Petrolina: Miguel Coelho anuncia reforma e construção de quadras esportivas

O trabalho faz parte de um conjunto de ações da Prefeitura de Petrolina para o incentivo ao esporte e lazer.

O prefeito de Petrolina Miguel Coelho anunciou um investimento de R$ 5,4 milhões em quadras de prática esportiva nos bairros periféricos e na zona rural da cidade. Ao todo, entre reformas e construções, serão beneficiadas com o investimento 26 quadras.

Nesta quarta-feira (18), no bairro Quati I, Miguel vai anunciar a requalificação da quadra da comunidade, que será a primeira atendida pela prefeitura. A solenidade está agendada para as 19h, na Avenida Ivone Jussara dos Santos.

Além da reforma da quadra do Quati I, a gestão municipal executará a revitalização ou a construção de equipamentos em comunidades como Henrique Leite, COHAB III, Cosme e Damião, José e Maria, Pedra Linda, Vila Eulália, Porto da Ilha entre outras.

SECULTE afirma que licitação para reforma do Estádio Paulo Coelho deve acontecer ainda nessa semana

Estádio precisa de melhorias para receber Pernambucano em 2018 (Foto: Blog Waldiney Passos)

Enquanto as equipes do Petrolina e 1º de Maio se preparam mirando o retorno à Série A2 do Campeonato Pernambucano, a Prefeitura de Petrolina trabalha para evitar qualquer problema com o Estádio Paulo de Souza Coelho.

LEIA TAMBÉM:

Comissão técnica do Petrolina tem volta de nomes conhecidos da torcida

Com dois times de Petrolina, Campeonato Pernambucano A2 terá início em agosto

Questionada pelo Blog Waldiney Passos, a Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE) afirmou que ainda nessa semana deve acontecer o processo licitatório da reforma no estádio. A empresa vencedora será responsável por criar rampas e calçadas, reforma nas instalações hidráulicas, pintura e troca de portões.

LEIA MAIS

Prefeitura de Petrolina inicia requalificação do Bodódromo

A segunda etapa terá investimento superior a R$ 1,3 milhão. (Foto: Internet)

Construído no ano de 2000, o tradicional Bodódromo passará por obras de requalificação. A primeira etapa da intervenção foi anunciada pelo prefeito Miguel Coelho, na manhã deste sábado (02), num encontro com empresários que atuam no centro gastronômico. As obras iniciam na próxima semana com investimento de R$ 840 mil, resultado de emenda do deputado Fernando Filho.

O tradicional espaço de gastronomia receberá neste primeiro momento a reforma das calçadas, que passarão a ter piso intertravado com rampas para cadeirantes e outros equipamentos de acessibilidade.

Outro ponto importante da obra será a ampliação do estacionamento para quase mil vagas destinadas a mototáxis, táxis, ônibus de turismo e público em geral. O projeto ainda contempla a instalação de sinalização e plantio de árvores para deixar o ambiente mais arejado.

O prazo para conclusão da primeira etapa da requalificação é de cinco meses. Segundo o prefeito, após essa fase, será discutida com os comerciantes o segunda momento das obras.

LEIA MAIS

Obras da requalificação do Bodódromo de Petrolina devem começar na segunda semana de Junho

(Foto: ASCOM)

O prefeito de Petrolina Miguel Coelho assinou na última semana de maio a ordem de serviço para requalificação do Bodódromo, localizado no bairro Areia Branca. Com emendas do deputado federal Fernando Filho, que possibilitará um investimento de R$ 840 mil na primeira etapa do projeto, será possível a construção de rampas e equipamentos para pessoa com deficiência, recuperação da calçadas com piso intertravado, ampliação do estacionamento para cerca de mil veículos e arborização.

Na segunda etapa, serão construídos pátios para feiras e espaço culturais, com investimento oriundos de emendas do deputado Guilherme Coelho. Os recursos são frutos de convênios com o governo federal, com contrapartida do município. A requalificação é de responsabilidade da Prefeitura de Petrolina, através das Secretarias de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA) e de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE).

Prefeitura de Juazeiro entrega escola na Comunidade da Lagoa do Salitre ampliada e climatizada

Ampliação da escola faz parte do programa “Toda Sexta tem Obra”.

