Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Gonzaga Patriota defende mudanças na proposta da reforma da previdência para policiais

Deputado Gonzaga Patriota. (Foto: ASCOM)

Ao lado de agentes civis da Segurança Pública de todo o Brasil, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) participou de uma manifestação, na frente do Congresso Nacional, em Brasília, solicitando mudança na proposta de reforma da Previdência para a categoria.

O ato foi organizado por diversas entidades que representam os policiais civis, policiais rodoviários federais, agentes penitenciários, agentes de segurança, socioeducativos e guardas municipais.

Para o deputado socialista, a categoria luta pela garantia dos justos direitos, já que submetem suas vidas a risco diuturnamente. “Não é questão de privilégio, mas sim de uma atividade diferenciada. Não podemos desconsiderar as particularidades e peculiaridades da atividade de risco desempenhada pelos policiais do Brasil”, defendeu Patriota.

Segundo Bolsonaro, se não houver reforma, faltará dinheiro para salários em 2024

O Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro.

O presidente Jair Bolsonaro disse nessa segunda-feira (20) que falta dinheiro no governo federal e que se a reforma da Previdência não for aprovada, em no máximo cinco anos, não haverá recursos para pagamento de servidores na ativa.

“Não podemos desenvolver muita coisa por falta de recursos, por isso precisamos da reforma da Previdência. Ela é salgada para alguns? Pode até ser, mas estamos combatendo privilégios. Não dá para continuar mais o Brasil com essa tremenda carga nas suas costas. Se não fizermos isso, 2022, 2023, no máximo em 2024, vai faltar dinheiro para pagar quem está na ativa”, disse.

Bolsonaro recebeu, nessa segunda, a Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro, em cerimônia na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). A premiação foi criada em 1965 e é destinada a personalidades nacionais e estrangeiras que desempenharam papel relevante para o desenvolvimento da indústria fluminense.

Prefeitura de Juazeiro entrega escola reformada e climatizada no Salitre

Momento da inauguração da reforma da escola.

No último final de semana, a prefeitura de Juazeiro entregou mais uma escola reformada. A Escola de Educação Infantil – EMEI Herbet Mouze Rodrigues – que fica no distrito de Junco, no Salitre, foi ampliada e passou a contar com salas totalmente climatizadas.

De acordo com o prefeito Paulo Bomfim, das 134 escolas da rede municipal, 104 já foram reformadas e climatizadas. “Em dois anos e cinco meses de Governo, inauguramos mais de 170 obras na sede e interior. Essa escola é a terceira que entrego no Salitre”, disse o chefe do Executivo municipal.

Segundo a secretária de Educação e Juventude, Lucinete Alves, a creche vai atender mais de 80 alunos da Educação Infantil, de 3 a 5 anos de idade, com espaços adequados, confortáveis e seguros para o desenvolvimento integral da criança nos seus primeiros anos de vida.

A unidade escolar passou por uma reforma geral com a construção de mais uma sala de aula, sala de direção, banheiro acessível, banheiro infantil, cozinha, despensa, depósito, cobertura de eucalipto no pátio e parque infantil.

Bolsonaro: reforma da Previdência é passo para liberdade econômica

(Foto: Reprodução/NBR)

A reforma da Previdência é o primeiro passo para ampliar a liberdade econômica, disse há pouco o presidente Jair Bolsonaro. Ao sair de visita de cerca de uma hora ao Ministério da Economia com o ministro Paulo Guedes, ele declarou que o país corre o risco de quebrar se não conseguir reequilibrar as contas públicas.

“A outra alternativa, se o Brasil continuar tendo déficit ano a ano, é imprimir moeda. Eu acho que, se for imprimir moeda, você sabe o que vem atrás. É inflação. Outra é conseguir empréstimo lá fora. Será que querem emprestar para nós? Com qual taxa de juros? Então, não temos outra alternativa. A reforma da Previdência é o primeiro grande passo para nós conseguirmos nossa liberdade econômica”, declarou Bolsonaro.

