“Eu acho muito legítimo que eu possa ser candidato”, afirma Coronel Anselmo Bispo

Com a proximidade do ano eleitoral muitos nomes começam a surgir no cenário político como prováveis pré-candidatos a prefeito de Juazeiro/BA. Um deses é o comandante do Policiamento da Região Norte Coronel PM José Anselmo Moreira Bispo. Em entrevista ao program Super Manhã, Rádio Jornal, na manhã desta quarta-feira (02), ele não descartou essa possibilidade e disse que está sendo procurado por alguns seguimentos da sociedade juazeirense o convidando a enfrentar o desafio. “Este tipo de decisão a gente tem que ter um lastro para ser tomado, eu não tenho receio de nenhum desafio”, pontuou.

Apesar de achar que ainda é cedo para esta discussão, Coronel Anselmo informou contar no momento com o apoio da família caso esta decisão seja tomada e disse ser legítimo o pleito. “Eu não vejo ilegitimidade nessa possibilidade de ser candidato porque todo cidadão pode, seja ele militar, médico, advogado, radialista, enfim, todo cidadão que mora em Juazeiro e que serve a Juazeiro tem a legitimidade de colocar seu nome ao julgamento da população”.

Nas entrelinhas, o comandante deixou entender que só não fez ainda o anuncio oficial de sua pré-candidatura para não comprometer e nem expor a polícia e a corporação. ” Então, eu não posso expor meu policial militar, nem a minha corporação a essa discussão política de ataque, para que queiram me atacar em uma possível candidatura”, ponderou.

Governo ainda não definiu nome dos novos ministros, afirma senador Fernando Bezerra

FBC não confirmou nomes para novos ministérios (Foto: Blog Waldiney Passos)

Líder do Governo no Senado Federal, Fernando Bezerra Coelho (MDB) concedeu entrevista a Rádio Jornal nessa quarta-feira (8) e comentou a criação dos novos ministérios. De acordo com o senador, ainda não há nomes para ocupar as pastas recriadas.

LEIA TAMBÉM:

Líder do governo no Senado afirma que Planalto dá aval para recriar dois ministérios

“Até agora não se avançou sobre nomes. Se possível, será essa semana ou no máximo na próxima, mas nada de nomes ainda”, disse FBC. Ministério das Cidades e da Integração Nacional recriado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), com apoio do senador.

LEIA MAIS

Rádio Jornal de Petrolina inaugura nova sede nesta quinta

Evento de inauguração acontece às 9h.

Na manhã desta quinta-feira (11), a Rádio Jornal de Petrolina inaugura, às 9h, sua nova sede na cidade. A emissora funcionará na Av. Fernando Góes, próximo à Câmara de Vereadores, no Centro.

Carlos Humberto, diretor executivo do Sistema Jornal do Commercio Interior, afirmou que foi planejada uma cerimônia especial com a presença do Bispo da cidade, Dom Francisco Canindé Palhano, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, e do comunicador Geraldo Freire.

A rádio já conta com uma nova programação com os comunicadores Winston Monteclaro, Waldiney Passos, Daniel Campos, Marco Aurélio e as repórteres Thaíse Rocha e Thamires Santos.

Hospital desmente boato de morte da jornalista Graça Araújo

(Foto: JC Imagem)

A apresentadora do TV Jornal Meio Dia e do programa Rádio Livre, na Rádio Jornal, Graça Araújo sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na noite de quinta-feira (6) e ao contrário do que muitos boatos diziam, ela segue internada e sua morte foi desmentida.

Graça está internada no Hospital Esperança, na capital Recife. De acordo com os médicos, seu estado é grave e a jornalista respira com ajuda de aparelhos. O próximo boletim médico será divulgado às 11h dessa sexta-feira (7).

Graça Araújo passou mal enquanto se exercitava numa academia em Boa Viagem. De acordo com Pedro Henrique, personal trainer da jornalista e que a acompanhava no momento em que ela sofreu o AVC, o Serviço Médico de Urgência (SAMU) foi acionado de imediato.

