do Interior – 2, sob a supervisão da Chefia de Polícia.

Sobradinho: família pede ajuda para custear cirurgia da filha recém-nascida

(Foto: Arquivo Pessoal)

Os pais da pequena Dulce Maria de apenas um mês de 22 dias estão angustiados com a situação da filha. Com apenas 20 dias Pedrina Katielly e Marcio Alves descobriram um cisto no braço direito da pequena, em seguida a situação piorou.

A família reside na Loteamento Paulo Pacheco, em Sobradinho (BA), mas o procedimento cirúrgico cujo valor é de R$ 10 mil é realizado apenas nas capitais Salvador e Recife (PE). “Descobrimos com 20 dias o primeiro cisto e o segundo com 1 mês”, disse a mãe da menina à nossa produção.

O casal está desempregado e não tem condições de custear a operação. Familiares e amigos se mobilizaram nas redes sociais e estão buscando apoio com rifas, na tentativa de arrecadar o valor.  Quem puder contribuir pode doar qualquer valor nas seguintes contas:

Bradesco

Agência: 3584-0
Conta corrente: 1012-0
Marcia Maria de Moura Santos (tia de Dulce Maria)

Banco do Brasil

Agência: 4623-x
Conta poupança: 9964-3
Variação: 51
Marcia Maria de Moura Santos

Petrolina: Guarda Municipal emite nota sobre não participação na operação “Papai Noel”

(Foto: Internet)

A Associação dos Guardas Municipais de Petrolina emitiu, nesse final de semana, uma nota explicando o motivo da não participação da categoria na operação “Papai Noel” promovida pelo Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

De acordo com o documento, assinado por Jussiê Mendes Antaíde, presidente da associação, a Guarda Municipal não foi convidada a participar da operação. Porém, ainda segundo a nota, “a corporação não deixará de prestar seus serviços diários”.

A Guarda Municipal continuará “visando a segurança da população devido ao fluxo maior de pessoas que geralmente acontece nesta época do ano”, finaliza a nota.

Polícia Civil deflagra operação e apreende 16 armas em Ibimirim e Buíque

Material aprendido durante operação da polícia em Ibimirim e Buíque. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na manhã de sábado (8), a Polícia Civil, representada pelas Delegacias de Buíque (PE), e Ibimirim (PE), juntamente com o apoio da Polícia Militar, por meio do NIS/3° BPM, GATI, e 1° BIESP de Caruaru (PE), deflagrou a “Operação Shot Gun”, nas cidades de Buíque e Ibimirim, através do cumprimento de mandados de busca e apreensão, em residências, de pessoas investigadas pela prática de Comércio e Porte Ilegal de armas.

Em Buíque, José Alves Cabral, conhecido como “Zé Galego”, foi preso em flagrante, por comércio ilegal de armas. Na casa do acusado, os policiais encontraram 631 munições dos calibres 16, 38, 32, 28, 12, 20, 36, .40, 22, 380, 6.35, 44 e 9 milímetros, além de quatro revólveres, 11 espingardas, 106 recipientes contendo pólvora, 107 contendo espoleta, e 67,8  quilos de chumbo, um carregador de pistola cal. 7.65, além de muitos estojos dos calibres citados, aptos a serem recarregados.

LEIA MAIS

Compesa fiscaliza Adutora do Sertão e encontra ligações clandestinas entre Salgueiro e Cabrobó

O furto de água em adutoras têm sido um grande problema para a Compes. (Foto: ASCOM)

A partir das queixas de moradores sobre falta de água e queda de pressão em localidades de Salgueiro, Serrita, Terra Nova e Verdejante, na região do Sertão Central, os técnicos da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) constataram uma perda de vazão estimada de 42 litros de água por segundo no Sistema Adutor do Sertão.

Com a queda súbita da vazão desse sistema, a Companhia iniciou uma ação de fiscalização em um trecho de 45 quilômetros dessa adutora, no último sábado (10), para identificar a existência de ligações clandestinas e furtos de água. Nos primeiros 30 quilômetros vistoriados, foram encontradas seis ligações clandestinas de água na zona rural, entre os municípios de Salgueiro e Cabrobó.

Segundo o gerente da Unidade de Negócios da Compesa, Alex Chaves, as fraudes estavam desviando 16 litros de água, por segundo, para irrigação de propriedades particulares. O volume recuperado nos primeiros dois dias da fiscalização é suficiente para abastecer 2.300 famílias com água 24 horas.

LEIA MAIS

Operação ‘Bar legal’ interdita estabelecimentos em Petrolina

(Foto: Divulgação/SEDURBS)

Uma operação da Prefeitura de Petrolina (PE) em parceria com a Polícia Militar e o Corpo de bombeiros resultou na interdição de mais dois estabelecimentos comerciais na noite deste sábado (10). A ação intitulada ‘Bar Legal’ visa o combate à poluição sonora, uso abusivo das calçadas, segurança pública e faz parte de uma estratégia da administração municipal junto com as forças estaduais de segurança pública para fiscalizar bares e locais de festas da cidade que funcionam irregularmente.

