Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Número de roubos tem queda de 11,55%, afirma SDS

Novembro registrou aproximadamente mil queixas de roubo a menos em Pernambuco quando comparado ao mesmo período de 2017. Os dados apresentados pela secretaria de Defesa Social (SDS) afirmam que no último mês foram contabilizados 7.415 Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) contra 8.383 em 2017.

Isso representa uma redução de 11,55%, contabilizando assim o 15º mês consecutivo de queda. De acordo com a SDS, entre janeiro e novembro de 2018 houve uma queda de 24.957 nas queixas de roubos. O Sertão foi a região com a maior redução, totalizando 39,43% em relação ao mesmo mês do ano passado.

Ocorrências

Nos dados apresentados pela SDS o roubo a celulares caiu 8%. Ações criminosas a carros e ônibus também caiu em 15,97% e 36%, respectivamente. Já os roubos contra agências bancárias, caixas eletrônicos e veículos de transporte de valores reduziram 24% de janeiro a novembro de 2018, registrando 65 roubos e furtos, 21 a menos se comparado ao mesmo período do ano passado.

Com informações da Folha de Pernambuco

Índices de homicídios em Pernambuco voltam a subir

No Sertão do estado a redução nos números desses crimes foi mínima.

Dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) nesta segunda-feira (15) mostram que os índices da taxa de homicídios voltaram a subir no estado nesse mês de setembro, saindo de 287 em agosto, para 320. Desde o início do ano, já foram registrados 3.232 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

Segundo balanço da secretaria, 72,5% dos crimes foram motivados por tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Em relação ao mesmo período do ano passado, o levantamento mostra uma diminuição de 22% desse tipo de crime, quando foram contabilizadas 4.143 ocorrências.

No Sertão do estado a redução nos números desses crimes foi mínima. Os municípios sertanejos somaram, em setembro de 2018, 51 ocorrências, apenas três a menos que no mesmo período de 2017.

Número de roubos diminui em Pernambuco, segundo levantamento da SDS

(Foto: SDS/Divulgação)

De acordo com um levantamento divulgado pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) na última quinta-feira (11), as estatísticas de roubos continuam caindo em todo o estado. Setembro de 2018 apresentou o menor patamar desse indicador dos últimos 41 meses. Na série histórica, somente abril de 2015 registrou número menor de investidas criminosas com o objetivo de subtrair bens e valores, o equivalente a 6.125 ocorrências. No mês passado, houveram  6.695 ocorrências, uma redução de 30,38% no comparativo com o mesmo período de 2017 – quando chegaram às polícias 9.617 queixas de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs). Com isso, já são 13 meses consecutivos de queda dos índices de assaltos, incluindo as investidas contra veículos, assalto a bancos, celulares e ônibus, no comparativo com os mesmos meses do ano anterior.

“Estamos, dia a dia, aperfeiçoando a prevenção e o combate a esse tipo de crime. Já colhemos resultados de programas e iniciativas inovadoras, a exemplo do projeto Koban, em Boa Viagem (PE), do programa Alerta Celular, das forças-tarefa Coletivas, Bancos e Cargas. E vamos ampliar e fortalecer essas atuações integradas, com uso de inteligência policial, parceria com a comunidade e estratégias que retirem criminosos de circulação e ataquem a raiz e a motivação dessas práticas. Somente em 2018, mais de 25 mil pessoas foram presas em flagrante pelas polícias”, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

No acumulado de janeiro a setembro deste ano, a retração alcançou -23,73% quando esse intervalo é comparado com seu equivalente em 2017. De 95.062 ocorrências, diminuiu para 72.500. Todas as regiões de Pernambuco contribuíram para esse cenário, com destaque para o Agreste, com -26,54% nesse período de nove meses (de 17.402 para 12.783 casos). Na Região Metropolitana (excetuando-se a capital), o decréscimo foi de 24,56%, saindo de 32.812 CVPs para 24.752. Os casos de roubo caíram 18,63% na Zona da Mata (11.309 para 9.202), enquanto no Sertão ocorreram -16,57%, passando de 5.008 para 4.178.

Ao considerar apenas o mês de setembro último, a região na qual os números mais recuaram em relação a setembro de 2017 foi o Agreste, -45,48%, ao cair de 1.904 para 1.038 ocorrências. Em seguida vem a Região Metropolitana (exceto o Recife), que teve 2.289 queixas de roubo no mês, contra 3.218 no mesmo mês do ano anterior (-28,82%). Os casos no Sertão diminuíram em 25,3% (de 502 para 375) e, na Zona da Mata, 14,56% (de 1.058 para 904).