Ao responder questionamento de Waldiney Passos em debate, Paulo Câmara promete construir o Hospital da Mulher em Petrolina

Paulo Câmara participa do debate da Rádio Jornal com os candidatos ao governo de Pernambuco. (Foto: Guga Matos/JC Imagem/Editada)

Durante o debate com os candidatos ao governo de Pernambuco promovido pela Rádio Jornal e transmitido para todo o estado, na manhã desta terça-feira (28), o radialista Waldiney Passos participou da entrevista, por telefone, e questionou o governador Paulo Câmara (PSB), que busca a reeleição, sobre a construção do Hospital da Mulher, que foi prometido na eleição de 2014 pelo Chefe do Executivo Estadual.

O governador afirmou que a promessa, que é mesmo da eleição passada, foi feita a partir do conhecimento da necessidade da instalação da unidade de saúde na cidade. No entanto, de acordo com Paulo Câmara, o governo tem priorizado a construção do Hospital Geral do Sertão, “porque ele é fundamental para diminuir as distâncias”.

Câmara falou ainda sobre a crise que assolou o país e que aumentou a procura dos serviços públicos, inclusive na área da saúde. “Só em Pernambuco, 160 mil pessoas perderam seus planos de saúde. Isso fez com que nós tivéssemos realmente que fazer mais com menos”, disse.

Questionado sobre como será concretizado o projeto de construção do Hospital da Mulher, já que a crise tem sido um empecilho à realização da obra, Câmara afirmou que confia na candidatura do ex-presidente Lula e na volta de parcerias do governo federal com o estado.

“Pernambuco é um estado pouco endividado na unidade federativa e não tem aceso ao crédito por pura perseguição de um governo que não tem compromisso com Pernambuco, com o Nordeste, que não olha os que mais precisam, que não tem compromisso com a saúde pública, mas nós estamos dando conta do recado aqui sim”, afirmou o governador.

Confira os questionamentos e respostas do governador ou clique aqui para baixar o áudio completo

Waldiney: Das propostas apresentadas na campanha passada, uma o senhor não conseguiu cumprir aqui em Petrolina que foi a construção do Hospital da Mulher que hoje, inclusive, é uma grande necessidade, pois o hospital que temos aqui, Hospital Dom Malan/IMIP, não consegue atender a grande demanda de mais de 50 cidades da região. Caso seja reeleito, como pretende esforços necessários para a concretização dessa obra?

LEIA MAIS

“Jamais vou subir no palanque de Paulo Câmara”, diz vereador Gilmar Santos do PT

Vereador Gilmar Santos – PT. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A afirmação foi feita pelo o vereador nesta terça-feira (17) durante entrevista ao Programa Super Manhã, com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina. Gilmar Santos garantiu que quem é petista autêntico, quem está na militância do Partido dos Trabalhadores não vai subir no palanque e nem fazer campanha para o governador Paulo Câmara, mesmo que ele apoie a candidatura do ex-presidente Lula.

O vereador no entanto, disse que não ficaria neutro. “Eu vou fazer campanha para os candidatos do Partido dos Trabalhadores. Isso tenho certeza, isso eu tenho muita clareza. Quanto a uma possível aliança com esses setores, principalmente PSB de Pernambuco, que assumiu um compromisso com o golpe, a gente vai manter o máximo de distância, inclusive para manter a nossa coerência” garantiu Gilmar Santos.

Ele afirmou ainda que não vai aceitar rolo compressor e nem vai deixar de fazer autocrítica. “Nós queremos o mínimo de coerência. E eu penso que a história recente já nos deu boas lições para não continuarmos cometendo os mesmos erros. O que está colocado pra gente é essa tarefa. Tanto da autocrítica, mas de assumir de forma coerente um novo projeto para o país”, frisou o vereador.