Dentro do Programa ‘Toda Sexta tem Obra’, o prefeito Paulo Bomfim vai entregar na próxima sexta-feira (04), na comunidade da Lagoa do Salitre, a Escola José de Amorim reformada, ampliada e climatizada. O evento acontece a partir das 18h e vai contar com apresentações musicais e culturais.

A escola passou por uma reforma geral, com a construção de novos ambiente como: sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE), biblioteca, banheiros com acessibilidade e infantil, pátio coberto, parque infantil, sala de professores, entre outros ambientes.

As aulas iniciaram na semana passada e os alunos, pais e professores ficaram satisfeitos com as mudanças. “Na verdade a prefeitura fez uma nova escola, nem parece a que tinha antes. As salas de aula, o pátio, o parque infantil, os banheiros, tudo feito com muito capricho e ficou muito bonito. Foi um presente para os alunos e toda a comunidade”, avaliou o pai de aluno Ronei Rocha.

LEIA MAIS

Juazeiro: reforma da escola José de Amorim, no Salitre, deve ser concluída no fim de abril

(Foto: ASCOM)

A secretária de Educação e Juventude de Juazeiro (SEDUC) Lucinete Alves, visitou a comunidade de Lagoa do Salitre para ver de perto o andamento das obras da Escola José de Amorim.

“A escola está ficando linda, com novos ambientes, salas climatizadas, construção de novos banheiros, o pátio coberto, tudo feito com muito carinho para receber os alunos da comunidade. Já estamos na fase dos acabamentos para que no dia 27 de abril as aulas comecem”, disse a secretária Lucinete.

A gestora da José de Amorim, Jailma Carvalho também se reuniu com a secretária e a assessora de políticas públicas da SEDUC, Mary Adriana para ajustar os preparativos para o início das aulas.

“Estamos ansiosos para receber os nossos alunos e professores, vamos preparar junto com a SEDUC uma festa linda. Vamos repor todas as aulas, funcionando aos sábados e feriados, os alunos não terão nenhum prejuízo”, concluiu a gestora.

Feirantes do bairro João Paulo II recebem novos equipamentos e reforma do pátio da feira

(Foto: ASCOM)

Com o objetivo de reestruturar as feiras do município, a Prefeitura de Juazeiro e a Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA) entregaram na manhã desta sexta-feira (16), dentro da agenda do programa “Toda Sexta Tem Obra” equipamentos e a reforma do pátio da feira do bairro João Paulo II. A ação fez parte do programa Nossa Feira que irá reformar e melhorar as feiras de Juazeiro.

Dona Maria Angelina da Silva que trabalha há 8 anos vendendo tempero verde na feira aprovou a reforma. “Um sonho para nós trabalharmos com nossa feira limpa, reformada e com as novas bancas”, externou a feirante.

Com a ação, os feirantes terão agora melhores condições de comercialização de seus produtos alimentícios, num ambiente padronizado. “A comunidade está muito feliz em ver nossa feira toda padronizada, higienizada. Com certeza teremos mais resultados positivos de vendas e com esse projeto pioneiro que irá se estender em outros bairros, teremos uma cidade com feiras mais organizadas. Com as novas barracas ficou muito bonito”, declarou Fábio Silva, representante dos feirantes.

“Trabalhávamos com as bancas de madeira sem estrutura, nosso teto e piso estavam decadentes e hoje os permissionários da feira do bairro João Paulo II vive outra realidade. É muito orgulho e felicidade ver nossa feira bonita, organizada, padronizada, além de todos os feirantes com aventais”, observou dona Maria José, conhecida como Maria do Pastel, que trabalha há mais de 29 anos na feira do bairro.

A obra do pátio da feira do João Paulo II incluiu serviços de pintura completa, reforma do teto, piso e pilastras, conserto no sistema elétrico e hidráulico, além da construção da rampa de acessibilidade. Foi entregue também aos permissionários da feira bancas personalizadas e aventais.

O prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim externou a alegria de entregar a feira do João Paulo II reformada e com as bancas personalizadas.

“É uma felicidade a gestão municipal proporcionar mais qualidade aos nossos feirantes. O Programa Nossa Feira foi criado para dar condições dignas de trabalho para o feirante com mais comodidade e higienização no ambiente para melhor atender a população que busca a feira para fazer suas compras” observou Paulo.