Armadilha

O ministro Paulo Guedes disse que a reforma da Previdência é imprescindível para tirar o país da armadilha do baixo crescimento. Segundo ele, as mudanças nas regras de aposentadoria abrem espaço para o país crescer de forma sustentável por até 15 anos, com retomada do investimento interno e atração de capitais externos.

LEIA MAIS

Onyx prevê economia de R$ 1 trilhão com reforma da Previdência

Ministros Onyx Lorenzoni e Paulo Guedes durante cerimônia no Palácio do Planalto. (Foto: Ueslei Marcelino/REUTERS)

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, prevê um impacto fiscal de R$ 1 trilhão em uma década com a aprovação da reforma da Previdência. A informação foi dada em entrevista ao programa “Central GloboNews”.

Há uma semana, o governo divulgou que a reforma resultaria em economia de R$ 1,2 trilhão em dez anos. Pouco antes, o presidente Jair Bolsonaro deu declaração à imprensa no sentido de que a economia de R$ 800 milhões seria satisfatória.

Questionado sobre a mudança de previsão em relação ao número inicial do ministro da Economia, Paulo Guedes, Onyx afirmou que, para ser aprovada, a reforma da Previdência deverá sofrer alterações no Congresso Nacional.

Petrolina: Audiência Pública sobre reforma da previdência acontece nesta sexta

(Foto: Agência Brasil)

A Câmara Municipal de Petrolina realiza, nesta sexta-feira (12), às 9h, uma Audiência Pública para tratar da reforma da previdência proposta pelo Governo Federal. O evento acontece no Centro de Convenções, no pavilhão de feiras.

Os vereadores Paulo Valgueiro, Gabriel Menezes, Cristina Costa, Domingos de Cristália, Gilmar Santos, Elismar Gonçalves e Osinaldo Souza são os autores do requerimento para a realização da audiência.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR), sindicalistas das regiões do Sertão do Araripe, do Pajeú, das Zonas da Mata Norte e Sul de Pernambuco. Além da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06, serão debatidos na audiência as Medidas Provisórias nº 871 e 873.

O evento tem a parceria de entidades como a FETAPE, Central Única dos Trabalhadores (CUT), CTB e da Câmara Municipal de Petrolina, que já havia solicitado a realização do debate nesse ano, a pedido da Bancada da Oposição.

Guedes: “Uma reforma da Previdência será aprovada. Não tenho dúvidas”

(Foto: Arquivo/ Agência Brasil)

“Uma reforma [da Previdência Social] será aprovada. Eu não tenho dúvidas”. A afirmação é do ministro da Economia, Paulo Guedes, que participou em Brasília, junto com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de um debate sobre os 100 primeiros dias do governo Jair Bolsonaro.

Durante o evento “E agora, Brasil?”, realizado pelos jornais O Globo e Valor Econômico, afirmou que a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional n° 6/19 vai gerar “mobilização pelos estados e pelos municípios” que estão “quebrados”, com dificuldades nas contas públicas, entre outras razões, por causa de gastos obrigatórios, como o pagamento do funcionalismo na ativa e aposentados.

Paulo Guedes considera o descontrole do gasto público como principal vilão da economia brasileira, após a retomada da democracia (1985), e que os déficits geraram problemas de alta de juros e de impostos. “O governo gasta muito e gasta mal”. Segundo ele, “todo ano tem uma crise fiscal que não acaba”.

Reforma pode gerar economia de R$ 300 bi em 20 anos para prefeituras

Reforma da previdência pode gerar economia de R$ 300 bi.

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) estima que a aprovação da reforma da Previdência pode resultar em uma economia de quase R$ 300 bilhões ao longo de 20 anos para os municípios que têm regime próprio de Previdência. A estimativa é do presidente da entidade e prefeito de Campinas, Jonas Donizette, feita durante a 75ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos.

“Se for aprovada reforma, em quatro anos ela gerará economia de R$ 32 bilhões para os 35 maiores municípios e de R$ 156 bilhões em dez anos, de R$ 297 bilhões em 20 anos”, previu o presidente da FNP, referindo-se aos municípios que já têm regime próprio de Previdência.

Esse resultado positivo, no entanto, depende, em parte, do atendimento de cinco demandas feitas pela entidade. Entre elas está a de que se faça uma cobrança efetiva daqueles que devem à Previdência.