LEIA MAIS

Facape inscreve candidatos até amanhã para vestibular agendado; garante reitor

Antônio Habib, reitor da Facape. (Foto: Blog Waldiney Passos)

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), está com inscrições abertas até esta terça-feira (17) para candidatos que pretendem fazer o vestibular agendado para este segundo semestre. As provas serão realizadas no dia 24 deste mês.

Em entrevista ao Programa Super Manhã, com Waldiney Passos, na Rádio Jornal Petrolina, o reitor da Facape, professor Antônio Habib, informou que o candidato deve agendar pela internet, no site da faculdade (www.facape.br), o horário que ele tem disponibilidade para fazer a prova, que será aplicada no laboratório da instituição.

LEIA MAIS

Miguel Coelho assina ordem de serviço da reforma do Matadouro de Petrolina nesta quinta-feira

Durante entrevista ao programa Super Manhã, com Waldiney Passos, na Rádio Jornal de Petrolina, o prefeito Miguel Coelho, anunciou que vai assinar nesta quinta-feira (21), às 9h, a ordem de serviço para a reforma e recuperação do Matadouro do Município, que está desativado.

Segundo o prefeito, as obras devem começar imediatamente e terão um prazo de 120 dias para serem concluídas. Após a reforma, será feita a compra e instalação de novos equipamentos. A previsão feita por Miguel Coelho, é de que o matadouro volte a funcionar entre os meses de junho e julho do ano que vem.

De acordo com o prefeito, serão investidos 1 milhão e 100 mil reais para a recuperação do local. Dinheiro que foi adquirido junto ao Ministério da Agricultura. Miguel anunciou ainda que a manutenção do abatedouro não ficará apenas sob responsabilidade da prefeitura. Será feita através de uma parceria entre o município e as empresas que utilizarão o espaço para abater seus animais.

Geraldo Freire lança biografia em Petrolina

Um ícono do rádio brasileiro, a maior audiência do nordeste, Geraldo Freire, o comunicador da maioria, esteve no último sábado em Petrolina lançado seu livro “O que Eu Disse e o Que Me Disseram: A improvável Vida de Geraldo Freire”, uma biografia reunindo suas histórias em quase 40 anos de radialista.

Amigos e admiradores marcaram presença em um hotel da cidade para prestigiar o grande comunicador que autografou muitos exemplares da obra literária.

Geraldo Freire é antes de tudo um apaixonado pelo rádio, acompanhou de perto os grandes comunicadores de Pernambuco, conviveu com as vozes mais bonitas na época em que o timbre fazia a diferença entre os radialistas. Os tempos mudaram, talvez a voz não seja mais um fator primordial para os comunicadores, mas a associação de uma boa voz com o conhecimento fez de Geraldo um dos nomes mais conhecidos do rádio em todo o país.

A obra, que contou com a ajuda do professor Eugênio Jerônimo e levou 10 anos para ser concluída, relata histórias curiosas e interessantes envolvendo personagens locais, como Miguel Arraes e Dom Helder.

O livro, que tem o prefácio assinado por Xico Sá, conta com depoimentos de Ivanildo Vila Nova, Moacir Franco e Jessier Quirino.

Companheiro da Rádio Jornal Recife, o radialista Ciro Bezerra, fez questão de acompanhar Geraldo à Petrolina e também aproveitou para rever amigos da cidade.

Ouça áudio da discussão entre Cristina Costa e Manoel da Acosap durante entrevista na Rádio Jornal

Vereadores batem boca durante entrevista na Rádio Jornal/Foto: Waldiney Passos

A repercussão da briga entre os vereadores Cristina Costa (PT) e Manoel da Acosap (PTB), ao participarem do programa Super Manhã, da Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (6), é grande. Tudo começou quando os dois edis avaliavam a entrevista dada pelo prefeito Miguel Coelho (PSB) mostrando para a sociedade a forma que encontrou a estrutura física de alguns equipamentos e a situação financeira negativa da prefeitura.