Segundo o diretor de Disciplinamento Urbano, Cícero Dirceu, em recente operação, outros três estabelecimentos também foram interditados por cometer as mesmas infrações. “A prefeitura está intensificado estas ações para, acima de tudo, evitar a poluição sonora e os abusos. Nossa intenção não é prejudicar o trabalho de ninguém e sim fazer com que todos possam realizar o seu trabalho dentro do que diz a legislação municipal. Nenhuma atividade pode estar acima da lei, desrespeitando regras”, disse.

Cícero também explica que, como se trata de uma operação conjunta, há uma divisão de competências, cabendo ao município a fiscalização de licenças municipais, enquanto  os órgãos estaduais fiscalizam aquilo que lhes compete. O diretor destaca ainda que as ações de abordagem e segurança pública, realizadas durante as ações são de responsabilidade da Polícia Militar.

As interdições são temporárias e os responsáveis pelos estabelecimentos poderão reabri-los após regularizar as licenças e apresentar as devidas documentações. A ação coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS) contou com apoio da Vigilância Sanitária e Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA).

“Operação Midas”: Polícia Civil de Senhor do Bonfim cumpre seis mandados de prisão preventiva

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Nesta quinta-feira (27), Policiais Civis da 19ª COORPIN, Senhor do Bonfim (BA), em continuidade a “Operação Midas”, realizada pela Polícia Civil em todo território nacional, cumpriram 4 mandados de busca e apreensão e 6 mandados de prisão preventiva, representado pelo Delegado de Polícia Civil da cidade de Senhor do Bonfim (BA), objetivando o combate aos crimes contra o patrimônio com violência a pessoa,

Durante a ação os policiais prenderam Dorival Batista da Silva, de 24 anos, acusado de roubo em Senhor do Bonfim, onde já se encontrava preso, sendo cumpridos 04 mandados de prisão, contra sua pessoa, por crime de roubo na cidade de Campo Formoso/BA, tendo recebido voz de prisão dentro da carceragem do Complexo Policial, Herlerson Chagas de Jesus, vulgo “Darlan” ou “Salvador”, de 19 anos, natural de Camaçari (BA), por crime de roubo na cidade de Senhor do Bonfim, no qual houve troca de tiro e Reginaldo da Silva Barbosa, de 24 anos, como partícipe no crime de roubo praticado por Herlerson.

Segundo informações da Polícia Civil, Herlerson confessou vários roubos a mão armada praticados na cidade de Senhor do Bonfim. Os presos estão à disposição da justiça.

Polícia Civil de Pernambuco cumpre 24 mandados de prisão, durante operação “Tocandira 2” deflagrada nesta quinta-feira (27)

Material apreendido durante a operação. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

A Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto Pela Vida, desencadeou na manhã desta quinta-feira (27), a 51ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada “Tocandira 2”, vinculada à Diretoria do Interior I – DINTER 1, sob a presidência da Delegada Sérvulla Walleska.

A investigação teve início no mês de fevereiro deste ano, com o objetivo de prender integrantes remanescentes de uma organização criminosa, voltada para a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas e associação para o tráfico, roubo, porte e posse de arma de fogo e munições, corrupção de menores, coação de testemunhas, comércio de arma de fogo, comunicação falsa de crime, receptação e contrabando.

Durante a operação foram cumpridos 24 mandados de prisão, expedidos pelo Juiz da Vara Única da Comarca de Cupira (PE), 10 mandados de busca e apreensão, foram apreendidos 04 celulares, 09 munições e 30 caixas de cigarro importado. Com os acusados a polícia ainda encontrou mais de R$72 mil em espécie, 195 boletos contendo anotações de cigarro, e uma motocicleta com chassi adulterado. Como resultado da operação ainda foram desvendados 41 homicídios com autoria.

Na execução, foram empregados 105 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães. A Operação foi coordenada pela DINTER-1 e supervisionada pela Chefia de Polícia. As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – DINTEL.

Polícia Civil de Pernambuco desencadeia a 50ª operação de repressão qualificada do ano

Na manhã desta quarta-feira (26) a Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto pela vida, desencadeou a 50ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada “Semente”, vinculada à Diretoria Integrada Especializada – DIRESP, sob a presidência do Delegado Victor Leite.

A investigação começou em dezembro de 2017, com objetivo de prender integrantes de Organizações Criminosas, voltada para a prática dos crimes de homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores e organização criminosa.

Durante a operação, foram cumpridos 29 mandados de prisão e 18 mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo Juiz da Vara Criminal da Comarca de Paulista (PE), município localizado no litoral norte pernambucano.

Na execução da operação, foram empregados 150 Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães. A Operação foi coordenada pela DIRESP e supervisionada pela Chefia de Polícia e as investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – DINTEL.