LEIA MAIS

Movimento contra a reforma da previdência acontece nesta sexta em Petrolina

(Foto: Agência Brasil)

Nesta sexta-feira (22), partidos políticos, movimentos sociais, centrais sindicais e trabalhadores devem se mobilizar pelas ruas do centro de Petrolina (PE) contra a Reforma da Previdência Social.

A concentração para o ato, organizado pela Frente Brasil Popular em Petrolina, acontecerá na praça do Bambuzinho, a partir das 8h30. O objetivo do evento é chamar a atenção da sociedade para o projeto da reforma da previdência.

Segundo a organização do ato, o projeto, que está em tramitação no Congresso Nacional, “traz prejuízos sérios para o povo brasileiro, a exemplo do aumento no tempo de contribuição, entre outros danos a direitos conquistas com as lutas dos trabalhadores”.

Segundo Fernando Bezerra Coelho, reforma da Previdência pode gerar 8 milhões de empregos

Para Fernando, nova previdência é mais justa.

Durante discurso no plenário do Senado Federal, nessa quarta-feira (20), o líder do governo, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), garantiu que a Reforma da Previdência tem potencial para gerar 8 milhões de empregos e aumentar para R$ 5,8 mil o PIB per capita até 2023.

De acordo com o Senador, os dados foram extraídos de um estudo feito pela equipe econômica do governo, que aponta ainda um gasto 9,5 vezes maior em previdência e assistência social do que em educação, por exemplo.

Para Fernando, a proposta acaba com privilégios e promove um sistema mais justo e igualitário. “Com a Nova Previdência, não importará mais se o trabalhador é rico ou pobre. Todos poderão se aposentar com as mesmas regras de idade e tempo de contribuição, garantindo-se regras de transição”, explicou.

Reforma do Camelódromo de Juazeiro deve ser entregue nos próximos meses

(Foto: Ascom PMJ)

Nesta quinta-feira (28), o diretor executivo da Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), Agnaldo Meira acompanhado do Assessor de Planejamento Voldi Alves visitou o Camelódromo 2 de Julho. O principal objetivo  da visita foi avaliar in loco as dificuldades e condições de trabalho do entreposto comercial, considerado um dos mais importantes de Juazeiro (BA), bem como ouvir as demandas dos permissionários.

Dona Alcina Gonçalves que trabalha no setor de restaurante há 18 anos avaliou de forma positiva o encontro com o novo gestor da AMA. “Foi  uma boa oportunidade para os permissionários conversarem com o diretor e juntos  traçar estratégias para solucionar as demandas do camelódromo. Estamos ansiosos pela entrega da reforma dos novos boxes e lanchonetes para valorizar ainda mais esse espaço”, disse.

LEIA MAIS

Governo projeta economia de R$ 1 trilhão com reforma da Previdência

(Foto: Arquivo/ Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nessa terça-feira (5), em Brasília, que a proposta de reforma da Previdência do governo projeta uma economia de pelo menos um R$ 1 trilhão, em um período de 10 anos.

A afirmação foi feita em entrevista coletiva ao lado do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Os dois se reuniram no gabinete de Guedes para tratar da tramitação da reforma e Maia chegou a dizer que o tema poderá ser votado pelos deputados até maio.

“A ideia é que ela [a reforma] chegue pelo menos a R$ 1 trilhão [de economia de gastos]. Simulamos com 15 anos, com 20, com 10. O valor de R$ 1 trilhão é para 10 anos, mas há simulações em que é R$ 1 trilhão em 15 anos também, de valor presente. Isso é o que está sendo calibrado”, afirmou o ministro. Ele voltou a criticar o atual sistema previdenciário que, segundo ele, aprofunda desigualdades sociais e contribui para o desemprego. 

LEIA MAIS

Reinauguração do Estádio Paulo Coelho deve acontecer um mês antes do previsto

Estádio Paulo Coelho passa por reforma para receber jogos da Série A1 do Campeonato Pernambucano.

Com as obras da primeira etapa de reestruturação avançadas, o Estádio Paulo Coelho deve ser reinaugurado um mês antes do previsto. O estádio está passando por uma série de intervenções desde novembro do ano passado.