No momento em que os dois discutiam alguns atrasos encontrados pela atual gestão, sobretudo, no pagamento dos servidores da saúde, os ânimos se exaltaram e os dois bateram boca, após a entrevista é que, fora do ar, houve uma troca de agressões entre os dois parlamentares.

Ouça o áudio da discussão:

Retrospectiva 2016: Julio Lossio critica declarações da equipe de transição do prefeito eleito

julio-radio-jornalEm entrevista ao radialista e blogueiro Waldiney Passos, na manhã desta quinta-feira (8), o prefeito de Petrolina (PE), Júlio Lossio (PMDB), falou pela primeira vez  sobre as declarações que foram feitas pela comissão de transmissão do prefeito eleito Miguel Coelho (PSB), a respeito de possíveis entraves por parte da atual gestão.

Lossio iniciou suas respostas afirmando que as pessoas gostam de criar fatos. “Às vezes as pessoas querem criar fatos para justificar certas dificuldades, por exemplo, o presidente da comissão (Dr. Diniz Eduardo), disse que descobriu que a prefeitura está em dificuldade financeira, isso não é novidade! Qual a cidade do Brasil que não está enfrentando dificuldades? Muitas cidades atrasando décimo terceiro, atrasando salários, o próprio Estado de Pernambuco, as autarquias municipais estão com quatro meses atrasados de seus proventos referente ao pagamento das mensalidades dos seus alunos”, elencou.

O prefeito falou que sua equipe de transição é composta por pessoas muito sérias que são: Lúcia Giesta, que esteve durante 8 anos à frente da secretária de Saúde, e o Dr. Carlos.

Quanto ao organograma da prefeitura que a equipe de transição reclama não ter recebido ainda, Lossio assegurou que “Petrolina é um dos poucos municípios brasileiros que publica os nomes e o salários de todos os servidores”.

O prefeito garantiu também que mantém todos os serviços funcionando, procurando assegurar o serviço para que Miguel possa receber a prefeitura na melhor ordem possível. “Nós estamos tentando trazer o equilíbrio fiscal”.

Dívida R$ 59 milhões

Estranhamente Júlio Lossio vibrou ao ser questionado sobre os R$ 59 milhões de dívida levantados pela comissão, que a prefeitura estaria deixando para a próxima gestão. Ele afirmou que quando recebeu a prefeitura o montante da dívida fundada era de R$ 120 milhões, ou seja, registrada, e caso proceda as informações dos R$ 59 milhões, significa dizer que a atual gestão pagou todas as contas em dia nos 8 anos e ainda pagou 60 milhões das dívidas preexistentes e não endividou em 1 real o município”.

O gestor acrescentou que algumas informações como restos a pagar ficarão para o final da gestão, portanto, não poderia falar sobre estes valores especificamente.

Precatórios.

Segundo o prefeito, todos os municípios brasileiros têm dívidas de precatório, de INSS, de IGEPREV (Fundo de Previdência Municipal) e que ao assumir a prefeitura ele tinha na ordem de 30 milhões de reais, hoje tem R$ 130 milhões, então sua equipe irá checar se realmente esta informação procede.”Seria a primeira vez que o município de Petrolina seria entregue com uma queda de endividamento e com recursos garantidos nos ministérios.

VLT

Outra contestação do prefeito diz respeito as afirmações de que o projeto do VLT está suspenso, neste sentido o prefeito dise que o processo está em análise no TCE, mas que independete disso a prefeitura vai ser repassada com 100 milhões de reais depositados na Caixa Econômica para o programa do VLT ou BST. “Esta definição de destinação do recurso direcionado para o VLT quem irá fazer será o prefeito eleito”, disse lembrando que tal recurso não poderá ter outra finalidade que não seja mobilidade urbana.

Prestação de contas do Petrape

Ainda sobre as informações prestadas na última semana pela comissão de transição do prefeito eleito, foi dito que o Programa “Nova Semente”, que mantinha convênio com o PETRAPE, previa uma prestação de contas trimestral, o que, segundo a comissão, não estava ocorrendo.