Sindsemp adere à manifestação contra reforma da previdência e para em Petrolina

O Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) informou que vai aderir à manifestação contra a reforma da previdência, que deve acontecer em todo o país nesta segunda-feira (19).

Segundo informe da instituição, foi convocada uma Assembleia Geral Extraordinária na praça do bambuzinho, a partir das 8h. Na pauta serão discutidos informes e pontos da reforma da previdência.

“Vamos, juntos, fortalecer a luta contra os ataques ao povo brasileiro”, diz o sindicato.

Aposentadoria rural não será contemplada na reforma da previdência

A proposta da reforma da Previdência tem previsão de ser votada até o dia 28 de fevereiro no Congresso Nacional.

Para quem estava preocupado com mudanças na aposentadoria rural, a notícia é boa. Por se tratar de um tema polêmico, o governo Federal resolveu deixar a aposentadoria rural de fora do texto da reforma da Previdência. Na última semana, foram apresentadas mudanças no texto, mas as regras para os mais de sete milhões e meio de agricultores familiares se aposentarem continuam as mesmas.

De acordo com a proposta inicial, tanto homens como mulheres do campo deveriam se aposentar aos 65 anos de idade e com 25 anos de contribuição obrigatória. No entanto, ficaram mantidas as idades de 55 anos para mulheres e 60 para homens. A contribuição, nesse caso, fica por conta do percentual da produção.

“De moro geral, precisa ser feito um ajuste na Previdência. Mas não necessariamente vai-se conseguir passar todos os pontos. Então, do ponto de vista político, é interessante que você deixe de lado alguns aspectos para que outros aspectos mais importantes possam ser ajustados”, avalia o especialista em finanças Marcos Melo.

Ainda de acordo com Melo, um fator que pode contribuir para o déficit da Previdência são as fraudes em torno do sistema das aposentadorias rurais. Dados da Secretaria de Previdência apontam que, nos últimos quatro anos, foram cancelados mais de 37 mil benefícios irregulares.

LEIA MAIS

Segundo Rodrigo Maia, prazo para votação da reforma da Previdência é dia 20 deste mês

O presidente da Câmara reforçou, no entanto, que não pautará a reforma da Previdência sem voto. (Foto: Internet)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse hoje (7), em Brasília, que a previsão da votação da reforma da Previdência está mantida para o dia 20 deste mês. A declaração foi feita a jornalistas, na porta da residência oficial da Câmara, no Lago Sul, após o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), dizer que a votação deve ocorrer até o dia 28 de fevereiro.

“Não tem nenhuma decisão de mudar a data. Claro que a data do dia 20 precisa ser muito bem trabalhada. Acho bom manter a data do dia 20 para que os esforços que estão sendo construídos tenham sucesso. Toda vez que adia a data, em vez de estar gerando pressão para conquista de votos, atrasa a mobilização”, argumentou.

LEIA MAIS

Temer admite mudanças no texto para aprovar reforma da Previdência

(Foto: Reprodução)

Para aprovar a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer admitiu ceder na regra de transição para ingressos no serviço público até 2003. O presidente também pode abrir mão do limite de dois salários mínimos no caso de acúmulo de aposentadorias e benefícios, ampliando-o para o teto da Previdência Social.

“Se decidirem que o acúmulo da pensão não será até dois salários mínimos, como está no projeto que vai ser apresentado amanhã [7], e chegarem à conclusão de que deve ser o teto da Previdência Social, de R$ 5.645, eu penso que, por força do diálogo, poderá eventualmente chegar a isso. De igual maneira, a questão daqueles anteriores a 2003, uma regra de transição”, disse o presidente, em entrevista ao Jornal da Band,, exibida na noite desta terça-feira (6).

Na entrevista, Temer voltou a citar a economia de R$ 600 bilhões que o atual texto da reforma trará em 10  anos, mas admitiu uma redução desse número “para R$ 480 bilhões ou qualquer coisa assim”. O presidente abraça a ideia de que uma redução na economia prevista é melhor do que economia nenhuma.