Entre as Áreas Integradas de Segurança de Pernambuco que mais têm obtido resultados positivos no combate aos CVPs estão a AIS 14 (Caruaru), que apresentou o menor quantitativo de assaltos em 42 meses (com 539 ocorrências, mês teve menor criminalidade desde março de 2015), e a AIS 26 em Petrolina (PE), onde as polícias computaram 141 roubos, total mensal mais baixo em 45 meses (somente dezembro de 2014 teve menos CVPs nessa área).

Roubos de celulares

LEIA MAIS

Setembro tem redução de 30% em roubos no estado de Pernambuco

(Foto: Reprodução/Internet)

Os índices apresentados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco na noite de quinta-feira (11) apontam uma redução de 30,38% no número de roubos no Estado. De acordo com a SDS, foram registradas 6.695 ocorrências em 2018, contra as 9.617 do ano passado no mesmo período, o que representa o menor número dos últimos 41 meses.

No acumulado de janeiro a setembro de 2018, os chamados Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs) totalizaram 72.500 roubos, uma redução de 23,73% se comparado ao mesmo período de 2017, quando foram registrados 95.062 ocorrências.

O Agreste foi o principal responsável pela redução nos índices. Na região houve redução de 26,54% de roubos em nove meses. A Região Metropolitana do Recife, exceto a capital, teve queda de 28,82% enquanto que o Sertão conseguiu diminuir 16,57% nos nove primeiros meses do ano. No Recife, entre janeiro e setembro deste ano, o número de roubos caiu 24,56% se comparado ao mesmo período de 2017.

LEIA MAIS

17 mil policiais trabalharão nas eleições de Pernambuco, esse ano não haverá Lei Seca

(Foto: Reprodução/Governo de PE)

Uma coletiva de imprensa realizada na capital Recife definiu como será o esquema de segurança em Pernambuco neste final de semana de eleição. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), 17 mil policiais trabalharão no pleito de domingo (7).

15 mil são policiais militares e 1800 civis. Haverá também apoio dos bombeiros militares, go grupo tático aéreo, corregedores e da Polícia Científica. O Governo do Estado investiu R$ 9,5 milhões para montar o esquema de segurança, que não contará com apoio das tropas federais.

A SDS também informou que não haverá Lei Seca, ou seja, se um eleitor chegar a sua zona eleitoral embriagado deverá ser orientado a voltar sóbrio. No trânsito, entretanto, a fiscalização segue normalmente.

Em caso de roubo, perda ou extravio de documentos a SDS orienta ao cidadão registrar Boletim de Ocorrência em uma delegacia ou via internet. O Blog Waldiney Passos entrou em contato com a SDS para saber mais informações a respeito do esquema de segurança em Petrolina, porém, a Assessoria de Comunicação não retornou ao nosso pedido.

Pernambuco: homicídios caem pelo nono mês seguido, segundo SDS

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), que divulgou nessa quinta-feira (13) os números a respeito de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em Pernambuco, agosto deste ano foi o mês menos violento em uma série histórica de 38 meses.

Ao todo, foram registrados 287 assassinatos, uma redução de 30% em relação a agosto de 2017, quando foram computados 411 crimes do tipo. O mês passado se consolidou como o 9º consecutivo de declínio nos CVLIs, no comparativo com o ano anterior.

“As estatísticas de agosto foram reflexo de fortes investimentos nas forças de segurança, como a contratação de 5,5 mil policiais, compra de 700 motocicletas, 1,3 mil viaturas, implantação de novas unidades das polícias Militar, Civil, Científica e Corpo de Bombeiros em todo o Estado”, disse o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

LEIA MAIS

Casa Nova: SDS leva ações de conscientização para o interior

Palestras prenderam a atenção da comunidade. (Foto: ASCOM)

A Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) de Casa Nova (BA) realizou na manhã desta quinta-feira (23), na comunidade de Tiririca, ações de conscientização e mobilização, interiorizando o “Projeto Social Presente, a Mudança Acontece!”.

“Esse foi um projeto idealizado pela SDS, para usuários do Programa Bolsa Família e Programas Sociais do Governo, tratando das condicionalidades do Programa Contando, com a participação do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social”, disse a Secretária de Desenvolvimento Social, Maria Regina.

A secretária falou ainda sobre a importância do projeto, já que as palestras, segundo Maria, foram pensadas visando o fortalecimento de vínculos, com o tema “Família e Escola uma parceria possível.

“Atendendo à determinação do Prefeito Wilker, nosso objetivo é estender estas ações de mobilização e conscientização por todo interior de Casa Nova”, concluiu.