Para Julio Lossio o Programa “Nova Semente” é uma das prestações de contas mais simples que  o município tem, porque, como a prefeitura não arcava com recursos de instalação e infraestrutura, os recursos que o município repassa são apenas para pagamento da folha dos servidores, alimentação e uma manutenção mínima de água e energia, portanto, é um valor fixo que se manda para cada unidade. E ironizou, “engraçado o pessoal fez elogios ao Nova Semente até ontem, agora estão falando mal do Nova Semente”.

Para concluir sobre um dos maiores programas de sua gestão, Dr. Julio  garantiu que o prefeito eleito vai receber o “Nova Semente” com todas as possibilidades de poder ampliar e aumentar o número de vagas. Além disso falou da importância de manter o ritmo de abertura de creches para atender as crianças e teceu elogios ao PETRAPE sobre a lisura com a qual geriu o Nova Semente.

Mostrou-se contra a posição tomada por Miguel Coelho em retirar a contrapartida das famílias envolvidas no “Nova Semente”, vez que a futura gestão vai absorver a contrapartida, mas disse respeitar a decisão do prefeito eleito.

Falta de controle dos processos na prefeitura e cronograma de obras

Julio Lossio reputou de ” mentirosa” a declaração dos integrantes da comissão de transição, sobre a falta de informação quanto aos 13 mil processos que tramitam na justiça e a dificuldade que tiveram sobre o acesso ao cronograma da obras que estão em andamento em Petrolina. “Foi feito um calendário para visitar as obras e a equipe de transição faltou”.

Votação da LOA

Outro assunto que causou polêmica esta semana na cidade de Petrolina foi a votação da LOA (Lei Orçamentária Anual) 2017. Os vereadores aprovaram um percentual no remanejamento de 40%, enquanto em anos anteriores este percentual era de apenas 20%.

Indagado sobre a possibilidade de vetar ou sancionar a Lei, Julio disse que o assunto está sendo apreciado pelo jurídico e que ficaria restrito apenas a legalidade do projeto, caso estivesse tudo dentro da legalidade não haveria motivo para não sancionar, do mesmo modo se apresentar irregularidades será vetado.

Iluminação natalina

Questionado sobre a falta da iluminação natalina neste final de ano, Lossio ressaltou que a prioridade do final do seu governo é pagar as pessoas. No entanto, ele adiantou que irá conversar com a equipe de transição sobre a festa de réveillon para ver se o prefeito eleito autoriza, porque o pagamento desta festa só poderia ser feito depois da realização das apresentações. “Esta questão de festas de final de ano teria que ser acertado previamente com o futuro prefeito, considerando que depende de sua autorização”.

Legado

Antes das considerações finais, o prefeito aproveitou para agradecer a população pela oportunidade de governar Petrolina e elencou parte de suas obras: ” Estamos deixando 19 quadras cobertas, quando recebi a prefeitura tinham apenas 3; cinco feiras cobertas, que só eram duas; pavimentação em vários bairros contemplando calçadas; o maior programa de creche de todo brasil; melhor IDEP do estado de Pernambuco; segunda maior cobertura de PSF’s do Brasil, Petrolina em 2010 tinha apenas 10 médicos na atenção básica hoje são 115″, enumerou.

Considerações finais

Sobre seu futuro político o prefeito brincou. “Serei presidente de associação para aperrear o prefeito” e completou dizendo respeitar e admirar os presidentes de associações e garantiu que vai mesmo é se dedicar a medicina.

Caso Beatriz

No final da entrevista Lossio deixou uma mensagem para os pais da menina Beatriz Angélica, morta brutalmente no dia 10 de dezembro do ano passado. O gestor disse que fez tudo o que estava ao seu alcance para elucidar o caso. “O município não teve braço”. E, sensível a dor da família, disse pedir a Deus que ajude a família.