Entre as obras, estão sendo executadas reforma das cabines de imprensa; vestiários; calçadas de acesso; bilheterias; pintura e manutenção das arquibancadas e muro interno e externo. O acesso do time visitante também será recuperado, além da restauração de alambrados e muretas no entorno do campo.

No ano passado, o prefeito Miguel Coelho assinou a ordem de serviço para uma das maiores reformas que o Estádio Paulo Coelho já recebeu. O investimento orçado em R$ 979.150,04, via emenda do deputado Fernando Filho, já começou a ser aplicado nas obras de reestruturação do palco de jogos da Séria A1 do Campeonato Pernambucano, partidas do futebol amador e profissional, e também do futebol americano da região.

LEIA MAIS

Mesmo em obra, Estádio Paulo de Souza Coelho poderá receber partidas do Petrolina na Série A1

Parte externa recebeu pintura durante reforma (Foto: Blog Waldiney Passos)

A estreia do Petrolina no Campeonato Pernambucano 2019 foi longe da sua torcida, mas neste domingo (27) os petrolinenses poderão acompanhar a Fera Sertaneja em casa, contra o América. Se dentro de campo o time se prepara para ajustar as falhas, fora a Prefeitura corre contra o tempo para concluir os serviços na parte externa do Paulo de Souza Coelho.

Em entrevista ao Blog Waldiney Passos o secretário-executivo de Esportes, Rodrigo Galvão afirmou que 60% da obra, nada que deva atrapalhar o mando de campo da Fera. “[Falta] alguma parte da calçada e parte da pintura. O maior volume da obra já foi finalizado, faltam alguns acabamentos, mas até sexta-feira esses acabamentos para que o jogo aconteça estarão finalizados e até meados de abril totalmente finalizada a obra”, disse à nossa equipe.

Equipes trocaram alambrados e pavimentaram acesso às arquibancadas (Foto: Blog Waldiney Passos)

Exigências de 2018

Segundo Galvão, a obra foi necessária para atender exigências impostas pela Federação Pernambucana de Futebol, já que os laudos emitidos em 2018 foram aprovados com ressalvas pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária.

Essa reforma foi justamente para atender as ressalvas: vestiários, questão de acessibilidade, cabine de imprensa, parte hidráulica, alambrados. Hoje o estádio é uma referência no interior, o torcedor vai ter um estádio mais aconchegante, mais acessível e mais seguro”, destacou.

Validade

No site da FPF os laudos de prevenção e combate a incêndio; condições sanitárias e de higiene; e segurança aprovados em 2018 têm validade até agosto desse ano. Já o de engenharia vence em julho de 2020. Apesar da reforma na parte externa, o gramado não foi incluído.

Reforma da Biblioteca Cid Carvalho está 80% concluída e obras devem ser finalizadas até o fim do mês

(Foto: ASCOM)

Os frequentadores da Biblioteca Municipal Cid Carvalho, em Petrolina (PE), tem bons motivos para se animar: com quase 80% das obras concluídas, a reforma do local está em fase final e a previsão é que o equipamento seja devolvido aos usuários no início do próximo ano.

Entre as etapas executadas pela prefeitura, o prédio já teve as instalações hidrossanitárias revisadas e corrigidas, instalação do piso paviflex, correção da iluminação adequada para leitura e revisão do telhado que estava com goteiras.

“A expectativa da gestão do prefeito Miguel Coelho é que a Biblioteca Municipal Cid Carvalho esteja à disposição da população o mais rápido possível. O prédio irá ganhar nova mobília e também o Acervo Público e acervo Nilo Coelho para consulta e pesquisa”, anuncia o secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Emicio Junior.

Para garantir o atendimento ao público, um espaço provisório foi montado no prédio da Diocese de Petrolina, na Praça Maria Auxiliadora, no Centro da cidade. Os frequentadores podem ter acesso ao acervo de segunda à sexta-feira, das 8h às 21h, aos sábados de 8h às 18h e nos domingos, de 8h às 13h.

Arquivo Público e acervo Nilo Coelho

LEIA MAIS
123