Polícia Civil de Pernambuco desarticula associação criminosa, em Arcoverde

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Na manhã desta sexta-feira (14), a Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto pela vida, desencadeou a 47ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada “COLOSSUS”, vinculada à 19ª DESEC/DINTER 2, sob a presidência do Delegado Marcos Virgínio, da 156ª Circunscrição Policial de Arcoverde (PE)

A investigação teve início no mês de julho de 2018, com objetivo de prender integrantes de uma associação criminosa, voltada para a prática dos crimes de: homicídio; roubo; furto; aliciamento de menores.

Durante a operação foram cumpridos 5 mandados de Prisão, 2 mandados de busca e apreensão de adolescente infrator, além de 4 mandados de busca e apreensão domiciliar, todos expedidos pelo juízo da Vara da Única da Comarca de Arcoverde-PE.

Na execução, foram empregados oitenta Policiais, dos quais, 55 Policiais Civis, entre Delegados, Comissários, Agentes e Escrivães e 25 Policiais Militares, entre Oficiais e Praças.

A Operação foi coordenada pela 19ª DESEC/ DINTER-2 e supervisionada pela Chefia de Polícia. E as investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – DINTEL.

12 toneladas de maconha são apreendidas em operação no Sertão baiano

(Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Uma operação realizada pelas Polícias Civil, Militar e Federal, com apoio do Corpo de Bombeiros e Forças Armadas terminou com 12 toneladas de maconha apreendidas no Sertão baiano. A droga foi localizada na quinta-feira (13) nos municípios de Juazeiro, Curaçá, Campo Formoso, João Dourado e Xique-Xique e eram cultivadas nas margens do Rio São Francisco.

A maior parte da droga, segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) estava plantada em propriedades no interior das cidades, totalizando 25 mil pés de maconha, pesando 11 toneladas da droga. Outros 615 kg já estavam colhidos. Mais mil mudas, meio quilo em sementes e 6,2 mil covas também foram localizadas.

A Operação Macambira III contou ainda com equipes da Polícia Militar do Distrito Federal e do Departamentos de Polícia Técnica (DPT) de Pernambuco e de Brasília. A droga foi incinerada e apenas uma quantia foi preservada para registro da ocorrência.

Operação da Polícia Civil desarticula tráfico de drogas, em Serra Talhada

Sob a presidência do Delegado Victor Meira Toscano, a Secretaria de Defesa Social, através da Polícia Civil de Pernambuco, no âmbito do Pacto pela vida, desencadeou na manhã desta terça-feira (11) a 45ª Operação de Repressão Qualificada do ano, denominada “Carcará da serra”, vinculada à Diretoria Integrada Especializada (DIRESP).

A investigação começou em Abril de 2018, com objetivo de prender integrantes de Organizações Criminosas, voltada para a prática dos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

Durante a operação, estão sendo cumpridos 8 mandados de prisão e 12 mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo Juiz da Vara Criminal da Comarca de Serra Talhada (PE).

Para a execução da operação, foram empregados setenta Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães. A Operação está sendo coordenada pela DIRESP e supervisionada pela Chefia de Polícia. E as investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco – DINTEL.

PRF registra queda no número de acidentes e nenhuma morte em Pernambuco, durante o feriado da independência

(Foto: Divulgação/PRF)

O número de feridos e de acidentes no feriado de 7 de setembro deste ano apresentou redução em relação ao mesmo período de 2017. Além disto, entre a quinta-feira (6) e o domingo (9), não houve registro de mortes nas rodovias federais que cortam Pernambuco. O balanço da Operação Independência foi divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta segunda-feira (10). De acordo com o órgão, no feriadão foram registrados 45 acidentes, com 31 feridos e nenhuma morte.

Em 2017, foram 66 acidentes, com 45 feridos e sete mortes. Um dos acidentes ocorreu na noite do domingo (9), na Serra da Quitéria, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco e envolveu três veículos, sendo um carro, uma caminhonete e uma van. Ninguém ficou ferido na colisão. Durante os quatro dias, 2.370 pessoas e 1.918 veículos foram fiscalizadas. A PRF emitiu 852 autuações. Entre elas, as mais cometidas foram ultrapassagens indevidas (80), não uso do cinto de segurança (42) e falta de cadeirinha (6). O órgão registrou 633 imagens de radar por excesso de velocidade.

Embriaguez ao volante

De acordo com a assessoria de comunicação da PRF, o órgão atribui a queda do número de acidentes e de mortes nas estradas federais de Pernambuco a diversos fatores, como à fiscalização, às ações de conscientização dos condutores e ao comportamento dos próprios motoristas. A PRF ainda realizou 829 testes com bafômetro, com a emissão de 21 autuações e a prisão de quatro motoristas que estavam sob o efeito de bebida alcoólica.

Ao todo, oito pessoas foram detidas por embriaguez e mandados de prisão por homicídio, roubo e receptação. A fiscalização de caminhões resultou no transbordo de 12,1 toneladas de carga com excesso de peso.

Fonte: Jornal do Commercio

123