Números de assaltos caem em Pernambuco, segundo governo

Houve uma diminuição de 31,8% no número de registros de roubos de celulares. (Foto: Ilustração)

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS) nesta terça-feira (14), foi registrada uma queda de 28,3% nos números de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), que englobam assaltos a ônibus, a bancos, a transeuntes e roubos de carros e bens.

Segundo os dados, em julho de 2018 foram registrados 7.742 crimes do tipo. No mesmo mês em 2017 aconteceram 10.807 ocorrências. Além disso, houve redução no acumulado do ano. Nos sete primeiros meses deste ano, foram registradas 57.864 CVPs, o que representa 22,4% a menos do que o mesmo período de 2017, quando foram registrados 74.642 crimes.

Assalto a carros-fortes e bancos

Entre os meses de janeiro e julho de 2018, Pernambuco registrou 46 ocorrências criminosas contra agências bancárias, carros-fortes e caixas eletrônicos, 25% a menos em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 61 casos.

LEIA MAIS

Violência contra mulher no interior apresenta redução em junho

Dados apresentados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco apontaram uma leve queda no índice de violência contra a mulher no interior do estado. No comparativo entre maio e junho, o mês passado apresentou uma redução.

Junho terminou com 1.559 ocorrências registradas, contra 1.686 em maio. O primeiro semestre foi finalizado somando 9.406 crimes na região, maior índice do estado. A capital contabilizou 5.143 casos e a Região Metropolitana, 4.538.

Violência doméstica ou familiar é aquela praticada por cônjuge ou algum parente da vítima (pai, irmão, filho etc). Petrolina foi uma das cidades que teve redução nos casos. Em junho foram apenas oito registros, contra 16 em maio.

Parnamirim, Salgueiro, Serra Talhada e Ouricuri também apresentaram queda nas agressões. Por outro lado, Trindade, Terra Nova e Moreilândia registraram aumento das ocorrências.

Governo de Pernambuco e Prefeitura firmam convênio para segurança no trânsito em Petrolina

(Foto: Soldado Gilberto Santos/BPChoque)

A Polícia Militar de Pernambuco, através do 5º BPM e a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA) firmaram um convênio de segurança no trânsito com validade até 2020.

O convênio diz respeito ao reforço de policiamento ostensivo. Dessa forma 40 policiais militares deverão ser empregados nas ações de fiscalização de trânsito na cidade, juntamente com a AMMPLA.

Por parte do município os agentes de trantrân continuarão com o trabalho diário de fiscalização, administração e educação.

Segundo o documento assinado pelos representantes dos dois órgãos, o convênio tem validade de 24 meses, passando a valer desde o dia 1º de junho de 2018. Em 2020, prazo de encerramento poderá haver prorrogação do pacto.

A AMMPLA custeará a parte financeira do convênio através de dotação orçamentária no valor de R$ 1.032.000,00. Caso alguma das partes queira desfazer o acordo é necessário aviso prévio com 60 dias de antecedência.

Apesar de redução nos roubos em Pernambuco, Petrolina apresenta alta no mês de maio

(Foto: Ilustração)

O levantamento da Secretaria de Defesa Social (SDS) referente à criminalidade no mês de maio em Pernambuco apontou uma redução nos números de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP). No entanto, Petrolina foi na contramão e contabilizou um crescimento nos roubos na cidade.

Em abril, Petrolina contabilizou 234 roubos contra 260 no mês de maio. Nos cinco primeiros meses de 2018 o município já contabiliza 1.215 CVPs. Petrolândia foi outra cidade do Sertão com alta nos roubos (3 em abril e 8 em maio).

LEIA TAMBÉM:

Média de roubos por dia em Pernambuco chega a 260 em maio

Outros municípios da região com crescimento nos CVPS foram Lagoa Grande, Moreilândia e Exu. Na contramão, Dormentes e Parnamirim conseguiram reduzir os roubos no mês de maio.

Por região, o Interior lidera o número de ocorrências de roubos no estado, com 15.172. Em seguida aparece Recife (14.091) e a Região Metropolitana (12.259). No ano, Pernambuco contabiliza 41.522 CVPs registrados.

Apesar de divergências políticas, Governo do Estado e Prefeitura firmam parceria para São João

(Foto: Arquivo)

Logo mais Petrolina se transformará no polo do São João de Pernambuco, com nove dias de festa com shows de atrações locais e nacionais. Para garantir a segurança no Pátio Ana das Carrancas, a Prefeitura conseguiu o apoio do Governo de Pernambuco.

Mesmo com a rusga política, a Secretaria de Defesa Social (SDS) e o decreto de que o São João teria horário para começar e terminar no estado, a pasta assegurou participação dos policiais militares até às 4h, o que rendeu elogios de Miguel Coelho.