O governo já vinha sinalizando a disposição para o diálogo. Os únicos pontos inegociáveis, de acordo com o próprio presidente e seus ministros, são o aumento da idade mínima para aposentadoria, além da unificação do limite de benefício, algo que o governo tem chamado de “fim dos privilégios”.

Programa para reforma de moradias de população de baixa renda é anunciado por Miguel Coelho

O programa é exclusivo para famílias com renda de no máximo três salários mínimos. (Foto: ASCOM)

Cerca de 500 famílias de Petrolina serão beneficiadas, neste ano, por um programa público para reforma de moradias. Na tarde desta segunda-feira (05), o prefeito Miguel Coelho assinou o projeto de lei que cria o “Renova Casa”. O documento foi entregue numa reunião com os vereadores para ser apreciado nos próximos dias.

O programa destinará até R$ 5 mil por família beneficiada. Com esse recurso, o proprietário do imóvel poderá fazer reformas nas instalações elétricas, sanitárias, hidráulicas, telhado, troca de esquadrias, pintura entre outros serviços. “Nossa expectativa é beneficiar 500 famílias por ano. É um programa inovador que chega em nossa cidade para atender a comunidade mais carente, que em alguns casos não tem nem um banheiro ou um telhado”, explicou o prefeito.

LEIA MAIS

Prazo para votar Previdência é “fevereiro, e ponto final”, diz Rodrigo Maia

Segundo o presidente da Câmara, a semana posterior ao Carnaval será o período da “solução”. (Foto: Internet)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou hoje (5) que concorda com o relator da reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), segundo o qual a proposta precisa ser apreciada em fevereiro e que o adiamento do prazo pode acabar com a expectativa de aprovação do texto ainda neste ano.

Nesta tarde, após participar de reunião com governadores, Maia defendeu a discussão de outros temas, entre eles a segurança e formas de resolver os problemas fiscais dos estados.

“Se a gente ampliar prazo, não vota nada. Então, o prazo é fevereiro, e ponto final. Eu acho que tem tempo. Todo mundo tem clareza do seu problema fiscal, todos os governadores. Os parlamentares também têm clareza da necessidade da reforma, com todas as dificuldades”, disse o presidente da Câmara, depois da sessão solene de início dos trabalhos legislativos.

LEIA MAIS

Meirelles diz que país está longe de cortar benefícios previdenciários

(Foto: Internet)

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (4), que o Brasil ainda está longe de ser obrigado a reduzir valores ou cortar benefícios previdenciários, como aposentadorias e pensões, mas que mudanças na legislação são necessárias para evitar que a Previdência quebre, como já ocorreu em outros países.

“Como sabemos, existem países que já tiveram dificuldades para pagar os benefícios e tiveram que sair cortando o valor das aposentadorias. Estamos longe disso e vamos tomar as medidas necessárias [para evitar que isso seja necessário]”, disse o ministro ao deixar o Palácio do Jaburu, em Brasília, onde se reuniu com o presidente Michel Temer e com o relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia (PPS-BA).

LEIA MAIS

Temer reafirma no programa do Ratinho que, sem reforma, Previdência vai quebrar

(Foto: Internet)

O presidente Michel Temer voltou a afirmar nessa segunda-feira (30), no programa do Ratinho, que sem a reforma, a Previdência vai quebrar. Ele respondeu a perguntas do apresentador e a outras gravadas na rua, por cidadãos comuns. Temer havia conversado também sobre a reforma da Previdência no programa Silvio Santos, exibido no domingo (28).

“A previdência quebra. Você veja o caso da Grécia e de Portugal. Há pouquíssimo tempo, foi preciso fazer [nesses países] uma reforma da Previdência e cortar pensões de aposentados e vencimentos de servidores públicos porque tardaram muito a fazer a reforma”, disse Temer. “Nós estamos pensando em impedir uma reforma muito mais radical. Porque se não fizermos agora, daqui a dois, três anos no máximo, teremos uma reforma radical que vai prejudicar os aposentados”, completou.

O presidente gravou sua participação no Programa do Ratinho no dia 18 de janeiro. A conversa foi exibida na noite de ontem (29) pelo SBT. Questionado pelo apresentador sobre as empresas com dívidas com a Previdência, Temer disse que a Advocacia-Geral da União (AGU) está acionando judicialmente todas as empresas.

LEIA MAIS
123