Winston Monteclaro e Waldiney Passos estreiam novos horários na Rádio Jornal

waldiney-e-winston

Radialista Winston Monteclaro estreia hoje na Rádio Jornal Petrolina

A história do rádio no nordeste brasileiro passa diretamente pela a cidade de Petrolina que sempre esteve bem representada por grandes comunicadores.

Com o passar do tempo o número de rádios foi aumentando não apenas nesta, mas em todas as cidades da região, exigido de cada empresa a contratação de profissionais qualificados para dar resposta ao exigente público ouvinte.

Nesta perspetiva, a Rádio Jornal do Comércio de Petrolina estará reforçando seu time a partir desta quarta-feira (16), com as estreias de Winston Monteclaro, renomado comunicador da área policial, mas que agora esterá comandando o programa Bom Dia Vale, das 6:00 às 7:30 horas da manhã, no formato jornalistico com a interação dos ouvintes.

Waldiney Passos, que antes apresentava o Bom Dia Vale assume agora o Super Manhã, programa tradicional da rede do SJCC, das 9:00 às 11:00 da manhã, com muitas entrevistas, reportagens das ruas e a participação do ouvinte.

Vale a pena conferir a nova programação da Rádio Jornal Petrolina que conta ainda com Marco Aurélio liderando a audiência no Revista da Tarde, das 16:00 às 18:00 horas.

Paulo Câmara defende ‘enxugamento’ do governo em debate na Rádio Jornal

Geraldo Freire

Além de Paulo, participaram do debate Geraldo Freire (apresentador da Rádio Jornal), Laurindo Ferreira (diretor de redação do JC) e Franco Benites (repórter de política do JC) Foto: Renata Monteiro/ JC

Em debate realizado na manhã desta quarta-feira (20) na Rádio Jornal, o governador Paulo Câmara afirmou que o PSB, partido em que ocupa o cargo de vice-presidente, não pretende indicar nomes para ocupar ministérios no caso de um provável governo Temer. No programa, Paulo ainda tratou de temas como aumento para os servidores, novas eleições e refinanciamento da dívida do Estado.

“Entendo que a sociedade quer um governo mais enxuto, com menos cargos, funcionando melhor. O PSB tem essa convicção, que pode ajudar o ‘presidente’ Temer encaminhando propostas, aprovando no Congresso o que a gente entende que é fundamental, o que é importante para o Brasil sair da crise, mas sem ocupar cargos. Essa prática de negociar ministérios nos partidos tem que ser exaurido”, afirmou o governador.

Ainda tratando de temas nacionais, Paulo Câmara se colocou favorável à realização de novas eleições, no entanto, disse não acreditar que essa possibilidade vá se concretizar. “Em tese, ter novas eleições seria a melhor solução para o Brasil. Mas as possibilidades de um novo pleito são muito limitadas, ou pela renúncia da presidente e do vice ou pelo julgamento e condenação, por parte do TSE, da chapa que concorreu às eleições em 2014. São duas hipóteses que não estão hoje no centro das discussões, então temos qe trabalhar com o que a gente tem”, explicou.

Sobre possíveis aumentos de salário para os servidores do Estado, Paulo foi direto ao dizer que o cenário atual não é favorável para isso. “Quase 47% das nossas despesas são comprometidos com a folha de pagamento de Pernambuco. Fora isso, nós temos o pagamento da dívida, temos que fazer repasses aos poderes, temos repasses aos municípios, ou seja, o que sobra para a manutenção da máquina é muito pouco. Nós precisamos garantir esse pouco para o funcionamento das escolas, hospitais, delegacias, para manter os programas sociais, temos muito o que fazer. É o momento de se esperar, de ter prudência de ter serenidade porque o poder público tem poucas ferramentas para dimunuir despesas”.

O governador também afirmou ser de fundamental importância solicitar o recálculo das dívidas do Estado para ajudar Pernambuco a sair do vermelho. “Não se calcula nada no Brasil com juros simples, mas como outros Estados conseguiram é importante nós tentarmos”, comentou, lembrando que a decisão ainda está em análise pelo Superior Tribunal Federal (STF).

