Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Após ataque que deixou alunos e funcionários mortos, Escola de Suzano retoma atividades nesta terça-feira

(Foto: Edu Garcia/R7)

As aulas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP) serão retomadas nesta terça-feira (26). Amanhã (25) os professores voltarão a unidade para planejar e redefinir a continuidade do ano letivo, após a instituição sofrer um ataque que deixou 10 mortos, incluindo os atiradores.

Na sexta-feira (22), professores, gestores e a equipe pedagógica da Secretaria Estadual de Educação, além de instituições parceiras, reuniram-se para elaborar as diretrizes pedagógicas da retomada das atividades regulares na escola.

De acordo com a secretaria, diversas instituições se colocaram à disposição para dar continuidade aos trabalhos na escola, tanto no âmbito pedagógico quanto no suporte psicológico de alunos e funcionários. Entre os parceiros estão o Centro de Apoio Psicossocial (Caps); o Centro de Referência e Apoio à Vítima (Cravi); universidades da região e entidades ligadas ao Direito. Com informações da Agência Brasil.

Jovem apreendido foi um dos mentores de ataque em Suzano, diz polícia

Mais duas mortes foram confirmadas até o momento (Foto: Reprodução/TV Globo)

O Ministério Público de São Paulo e a Polícia Civil acreditam que o adolescente apreendido na manhã dessa terça-feira (19) teve participação no atentado à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. Em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça-feira em Mogi das Cruzes, a polícia disse que o garoto pode ser um dos mentores do crime.

Segundo o Ministério Público, foi oferecida denúncia contra o menor de idade por haver indícios de autoria e prova da materialidade, mas isso, de acordo com o órgão, ainda será objeto de mais investigação.

“Ele é mentor intelectual [junto com o outro adolescente, autor dos homicídios]. Comprou objetos que poderiam fazer ele participar daquele delito. Teve participação dele com um dos autores na compra de outros objetos e na idealização desse objeto”, disse o delegado Alexandre Dias. A polícia ainda investiga porque ele não teve participação direta nas mortes e apura se há envolvimento de outras pessoas no planejamento do massacre.

O adolescente foi apreendido por ser suspeito de ter participado do massacre e foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exame de corpo de delito, antes de ser apresentado ao fórum. De lá, ele seguiu para uma unidade da Fundação Casa, que não informada.

LEIA MAIS

Escola alvo de ataque em Suzano reabrirá nesta segunda-feira

(Foto: Edu Garcia/R7)

A Escola Raul Brasil, em Suzano (SP) voltará a funcionar nesta segunda-feira (18). A informação foi repassada pela secretaria Estadual de Educação. A unidade foi alvo de um ataque planejado por dois jovens, um de 17 e outro de 25, na quarta-feira (13), deixando 10 mortos.

LEIA TAMBÉM:

Vítimas de ataque em Suzano são veladas em ginásio da cidade, 11 pessoas seguem internadas

Polícia divulga nomes de assassinos responsáveis por massacre na Escola Raul Brasil em São Paulo

Segundo o secretário Rossieli Soares, apesar de ser reaberta a escola não terá atividades obrigatórias aos alunos. O momento é de reflexão. “Nós não estamos fechando um calendário definitivo, porque estamos aprendendo com tudo isso. Precisamos ouvir as pessoas e a ideia é (saber) como a escola estará para receber as pessoas que queiram vir. Nenhum professor nem nenhum aluno será obrigado a vir”, disse.

LEIA MAIS

Vítimas de ataque em Suzano são veladas em ginásio da cidade, 11 pessoas seguem internadas

(Foto: Felipe Rau / Estadão)

Um dia após o ataque a Escola Estadual Raul Brasil, os moradores de Suzano (SP) se reuniram no Ginásio para velar as vítimas dos dois atiradores que entraram na unidade na manhã de quarta-feira (13). Desde 7h familiares, amigos e populares estão no local se despedindo dos alunos.

LEIA TAMBÉM:

Polícia divulga nomes de assassinos responsáveis por massacre na Escola Raul Brasil em São Paulo

Tiroteio em escola de SP deixa pelo menos seis mortos

Estão sendo velados os estudantes Cleiton Antonio Ribeiro, 17; Caio Oliveira, 15; Samuel Melquiades Silva de Oliveira, 16; e Kaio Lucas da Costa Limeira, 15. Por volta de 11h os choros das famílias deu espaço para o culto ecumênico realizado pelo pároco da igreja São Sebastião, Cláudio Taciano.

Um novo ato religioso está previsto para 14h e às 15h os corpos seguirão para o Cemitério São Sebastião. O ministro da Educação, Ricardo Vélez e o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi estão no velório. A escola alvo dos ataques de ontem amanheceu rodeada de flores e mensagens de apoios aos familiares. Com informações do Estado de São Paulo e Folha de SP.

Polícia divulga nomes de assassinos responsáveis por massacre na Escola Raul Brasil em São Paulo

Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, um dos autores do massacre de Suzano (Foto: Arquivo pessoal)

A polícia divulgou os nomes dos assassinos que mataram 8 pessoas, sendo 4 adolescentes, na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo. São eles: Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Castro completaria 26 anos no próximo sábado (16).

Após a série de assassinatos, os atiradores cometeram suicídio. Além dos mortos, 23 pessoas foram levadas a hospitais. Entre elas, há pessoas que ficaram feridas e outras que passaram mal após o ataque.

LEIA MAIS