“A gente vinha em negociação com a SDS há pelo menos três semanas sobre o horário de festa e a gente explicou a particularidade do evento em Petrolina e agora chegamos a um entendimento, a SDS concordou em garantir o policiamento até às 4h da amanhã como já foi feito no ano anterior”, comentou.

Além da Polícia Miliar, também atuarão na segurança do evento policiais civis, Polícia Científica, Polícia Rodoviária Federal e seguranças privados. O Corpo de Bombeiros e equipes do SAMU já garantiram presença na festa. “Tenho certeza que com essa combinação vamos conseguir proporcionar um São João de muita paz”, disse o prefeito.

Pernambuco tem redução de 22% no número de homicídios em maio

(Foto: Arquivo)

O balanço da Secretaria de Defesa Social (SDS) apresentado nessa quinta-feira (14) apontou uma redução de 22,49% na taxa de homicídios em Pernambuco. Os dados são referentes a maio, quando foram contabilizados 458 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs).

Se comparado ao mesmo período de 2017, houve uma queda de 22,12%. A redução dos CVLIs não se restringiu apenas no Grande Recife (21,88%), tendo sido percebida em todas as regiões do estado. De acordo com a SDS, o Agreste teve uma queda de 28%, o Sertão de 24,4% e a Zona da Mata, de 20%.

A SDS também apresentou os motivos para os CVLIs registrados em Pernambuco. Dos 355 em maio, 73,8% foram relacionados ao tráfico de drogas, acerto de contas e outras atividades criminais. Em seguida aparece a questão do conflito em comunidades (16,06%), conflitos afetivos ou familiares (2,82%) e os latrocínios (2,54%).

São João de Pernambuco terá quase 10% a mais de policiais atuando na segurança

(Foto: SDS/Divulgação)

Os festejos juninos no estado de Pernambuco desse ano terão um reforço de 22.478 policiais militares. Esse número representa um aumento de 9,3% em relação aos agentes de segurança que trabalharam no São João em 2017. A Secretaria de Defesa Social (SDS) anunciou nessa quarta-feira (13) o planejamento para as festas no estado.

Serão investidos R$ 2,55 milhões para mobilizar as forças e serão ocupados 30.098 postos, entres policiais militares, civis, Corpo de Bombeiros e Polícia Científica. O secretário executivo de Defesa Social, Humberto Freire explicou que os policiais trabalharão em escala durante o período junino.

“Todo o efetivo das operativas Secretaria de Defesa Social está empenhado para a segurança do São João. Alguns desses profissionais se candidatam a escala extra e pega um ou mais plantões”, elucidou. “Dentre desses 30 mil, um mesmo profissional cumpre a escala mais de uma vez”, disse.

A Polícia Civil destacará delegacias móveis para Petrolina, Gravatá, Araripina, Caruaru e em Recife. Essas unidades atuarão em casos de menor expressão, as ocorrências mais graves serão encaminhadas às delegacias de plantão.

O São João de Petrolina começa nesta sexta-feira (15) e a Prefeitura realiza nessa tarde uma coletiva de imprensa, onde anunciará o esquema de segurança e outros pontos importantes da festa.

Número de homicídios diminuiu mais de 30% em Pernambuco, afirma SDS

(Foto: Ilustração)

O número de crimes violentos letais intencionais (CVLI) em Pernambuco diminuiu em abril deste ano, em comparação com o mesmo período de 2017. De acordo com o balanço divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS), foram registrados 356 homicídios no mês passado, o menor patamar desde julho de 2016.

Considerando o primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2017, a redução foi de 21,98%: 1.590 entre janeiro e abril de 2018, contra 2.038 entre janeiro e abril do ano passado. De acordo com a SDS, a maior parte dos homicídios praticados em abril deste ano, tem relação com o tráfico de drogas, acertos de contas e outras atividades criminosas. Das 356 vítimas, 73,31% foram assa

Porém, em Petrolina o número de homicídios voltou a crescer em abril, em comparação com o mês de março. Segundo os dados da SDS, 60 pessoas já foram assassinadas em Petrolina em 2018. Sendo 16 em abril, 12 em março, 11 em fevereiro e 21 de janeiro.

Voltando para os dados do estado, no comparativo com o mesmo quadrimestre de 2018 com o ano passado, o número de feminicídio também diminuiu, de 29 para 13 casos. 13 mulheres foram mortas em Pernambuco no mês de abril, mas apenas um caso foi considerado feminicídio. O crime aconteceu na cidade de Olinda no 09 do mês passado. O marido e pais dos dois filhos da vítima foi preso no dia 09 de maio, um mês após o feminicídio, por força de um mandado de prisão.

1234