Com informações do NE10

Milton Barbosa rebate crítica de ouvinte sobre sua saída da prefeitura de Petrolina

Milton Barbosa

O presidente da Cooperativa de Mototaxistas e Motoboys de Petrolina (Cooper Sindmotos), Milton Barbosa, rebateu na manhã desta quarta-feira (23), em entrevista ao programa Bom dia Vale da rádio Jornal, as críticas do ouvinte Jonas morador do bairro Maria Auxiliadora, relacionadas a uma possível expulsão de Milton, da prefeitura de Petrolina (PE) na gestão Julio Lossio (PMDB).

Milton disse que não foi tirado da prefeitura de Petrolina no ano de 2012, porém afirmou que por motivos pessoais achou melhor sair por conta própria. Inclusive apresentou o documento do seu pedido de desligamento, durante a entrevista. “Ele (Jonas) é desinformado, metido a intelectual, ele diz que o prefeito me tirou do quadro, que eu estava querendo comer dinheiro do prefeito. Eu pedi para me desligar por que não tinha como aceitar com naturalidade o que vinha acontecendo com relação ao profissional mototaxistas”.

O presidente do Sindmotos também esclareceu sua função dentro da prefeitura, “nunca trabalhei a frente da antiga EPTTC hoje AMMPLA. A minha função era identificar alguns pontos negativos e procurar soluciona-los. Mas infelizmente eu fui resolver um problema, que existia, que já era denunciado, que era na casa de apoio e ali naquele momento quando eu fotografei, quando fiz um relatório que passei para o gestor do município, a partir daquele momento, começaram a me ver como uma espécie de ameaça, por essa razão eu comecei a entrar numa linha colisão com aqueles que fazer parte do poder público”, contou Milton.

Em entrevista a Rádio Jornal Paulo Câmara afirma “Impeachment não é golpe”

SB101215016

Em entrevista ao programa de Geraldo Freire, na Rádio Jornal, o governador Paulo Câmara afirmou ontem (10) que, apesar de acreditar que ainda não existem as condições para impedimento da presidente Dilma Rousseff, “impeachment não é golpe”.

“Eu queria aproveitar para esclarecer nossa posição em relação ao impeachment. Pernambuco e todo mundo sabe que eu não sou eleitor da presidente Dilma. Nosso Governo é de independência. Nós não apoiamos muita coisa que o Governo Federal faz. Entendemos que a política do Governo Federal foi errada, equivocada e está levando à inflação, ao desemprego e à recessão. Agora, nós entendemos, de forma clara, que impeachment não é golpe. Pelo contrário, impeachment é um processo que existe na Constituição”, declarou Paulo.

No entendimento do governador, há um processo aberto, no âmbito do Congresso Nacional, para a apuração das responsabilidades e um possível impeachment da presidente. “Mas entendemos também, e isso é importante deixar muito claro, que a forma com que está sendo conduzida pelo presidente Eduardo Cunha é uma condução equivocada. Uma condução na base da chantagem, uma condução que enfraquece a democracia e as instituições. É importante ressaltar que nós defendemos as instituições, nós não defendemos o Governo Dilma”.

De acordo com Paulo Câmara, diante dos fatos que foram apresentados, nesse processo de impeachment, não há, ainda, motivo para o afastamento da presidente Dilma por crime de responsabilidade. “Mas entendo também que é a hora desse processo ser concluído. Isso é importante para o Brasil. E ele precisa ser concluído por pessoas que tenham legitimidade para isso, que não é Eduardo Cunha”, destacou.

Para o governador de Pernambuco, existem muitos deputados que têm condições de concluir esse processo. “Eu, inclusive,  tenho um candidato, que é o deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE). Ele tem condições de ser o presidente da Câmara e conduzir, mesmo com as opiniões dele (contrárias ao Governo Dilma), com ética, transparência e moralidade, é isso que precisamos. O Brasil precisa é de definição”, defendeu Paulo.-